História Serial Killer - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler
Visualizações 16
Palavras 239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Acidente


Fanfic / Fanfiction Serial Killer - Capítulo 18 - Acidente

Na casa dos Sink

- E ele não falou com você? Depois da briga? – falei me sentando ao lado da ruiva em sua cama.

- Não – ela suspira – eu vou conversar com ele depois. Me comportei como uma cadela. Devo desculpas a ele.

- E então? 

- E então o que?

- Você sabe- olho para ele sugestivamente- Você e Caleb.

- Não existe nada entre a gente. Por acaso ele veio me perceber agora. Tarde demais. A filha anda.

- Não foi o que me pareceu quando chegamos.

- Aquilo foi uma recaída – ela fala corando.

- Tá, mas depois não vá se arrepender, ok? Só pense com calma. – falei abraçando e indo para a minha cama improvisada.

- Boa noite. – ela fala.

- Noite.

 

                                                                                                 • • •

 

Desperto com o meu telefone tocando.

Desconhecido.

- Oi – Ainda grogue, eu atendo.

- Mills? – uma voz conhecida fala.

- Quem é? – pergunto bocejando.

- Hm, é o Finn - a voz diz.

- Como conseguiu meu número, e por que me chamou de Mills? – pergunto despertando.

- Isso não importa, olha, hum, Caleb sofreu um acidente. Foi atropelado por um carro preto desconhecido em frente a casa dele pela manhã. Ele esta no hospital inconsciente e pergunta por Sadie o tempo todo. Será que você poderia traze-la aqui? – ele fala rápido.

- Meu Deus! Tá.. já já chegamos ai – me levanto atordoada e pulo em cima da minha amiga.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...