História SERIAL KILLER (JIKOOK) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias A Proposta
Visualizações 75
Palavras 2.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, LGBT, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite



Contém: mini hot +18

Capítulo 23 - Uma das provas do meu amor!


Fanfic / Fanfiction SERIAL KILLER (JIKOOK) - Capítulo 23 - Uma das provas do meu amor!


Uma das minhas provas de amor....








Park Jimin ... ON ...



Depois do beijo com o Jungkook "aí meu coração porquê meus sentimentos estão tão confusos, porque o Killer tinha que entrar em minha vida, ashii Jungkook você tinha que aparecer".



O beijo com o Killer vou maravilhoso meus sentimentos estão a mil, eu realmente não sei o porque que estou assim ele é um assassino que pode me matar a qualquer momento, "bem que se ele quise já teria feito isso", porque eu Killer, porque tinha que ser justo eu que te tirei do seu inferno? Ashiii...



Mais o beijo com o Jungkook, também me deixou mais confuso ainda, "eu não sei o porque mais ele e o Killer, se parecem muito... deixa isso para lá deve ser coisas da minha cabeça. Asshii porque minha vida e assim?



Depois que sai do escritório do Namjoon "eu literalmente estava corado de vergonha". Fui direto para minha casa, não demorou muito a chegar em casa. Chego vou logo preparar algo para mim comer em seguida, vou para o andar de cima, direto para o meu quarto, em seguida tomo meu precioso banho. Termino o banho, faço minhas higienes pessoais em seguida amarro minha tualha em minha cintura, logo volto para o quarto novamente.



Quando chego lá, fico paralisado com o Killer/bonny deitado em minha cama com uma caixinha banca não sua mão, "eu não sei o porque mais esse Killer tá apontando alguma coisa.... SOCORRO". quebro o silêncio dizendo ou melhor gritando.



JM - MAIS O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO AQUI ?? - (grita)



Nesse momento o Killer, se sentar na beira da cama e começa a olhar para min de cima abaixo, mordendo seu lábio inferior.



SK - calma mochi - (ainda mordendo seu lábio inferior)

JM - já falei para não me chamar assim B.U.N.N.Y - (fala bravo)

SK - Jimin... Jimin - (o olha malicioso)

JM - gostou da visão meu querido - (sorir descaradamente)

SK - ficaria melhor sem a tualha bebê - (morde novamente o lábio inferior)

JM - ashiii bunny - (fala indo até o seu closet) - pode ficando aí querido ...



O mesmo o obedeceu "olha quem diria o Killer me obedecer". Vou até o meu closet coloco uma roupa rápida.



Roupa: uma box preta, uma calça de moletom azul escuro e uma blusa branca.



Termino de colocar minhas roupas, logo voltando para o quarto e o Killer estava deitado novamente em minha cama.



JM - folgado em.... você - (se sentar na beirada da cama) - ... o que é isso - (aponta para a caixinha em sua mões)

SK - curioso você ... baby - (fala sentando no lado do mesmo na cama)

JM - claro!!! ... você entra assim na minha casa eu tenho direito de saber o que você está fazendo aqui - (encara sua máscara de coelho horripilante)

SK - mais foi você que deixou a janela aberta - (o olha)

JM - mais...mais também você iria entrar de qualquer jeito mesmo - (se levanta da cama)

SK - aonde você vai mochi - (segura a cintura do menor)

JM - não me chama assim.... Ahhh me solta - (se solta do maior) - vêm...

SK - para onde pequeno?

JM - lá para baixo... estou com fome - (o puxo pelo braço, tentando pegar a caixinha de sua mões)

SK - nananinanão pequeno - (levanta o seu braço para cima com a caixinha na sua mão) - você é tão baixinho - (fala vendo o mesmo tentando pegar a caixinha de sua mão, dando alguns pulinho)

JM - asshii bunny isso injusto - (ainda dando alguns pulinho) - muito injusto... eu não sou baixinho...

SK - não imagina só esqueceu de crescer - (fala e o menor desiste)

JM - eu não sou baixinho... você que cresceu demais.

SK - aí... que ilusão baixinho.

JM - mais disse que não sou baixinho - (fala indo até o mesmo o derrubando na cama fiquando por cima do mesmo, que deixou a caixinha cair no chão)

SK - sabe Jimin... - (chega perto do ouvido do menor) - você assim nessa posição está me deixando tão exitando baby - (morde o seu pescoço, fazendo o menor grunir)

JM - para com isso bunny - (tenta se levanta da cama)

SK - não agora você sai ficar aqui bebê - (troca de posição com o menor ficando por cima) - você é só meu - (levanta sua máscara até a altura do seu nariz, logo iniciando um beijo)



O beijo era insano, ambos estavam querendo o corpo um do outro, Jimin levantou suas mões entanto tira a marcará do Killer, mais felizmente o Killer foi mais rápido segurando as mões de Jimin com a sua a entrelaçando, logo colocando para cima, o Killer  imprensou suas perna contra cintura do menor fortemente, que fez o gemer baixinho. Logo o maior (Killer) pediu passagem para lingua, demorou um pouquinho mais logo o menor cedeu assim um começou a explorar a boca  do outro, o beijo já estava ficando cada vez mais exitando para ambos, o menor (Jimin) sentiu que o ar estava lhe faltando, mais continuo o beijo, ficamos alí um tempo até que a falta de ar os obrigado sem a se separar.



JM - bunny ... isso - (cora)

SK - Jimin seus lábios me viciam - (Olha o menor todo envergonhado)

JM - p-para bunny sai... - (impura o mesmo para o lado, logo se levantando da cama) - nunca mais faza isso.

SK - até parece que não gostou...

JM - ashiii ... chato vai embora!

SK - não ... não tô afim...

JM - quer saber - (o olha bravo) - você e um idiota...

SK - hahaha não me faza iria Jimin...

JM - insuportável - (fala indo até a caixinha a pegando em suas mãos) - o que é isso???

SK - ah isso era um presente para você - (o olha colocando sua máscara no lugar) - mais já que eu já tô indo espero que goste Tchauzinho mochi...

JM - espera fica - (o mesmo o olhar confuso)

SK - porque eu ficaria em - (o olha)

JM - porque... porque - (não sabe o que dizer) - ashii só fica Ok...?

SK - ok - (se senta na cama) - abre logo.

JM - tá bom... calma aí bunny - (começa a abrir a caixinha)



Quando finalmente consegui abrir aquela caixinha branca, havia uma outra caixinha só que agora era uma de anel "meu coração estava tão acelerado, que consertesa o Killer poderia o ouvi-lo". Pego a caixinha de anel, olho para o mesmo que permanecia calado e com um semblante sereno no seu rosto, então tomo coragem e abro a caixinha, lá havia um anel simplesmente lindo, era de prata, com diamantes brilhante azuis marinhos e alguns meio turquesa, e também tinha sua inicias "SK" (aut: foto da capa), eu fiquei chocado com ele pode ser uma pessoa de sangue frio e aí mesmo tempo meio romântico.



JM - b-bunny isso é lindo e-eu adotei - (fala com olhinhos brilando)

SK - que bom que gostou pequeno - (vai até o menor) - esse anel - (o pega nas mãoes) - é para todos saberem que você é meu só MEU - (coloca o anel na mão direita no menor, deixando em seguida um beijinho lá)

JM - bunny .... isso é - (fica paralisado)

SK - calma pequeno vêm - (coloca o mesmo sentado na cama)



O Killer foi até a escrivaninha e pegou sua venda vermelha que havia usado no menor outro dia, logo voltou a ficar de frente para o menor. Coloca a venda no Jimin que estava apenas observando tudo, após colocar a venda no menor começou a deitado na cama ficando por cima entrelaçando suas pernas na cintura do Jimin. O Killer retirou sua máscara a jogar no chão, em seguida começou a fazer um cafuné no rosto o menor o tramitando segurança, o menor só estava apreciando o carinho do mesmo.



SK - Jimin você e tão doce - (beja sua boca) - em tão cheiroso - (roça seu nariz no pescoço do mesmo) tão lindo - (morde seu pescoço) - tão meu - (morde o seu lábio inferior, logo iniciando um beijo)



O beijo estava tomado por paixão e desejo, o maior (Killer) já foi enfiando sua língua a boca do Jimin que adorou o sensação, o menor colocou sues braços no pescoço do Killer, logo puxando alguns fios do maior, que apertava a cintura do menor colando mais ainda seus corpos. A luxúria estava os tomando a ambição e desejo estavam os deixando loucos, uma bocas se encaixam perfeitamente, suas línguas brigavam por espaço fazendo barulhos eróticos. Mais infelizmente os ar lhe faltam os obrigando a se separar. Ambos ainda com a respiração ofegante, o Killer ficou observando cada detalhe do rosto do SEU JIMIN, principalmente seus lábios carnudos.




SK - você é só meu e de mais ninguém - (susura no ouvido do menor o deixando arrepiado, lodo saindo de cima do mesmo)

JM - bunny ... porque você me escolheu?

SK - Jimin... na hora serta você saberá - (fala indo em direção a sua máscara, alegando e logo a colocando)

JM - mais....

SK - mais nada bebê .... - (vai até o menor que ainda estava com a venda, sentaso na cama) - agora eu tenho que ir - (o beijo)



O beijo foi calmo, como se fosse uma despedida amorosa, "e realmente era um beijo de boa noite". O menor logo cedeu o beijo deixando que o Killer enfiasse sua língua em sua boca mais dessa vez sua línguas um brigavam por espaço, e sim sentindo o gosto um só outro, finalizaram o objetivo com o Killer dando uma mordida amorosa no lábio inferior do menor e com vários beijinhos rápidos.



SK - tchau pequeno... bom sonhos - (susura) - ah não tire esse anel nunca ouvi ?

JM - S-sim bunny - (corado)

SK - que bom!!! - (dá um último selinho demorado no mesmo que retribuiu) - boa noite bebê...

JM - boa... - (escuta a janela sendo fichada com força)



Assim que esculto a janela sendo fichada com força, logo retiro minha venda vermelha a colocando em seguida novamente na escrivaninha. Depois me deitei na cama de cobrindo com o adredon quentinho. Fiquei pensando:



"Porque eu tinha que sentir esses pensamentos"


"Porque o Killer me faz me sentir assim"


"Jungkook porque entrou em minha vida"


"Killer eu não sei o que eu sinto por você ou pelo Jungkook"


"Porque esses sentimentos"


"Meu coração está confuso"


"Porque? Porque? eu"


"A minha vida tá uma bagunça assim como meus sentimentos"


Acabou adormecendo com esses pensamentos.



Park Jimin ... OFF ...



Jeon Jungkook ... ON ...



Depois que saí da casa do MEU JIMIN, fui direto para a minha... bem parece que meu pais estão se divertindo muito.


[No corredor]


No quarto "NAMJI" ...ON...



Jin - whhhh Nam...joon - (geme seu nome manhosamente, pós o maior enfiava 3 dedos em seu enterior, fazendo movimentos de tesoura)

Nam - calma amor - (o beija abafando seus gemidos, mais ainda movimentando seus dedos no interior do menor)

Jin - whuwww m-mais...

Nam - tão manhosozinho baby... Vira para seu ddady baby...



O Jin k obedece ficando de 4 sofre a cama, o Namjoon começou um beijo grego, ele enfiava sua língua na entrada do menor fazendo movimentos circulares o lubrificando com sua saliva, vendo o Jin apertar os lençóis descontando seu prazer, Namjoon enfiava sua língua com mais rapidez na entrada do menor de gemia com resposta. 



Jin - não whhhh me t-tortura daddy - (fala entre geminos)



Então logo o maior (Namjoon) para o beijo grego, posiciona o seu membro na entrada do menor (Jin) o enfiando tudo de uma vez, logo começando a produzir estocadas lentas, fundas e forte.



Jin - m-mais r-ápido whuuh - (geme)

Nam - whh tão apertadinho amor - (aumenta a velocidade das estocadas)

Jin - whhw....ainnmm aí acertar denovo - (grita se prazer)

Nam - achei baby - (investe nas estocados no ponto G no menor)


[...]



As estocadas estavam cada vez mais e mais rápido o cheiro de sexo estava presente no local, ambos estavam tomando pela luxúria o Jin ao sabia gemer e grita de prazer cada vez que o maior acertava seu ponto G, e k Namjoon adorava sentir o seu marido subimiso a ele, os seus gemidos era músicas em seus ouvidos, o prazer estava para vez mais e mais presente.



Jin - whhhww e-eu v-vou Aiwwww...

Nam - eu... Aihhhw também vou gozar amor - (aumentas as escadas)


No Quarto  "NAMJIN" ...OFF...



"Assim que fogo eles tem puta de me pariu". sai de lá o mais rápido possível indo direto para o meu quarto, em seguida troco de roupas colocando uma mais confortável para dormir. Em seguida me deito na cama e me cubro com o adredon, logo durmo com essess pensamentos:



"Jimin você é só meu"


"Logo logo estaremos juntos''


"Esse anel é só uma das minhas provas de amor"


 

    ............................................





Contínua.......






Notas Finais


Espero que estejam gostando 💓💓


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...