História Serial Killer's Diary - Creepypasta - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 30
Palavras 752
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Beginning


Fanfic / Fanfiction Serial Killer's Diary - Creepypasta - Capítulo 1 - Beginning

Andando pelas ruas, sem rumo... Sim, essa sou eu... Estou coberta de sangue e tremendo, com os olhos cheios de lágrimas...

Você deve estar se perguntando o "por que" de eu estar desse jeito...

Bom... Melhor eu começar pelo inicio....


12 horas Antes...

Eu estava em uma cafeteria, bebendo meu chá de Maçã com Canela e lendo as últimas notícias no jornal... E na primeira página:

"4° Criança desaparecida foi encontrada morta na floresta e mulher é encontrada esfaqueada em um beco no centro da cidade "

Ultimamente, tem ocorrido muitas mortes... Mas não se pode ter certeza de quem foi...

Claro, tenho minhas teorias, mas provavelmente não seriam aceitas...

Sai da cafeteria com meu chá em mãos, me dirigindo a minha casa, afinal, no dia seguinte eu teria uma prova prática de química...

Ah, antes que eu me esqueça, meu nome é Allyce Walker, tenho 18 anos e estou finalizando o ensino médio...

Sou uma garota facinada por histórias de terror e tenho curiosidade em saber como Serial Killers pensam... Por isso pretendo fazer psicologia... Meus pais tem uma confeitaria no centro da cidade, onde eu trabalho meio período. 

Continuo andando até chegar em casa, sem fazer barulho, vou para o meu quarto. Depois de fazer as Higienes, deito e durmo.

No dia seguinte, acordo pronta para a prova, eu havia estudado e as respostas já estavam no papo!

Quando chego a escola, arrumo minhas coisas em meu Armário, e como de costume...

- Allyce~ - ouço a voz irritante daquele idiota... John Landson, um garoto Otário que me enche o saco...

Saio ignorando-o, pois sabia que seria perda de tempo falar com ele...

- Allyce, não me ignore~ - ele segura meu pulso, mas me solto e o olho.

- O que você quer agora???

- Calma... Só quero saber se - - - -  

- Não. - saio andando, deixando-o embasbacado.

Sinceramente, não posso deixar ele estragar meu dia como os outros...

>Quebra de Tempo<

Depois da Aula, fui andando para a Biblioteca... Precisava de um tempo sozinha, pois John ficou me infernozando o dia todo.

E nesse momento, uma lembrança dele me incomodando veio a minha mente, ele dizia " Vai tomar seu cházinho vai??? Me da um golinho?? Prometo que não deixo nada pra você~ "

E dai se gosto de chá?!

Desde pequena, a história : Alice no país das maravilhas, esteve em minha rotina. Minha mãe me deu esse nome justamente por causa da história.... Ela me fez criar manias como : Colecionar cartas de baralho, Beber chá em horas estranhas, olhar as horas sem perceber... Etc.

Resolvi passar pelo atalho que me levaria direto a rua da nossa confeitaria, quando ouço barulhos estranhos...

Corro em direção ao som, e antes que eu percebesse, um cara voou em minha direção, ele foi jogado por outros dois caras, que eram aparentemente de alguma gangue local.

- Você ta muito fudido cara...- um deles disse.

- Ei! Deixem ele em paz!! - fiquei na frente do cara que estava no chão, protegendo-o - se não pararem eu- - - - 

Um dos caras segura meu pescoço.

- Ah garotinha, você é tão bonita... Não devia ter feito isso.....- disse ele.

- Me...... S-solta...- imploro, e de repente a garganta dele é cortada, o sangue jorra em meu corpo e meu rosto e ele cai no chão.

- Shhhh... Vá dormir....- uma voz rouca diz.

Caio de joelhos, em choque. O homem que até então estava no chão, havia se levantado e cortado a garganta do homem que me segurava. 

- Hah... Hahah... AHAHAHAHAHA!!! - o homem correu em direção ao cara que sobrou, esfaqueou-o no peito e depois de o cara ja estar morto, ele continuou esfaqueando... Esfaqueando e esfaqueando... Enquanto ria descontroladamente, logo ele murmurou algo que não consegui ouvir.

O sangue jorrava em meu corpo... Eu estava tremendo... O medo me consumindo...

Eu nunca tinha visto algo assim...

O homem parou e olhou para mim... Com a respiração pesada...

- Vá pra casa garota........ - o homem tinha cabelos negros, seu rosto era pálido como papel, sua boca estava cortada dos lados, formando um sorriso, suas palpebras pareciam queimadas...

Lentamente me levantei e sai andando, sem olhar para trás... As imagens de antes passavam varias vezes em minha mente...

E foi assim que fiquei nesse estado...


Chegando em casa, fui tomar um banho, meus pais ficaram horrorizados quando contei...

Mas a verdade é que aquele homem salvou minha vida.. Eu... Acho que não tenho medo dele...

Saindo da banheira, fui para meu quarto e me vesti, mas quando estava indo dormir....

Encontrei um bilhete escrito com letra de garrancho e manchado com um pouco de sangue em cima da minha cama.

"Eu vou voltar pra te buscar.........."


To

Be

Continued





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...