1. Spirit Fanfics >
  2. Sersinho Adorável (Jikook - one shot) >
  3. O (não) garoto mais fofinho do mundo

História Sersinho Adorável (Jikook - one shot) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Perdoem os erros
Não revisei
Hot tá uma bela porcaria
Sla mano kakaka

Capítulo 1 - O (não) garoto mais fofinho do mundo


Fanfic / Fanfiction Sersinho Adorável (Jikook - one shot) - Capítulo 1 - O (não) garoto mais fofinho do mundo

Fofo e inocente.

É a assim que eu descrevo um serzinho que faz faculdade de arquitetura. As roupas largas, camisetas longas e suéteres fofinhos e na maioria das vezes rosa pastel ou azul bebê.

Ele é adorável ao meu ponto de vista, com um lip gloss sabor cereja e maquiagem leve, a... Ele realmente é perfeito.

Até já perdi a conta de quantas vezes quase morri de fofura o vendo passar por perto de mim, seu jeito simpático e seu remexido no cabelo loiro é de fazer qualquer um se apaixonar, não que eu esteja mas ficaria a qualquer momento.

Park Jimin é perfeitamente lindo.

Poderia até dizer que ele passa me olhando mas ele nunca olharia pra mim, sou totalmente ao contrário dele.

Tatuagens por todo o corpo, pircings e estilo meio roqueiro, com calças de couro e botas.

Ele nunca olharia pra mim, não sou um cara que parece ser fofo. Mas sim eu sou.

Sabe aqueles namoros clichês? Bom... Era tudo que eu queria. Mas por eu ser assim as pessoas acham que eu posso ser birrento e fora da lei, ou até que não tenho sentimentos, o que não é verdade.

Jeon Jungkook meu lindo nome.

*Autora*

Todos em suas salas a espera de seus professores chegarem.

Jungkook estava editando algumas fotografias em sua mesa até o professor chegar.

[...]

Depois de muita falatória a aula acaba e enfim Jungkook sai da faculdade, Jeon gostava de ficar no campo da faculdade um pouco, gostava de fotografar ali.

Hoje Jungkook estava apenas afim de paz, ficou ali embaixo de uma árvore rabiscando uma folha de papel. Até aí estava tudo normal, até ele perceber o tão famoso Jimin fofinho conversando com seus colegas. Jeon o admirava de longe, pensava no quão legal seria apertar aquelas bochechas gordinhas. Decidiu voltar a rabiscar sua folha, ou então o garoto iria perceber Jeon o olhando, não queria que o mais baixo ficasse com vergonha.

Havia feito um desenho até bonito, pra quem só ia rabiscar besteiras. Arrumou suas coisas pondo tudo na mochila e se levantou para ir para casa.

- Você deixou cair! - a voz era familiar.

Virou se e viu o loirinho com um caderninho em suas mãos.

Sabia que era ele pela voz pois já a ouviu pelos corredores da escola.

- Oh! Obrigado! - Jeon tentava ao máximo não morrer de amores pelo garoto.

- Tome mais cuidado da próxima vez - sorriu entregando o caderninho a Jeon - uh... Você está indo para casa? - perguntou fazendo uma carinha fofa.

- Sim, eu estou porque? - Jeon se afastou um pouco e guardou seu caderno.

- Eu posso te acompanhar? Eu queria sua ajuda - fez um bico ao terminar a frase.

Mesmo que Jungkook quisesse eu não conseguia dizer não ao garoto, ele era extremamente convincente com aquele rostinho angelical.

- Claro! - Jeon esperou o garoto ficar ao seu lado e começaram a caminhar. A casa de Jeon não era tão longe da faculdade por tanto ele ia a pé mesmo.

- O que você precisa? - olhava para frente tentando ao máximo não encarar Park.

- Então, você estuda fotografia certo? - olhou para Jungkook e o mesmo assentiu - bom eu preciso que me de algumas dicas, eu realmente preciso.

- Hum, me explique em que exatamente - perguntou fazendo gestos com a mãos.

- Então os melhores ângulos, iluminação o básico - pôs as mãos nas alças da mochila.

- Ah isso é fácil! - não se gabou.

- Okay, vamos para minha casa pode ser? Ou você vai se ocupar? - fez novamente o biquinho tentador.

- Não, não vou me ocupar - Jeon sorriu.

Foram até a casa de Jimin que também não era longe da faculdade. Lá, Jungkook notou a decoração e achou bem sofisticado, todo o caminho Jeon observou a boca carnudinha de Park.

- Vem pro meu quarto! - Jimin puxou Jungkook.

Foram até o quarto de Jimin e lá Jeon entrou esperou qualquer ordem do menor.

- Olha, fica a vontade - pegou a câmera fotográfica - me ensina.

[...]

Depois de longas explicações Jungkook termina com a mini aula para Jimin.

- Eai, aprendeu? - Jeon perguntou.

- Sim! Obrigado Jeonie! - Jungkook se assustou.

- Posso te falar uma coisa? - corou.

- Claro Kookie, ó que é? - aproximou o rosto para o de Jungkook.

Jeon apertou seus dedos com vergonha, mas enfim olhou para o loiro.

- É q-que eu acho você muito fofo e meu sonho é apertar suas bochechas - tampou o rosto corando rapidamente.

Mais parecia um tomate.

- Uh! Você gosta das minhas bochechas gguk? - sorriu leve - você pode aperta-las! - levou a mão do maior até suas bochechas.

- Ow elas são enormes! - puxou, apertou, apenas faltava morder o que ele não faria.

Logo após Jeon pegou sua mochila, sua intenção era ir embora mas o loiro não deixou.

- Espera Jeon! Eu também quero falar o que gosto em você - Jungkook paralisou e voltou a olhar o garoto, o que ele achava interessante em si? Jungkook era exatamente o oposto dele.

- Você gosta de algo em mim? - soltou novamente a mochila.

Jimin sentou Jeon na beirada da cama e ficou em sua frente com as mãos em seus ombros.

- Digamos que seu corpo todo tatuado seja meu fetiche - falou calmo encarando Jeon com um sorrisinho ladino.

Jungkook arregalou os olhos e quase deixou o queixo cair, como um bebê como o Jimin tivesse fetiche por tatuagem? Ainda mais as suas tatuagens?

- Não! Você é um neném adorável, não pode achar isso bonito - não consegui sequer se mexer pois Jimin apertou mais forte seus ombros.

- Gguk me mostra todas suas tatuagens? - alisou o local onde estava com as mãos - eu te mostro uma coisinha - sussurrou já no ouvido do maior.

Jeon ainda estava chocado, como o tão doce Jimin quisesse ver suas tatuagens. Pensou no que ele mostraria em seguida e isso só fez Jungkook querer mostrar mais ainda.

- O-okay eu mostro! - o moreno se levantou e apenas levantou um pouco a camisa dando vista ao seu abdômen literalmente coberto por tatuagem.

- Não Gguk, eu quero ver tudo! Todas suas tatuagens - fez um bico.

- Pra você ver todas minhas tatuagens eu teria que tirar minha camisa e minha calça.

- Então tira - Jimin secou o corpo de Jungkook de cima a baixo.

Jungkook não entendia o porquê dessa audácia toda, mas ainda sim tirou sua roupa. Ainda havia uma tatuagem em sua virilha que ia do umbigo até lá.

- Caralho Jungkook - umedeceu seus lábios - você é muito gostoso - apertou seus músculos - mas... E está do seu umbigo? Eu quero ver ela toda.

Jeon deu um pulo.

- N-não! Ela vai até quase meu pau - Jimin virou a cabeça olhando com uma falsa inocência pra ele.

- Me mostra Gguk... Por favor? - fez um bico tentador para Jungkook - se eu te mostrar um segredinho meu, você me mostra?

- Hm... Tá! Me mostre primeiro.

Jimin se afastou de Jungkook com um sorrisinho, levantou seu casaquinho azul e baixou sua calça ficando exatamente igual a Jeon. Jungkook paralisou, morreu alí.

Como o bebê não era bebê?

Jungkook viu inúmeras tatuagens na barriga do menor e um piercing no seu umbigo.

- Poha como assim? E-eu achei que você fosse um bebê inocente! - Jungkook se viu um completo idiota.

- Não Jungkook, eu não sou um bebê inocente e sabe de mais? - empurrou Jungkook contra o colchão - eu sei fazer muitas coisas - sentou no quadril do maior.

- J-jimin para com isso....

Jimin começou a rebolar em cima do membro de Jungkook que já estava ficando ereto. O loirinho aproximou seu rosto até o de Jungkook e o beijou, logo pedindo passagem com a língua.

Jungkook cedeu a passagem inciando um beijo feroz entre ambas as partes, Jungkook apertava as nádegas de Jimin e as forçava para baixo de encontro com seu pau extremamente duro.

- Quero seu rostinho aqui - Jimin separou o beijo e tirou sua box, ficou de quatro para Jungkook. Encostou sua cabeça no colchão e com as mãos abriu bem suas bandinhas.

Jungkook quase babou quando viu a entradinha rosinha de Jimin, era literalmente linda.

- Quer que eu te chupe? - perguntou ainda perplexo, ainda não estava acreditando ser o sersinho fofo ali na sua frente totalmente pelado.

- Jungkook! Eu quero que vc me foda com sua linguinha uh? - virou um pouco a cabeça para olhar Jeon.

Jungkook se aproximou e passou um dedo apenas por fora ouvindo Jimin arfar um pouco com a sensação.

- Poha você não é virgem... - mais uma vez ficou de queixo no chão.

- Não faça perguntas! - chacoalhou a sua bundinha - me faça gozar.

Jungkook passou a pontinha de sua língua no local sensível logo separando mais as nádegas para enfiar sua língua dentro dali. Deu falsas estocadas na área deixando escorrer umas fitinhas de saliva pelo saco do loirinho.

Jimin mordia os lençóis com força.

Jungkook estava com sua consciência pesada por tal ato, nunca imaginou transar com Park Jimin e sim se imaginava acariciando seus cabelos, ou dando docinhos para ele.

E agora isso.

- S-seu caralho... - falou um pouco trêmulo - eu quero seu caralho dentro de mim... - rebolou na cara de Jungkook.

Jungkook levantou ficando de joelhos na cama e masturbou seu pau para enfim pôr ele dentro do menor.

- Não vai usar camisinha? - falou segurando forte uma nádega.

- Com você eu não quero usar - lambeu os lábios - eu quero sentir somente seu pau.

Jungkook sorriu e enfim adentrou seu pau dentro do menor.

Pôs lentamente sentindo a entradinha de Jimin o apertando mais e mais.

- Poha Jimin... Você é bem apertadinho - soltou enquanto começou as estocadas.

- Hm... Eu sou é? - empinou mais a bunda.

Jungkook sequer respondeu apenas aumentou as estocadas, o barulho do seu saco batendo em Jimin era maravilhoso apenas ele e os gemidos ecoavam pelo quarto.

- Você geme bem alto bebê, não tem medo que seus vizinhos escutem? - perguntou e em seguida fodeu mais forte ainda.

- N-não eu não me importo que eles escutem - gemeu muito mais alto - eu quero sentar em você.

Jungkook sorriu e se sentou na cama colocando vários travesseiros atrás de suas costas.

- De frente, quero ver seu rosto - ordenou para Jimin.

Park encaixou o pau de Jungkook sem sua entrada e desceu de vez, logo dando uma rebolada e começando a quicar.

Jungkook olhava cada expressão de prazer que o loirinho fazia, como um neném desse pode ser tão safado e ainda por cima esconder essas beldades em seu corpo - se refere as tatuagens e pircings.

Sinceramente Jungkook não esperava nada disso.

Jeon masturbou o membro de Jimin, o loirinho penteou seus cabelos com os dedos e segurou nós ombros de Jungkook, cavalgando mais rápido.

- Eu vou gozar Gguk - sentou com toda sua força chegando ao ápice e sujando todo o abdômen de Jungkook.

Jimin saiu de cima de Jeon e o mesmo ficou sem entender nada.

- M-mais eu não gozei... - fez um bico.

- Eu sei gostoso - Jimin foi até o pau de Jeon e o masturbou ferozmente. Enquanto fazia o processo encarava Jungkook nos olhos.

- Jiminnie!!.. - Jimin pôs a língua pra fora e Jungkook gozou em sua boca, sujando suas bochechas. O que não demorou para serem limpas com Jimin passando os dedos e os levando até sua boca.

[...]

- Jungkook espera! - Jimin gritou de longe vendo Jeon parar e o olhar - não conta pra ninguém sobre meu corpo tá? - massageou os músculos de Jungkook.

- Não, não vou contar Jiminnie - sorriu.

- Aliás, vá sempre em minha casa dar dicas de fotografias... - beijou seu pescoço e saiu andando.


Notas Finais


Comenta se gostaram fufavor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...