1. Spirit Fanfics >
  2. Sete pesadelos - imagine Min yoongi >
  3. Capítulo 8

História Sete pesadelos - imagine Min yoongi - Capítulo 8


Escrita por: e MaluZuazo


Notas do Autor


oiii genteee, como vcs estão? espero que estejam bem, aproveitem o capítulo de hoje pq tá muito bom ahahah, e já vou avisando que vem muita coisa por aí, só aguardem.
boa leituraaa

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Sete pesadelos - imagine Min yoongi - Capítulo 8 - Capítulo 8

- Ok calma, acho que ele não vai me levar em nenhum lugar muito chique né? Espero que não, mas por vias das dúvidas vou pegar uma roupa simples, mas que combina com tudo.

 

Fico por horas e horas tentando decidir o que vestir, até que me lembro de uma roupa que comprei junto com a minha mãe ( foto de capa), ela era perfeita pra ocasião, e que saudades da minha mãe, ela faz muita falta...

Já está quase na hora então vou me arrumar, e sem querer acabo lembrando do Mark, como será que ele está ? Nunca mais falei com ela depois daquele dia, gostaria muito de ver ele dnv.

(...)

 

- Licençaa- taehyung diz entrando.

 

- Oi pode entrar - digo dando um sorriso.

 

- Nossa... Você tá maravilhosa, jimin que se cuide, se não vai te perder fácil fácil.

 

- Como é???

 

- Nada não kkkkk, bom só vim ver se você já estava pronta, o jimin já tá lá embaixo te esperando.

 

- Ah ok, fala pra ele que eu já vou.

 

- Beleza - ele diz saindo.

O jesus, o que será que o jimin vai aprontar? Bom melhor não pensar muito né.

Vou saindo do meu quarto até que sinto ser puxada por alguém, me viro e vejo que é o idiota do yoongi.

 

- Onde você pensa que vai toda arrumada assim? - ele diz mordendo o lábio

 

- Não te interessa, agora me dá licença. - depois disso sinto ele me prensar ainda mais na parede.

 

- Ai ai yuna, sabe o que mais me atrai em você? Esse seu jeito de se fazer de difícil, te deixa mais gostosa aínda.

 

- Puta que pariu Yoongi sai da minha frente que eu já tô atrasada. - apenas o empurro e saio correndo.

 

- Tchau yuna, bom passeio. - ele diz dando uma risada sarcástica.

 

Aí que ódio desse garoto, ele me tira do sério, chego na sala e me deparo com jimin encostado no balcão me esperando, ele estava lindo.

 

- Vamos? - digo  e ele concorda, seguimos até a garagem e entramos em seu carro.

- Por favor tenta não matar a gente - digo dando risada.

 

- Relaxaaa gatinha, você não confia em mim? E a propósito você tá linda.

 

- Não é isso, é que você realmente quase matou a gente da outra vez, e muito obrigada, você também não tá nada mal.

 

- hahahah muito obrigada.

 

Seguimos o caminho inteiro conversando e dando risada, em alguns momentos eu sentia ele colocando sua mão na minha coxa, mas não falo nada, eu estava gostando daquele momento.

 

- Aaaaa jimin vai demorar muito? Já vai fazer uma hora que a gente tá dentro desse carro. - digo impaciente.

 

- Calma princesa, daqui 10 minutinhos a gente já chega.

 

- Aí tá bom, espero que vá valer muito a pena em, se não eu te mato por me fazer ficar quase uma hora dentro desse carro.

 

Não demora muito para chegarmos em um lugar lindo, ele era localizado nas montanhas, era muito conhecido por ter os melhores restaurantes  da Cidade, e sendo os melhores eram os mais caros também...

 

- Chegamos. - ele diz parando em frente a um dos restaurantes.

Jimin abre a porta para mim, e vamos em direção ao restaurante. Vemos uma fila enorme, que pelo visto teríamos que ficar esperando. Que merda heim. Quando estava andando em direção ao final da fila, Jimin me puxa para a porta.

 

-Ei, o final da fila é ali - digo apontando. Ele simplesmente me ignora, e comprimenta o segurança da porta da frente.

 

-Eai Bob, tudo firmeza? - eles fazem um tipo de comprimento estranho, e o Jimin simplesmente entra no restaurante - tá comigo, tá com Deus meu amor - ele diz e segura meu braço. O restaurante era bem mais bonito do que eu pensei. Era todo branco com detalhes em ouro e uma decoração impecável. Sempre sonhei em vir aqui, mas nunca tive grana.

 

Chegamos a nossa mesa, e logo sentamos.

 

-Então... Oque achou? Lindo né?

 

-Incrível! Meu sonho sempre foi vir aqui. Desculpa fazê-lo gastar dinheiro comigo, achava que íamos a um lugar mais simples...

 

-Gatinha, isso aqui não é nada tá bom? Apenas aproveite! - ele segura minha mão

 

Ficamos conversando por um bom tempo sobre nossas histórias de vida e passados tenebrosos. A história de Jimin é bem sombria, com uma mãe doente e um pai que vivia apostando e perdendo dinheiro. Ele entrou nesse mundo para ajudar sua mãe. Pretendia parar, mas não era um ramo fácil de sair. E outra, ele conseguiu ajudar sua mãe na quimioterapia, e arrumar uma ótima vida para eles, então não pretendia para tão cedo.

 

Minha história não vera tão emocionante, porém era uma história. Contei sobre tudo, até a morte de minha mãe, e como vim parar com meu pai.

 

-Meus pêsames... Eu não sabia que ela tinha morrido recentemente, eu sinto muito - ele diz abaixando a cabeça

 

-Fica tranquilo. Eu estou tentando superar, só é meio difícil não ter eles todos os dias. E outra, você não sabia - dou uma risada baixa - vamos mudar de assunto né, esse está meio tenso

 

-É acho melhor...

 

Jimin e eu tínhamos uma vibe muito parecida. Nunca ficávamos sem assunto, sempre ríamos das piadas um do outro, e eu amava a presença dele. Nós conhecemos a 3 dias, e ele consequentemente, era um mafioso... Era errado, mas eu gostava de uma ação, e eu me sentia bem com ele.

 

Após muito tempo de conversa, e já termos comido o prato que pedimos, ele começa a me encarar... Ele me encara como se fosse sugar toda a minha alma, e sendo bem sincera, parecia que estava sugando mesmo. Meu Deus só com o olhar ele me faz estremecer toda, esse homem é todo gostoso!

 

-O-oque você está olhando? - digo, envergonhada, e provavelmente todo vermelha.

 

-Bom, é por que você é linda! -ele diz com um rosto bem sério - e muito gostosa... - nisso, Jimin começa e acariciar minha perna debaixo da mesa.

 

-O que você tá fazendo? - cochicho olhando ao redor, para ver se alguém olhava a gente.

 

-Ninguém está prestando atenção gatinha. Estão todos cuidando das suas próprias vidas docinho.  Apenas ... Relaxe

 

Após essas palavras, ele começa a subir, subir, subir até chegar... Bom, convenhamos, vocês sabem aonde. Eu tentava ao máximo não fazer expressão nenhuma, mas aquilo era extremamente prazeroso, e sinceramente, era impossível não fazer.  Não sabia que Jimin tinha esse lado, mas na real, eu estava amando.

 

Do nada, Jimin para o que estava fazendo. Só me toco do porquê, depois que vejo seu celular tocar. Dava pra ver que ele estava bem puto, e eu também estava.

 

-Que merda, eu disse que hoje era meu dia de folga! - ele atende - oque foi? Oque? Puta que pariu, já estou indo.

 

Pelo visto, meu momento de glória tinha chegado ao fim...

-Desculpa gatinha, mas infelizmente precisamos ir embora. Terminamos isso quando chegarmos em casa - ele dá um sorriso e dá uma piscadinha. Vamos para o carro e ele corre para mansão, sem parar de segurar minha coxa nem por um segundo. Admito, estava bem triste, porém eu amei a noite. Foi boa. Muito boa.

 

Ainda não tinha beijado o Jimin, e sendo bem sincera, queria muito. Mas eu tenho que ser paciente, certo?

 

-Quando chegarmos, eu vou direto para o escritório e provavelmente demorarei muito lá. Não precisa me esperar, okay? - ele diz, me olhando com uma carinha fofa

 

-Tá certo... - digo cabisbaixa

 

-Tá tudo bem? Não gostou da noite?

 

-Não é isso, eu amei. Tá tudo bem. - ele não diz mais nada. Apenas faz uma cara de preocupação e continua a dirigir.

 

Chegando na garagem, desço e vejo Jimin indo direto para porta. Ajeito meu vestido, e escuto um "foda-se" do Jimin, e quando volto a olhar pra cima, me assusto com um Jimin preso em meus lábios. Foi um beijo mais do que necessitado, como se precisássimos disso, desde que botamos os olhos um no outro. Nós separamos por falta de ar, e o Jimin dá um sorriso encantador.

 

-Até mais gatinha! - e ele finalmente sobe para a casa

 

Muitas coisas na minha vida eram incertas. Mas de uma coisa eu tinha certeza.

 

Eu estáva completamente caidinha por Park Jimin

 

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostadoo.
gente me chamem pra conversar, eu sou legal aaahaha, é sempre bom fazer novas amizades né.
um beijo e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...