História Setealém (Taegi) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lemon, Setealém, Suga, Taegi, Taekook
Visualizações 31
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal. Primeiramente me desculpem de verdade por demorar tanto a atualizar a história. Faculdade e trabalho está corrido. Mas para tentar me redimir resolvi trazer essa prévia do próximo capítulo pra vocês.
Boa leitura.

Capítulo 4 - Capítulo 2 - Prévia


Uma. Duas. Três semanas haviam se passado desde que cheguei a Setealém. O dia estava inacreditavelmente bonito e por alguns momentos cheguei a esquecer de onde estava realmente. Sentado na grama a beira de um vale, que ficava a uns minutos da casa de Yoongi, eu comia uma fruta que não fazia ideia do nome e pensava sobre várias coisas aleatórias.

As últimas semanas foram tranquilas, nada de anormal ocorreu. Hoseok e Yoongi ainda procuravam por Jungkook mas estavam começando a perder as esperanças de conseguirem encontrá-lo. Passei a ajudá-los com isso já que não queria me sentir um inútil e no meio tempo das buscas, aproveitamos para conseguir alimentos. Yoongi era bom com arco e flecha, então conseguia caçar pequenos mamíferos. Hoseok tinha bastante conhecimento de plantas e frutas comestíveis. E eu... Bom, eu só carregava as coisas.

Passar essas três semanas juntos e fazer praticamente tudo juntos, fez com que conseguíssemos nos aproximar e nos tornássemos amigos. Eu passei a admirar a amizade e o companheirismo que existia entre Yoongi e Hoseok. Era como se existisse uma perfeita sintonia entre eles. Um olhava e o outro já sabia o que deveria fazer. Mas mesmo com esse sentimento de admiração, lá no fundo senti que um novo sentimento surgia. Era como se eu estivesse começando a sentir ciúmes da maneira que Yoongi tratava o Hoseok. Eu não sabia explicar. Dei mais uma mordida na fruta e ri pensando em como eu era idiota.

Eu sentia saudades de casa. Saudades de acordar às seis horas da manhã e ir para a faculdade me arrastando. Saudades das aulas chatas que me davam cinquenta tipos de sono diferentes. Saudades dos meus amigos loucos. Saudades do ônibus muitas vezes lotado que eu pegava para ir para o trabalho. Saudades das pilhas de relatórios que me deixavam quase louco. E o mais importante... Saudade dos meus avós que fazia quase dois meses que não os via. Eles eram a única família que eu tinha, e naquele momento sentado a beira daquele vale, naquele lugar que eu não fazia ideia de onde ficava, eu me dei conta que deveria ter me esforçado mais e sido um neto melhor para eles. Deixei uma lágrima escapar.

- No que está pensando? – Fui surpreendido por Yoongi que sentou do meu lado. Ao contrário de quando o conheci, ele não estava usando as lentes amarelas e nem aquela maquiagem ao redor dos olhos. Ele estava lindo com aquele moletom azul. Sequei rapidamente o rosto para que ele não percebesse que eu estava chorando.

- Em várias coisas aleatórias. – Respondi fitando o horizonte.

- Tipo? – Ele perguntou pegando a fruta da minha mão e comendo.

- Estava lembrando dos meus avós. – Olhei para ele. Parecia estar gostando muito da fruta recém roubada. – Eles devem estar preocupados comigo.

- Devem mesmo. – Jogou o caroço para longe. – Então é por isso que estava chorando?

- Eu não estava chorando. – Olhei para a direção oposta a ele.

- Para com isso Taehyung, eu sou seu amigo. – Cruzou as pernas e começou a cavoucar em uma pequena falha da grama. – Você está com saudades da sua família, da sua vida, é normal. Eu sei como é, já passei por isso.

- Você nunca fala sobre a sua vida. – Falei o olhando. Quando iniciávamos qualquer assunto nesse sentido ele sempre dava um jeito de mudar de assunto. Eu tinha quase certeza que ele faria isso agora.

- Ahh! Bem que eu estava procurando essa calça hoje! – Pegou o tecido da calça de moletom que eu estava usando. – Seu espertinho, só porque é a mais confortável. – Ele riu, mas eu sabia que ele estava nervoso.

– Sempre foge do assunto... Porque? – Isso me intrigava.

- Só... – Suspirou e me olhou. - ... Não gosto de falar sobre isso.

Decidi não forçá-lo a falar. Quando ele se sentisse a vontade me contaria. Ele deveria ter seus motivos para evitar esse assunto. Naquele momento eu ficaria apenas tentando sobreviver a curiosidade que me consumia.


Notas Finais


Então pessoal... É isso, sei que é pouca coisa mas aguardem o próximo capítulo.
😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...