1. Spirit Fanfics >
  2. SeteAlem (Versão BTS) >
  3. Vamos contar histórias?

História SeteAlem (Versão BTS) - Capítulo 2


Escrita por: e Angel_097


Notas do Autor


@docesuicida:
oiiii pessoinhas

tudo bom com vocês?
espero que simmm

prometeremos que, tentaremos ter postagens com frequência.

então, eu espero que gostem 💛

Boa Leitura!!!

Capítulo 2 - Vamos contar histórias?


Fanfic / Fanfiction SeteAlem (Versão BTS) - Capítulo 2 - Vamos contar histórias?

{Dong-Sook}

(...)

Estava terminando de organizar minhas coisas no quarto, era bem espaçoso as paredes lembravam meu antigo quarto na casa dos meus pais. As paredes pintadas de lilás e algumas flores brancas de papel de parede espalhadas, era bem familiar. Havia uma janela grande com vista para o jardim, como era primavera haviam varias flores inclusive as cerejeiras e estava, isso tudo deve ficar mas lindo durante o dia. Sera um otimo lugar para as minhas leituras.


- Sook! - ouço Yangmi me chamar

- Fala! - vejo a porta ser aberta

- Oiiee, ja terminou?

- Sim

- Vamos ficar na sala contando histórias- sorrir

- Historias?

- Sim, Jimin que deu a ideia, vamos?

- Certo

Pego meu celular e desço junto com Yangmi. Yoongi e Jimin estavam sentados no tapete de sala conversando, parece que ele gostou do Jimin nunca foi de arranjar amizade assim tão fácil, bom pelo o que conheço sim.

Haviam alguns copos com suco e uns lanches provavelmente foi o Yoongi que fez.

- Sook? - Jimin me chama- quer começar a contar alguma história? - pergunta

- Aahh eu?

- Sim...

- Deixa eu pensar- o encaro pensativa

- Tive uma ideia- Yangmi levanta e caminha em direção a porta- luzes apagadas- desliga a luz- deixem a lanterna de um celular so ligada.

- Affz, não gosto disso- reclamo enquanto vejo Jimin ligar a lanterna de seu celular

- Vai logo Ingrid- revira os olhos

- Certo, acho que lembro de algo.

- Então comece- Yoongi pede

- Há alguns anos atrás, um casal do Estado de Oklahoma nos Estados Unidos decidiu tirar sabe, uma noite fora de casa, ficarem juntos essas coisas e então rresolveram sair para jantar na cidade. Eles tinham dois filhos e como as leis americanas são bem rígidas em relação ao abandono de menores, eles chamaram sua babá que tinham grande confiança. Quando a babá chegou, as duas crianças já estavam dormindo então a babá se sentou perto delas e verificou se tudo estava bem. Mais tarde nessa noite ela ficou com tédio e foi ver TV, mas na sala da casa não havia TV a cabo porque os pais não queriam que as crianças ficassem vendo qualquer coisa na TV. Então ela ligou para os pais e perguntou se ela poderia ver TV no quarto deles. Obviamente, os pais permitiram, mas a babá tinha um pedido final, ela perguntou se poderia cobrir a estátua de anjo que estava no quarto das crianças com alguma toalha ou pano porque disse que a estatua a deixava com medo. Derrepene o telefone ficou em silêncio por um momento, e o pai que estava no telefone com a babá falou desesperado “Leve as crianças para fora de casa agora! Nós estamos chamando a polícia! Não temos nenhuma estátua de anjo”. Na mesma noite a polícia achou os três corpos naa casa, mortos depois de cinco minutos da chamada, nenhuma estátua foi encontrada, nenhum vestígio de invasão, nenhuma evidência, exceto que as vítimas morreram por causa de golpes com um objeto perfurante. O caso não foi solucionado ate hoje- termino de falar

- Aaahhh nossa- Jimin diz parecendo surpreso- que história boa para um filme de terror, da onde tirou isso de uma crepypasta?

- Acertou- sorrio

- Ta certo minha vez- Jimini pega o seu celular que estava com a lanterna ligada- Em Berlim, após a Segunda Guerra Mundial, havia pouco dinheiro no país, os suprimentos estavam acabando, e parecia que todos estavam com fome, nesse período, as pessoas contavam uma história de uma jovem moça que decidiu ajudar um cego andando dentre uma multidão. Conta a lenda que os dois começaram a conversar e o homem perguntou se ela poderia fazer um favor para ele,“Pode entregar essa carta para o endereço que está escrito no envelope?” bom, o lugar era caminho para sua casa, então ela concordou, ela começou seu caminho para entregar a mensagem, quando notou no endereço, um número que não conseguia entender se era um “4” ou um “9” virou-se novamente em direção ao cego e percebeu  que o mesmo corria entre as pessoas sem seus óculos escuros e bengala, como se estivesse fugindo, ela, naturalmente, achou suspeito, e ao invés de ir a casa foi para a Polícia. A polícia, que já suspeitava que algo errado estava acontecendo na região pelas ocorrências registradas, foi visitar o endereço para verificar se havia ou não ligação com suas suspeitas. Chegando no local, eles fizeram uma descoberta repugnante, três açougueiros estavam cortando carne humana e vendendo para as pessoas famintas por um preço muito baixo. Sabe o que estava na carta que o homem deu à moça? Uma nota, dizendo apenas: “Esse é o último que eu mando para vocês hoje.”

- Crepypasta Jimin? - Yoongi pergunta

- Se eu falar que não estarei mentindo?

- Eu ja ouvi essas historia que sim veio de uma crepypasta.

- Affz, como você é chato- revira os olhos

- Mas agora é a minha vez- pego o celular da mão de Jimin


Notas Finais


espero que tenham gostado...

peço para que deem uma olhada nas nossas outras histórias, caso não seja muito incômodo.

é nós, tmj e até a próxima 💛⚔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...