História Seu acaso - Jungkook - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Amor, Bts, Destino, Hot, Jungkook
Visualizações 66
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Helloooo,

Mais um capítulo,
Desculpa os erros,

Boa leitura, ☁

Capítulo 6 - Eu não posso te perder


Fanfic / Fanfiction Seu acaso - Jungkook - Capítulo 6 - Eu não posso te perder



Ela queria não ter encontrado com o tal Kang Haneul, que tudo continuasse perfeito como estava e não descobrir que ter se aproximado de Jungkook seria um risco. Ela estava com ódio, queria dar vários socos em Jungkook, queria que ele explicasse o que estava acontecendo, queria não estar sentindo todo aquele medo. Odiava sentir medo, mas esse medo não é um medo qualquer, é o mesmo que sentiu quando sua mãe morreu e seu pai começou a beber, tudo parecia estar indo contra ela no momento, é como se a qualquer momento ela desaba-se e ninguém iria lhe socorrer.


Mas independente desse medo, outra parte de S/n dizia que ela tinha que ser forte, que ela tinha que estar preparada para quando encontrasse Jungkook. A sensação era de que ele estaria precisando dela, que ela tinha que acreditar no que ele disse, que ele teria uma boa explicação sobre Kang Haneul. Ela só quer que no final do dia tudo acabe em um abraço cheio de amor.


Quando chegou em casa S/n foi tomar um banho quente. Sua cabeça latejava, ela tentava não pensar em nada, mas parecia impossível. Depois do banho, ela comeu algo que aliviou sua fome, tomou um remédio e deitou na sua cama, com o celular na mão. Observava o teto, pensava em trilhões de coisas, até que seu celular começou a tocar. Trouxe o celular até o roto, mas o telefonema não era de quem ela esperava, e sim um número desconhecido.



-Era só o que me faltava – ela resmunga antes de atender – Oi?

-È... S/n? – a única coisa que ela pensou foi: “de novo”.

-Sim... Quem é?

-Meu nome é Kim Taehyung, sou amigo do imbecil do seu namoradinho, que resolveu dar uma de herói e...- o garoto é interrompido.

-Cala boca Taehyung, não é assim que se da uma noticia – uma outra pessoa diz em tom baixo, mas S/n pode ouvir – Me desculpe pelos maus modos do meu amigo S/n, ele não sabe dar notícias... Bom meu nome é Park Jimin, sou amigo do Jungkook, e ele teve... Um acidente, está no hospital... Aí eu pensei que você queria vê-lo...

-ELE O QUE?

-Ele...

-ONDE ELE ESTÁ? - S/n começa a chorar - O que... aconteceu com ele? - chorava mais e mais - Por que ele fez isso comigo?

-S/n... Calma... Eu vou até a sua casa te buscar e te trago para vê-lo, fica calma, tô indo...

-Tá bom...


Ela se encolheu na cama e começou a chorar mais. Em seguida se levantou e colocou uma roupa para poder descer quando Jimin chegasse. O mais louco é que ele nem se quer perguntou onde ela mora, pelo visto já sabia. Ela andava de um lado para o outro, até que ouve um carro buzinar, ela vai até a janela e vê um carro parado lá embaixo.


Ao se aproximar do carro, o vidro abaixa, revelando um cara de cabelo loiro, bem bonito por sinal.

-Oi, S/n?

-Sim, você é o Jimin?

-Sim, entra aí -S/n entra no carro e o garoto da partida - Acho que agora eu entendo o fato de Jungkook ter se apaixonado tão rápido...

-Entende?

- Sim, você é bem bonita... -ele diz enquanto fitava o trânsito atento. Ela não responde nada, ficou completamente paralisada. A única coisa que conseguiu responder foi um "Ah".


S/n queria saber como era possível tanta beleza, já não bastava o Jungkook agora esse amigo dele. Ela estava se coçando de vontade de perguntar o que ele faz. Ele provavelmente trabalhava do mesmo jeito que Jungkook, provavelmente juntos, em um trabalho perigoso. S/n observou que Jimin tinha um belo de um arranhão no braço, logo ficou desconfiada. Era óbvio que Jungkook e Jimin trabalham juntos, e bem provável que o tal Taehyung também.

-Jimin... É você trabalha com o Jungkook?

-Sim.

-Vocês trabalham com o que exatamente?

-É... Ele não te falou?

-...- S/n não diz nada.

-S/n eu te entendo, você já percebeu que Jungkook é diferente, mas eu promete para ele que não contaria, ele vai te contar na hora certa. Ele gosta muito de você.

-Não você não me entende. Eu conheço um cara super legal, gentil e bonito, ele me conquista, me conta várias coisas sobre ele. Mas em um certo momento tudo começa a não fazer mais sentido os machucados, ele sempre chegar atrasado no metrô, ele estar no hospital nesse momento e um desconhecido chamado Haneul, que parece sabe coisas sobre mim e parece odiar Jungkook...

-Espera aí, você disse Haneul?

-Ai Deus me ajuda - S/n diz abaixando a cabeça.

-Calma S/n, vai da tudo certo, confia em mim...

-Novamente confiando em estranho...- Jimin riu.


Jimin estaciona na garagem do hospital. Ele começou a andar e S/n estava atrás dele seguindo-o. Quando chegaram na porta do quarto Jimin deixa S/n passar na frente, ele encosta a porta deixando somente Jungkook e ela. S/n vai se aproximando da cama, até visualizar Jungkook por inteiro.


S/n estava bem próxima de Jungkook. Começou a brincar com as mechas de cabelo do garoto. Ele começa a se remexer e abrir um sorrisinho ainda de olhos fechados.

-O seu toque é tão bom - ele diz baixinho.

-Como você está? - ele abre os olhos.

- Agora estou bem melhor -ele diz esticando o o braço e envolvendo na cintura de S/n. Vê-lo daquele jeito fez com que o coração de S/n amolece-se, não deixando ela brigar com ele ou fazer várias perguntas.

-O que aconteceu? - ela pergunta enquanto acariciava o cabelo dele.

-Eu levei um... tiro de raspão -ele diz baixo.

-Jungkook... Por que você levou um tiro? - ela pergunta.

-Eu...

-Me fale a verdade - ela diz olhando nos olhos dele - Por favor...

-S/n eu ia te contar mas no momento certo. Bom eu não trabalho como advogado, eu sou formado mas não exerço essa profissão. Na verdade eu trabalho em uma empresa sigilosa de investigação, e as vezes eu e meus amigos... Temos que lutar com os bandidos.

-Não me surpreende...

-Então dessa vez, a nossa missão meia que falhou, deu certo que a gente pegou alguns bandidos um líder, mas por outro lado não conseguimos pegar o Haneul e eu acabei ferido...

-Haneul? Ai minha nossa, só pode ser brincadeira...

-O que S/n?

-Ah nada de mais, ele apenas foi ao meu local de trabalho, sabia meu nome e dizia saber mais e mandou um 'oi' para você, apenas - disse irônica.

-Droga! -Jungkook coloca a outra mão na testa, parecia pensar.

-Já sei que ele é perigoso... Calma eu vou me cuidar...

-S/n você não pode ficar sozinha nem por um minuto, ele é perigoso - ele puxa S/n mais para perto fazendo-a cair sobre seu peito -Eu não posso de perder...

-Não vai, não. - Ele a abraça.


Notas Finais


Obrigadaaaa

Até o próximo capítulo, 👑


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...