História Seu amor por mim foi só uma ilusão? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Jungyeon, Momo
Visualizações 17
Palavras 855
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Você nunca me amou


Fanfic / Fanfiction Seu amor por mim foi só uma ilusão? - Capítulo 1 - Você nunca me amou

Quando me envolvi com Jeongyeon nunca imaginei que seria assim, mais oque me resta agora e continuar e seguir em frente com a minha carreira de técnica.

Sabia que não seria fácil esquecer Jeongyeon mais eu precisava, pensava uma forma de esquece-la, será que se me apaixonar novamente fara esquece-la de vez, esses pensamentos rodeavam a minha cabeça.

Decidi comer algo em uma lanchonete qualquer e fiquei la por uns 40 minutos pensando oque fazer agora. Então decidi que seguiria em frente mesmo não tendo ela do meu lado.

Aluguei um apartamento em Seul onde fiquei ate encontrar uma casa, aluguei um carro comecei do zero sem Jeongyeon no meu lado.

Por alguma razão me sentia tão sozinha sem ela, mais não podia perdoa-la depois de tudo oque ela fez. Ela não merece meu perdão e muito menos o meu amor.

Fui dormir pensando nela não era do meu costume so que não conseguia tirar ela da minha cabeça.

A segunda-feira chegou e estava me arrumando pra ir ao trabalho ate que uma mensagem de Tony chega

Tony [7:35]:Bom dia Momo vim te avisar que será transferida hoje para o 7° andar.

You [7:35]:Porque?

Tony [7:36]:Precisam de pessoas mais experientes em computação la

You [7:36]:tudo bem

Tony [7:37]:Assim que chegar dirija-se ate o 7° andar. Tenha um bom dia

Assim que chego a imprensa faço oque me mandaram é pego elevador ate o 7° andar é percebo que estavam fofocando sobre oque tinha acontecido comigo e com a Jeongyeon.

Já não bastava oque tinha acontecido comigo e com a jeongyeon, agora tenho que aguenta isso?. Isso esta ficando cada vez pior

Sigo em direção a minha mesa e começo o meu serviço, o tempo passa e escuto uma voz me chamando.

—Oi, sou Kim muito prazer.

—Sou Momo, prazer.

—Então você sabe do que elas estão falando?

—Sim, so que eu me incomodo de dizer.

—Tudo bem.

Voltamos a fazer nossos serviços ate que bate a hora de ir almoça. Saio da imprensa e vou ate o restaurante na esquina do quarteirão, chegando la sento e peço o cardápio.

Estava tão distraída pensando na Jeongyeon que não dei atenção ao garçom que me chamava.

—Senhorita, já sabe oque vai pedir?

Saio dos meus pensamentos e dou atenção ao garçom.

—Sim,quero o prato do dia.

—Bebida?

—Um suco de laranja.

—Certo, aguarde um pouco. Por favor.

Ele se retira e me perco novamente em meus pensamentos.

A comida chega, acabo de comer, peço a conta e saio do restaurante. No caminho de volta acabo deixando minha bolsa cair no meio da rua.

Quando fui pega-la escuto um som de uma buzina de carro, olho para frente e vejo um carro em minha direção.

Depois disso apaguei, não sabia oque tinha acontecido, mas meu corpo estava dolorido e não conseguia move-lo.

[...]

Estava trabalhando no próximo vestido que será lançado na próxima edição da revista VOGUE. Ate que recebo uma ligação do hospital.

Hospital: Alo, aqui e do hospital Barnes, gostaríamos de falar com Yoo Jeongyeon, por favor.

Eu: Sim, sou eu.

Hospital:Mirai Momo se envolveu em um acidente de carro.

Assim que ele termino de falar entrei em choque.

Eu: Estou a caminho.

Sai da imprensa o mais rápido que pude, pedi um táxi, assim que ele chegou pedi que ele fosse o mas rápido o possível para o hospital.

Chegando la procurei a atendente e ela disse que Momo estava na sala de recuperação e me encaminhou ate la. Chegando la conversei com o medico e ele disse que ela teve um paralisia de metade sagital do corpo.

Entrei em desespero ao saber que a metade do corpo de momo estava paralisado, não sabia oque fazer.

Fiquei la como acompanhante ate que ela acordasse. Será que depois de tudo oque fiz ela passar ela me perdoaria?, naquele momento sentia nojo de mim mesma.

A noite chega e nada de momo acorda, começo a ficar preocupada. Será que ela vai acorda?. Me perdoa Momo por tudo oque te fiz passar, começo a chorar de desespero por pensar que eu poderia ser a causa disso.

Adormeço com esses pensamentos na cabeça. Acordei sentindo uma mão em minha cabeça olhei para cima e vi Momo sorrindo a alegria que senti era tanta com so pensava em abraça-la.

—Me perdoa por tudo o que eu fiz—disse chorando.

—Você não sabe o quanto me sentia sozinha sem você.

Abraço-a e a mesma contribui. A porta se abre e o medico entra com uma prancheta na mão.

—Bom dia garotas, vejo que nossa paciente acordo. Então como esta se sentindo Momo?

—Estou bem melhor, mesmo não conseguindo me mexer—Ela diz com um sorriso no rosto.

—Bom, você vai receber alta assim que a sua responsável assinar uns papéis.

—Claro— Digo indo em direção ao medico e assino a papelada.

—Tome cuidado Momo, não faça esforço algum.

—Pode deixar—Diz ela fazendo um joinha com a mão.

O medico sai deixando nos a sós, ajudo a Momo a trocar de roupa e boto ela na cadeira de rodas. Saímos do quarto e fomos em direção a saída, peço um taxi e ficamos esperando






Notas Finais


por favor deixem a sua opinião,é me mandem mensagem.

desculpas pela a ortografia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...