1. Spirit Fanfics >
  2. Seu cunhado por obrigação >
  3. Levi Ackerman é um cabra macho!

História Seu cunhado por obrigação - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde. Tudo bom ?
Obrigado pelos favoritos e comentários, amo muito vocês ♡
O capítulo 2 é narrado pelo Levi. A narração ocorrerá de acordo com o nome do personagem que aparecerá no título do capítulo ^^
Sinopse de hoje :
"Se tem um paradoxo? Sim, tem, mas eu não ligo, para ser tudo isso e mais um pouco tem que ser viado e passar a madrugada na casa do namorado torcendo para que seu irmão caia da cama e tenha um traumatismo craniano."

Capítulo 2 - Levi Ackerman é um cabra macho!


Se você saísse na rua e parasse qualquer alma penada que transita nesse inferno procurando vender ovos ou galinhas e perguntar qual era a definição para Levi Ackerman a resposta seria um "ele é um cabra macho".

Não é porquê eu sou convencido ou algo do tipo - talvez só um pouquinho -, mas é tirando pelos boatos no meu trabalho ou na faculdade, ou até mesmo no metrô que pegava quando estava sem paciência o suficiente para dirigir por aí, a única coisa que falavam era que eu sou um cabra macho. Macho mesmo.

Eu posso ser considerado um um belo macho alpha, alpha mesmo, todo mundo tem certa cautela em se dirigir a mim - nem todo mundo, tem pessoas que essa regra passa a trezentos quilômetros de distância.

Mas deixando de falar do quão eu posso ser incrível, lindo, maravilhoso e incrível, nesse exato momento estou indo para casa do meu namorado.

Se tem um paradoxo ? Sim, tem, mas eu não ligo, para ter isso aí tudo tem que ser viado. Porque todo macho alpha tem o seu ômega e eu não sou diferente. Claro, que sim, já viu alguma fanfic ABO que o ômega e um alpha não ficam juntos ? Tem que ter pelo ao menos um fuck casal, porque não é possível. Só sei disso por causa da maluca da Hange.

As ruas de New York até que estava bem calma, se tivesse um congestionamento as 3 da madrugada aí podia mandar matar, pois só se o povo fosse sair de casa tudo junto no mesmo horário, pior que uma carreata para tentar fazer o prefeito comprar seus votos.

Qualquer coisa era só mandar um "oi" para as assombrações que aparecessem na rua... Okay, eu não era assim.

Demorou mais ou menos uns 5 minutos até chegar em meu destino, estacionei o carro no estacionamento do edifício e entrei, não deu muito problema, o porteiro me desejou uma boa noite e me deu passagem. Não que ele se sentiu ameaçado e tals, eu honestamente preferia que ele se sentisse, mas é porque eu venho direito aqui pela madrugada. Como dizem por aí, a madrugada foi feita para pensar... e ficar na casa do namorado.

Assim que cheguei no apartamento certo dei três batidinhas na mesma, se tocasse a campainha era provável Zeke aparecer aqui mais endemoniado que a Annabele, aquele filho de uma boa mãe. Não vou xingar minha sogra, ela é de boa.

Passou-se um tempinho e eu tive certeza que o infeliz o Yaeger tinha dormido assim que desligou a chamada. Pois não é possível alguém demorar esse tanto para abrir uma porta. Sim, pode existir, mas isso não convém no momento.

Peguei meu celular e digitei rapidamente o número dele, quando a ligação estava quase caindo ele atende a porra do telefone. Mas eu dava graças a Deusa da Limpeza por ele ter tirado o celular do silenciador.

"_ oi ?" - disse com uma voz sonolenta, a julgar pelo o que conheço aquele ser era provável que nem tenha lido quem o telefonava.

_ cadê você? Estou aqui na porta esperando. - disse com impaciência, seja bem, ele passa a noite toda assistindo séries e animes, e quando é para me vê dorme.

"_ tô chegando, espera aí." - depois só ouvir o som de algo caindo no chão, daqui a pouco não adianta nada chegar silenciosamente se vai acordar o mostro do lado ness.

_ o que foi ? Ouvi um barulhão.

"_ é que a minha camisa caiu."

_ a camisa fez esse barulho todo ?

"_ é que eu estava dentro dela."

Me pergunto até hoje como é que eu sou morto apaixonado por isso.

Segundos depois o garoto apareceu na porta, com os cabelos bagunçados, a cara amassada juntamente com suas roupas e os olhos quase se fechado de sono.

O universo acaba de mostrar o motivo de ter me apaixonado por essa criatura muito fofa. Se alguém me visse ao menos pensando nisso a minha reputação ia para o ralo. Se não já foi dependendo daquele macaco sapecado que eu chamo de cunhado.

_ entra. - disse, me dando espaço para entrar no cômodo, logo fomos para seu quarto. - fica a vontade.

Entendo como ele não disse para não reparar na bagunça, pois se tiver bagunça eu nem entro, passo o resto da madrugada limpando isso aí.

Por incrível que pareça, um garoto de 19 anos tem um monte de ursos de pelúcia e alguns brinquedos, sem falar nos mangás e alguns CDs de animes e filmes americanos. Tem tralha em alguns cantos do quarto e no meio, o que me fez sair catando tudo para organizar em seus respetivos lugares.

_ você parece uma criança de 5 anos para fazer essa bagunça toda. - comentei catando alguns jogos no chão, que foi eu que o dei.

_ é que eu sabia que você vinha aqui entre esses dois dias e nem me dei o trabalho de limpar. - falou com um sorrisinho, logo se jogou na cama e enfiou a cara no travesseiro, só falta morrer sufocado.

_ só não te faço me ajudar, porquê com essa sua lerdeza é mais provável que atrapalhe mais do que ajude.

Minutinhos depois todo o quarto estava consideravelmente organizado, sem nada fora do lugar. Talvez meu toc fosse maior que a vontade de deitar junto com o moreno e ouvir as merdas que ele fala. Na maioria das vezes.

_ amorrrrrrrrrr... - chamou com uma vozinha manhosa, ele quer alguma coisa.

_ hm?

_ vamos jogar um game ? - perguntou segurando um ursinho de pelúcia que dizendo ele era um titã. Mas não um simples titã, era o titã de ataque. Essa coisa recebe mais carinho que eu, vou tacar fogo nesse bicho.

_ você não tá morrendo de sono ?

_ passou.

Eu só não mato esse moleque, porque eu não consigo viver sem ele.

_ o que você quer jogar ? - perguntei quase pulando em seu pescoço.

_ você escolhe, quero passar mais tempo com você já que vais viajar amanhã.

Meu coração tá derretendo, o que foi que me tornei ? Me responde, Universo, quero descobrir, porra.

_ qualquer um, menos fifa.

O engraçado é que quando ia jogar fifa tudo ia bem e normal, até chegar na parte em que tinha que marcar um gol e não importava de que jeito eu tentasse fazer a porra do gol, o goleiro filho da puta sempre pegava. Que ódio.

_ god of war ?

_ pode ser, tá em que fase ?

_ e se eu te disse que esqueci de salvar o jogo ?

Agora é sério, eu vou matar esse moleque. Puta que pariu.

_ tu não fez isso...

_ fiz...

_ Eren, é sério, me diz que você não fez isso.

_ eu vou apanhar, eu sei.

_ eu vou é te matar, moleque desmiolado da porra !

Eu tô puto, passei quase 3 dias jogando sem parar passando os níveis para essa criatura e vem o cara e esquece de salvar, é muita sacanagem.

Quando estava quase decidindo com que iria cometer o homicídio, um infeliz chega quase quebrando a porta do quarto com um chute, ainda por cima vestido de Power Ranger rosa.

Eu sempre gostei mais do branco ou do preto.

_ força da proteção do irmão, ya! - disse fazendo uma pose que parecia que o personagem tinha saído da TV, ou seja, pose de viado.

Ah tá, é o Zeke.

_ o que você está fazendo aqui ? - perguntei na maior educação que consegui, minha vontade é de tacar ele pela janela.

_ eu é que te pergunto, o que você está fazendo aqui, são três da madrugada, você não deveria estar em casa fazendo não sei o que diabos é que você faz nessa hora se preparando para ir viajar ?

As vezes acho que ele meio que me persegue para saber tanto da minha vida...

_ e daí? Você também não deveria estar dormindo para a viagem de amanhã? Pelo o que eu sabia, você também vai viajar.

... Ou não.

_ estou sem sono.

_ digo o mesmo.

Vou tacar ele da janela, é oficial.

_ ótimo que está todo mundo sem sono. - disse a criatura que eu chamo de namorado, se não o conhecesse eu só diria que ele está feliz, mas não é isso. - vamos fazer algo super divertido.

_ tacar o Zeke na fogueira ? - perguntei com os olhos brilhando de expectativa.

_ mandar o Levi de volta para a era militar ? - disse o macaco sapecado do meu lado.

_ não, vamos fazer uma atividade super educativa nós três. - respondeu, vasculhando uma das caixas que tinha debaixo da sua cama, tem nem jeito do capeta ficar lá as 3 da madrugada.

_ jogar videogame ? - perguntei, levantando uma sombracelha, não me importo nem um pouquinho em dar uma surra nesse loiro aguado do meu lado.

_ não, não tenho controle e nem um suporte para três. - que pena, já estava vendo minhas 11 vitórias consecutivas.

_ não tem nada, o Zeke fica sem jogar.

_ quem vai ficar sem jogar é você, pelo o que eu saiba a casa é minha.

_ apartamento.

_ se eu quiser eu chamo até de barracão.

_ chama, tô nem aí. - me virei para o Yaeger mais novo - então vamos fazer o que ?

_ senta aqui vocês. - disse batendo na sua cama, pelo seu sorriso eu digo e confirmo que tem algo errado.

Não foi nem 3 segundos para nós dois estamos sentados na cama onde o Yaeger mais novo indicou, não me julguem, competimos até nisso.

_ vamos brincar de cabeleireira.

Se alguém me visse nesse estado, prestes a brincar disso, provavelmente, iriam tirar sarro da minha cara até na minha outra vida - pessoas que se chamam Hange Zoe. Mas também me pergunto, quem é que brinca de cabeleireira nessa idade?

_ se prepara, porquê o meu vai ficar melhor que o seu. - disse Zeke sorrindo e se achando até demais. Convencido da porra.

_ até parece, o seu vai ficar parecendo a madame Madalena de Taubaté, o meu é a verdadeira madame Madalena. - disse, sentindo um pente passar pelos meus fios e quase arranca-los. Será que poderia ser um pouquinho mais delicado ?

_ gente, quem é a madame Madalena?

Na realidade, eu não sei.

_ que seja, quem gostaria de ser o primeiro ?

_ eu ! Não, eu ! Para de falar no mesmo tempo que eu ! Vai ser eu ! - dissemos juntos, vou agredir ele.

_ Por que não jogam jokenpo para decidir ?

_ jokenpo !

E o filho da puta ganhou. Agrh que raiva, vou agredir ele ! Ahhhhhhhhhhhhhh, que ódio ! Nem nisso o universo me ajuda, qual é Deusa da Limpeza, faço tanto por você, e é assim que você me agradece ? Mal agradecida do caralho.


Notas Finais


Desculpe qualquer erro e se não tenha ficado do gosto de vocês, mas vou me esforçar para ficar bom.
Tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...