História Seu cupido é da favela. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias 10 Coisas Que Eu Odeio Em Você
Tags Drama, Favela, Romance
Visualizações 11
Palavras 311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi bbs, espero que voces gostem da nova historia

Capítulo 1 - Tudo começou...


Dona Fernanda

Aiiiiiiii- lá estava eu com dores de parto...

Fernando: doutor, o que tá acontecendo? Por que motivo não acontece logo esse parto?

Doutor: podemos conversar lá fora?- falaram e meu marido confirmou e saiu com o médico

------------------------------------------------------------

Fernando on

Fernando: seja claro e sincero doutor.-falei aflito

Doutor: sua esposa tem problemas de gerar isso já era claro. Surpreendente conseguiu chegar aos 9 meses. Mas agora vocês precisa conversar pois da sala de cirurgia só vai sai uma das duas viva. Ou sua filha ou sua esposa

Fiquei sem fala. Como assim?

Fernando: doutor, posso escolher meu amor e depois de um tempo podemos tentar de novo

Doutor: vou ser sincero. Sua mulher não tem condições pra gerar nenhuma criança depois dessa.

Fiquei branco. Ele me deu alguns minutos pra pensar. Entrei na sala onde o amor da minha vida estava

Fernanda: amor, se for pra escolher, escolha ela- como ela sabia? Pq tá me falando isso

Fernando: amor...-falei

Fernanda : meu sonho é lhe dá uma filha. Pf escolha ela é a ame mais que tudo nessa vida, igual eu lhe amei- falou  e  desmaiou

Entrei em pânico, logo vi os enfermeiros entrando e do nada a máquina de batimento parou e logo ela foi colocada na maca e levada para cirurgia

Meu Deus a máquina parou não tava transmitindo batimentos. Entrei em pânico

2 horas

Ainda tô aqui sem resultado nenhum. Quando vejo  o médico passando

Fernando: doutor- chamo e ele me olha triste, mas vem ao meu encontro - o que tá acontecendo?

Doutor: sua esposa teve um avc silencioso e não resistiu- falou- sinto muito- colocou as mãos nos meus ombros- você precisa ser forte pela sua filha

Fernando: como assim?

Doutor: quando os batimentos pararam fizemos o possível para conseguir manter sua filha bem e conseguimos

Uma alegria, uma tristeza 
Tudo misturando 
 

 


Notas Finais


Quero saber se devo continuar entao me diga ai


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...