1. Spirit Fanfics >
  2. Seu Olhar... >
  3. Volta inesperada...

História Seu Olhar... - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa gente, outro capítulo curto

Capítulo 5 - Volta inesperada...



-Seu Olhar-



(Alguns dias depois)


- Hey Sakura, amanhã é dia dos namorados, você já entregou sua carta no correio da escola? - Hinata me perguntou curiosa.


- Não... Não tenho uma pessoa para mandar - falei baixo virando o corredor.


- Entendo...


- mas isso não im... Aí - acabei esbarrando em uma pessoa, caímos no chão e quando levantei o olhar para ele eu me senti sufocada no mesmo instante.

Cenas do passado voltaram a minha mente, o medo voltou.

Soltei um grito me levantando rápido, ainda tropeçando e por sorte eu não cai denovo, pois Hinata me segurou.


- Ei, oque foi? Calma... - ela tentou me acalmar - Vem, vamos sair daqui - deu uma última olhada no homem e se virou saindo rápido comigo dali.


Eu já estava chorando, minha cara estava em choque, eu olhava fixamente para o nada, perdida em pensamentos.


Eu tenho medo de ser como antes... De tudo acontecer denovo... Eu tenho medo dele....


- Hey Sakura, oque aconteceu? Você conhece aquele homem? - eu nem me lembro como cheguei ali, mas estávamos já dentro de uma sala.


Assenti rápido saindo de meu transe.


- Quer contar?... - ela limpou minhas lágrimas me olhando com um sorriso confortante.


- Ele é Sasori... Meu ex namorado... - Abaixei o olhar para a mão de Hinata que segurava a minha.


Eu não tinha certeza se deveria contar, o acontecido foi a bastante tempo, mas eu nunca conversei abertamente com alguém sobre isso, nunca desabafei.


- Nosso relacionamento era... Abusivo... Quando eu tinha 15 anos, eu acabei me apaixonando por ele, ele me disse que era recíproco, então namoramos. Mas depois que se passou alguns meses... Se eu não fizesse Algo que ele mandasse... Ele me batia. Se andasse com outros homens, ele me batia. Se eu postasse foto com roupa curta na internet, ele me batia. Tudo, tudo que eu fazia, ele me batia. E assim foi até meus 16 anos, ele me estrupou. Ele tirou vinha virtude sem dó, me usou, foi contra a minha vontade, me usou como um brinquedo sexual... Eu pedia para ele parar, doia muito, mas ele não parava, eu chorei, e ele continuou me fodendo. Minha mãe fez oque pode para denuncia-lo, mas o tio dele é alguma coisa da delegacia... Depois disso eu não consegui ficar com ninguém mais. Tenho medo até mesmo da palavra "paixão". Eu esqueci como é "amar", verdadeiramente alguém...


Hinata me abraçou e ficou quieta por um tempo, fazendo um carinho em meus cabelos.

- Deve ter sido difícil ter passado tudo isso sozinha.


- você nem sabe o quanto foi - Voltei a chorar, já começando a soluçar.


- Queria poder ter feito algo, eu queria ter entrado na sua vida antes... Eu não vou deixar ele se aproximar de você tabom? Eu não vou sair do seu lado um minuto - ela falou baixo em meu ouvido apertando o abraço.


Fiquei ali por um tempo, apenas chorando e sentindo o carinho que ela me fazia, que tanto me trazia paz.


Eu não disse muitas coisas, mas me senti mais aliviada, foi como tirar um peso das costas... Eu guardei por anos essa dor sozinha...

Acho que consigo entender o por que minha mãe não queria me deixar sozinha.


- obrigado - sussurrei.


- Eu sempre vou estar aqui pra você - ela deu um beijo na minha testa e me olhou profundamente.


(...)






Não consegui ver Naruto e Sasuke mas aulas por eles estarem fazendo algo que eu não sei oque era, apenas o vi na hora do Recreio.


- Ei aaa Naruto, o... Sasori... Estuda aqui desde quando? - coloquei minha bandeja na frente dele e me sentei, Hinata se sentou ao meu lado.


- Sasori? 


- sim


- aquele filho da puta?


- Sim


- Eu nunca vi ele por aqui, não me diga que você o viu.


- o vi


- você tá bem?


- melhor agora... -olhei para baixo com uma cara angustiada e senti minha mão sendo segurada, olhei de relevo e vi Hinata comendo normalmente com uma mão e segurando a minha com a livre.

Ela é meu porto seguro...

Sorri leve e voltei minha atenção para Naruto.


- Ele não fez nada pra você né? - Sasuke perguntou sério.


- não, Hinata estava comigo.


- Hinatinha sempre salvando vidas - Naruto riu fraco, isso foi uma forma de agradecimento se o conheço bem.


- Amigas fazem isso - ela disse e bebeu a coca dela.


"Minha nossa que lindo!!"


"Que gatinho"


"Quem será?"


"Aonde ele está indo?"


De quem estão falando.


- Naruto fica quieto aí - sesuke segurou Naruto que ia se levantar.


Eu não entendi muito bem mas quando senti a mão gelada em meus ombros, aquele frio voltou.

Olhei devagar para trás, antes tendo a visão do refeitório e depois para a pessoa que me fez entrar em depressão.


- Oi Moranguinho - Ele falou calmamente dando um sorriso sínico.


Segurei a mão de Hinata mais intensamente e quando ia abrir a boca pra falar algo, sou interrompida.


- Oi meu amor, que bom que você chegou - O outro ser que eu mais odiava na vida apareceu ao lado dele.


Tive que segurar muito a vontade de chorar, eu não consigo nem imaginar oque esses dois podem fazer na minha vida...


- Oi my lady, estava dando oi a uma conhecida - ele tirou a mão de mim e se virou pra ela que lhe lançou um olhar irritado e repreendedor.


- você não deve andar com ela, venha - Ino puxou o garoto para longe e pela primeira vez eu a agradeci por algo.


-- Aqueta o cu cara, se não vai ter greve de rola - Sasuke disse baixo, dando só pra nós quatro ouvir e Hinata acabou rindo ao ver que Naruto realmente parou.


- Se eu pegar ele eu deformo todo o rosto dele - Naruto falou cerrando um punho e fazendo uma cara de bravo.


- Pode contar comigo - Hinata disse divertida, mas dava pra entender que ela falava sério.


- Vocês já sabem que eu tô dentro - Sasuke disse sem ânimo e sorri, gostando daquele momento... Eu tenho os melhores amigos do mundo.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...