História Seu olhar - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Visualizações 754
Palavras 2.192
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa imagem é para vocês verem como é a Meredith desta fic.

Obrigada a todos que estão comentando isso me anima bastante, é ruim escrever e não saber o que estão achando,

Vejo vocês nas notas finais.

Capítulo 8 - Nem em sonho


Fanfic / Fanfiction Seu olhar - Capítulo 8 - Nem em sonho

Pov- Camila Cabello 

Hoje é aula de história uma das minhas favoritas, eu simplesmente adoro essa matéria por nos remeter ao passado e ajudar a compreender o presente, fora que a professora é um arraso (no sentido de professora mesmo), mas claro que ela é bonita também a senhora Lovato que odeia quando a chamo assim, obvio que ela não é velha, mas isso é uma questão de respeito mesmo ela não gostando muito. Ao entrar na sala vejo Mer já sentada no nosso lugar de costume, Liam e Ally não sentam perto da gente, ambos sentam mais no fundo perto de seus pares, eu me aproximo da professora para cumprimenta-la, ah e claro ter uma desculpa para olhar de lado a procura da minha morena, mas para variar ela está atrasada.

Eu: Bom dia senhora Lovato.

Demi: você é a única a me chamar assim, você sabe néh Karla?

Eu: desculpe Demi, você sabe que não é por mal, mas por favor não fale Karla muito alto vai que alguém escuta.

Ela então ri e eu vou para minha mesa.

Mer: bom dia, o que sua cabecinha de gênio anda planejando para conquistar a mulher mais difícil do planeta?

Eu: bom dia, não ando planejando nada. Já faz uma semana que eu dei carona pra ela e de lá pra cá ela nem sequer olhou na minha cara, nem mesmo quando eu fui devolver suas roupas ela simplesmente disse deixa ai e saiu da sala, em resumo voltou a ser a Lauren de sempre.

Mer: bom vamos deixar isso para lá então.

Eu: Mer eu quero te perguntar algo, mas eu quero que seja sincera comigo e não fique zangada, ok?

Mer: fala Mi.

Eu: o que você sente de fato pela Keana?

Mer: por que essa conversa agora Mi?

Eu: porque nós sempre conversamos sobre como eu me sinto em relação a Lauren, mas obvio que eu não sou idiota e sei que você também precisa por pra fora o que sente também, olha para mim Mer não é vergonha nem pecado se apaixonar meu amor, eu só quero que você saiba...

Bom dia alunos, vamos começar.

Demi deu início a aula e eu fiz sinal para Mer de que depois continuaríamos essa conversa, ela assentiu e eu abri meu caderno para anotar e peguei também o livro. Nessa altura Lo, Ally e Liam já tinham chegado, bem como também aquelas amigas de Lauren, eu não tenho nada contra as meninas só não me desce mesmo aquela Ashley eu bem sei que namora o Adam, mas no fundo adora “sair” com a Lauren, saio dos meus devaneios quando a senhora Morgan nossa diretora entra na sala.

Bom dia alunos, bom dia Demi!

Demi olha para mim como quem diz nem a diretora me chama de senhora, eu dou risada e presto atenção no que ela ia dizer.

Morgan: como vocês sabem as férias agora de fato chegaram ao fim, nós vamos retomar os torneios estudantis de todas as categorias, no caso da nossa escola o vôlei, basquete e xadrez. Então eu vou deixar com vocês a autorizações e pedir a gentileza de informarem aos pais de que precisaremos de um reforço nas doações esse ano, pois a equipe de xadrez foi convidada para competir nas regionais também.

Lauren: e o que temos com isso senhora Morgan, quem em sã consciência quer ficar assistindo um negócio chato como xadrez, esse bando de nerd que se vire.

Eu não aguento e me pronuncio

E você se acha né Lauren, grande esforço ficar de mini saia pulando e cantando músicas sem sentido, se você não sabe a equipe de xadrez já conseguiu mais troféus pra essa escola do que o seu amado basquete.

Os outros colegas começaram a me soar e percebi ela vermelha de raiva e a oferecida da Ashley segurando no braço dela, mas não é porque eu a amo que vou deixar ela desmerecer aquilo pelo qual tenho uma grande paixão.

A senhora Morgan pede silencio e continua sua fala.

Lauren não importa se você gosta ou não, a questão é que todos os pais devem contribuir para todas as equipes sem distinção.

Lauren: isso só acontece porque vocês ficam aceitando bolsistas aqui, se fossem pessoas com condição financeira nada disso aconteceria.

Eu ia me pronunciar, mas a diretora logo falou.

Eu tenho muito orgulho desta instituição conceder bolsas estudantis, assim como tenho muito orgulho da Camila, que além de ser uma excelente aluna dá o verdadeiro valor de estar em um colégio como este, muito diferente de muitos alunos dos quais os pais se matam para pagar a mensalidade e não dão o mínimo valor, a próxima vez que você fizer esse tipo de comentário discriminatório Lauren, você pode ter certeza de que será convidada a sair desta escola. Bom meninos como semana que vem vocês já vão ter que viajar para Portland eu espero as autorizações assinadas até quarta-feira, pode voltar a aula Demi.

Eu ainda dei mais uma encarada na Lauren e voltei minha atenção ao que Demi dizia.

Na hora do intervalo eu pedi licença para Liam e Ally e chamei Mer para um banco que deva para ver a paisagem eu precisava me acalmar e terminar minha conversa com ela.

Mer: Mi eu vou te perguntar de novo, como você pode gostar dela?

Eu: eu me pergunto isso todo dia e ainda não encontrei a resposta para essa pergunta, mas eu te chamei para falar de você e não de mim.

Mer: sobre aquilo, por que você e o Liam cismaram que eu gosto da Keana?

Eu: eu já te contei como descobri que eu era gay?

Mer: o que isso tem haver, eu

A interrompo.

Eu: eu ainda morava em Havana e tinha essa menina que hoje nem lembro mais o nome, eu era muito pequena e ainda não entendia o que era amor essas coisas, só me lembro que toda a vez que ela me chamava para brincar eu não entendia porque eu não tinha vontade de voltar para casa e não entendia porque quando os menininhos do bairro ficam perto dela aquilo me incomodava, então falei para minha mãe, sabe o que ela me disse?!

Filha você gosta dessa menina, só que não como amiguinha e sim do jeito que a mama gosta do papa.

Foi assim que eu descobri que gostava de meninas, minha mãe sempre me apoiou meu pai a princípio não gostou muito, mas com o tempo entendeu que isso era quem eu era então acabou aceitando. Já com mais idade é que eu tive certeza quando eu tentei ficar com o Leon lembra?

Ela assentiu.

Aí eu tive certeza de que só gostava de meninas e foi só aí que me senti em paz comigo. Por isso eu quero que você saiba que eu te amo e não vou te julgar nem se você gostar do Trump, ok?

Ela então começou a chorar e chorar muito, eu a abracei até ela se acalmar.

Mer: minha família não vai aceitar Mi, meus pais são muito tradicionais minha mão já está a um bom tempo tentando me juntar com Arthur, pois além de menino ele é filho de banqueiro, eu não sei o que fazer e além disso a Keana é que nem a Lauren, a cada semana está com uma pessoa diferente ela nunca nem sequer me deu um oi, nem nada.

Eu: eu sei amiga não é fácil, família pode ser o que for, mas é o que temos de valioso, mas você precisa lutar por você e sobre a Keana nós não escolhemos isso meu bem, a gente só sente.

Mer: eu não quero isso Mila é tão difícil, minha mãe vai me matar, as pessoas vão ficar apontando para mim na rua, eu não quero ser assim.

Eu: você sente vergonha por ser minha amiga e do Liam?

Mer: claro que não Mi, não é sobre vocês é sobre mim.

Eu: Mer eu não vou te dizer que é fácil porque não é, mas se você ficar se escondendo pode ter certeza de que vai sofrer ainda mais.

Mer: Mila se eu pudesse escolher eu amaria você, você é a pessoa mais linda que eu já conheci.

Eu: para de bobagem Mer, eu bonita.

Mer: bonita não. Linda mesmo, eu tenho certeza de que um dia você vai parar essa escola inteira de tanta beleza e vai fazer aquela garota cair de amores por você.

Eu nego com a cabeça.

Eu: e eu tenho certeza que você será muito feliz, pois você sim é maravilhosa como pessoa, amiga e será também como namorada.

Neste momento Ally e Liam chegam e eu paro o assunto, pois não posso expor Mer, ela ainda não está preparada para isso. Nos então ficamos falando de amenidades até o intervalo acabar.

Pov- Lauren Jauregui

Que raiva daquela diretora idiota ficar pedindo para arcarmos despesas do grupo de xadrez, além disso quem a Camila pensa que é para ficar me desafiando daquele jeito, olha vou te contar que meu dia não começou bem, minha mãe me lembrando que terei que ir trabalhar no hospital duas vezes por semana e que só terei meu carro e cartão de volta depois que esse castigo de ir pro hospital terminar. Como estou sem grana e também sem carro eu não estou podendo sair com meus amigos para curtir nem nada e além disso tudo eu não transo desde o daquele dia com a Leah e nem uma foda boa tinha sido, que raiva. Como estamos no intervalo as meninas estão aqui me enchendo por causa do que aconteceu na sala.

Lucy: você não podia ter dito aquilo Laur, a menina é na dela não mexe com ninguém e outra coisa os pais tem condição de contribuir mais sim.

Mani: é, nada haver Lauren não precisava disso, você descontou nela os seus problemas com a sua mãe.

Dinah: é não foi legal.

Ashley: não sei porque esse aue todo de vocês com isso, eu to com a Laur esses bolsistas só estragam a escola, e aquela menina é muito esquisita, aquelas roupas aquele óculos e o cabelo então nem se fala.

Vero: não acho a Camila esquisita não, aquele é o jeito dela, eu as vezes saio com a Ally que é amiga dela e ela sempre fala como ela e a Meredith são legais, claro que não como você meu amor (aponta para Lucy).

Keana: eu concordo com a Vero as meninas são legais, eu nunca falei com elas mas acho elas de boa, fora que a Meredith é muito gata o problema é que elas são tímidas e na delas.

Ashley: desde quando você acha mulheres gatas Keana? Que eu saiba você é hetero.

Keana: eu sou do mundo Ash isso sim, sou que nem a Laur neste quesito rs.

Lauren: e meu irmão sabe disso?

Keana: você sabe que ele e eu não é sério, só saímos as vezes e ele sabe sim embora eu não deva satisfações eu falei para ele uma vez, mas nós paramos de sair a um tempo eu gosto dele mais como amigo e além disso ele gosta mesmo é da Duda.

Vero: por falar nisso dona Normani eu bem que vi você de olho no novo aluno do primeiro o Arin, e aí está gostando do cara?

Mani: aí ele é um gato, mas não me dá bola eu já tentei chamar ele para sair.

Ashley: credo Mani, é o menino que tem que chegar primeiro.

Dinah: nada haver isso, eu que cheguei no Luke quando começamos a ficar, hoje em dia não tem regra, né Laur?

Eu: bom eu prefiro que cheguem em mim, tanto meninos como meninas, mas só porque tenho preguiça mesmo, vocês são românticas de mais.

Lucy: Lauren escuta o que eu to te falando, um dia você vai se apaixonar e aí pode ter certeza que toda essa marra vai por água a baixo.

Eu: credo Lucy, bate na madeira. Eu deixo essa baboseira para vocês minhas amigas enquanto eu curto minha vida.

Dinah: e quem disse que não dá para curtir a vida namorando, mesmo com o Luke eu consigo fazer tudo que quero além dele ser um ótimo amigo e namorado para mim, não sinto falta de nada.

Eu: se você diz, porém isso não é pra mim, esse negócio de dar satisfação essa melação ai amorzinho, bebe, essas coisas todas e outra ficar só com uma pessoa, ai meu Deus isso é demais.

Vero: eu estou com Lucy, um dia você vai amar tanto alguém que vai fazer tudo o que acabou te falar.

Eu: se vocês estão querendo me animar estão conseguindo. Vamos fazer o seguinte, se um dia eu me apaixonar como vocês estão dizendo eu dou um selinho no Ed cara de pum do primeiro.

Ashley: está doida Lauren o Ed é o cara mais estranho dessa escola.

Eu: por isso mesmo, eu nunca vou me apaixonar então isso nunca vai acontecer.

Nesta hora o sinal bate e nós temos que voltar para a sala, essas minhas amigas são engraçadas, eu me apaixonar?!

Nem em sonho.


Notas Finais


Se preparem, pois esse passeio vai ser...

Bjs e até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...