1. Spirit Fanfics >
  2. Seu Oposto >
  3. Primeiro dia de aula

História Seu Oposto - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Está é a minha primeira história
Espero que gostem dela
Uma boa leitura

Capítulo 1 - Primeiro dia de aula


"Fairy Tail School é uma das melhores escolas do Japão, estando em 3° ranking de escolas japonesas, por isso é muito importante que você traga seu filho para estudar aqui com a gente" – leu o panfleto que estava no muro da sua escola, enquanto arrumava sua mochila – "Seu filho terá a melhor educação possível e se tornará um ótimo cidadão, seu maior orgulho"

Estava prestes a começar a metade final do terceiro ano letivo do ensino médio, voltava das férias de verão. Não estava muito empolgada para voltar às aulas, não que fosse uma aluna desleixada ou preguiça, muito pelo contrário, ela fazia parte dos 15 melhores alunos da sua sala e dos 50 melhores do colégio, era muito dedicada aos seus estudos. Só que nem todos os alunos eram dedicados aos seus estudos, alguns nem se importavam muito, mas o real problema era ter que lidar com pessoas que se comportam igual a um idiota ou eram extremamente exibidas e arrogantes, aquilo cansava muito sua paciência. Nunca fora muito social.

Ela era Lucy Heartfilia, um dos alunos promissores que existia naquela escola. Tinha 18 anos, sua altura era por volta de 1,67, cabelos longos loiros e olhos achocolatados, seu atributo físico era bastante desenvolvido, o que chamava atenção de vários garotos. Era filha de Jude e Layla Heartfilia, uma das famílias mais importantes que existia no país. Mas apesar de toda a riqueza, que algum dia iria possuir, o sonho de Lucy é ser uma escritora e não de comandar os negócios da família.

Estava vestindo uma saia avermelhada, que ia um pouco acima dos seus joelhos, uma camiseta de mangas compridas da mesma cor e por fim um par de tênis branco. Seu cabelo estava preso num rabo de cavalo mal feito.

"E estamos de volta para essa desgraça" – comentou um garoto de cabelos escuros passando por ela – "Estou tão feliz"

"Pare de reclamar Gray" – falou a pessoa que caminhava junto com o moreno.

Lucy observou os dois garotos passarem por ela. Um deles chamou mais sua atenção, pois estava vestindo uma calça jeans preta, tênis da mesma cor, uma camisa regata preta com alguma banda na frente e tinha cabelos rosados. Com certeza que se a Fairy Tail School fosse rigorosa jamais ele poderia andar assim na escola, mas esse não era o caso.

A Fairy Tail School tinha uma política única e bastante diversificada. Não cobrava que seus alunos usassem uniforme, exceto em algum dia especial, mas fora isso os alunos podiam vir do jeito que achassem melhor, isso também se aplicava em usar acessórios ousados, como piercings ou alargadores por exemplo, a escola nunca incomodava com isso, porque sempre dizia que o importante era o desempenho do aluno. Era como se fosse um acordo, não deixem suas notas caírem que nós daremos liberdade para vocês, seu diretor Makarov sempre dizia "Um bom desempenho merece uma boa recompensa". 

"Parece que esse acordo tá dando certo" – comentou analisando a situação.

"Anda falando sozinha Lucy?" – comentou Juvia, sua professora de matemática – "Distraída com o rosinha ali?"

"Que isso professora, eu só estava pensando em algo" – respondeu constrangida com as insinuações de sua professora.

"Eu estava apenas brincando sua boba, relaxa loirinha" – falou rindo deixando a Lucy sozinha.

Depois da rápida que teve com sua professora Juvia, Lucy decide ir para a sua primeira aula de volta as férias. Admitia que estava empolgada, afinal sempre gostou de estudar, era uma verdadeira nerd.

"Bom dia Levy" – comprimentou a sua melhor amiga, assim que se sentou em seu lugar.

"Bom dia Lu" – respondeu sua amiga.

Levy McGarden era sua melhor amiga, tinham a mesma idade mas apesar disso Levy era mais baixa em comparação a loira, assim como seus atributos físicos não eram muito desenvolvidos, seus cabelos eram azuis e curtos, olhos castanhos claros. Estava vestindo um vestido de mangas laranja, com detalhes da cor branca, com sandália da cor branca.

Elas se tornaram amigas no primeiro ano do ensino médio, tinham se encontrado na biblioteca a procura do mesmo livro. Foi uma situação bastante engraçada já que logo de cara elas se odiaram, porque uma queria o livro da outra, mas depois descobriram os livros que ambas gostavam, assim se tornaram melhores amigas.

"Como foi suas férias Lu?" – perguntou parando de ler seu livro.

"Foi normal, não fiz nada demais, e as suas?" – respondeu se virando para sua amiga.

"Foi totalmente sem graça, não tinha mais livros para ler"  – respondeu sua amiga suspirando.

Mas antes que Lucy pudesse dizer alguma coisa, entra na sala o Gildarts Clive, o professor de história. Era um dos professores favoritos da Heartfilia, ele era divertido, vivia fazendo piadas e brincando nas aulas, mas quando tinha que ser sério ele era. Mas não estava com uma cara muito boa, o que significava que ele tinha trabalho e não era pouco.

"Bom dia turma" – falou deixando seus materiais na sua mesa – "Passei quase toda as minhas férias analisando a situação de todos os alunos, e tem uma boa parte de alunos que estão com a corda no pescoço na minha matéria"

Falou olhando seriamente para seus alunos, ele era aquele tipo de professor que sempre fazia de tudo para impedir que seus alunos repetisse de ano. E realmente a situação estava ruim, era quase a metade da turma que andava mal na matéria dele.

"Por isso eu vou mandar trabalhos extras para esses alunos e para quem eu não der nenhum trabalho, eu faço uma proposta" 

"Qual?" – uma pergunta que quase toda turma vez ao mesmo tempo.

"Que ajude o colega, que precisa, no trabalho e quem ajudar ganhará uma nota extra, caso venha faltar alguns pontos para passar de ano" 

Toda sala ficou em silêncio. Muitos estavam felizes em saber que ganharam uma chance de recuperar as notas perdidas, outros estavam analisando a proposta em ter que ajudar o colega e caso dê um deslize no final ganharia nota para completar o que faltou. Basicamente todos, ou a maioria, fariam o trabalho e ganhariam nota, todos saiam ganhando.

Lucy pensava naquilo como uma proposta boa, pois assim estaria garantindo aprovação em pelos menos em uma matéria logo de cara, mesmo tendo que talvez fazer o trabalho para o colega ou melhorar o trabalho.

"Porém não vai ser como vocês estão pensando. Quem ganhará o trabalho vai realmente ter que fazer, o 'ajudante' só irá avaliar no final para ver se tem algo para arrumar" – comentou se sentando em sua cadeira – "Eu sou professor de vocês a quase 3 anos, sei bem de como fazem um trabalho então nada de tentar me enrolar, se eu suspeitar de algo a nota será reduzida"

"Ótimo, além de nos dar chances de passar, ainda quer que a gente aprenda alguma coisa" – comentou Gray para o rosado atrás de si.

O mesmo apenas riu do comentário do amigo, era só escolher alguém que fosse bom em história e estava tudo certo – "Já sabe quem vai escolher?"

"A professora Juvia me ajuda será?" – respondeu com um sorriso sapeca no rosto, enquanto o rosado ria mais alto.

"Algo engraçado senhor Fullbuster e senhor Dragneel?"  – perguntou Gildarts encarando os dois adolescentes.

"Nada não professor…" – respondeu Natsu – "O tema do trabalho qual vai ser?"

"Ainda bem que perguntou sobre isso senhor Dragneel" – o professor com uma empolgação na voz.

"Sinto que você nos fudeu Natsu" – comentou Gray batendo a cabeça na mesa, quando Gildarts parecia empolgado com algo era porque viria muito trabalho.

"O tema do trabalho será livre vocês podem fazer sobre qualquer ato ou feito histórico, fiquem a vontade em escolher" – respondeu surpreendendo a turma, já que muitos esperavam um tema já escolhido – "Agora citarei os nomes de quem precisa fazer o trabalho, e essas pessoas já podem pedir ajuda para os outros e depois me avisem para eu anotar os nomes"

Tinha ficado claro que ele realmente queria que todos passassem em sua matéria, deixando escolher um tema deixava as coisas mais fáceis.

 

Já tinha chegado a hora do intervalo, Lucy estava sentada junto com Levy em um banco no pátio. Descidiram que não iriam a biblioteca, ficariam observando a movimentação da escola.

"Para que ficar aqui mesmo Lucy? Não tem nada de interessante" – perguntou Levy olhando para sua amiga.

"Mas quando a gente tá na biblioteca sempre acontece alguma coisa e ficamos de fora das notícias" – explicou a loira olhando para os lados, enquanto a azulada revirava os olhos.

"Acho que finalmente aconteceu alguma coisa" – comentou apontando para a quadra da escola.

Era onde os rapazes, devem em quando, jogavam bola ou praticavam outro esporte, dessa vez fora basquete. Mas parece que houve um desentendimento entre eles, tinham formado um círculo entre os alunos que se desentenderam, alguns já gritavam em briga, como sempre tinha que ter gente que colocava lenha na fogueira.

"Tinha que ser o delinquente do Natsu" – comentou a Lucy a ver os cabelos rosas do rapaz – "Não sei como ele não foi expulso da escola, as vezes ele parece um marginal"

"Por que esse ódio todo pelo Dragneel?" – perguntou sua amiga – "Ainda está zangada pela bolada que ele lhe deu?"

"Claro que sim! Ainda mais que ele me culpou pelo acontecimento, dizendo que eu que errei em estar ali parada" – respondeu vendo quem era o outro rapaz que tava na confusão – "Sting Eucliffe" – comentou vendo o loiro discutindo com o rosado.

Sting Eucliffe era um dos seus colegas que Lucy conseguia aturar, apesar do loiro agir como um idiota, as vezes, era tolerável a idiotice. Não era um aluno exemplar mas também não era como o Natsu, um delinquente juvenil, o que segundo a Lucy o Dragneel era.

O rosado estava querendo enfiar a mão na cara no loiro, porém estava sendo impedido pelo seu amigo Gray. O moreno lhe puxava pelos ombros, enquanto Lyon fazia o mesmo com o Eucliffe. As coisas estavam indo tudo bem, era apenas um jogo normal, mas do nada o Natsu atirou a bola na cara de Sting e tentou partir para cima do mesmo.

"Natsu… Se controla, você tá com a corda no pescoço com o diretor" – comentou tentando acalmar o amigo – "Você vai estar expulso se brigar novamente"

"Eu não ligo, o Eucliffe não vai se dar bem depois do que disse" – respondeu tentando se soltar do Fullbuster.

"O que foi? Ficou bravo por que Dragneel?" – provocou Sting com um sorriso debochado em sua face – "Eu apenas falei a verdade sobre a… "

O loiro não conseguiu completar a frase pois foi acertado no rosto pelo soco que Natsu desferiu, fazendo o cair no chão. Aquilo foi o limite, Gray começa arrastar seu amigo para longe daquela confusão com a ajuda do Erik.

"Cara…  você tem que se acalmar" – comentou seu amigo Erik – "O Eucliffe não vale uma expulsão"

"Eu falei pra ele, mas parece que entrou num ouvido e saiu no outro" – comentou Gray na frente de Natsu, que estava sentado num bando enquanto seus dois amigos estavam na sua frente – "O que aconteceu lá? O que o Sting falou?"

"Falou nada demais, só me encarou com cara feia e eu não gostei" – respondeu cruzando os braços.

"O Sting comentou sobre as coxas da Lucy e o Natsu não gostou" – explicou o amigo de cabelos castanhos.

"QUAL O SEU PROBLEMA COBRA?" – gritou o rosado enfurecido com o amigo.

"Então é por causa disso?" – perguntou enquanto ria da cara do amigo.

"Vão a merda vocês dois" – falou indo embora deixando o Gray e o Cobra sozinhos.

"Ele ficou bravo" – comentou enquanto sentava num banco.

"Sempre soube que ele tinha uma queda pela Heartfilia" – falou o Fullbuster enquanto observava a professora Juvia passar por eles.

"E você tem um tombo pela professora Juvia" – comentou Cobra enquanto sorria travesso.

"Falando sobre relações, fiquei sabendo que o Hibiki tava dando em cima da Kinana" – comentou enquanto olhava para o lado.

"É O QUE? EU VOU MATAR AQUELE INFELIZ!" – gritou claramente alterado.

Mas acabou se acalmando quando viu Gray rir da sua cara, é claro que o Fullbuster tinha inventado aquilo só para tirar uma onda com a cara dele.

"Idiota… Vou ver o que a Kinana está fazendo" – comentou Cobra se levantando e indo embora para procurar sua namorada – "Vou lhe deixar tendo pensamentos proibidos com a professora de matemática" – foi embora rindo do seu amigo que tinha ficado sem jeito, já que a professora passou por eles.

"Eu nem sei do que ele está falando professora" – tentou se explicar Gray dando um sorriso amarelo.

"Hum… Mas eu sei muito bem do que ele estava falando senhor Fullbuster" – Juvia comentou piscando o olho, enquanto passava pelo moreno sexualmente, no fundo ela adorava provocar seu aluno preferido.

 

As aulas já tinham acabado. Natsu estava parado na frente de uma porta, pensando se batia nela ou não, soltando um logo suspeito o rosado bate na porta.

"Eu estava te esperando" – comentou uma voz feminina. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo
Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...