História Seu Sorriso - Imagine Kim Namjoon - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Got7
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Imagine Kim Namjoon
Visualizações 45
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Eu gosto de Kim Namjoon


~S/N


-Como assim, ele te beijou?


-É, Jimin. Kim Namjoon me beijou. -Ouvi um grito do outro lado da linha e revirei os olhos.- Vai pra merda, Park.


-Ui, agressiva. S/N, escuta seu oppa, okay? Se ele te beijou, ele gosta de você.


-Como assim, Jimin? Isso não tem lógica.


-Porra, como que não tem lógica? Caso eu beijasse a Rebeca, você diria que eu gosto dela, né? -Assenti, mesmo que ele não visse.- Pois é.


-Mas, Jiminnie…


-Sem “mas”, florzinha!


Ele desligou na minha cara, filho da boa mãe.

Suspirei, coçando a nuca e olhando o aplicativo de mensagens, aberto no contato de Namjoon. Estava nervosa, ele não falava comigo desde aquele dia, mas também, nunca o vejo depois das aulas.

Tae comentou que ele estava fazendo um bico e, por isso, não tinha muito tempo. Yoongi disse que não sabia de muita coisa, apenas que os pais dele estavam um saco e a mãe do Min estava com duas vezes mais trabalho, acrescentou também, que o Kim tinha chegado tarde em casa nos últimos dias.


You:

Nam?


Namjoonie:

Ah, oi, pequena

Algum problema?


You:

Por que anda tão sumido?


Namjoonie:

Ah, eu tô trabalhando

Tô sem tempo pra nada


You:

Nam, você não é rico?


Namjoonie:

Meus pais são ricos, gosto de ter minha própria renda. 


You:

Entendi.


Namjoonie:

Olha, eu tô no meio do expediente

Nos falamos depois, tudo bem?


You:

Tudo bem


Bufei, bagunçando os cabelos, soltando um urro irritado. Minha mãe entrou no quarto, perguntando o que havia acontecido e, bom, como eu contaria que gostava de um cara, que ele tinha me beijado e agora parecia me ignorar? Eu simplesmente falei e ela riu muito quando eu contei o motivo de minhas inseguranças.


-Minha filha, Kim Namjoon te beijou, ele gosta de você, bebê!


-Mas, mãe, porquê? -Ela deu ombros, acariciando meu rosto.


-Homens são confusos, tento entender um deles há vinte anos. -Riu, arrumando meu cabelo.- Olha, eu posso estar errada, mas pela fama dos Kim…


-O que tem?


-Quando eles põe algo na cabeça, é difícil tirar! -Falou, levantando da minha cama e caminhando até o lado de fora.- Não durma tarde!


(...)


Acordei na manhã seguinte com um pouco de preguiça, mas o bendito Kim ainda rondava minha mente. Suspirei derrotada, caminhando até o banheiro.


Depois do banho relaxante e de colocar uma roupa mais despojada, joguei-me no sofá da sala, pensando passar o fim de semana inteiro ali.


-Tchau, filha, tô indo pro trabalho. -Meu pai disse, após beijar minha testa.- Não fica trancada em casa o dia todo! -Gritou já na porta.


-Teu pai tá certo. -A mulher falou, enxugando um prato.- Vai ser uma adolescente e visite seus amigos.


-Mãe, eu acabei de acordar… -Resmunguei.


-E daí? Liga pro Jimin ou sei lá. -Bufou.- O JiYong.


-Aish, okay! -Levantei-me do sofá, indo em direção ao telefone de casa.


(...)


-Depois de todo esse tempo, você liga porque sua mãe mandou?!


-Qual é, GD? -Revirei os olhos, cruzando os braços rente ao peito.


Kwon JiYong havia mudado bastante. Os cabelos agora estavam azuis e quase batendo no pescoço de tão longos. A pele antes muito branca, agora tinha um leve tom bronzeado e abaixo do olho esquerdo, a tatuagem de uma cruz pequena. Ele tinha uma expressão incrédula e os óculos escuros redondos eram baixados por seus dedos.


-Não! Tudo bem! -Lá vem drama.- Você me abandonou, a última vez que te vi foi na formatura e é assim que me trata?!


-Oppa.


-Você é, de fato, uma ótima dongsaeng…


-Ji. -Chamei de novo.


-E devo lembrar que eu fui um dos que ajudou a superar aquele idiota do Jãocu! -Levantou os braços para o céu, ainda com drama.


-JiYong. -Ele continuou tagarelando.- Eu gosto de Kim Namjoon!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...