História Seul Ghoul (Imagine Park ChanYeol) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Block B, EXO, IKON, Jay Park, Neo Culture Technology (NCT)
Tags Seul Ghoul
Visualizações 288
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores, desculpem a minha demora. Eu ando meio sumida do spirit, eu to tentando escrever a fanfic do ChanYeol faz 3 dias. E só agora consegui. Mas eu demorei também porque dia 7 foi meu aniversário e a semana tava corrida. Me perdoem mesmo.
Espero que gostem :3
(Hj não tem música. Não achei uma boa, mas podem ouvir com uma musica q vcs quiserem :p)

Capítulo 10 - Chapter ten - Don't


Fanfic / Fanfiction Seul Ghoul (Imagine Park ChanYeol) - Capítulo 10 - Chapter ten - Don't

P.o.v S/n

(...)

Hoje iríamos para praia, já que o dia estava bem quente. Todos estavam animados, menos eu. Algo na minha mente está me impedindo de sorrir hoje, por que será? 

Já na praia, os meninos brincavam no mar e um pouco mais afastado, ao lado minha mãe e meu padrasto. Eu estava sentada em uma quanga estendida na areia. Eu só os observava. Baek, SeHun e ChanYeol riam sem parar mas ChanYeol ainda era o mesmo de sempre. Minha mãe e o Jogin tarado estavam às carícias. Me senti sozinha neste momento. 

Baek me ve e se aproxima juntamente de SeHun e ChanYeol. Me olha preocupado e senta ao meu lado.

BH- Tudo bem S/n? Não está doente? - coloca a mão sobre minha testa.

S/n- Não.

BH- O que há com você? Está muito quieta.

S/n- Não há nada comigo... Vou dar uma volta ok? Mas sozinha. - me levanto e ele me olha. 

Eu já tinha andado muito, não tinha mais em minha vista os meninos ou minha mãe. Estava perto das rochas da praia e então vi algo estranho... Era... Alguém comendo... Uma pessoa?! A pessoa me vê e oude ver seus lábios cheios de sangue... Ando devagar para trás e começo a correr. Como tinha chegado em uma parte afastada das pessoas, parece que todos ficavam cada vez mais longe. Logo vejo Baek e ele percebe que estou correndo e vem até mim então. 

BH- O que aconteceu?! 

S/n- Eu... - Será que digo? Eles não podem acreditar em mim... Melhor não dizer nada. Pelo menos, não agora. - Eu...  Estava com muita sede, ai eu vim beber algo.

BH- O que? Era só isso? - faz bico. - Pensei que eu teria que proteger minha princesa de algum... Alguma pessoa - ri.

S/n- Não... 

BH- De qualquer forma, você está bem? - assinto. - Estávamos pensando, você quer ir conosco à uma festa que terá aqui? Vai ser legal, tem uns amigos nossos aqui. E eles convidaram agente.

S/n- Não sei não... 

SeHun- Ah vai ser legal! Vai saber se você fica bêbada e eu consigo... - Baek o olha com um olhar mortal. - E eu consigo ficar bêbado também.

S/n- Hummm, faz um tempo que não bebo. Talvez eu vá só para isso.

BH- Ah... Ok então. Esteja pronta às 8, a festa é 8:30. É meio longe a casa.

S/n- Ok ok...

Última vez que eu fui em uma festa, foi quando eu tinha 15 anos. Eu era bobinha e ingênua, meu pai me avisou pra não ir à essa festa... Eu não o escutei e aconteceu algo... Se me lembro bem, fui à festa e tinha bebido muito já, então teve um garoto que começou a me chamar pra ir pra cama com ele. Mas eu dizia "não!". Ele me levou até o quarto a força, eu tentei resistir. Por sorte, eu não fui estuprada. A... Yerin havia chegado a tempo para impedir o imbecil. Eu nunca mais fui em festas, com medo de acontecer algo. Eu sei que ainda pode ser perigoso mas eu tenho o Baek, SeHun e... ChanYeol, apesar dele ser um grosso comigo né. Irei nesta festa! Mas se algo acontecer eu nunca mais vou em uma.

Fomos embora da praia e eu logo iria tomar banho para tirar a areia do corpo, odeio isso. Eu ia tomar banho mas a "fila" tava meii grandinha né, quem foi primeiro foi munha mãe. E ele ainda estava naquele bendito banheiro, logo na porta esperava Jogin, depois SeHun, Baek, ChanYeol e eu em último. Todos com a toalha no ombro. Jogin estava impaciente. Mas quem tinha que estar assim era eu! Sou a última, nem sei se dará tempo de ir na festa... Se não der, eu fico aqui mesmo assistindo meus doramas. Agora que percebo, ChanYeol como estava a minha frente, vejo como alto ele é. Eu sou um anão de Jardim perto dele! Mininu alto!

S/n- ChanYeol? Por que é tão alto? - quando falo com ele tenho que olhar pra cima.

CY- Porque sim. 

S/n- Aff... - cruzo os braços. - você vai na festa? 

CY- Se eu vou ou não, não é da sua conta. 

S/n- Nossa, não precisa ser grosso assim! Eu só fiz uma pergunta. - ele me olha. - O que? 

CY- Pare de agir como criança. Isso irrita.

S/n- Olha ChanYeol, se você se incomoda comigo é só se retirar. - Ele ri debochado. Se inclina e chega perto do meu rosto.

CY- Eu falo como quiser, quem é você pra mandar em mim? - se levanta e se vira pra frente.

S/n- Vai se... - respiro fundo. - eu vou pro meu quarto. Baek me vê.

BH- Onde vai S/n? 

S/n- Pro meu quarto! Não aguento essa coisa ai na minha frente. - saio da "fila". Me jogo na cama e fico pensando.

" Se eu não vivesse, como seriam sem mim? "

Talvez... Fosse bom, ruim, feliz, triste. Desde que meu pai faleceu meu mundo não foi o mesmo. Parece que a felicidade que eu tinha sumiu, ele sempre me fazia sorrir, até mesmo nos momentos difíceis. Ele dava cor ao meu mundo, mas parece que agora... Tudo está

Preto e branco.

Mas eu tenho esperança de que alguém o faça ficar colorido novamente. Não posso desistir tão fácil assim, como meu pai me disse antes de falecer: 

Não desista tão fácil da vida, algo pode acontecer quando você menos espera. 

E levo isso pra minha vida, prometi para ele que viveria a vida de um jeito que ele não pode. Já tive uma amiga que tentou se suicidar, mas eu disse aquilo para ela. E hoje, ela está namorando e quase começando a faculdade. 

Pensando bem agora, não faço a mínima idéia de que faculdade irei fazer. Eu estou no último ano do ensino médio, logo estarei entrando pra faculdade e me tornando mais uma na população. 

Humm... Será que algum dia eu irei namorar o garoto que admiro? Eu sei que ele pode não querer, mas eu me sentiria feliz se ele pelo menos notasse que gosto dele... Ah... Ele me mata por dentro.








Notas Finais


Gente, foi curto? Foi. Mas eu tentei juro. Essa semana foi difícil escrever :'/.
Espero que tenham gostado... Bjs
Vou tentar postar ainda hj o do Jungkook


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...