História Sex and Love - - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Alex Danvers, Eliza Danvers, Lena Luthor
Tags Alex, Kara, Lena, Maggie, Mulher Maravilha, Sanvers, Supergirl
Visualizações 247
Palavras 1.894
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite.

Boa diversão meus amores

Capítulo 28 - Tudo esta perdido.


 

Alex e Lena.  

 

Lena já havia voltado para empresa. Alex iria tirar seus cinco dias de férias. As duas amigas estavam brindando na sala da Danvers.  

 

Alex: Até que enfim vou ter uma folguinha, minha mulher é quem vai amar isso. Vai me ter só para e para travesa da nossa filha 

 

Lena: Mel me da vontade de ter filhos. Sei que vai gozar muito nessas férias.  

 

Alex: Pode apostar, mas tem algo que esta me deixa preocupada.  

 

Lena: Mulheres? – Damos risada.  

 

Alex: Sara.  

 

Lena: Ou Alex. Achei que tinha sossegado. Não diga que você ainda esta?  

 

Alex: Não! Lena eu tive meus deslizes, mas agora sou fiel a minha mulher! Juro a você. 

 

Lena: Alex você é terrível!

 

Alex: Ela ameaçou meu casamento. Lena se ela contar a Lucy sobre o caso que nós tivemos meu casamento esta acabado.  

 

Lena: Alex, isso seria tão ruim assim? - Lena estava desgostosa com a união conjugal.

 

Alex: Lena, acredite em mim quando digo que amo minha mulher e filha. Lucy eu estávamos em um momento de muitas brigas e desconfiança quando trai ela.  

 

Lena: Isso não justifica sua pulada de cerca minha amiga.  

 

Alex: Não sei o que fazer, Lena. Não sei se conto a ela ou espero essa bomba estourar e ela me mata.  

 

Lena: Diria para contar a ela, estou farta de mentira Alex, mas acho que sua mulher vai enlouquecer de qualquer forma.  

 

Alex: O que foi que eu fiz? Sara só foi uma transa desesperada e uma puta de uma burrice.

 

Lena: Quer que eu de um cala boca nela. – Alex sorri.  

 

Alex: Pode ser pior ainda. Vou cuidar disso. 

 

 

 

Sara Lance.  

 

 

Lucy estava brincando com a filha no tapete da sala.  

 

Lucy: Amor você igual a sua mãe. Olha essa bagunça Mel. 

 

Mel: É mama. – Mel jogou os brinquedos pela casa toda.  

 

Lucy: Vem aqui sapeca. – Pego mel no colo e começo a fazer consigas na pequena malandrinha. Escuto a campainha tocar. – Deve ser a mamãe sua levada.  

 

Abro a porta.  

 

Lucy: Sara!  

 

Sara: Olá, Lucy. – Sara sempre muito gentil comigo. – Será que eu poderia entrar?  

 

Lucy: Claro fica a vontade só não repara na bagunça da minha filha.  

 

Sara: Olá, Melissa!  

 

Lucy: Filha olha, a brincadeira agora é pegar todos os brinquedos e colocar na caixa. 

 

Sara: Eu ajudo essa coisa linda.  

 

Lucy: Mel é tão bagunceira quanto Alex. – Sinto que Sara quer fala algo.  

 

Sara: Sobre Alex que vim falar.  

 

Lucy: Sara se é sobre aquele dia em que você estavam discutindo, não costumo me meter nas decisões de trabalho da minha mulher.  

 

Sara: Não é isso. Fico até sem jeito de falar, mas estou aqui como sua amiga.

 

Lucy: Sara por favor. - Fico tensa.

 

Sara: Acho que Alex esta te traindo. – No momento acho que não processei bem aquela frase.  

 

Lucy: Do que você esta falando? – Sou agressiva.  

 

Sara: Deis do dia que a quela tal de Maggie chegou na empresa ela anda estranha, não reparou nisso?

 

Meggie aquela puta estava com a minha mulher. Bem que reparei que Alex anda distante só pode ser por causa dela, mas mato aquelas duas filha da putas. 

 

Sara: Sabe como Alex é.

 

Lucy: É mesmo, porque não me conta? - Falo cinicamente. 

 

Sara: Apenas vim fazer o favor de te alertar sobre.. . 

 

Lucy: O que você veio fazer aqui é me colocar  contra a minha mulher. Agora qual sua intenção com isso eu não sei e nem o que esta ganhando. – Lucy não é burra. 

 

Sara: Alex não presta!

 

Lucy: Lava essa boca antes de falar da minha mulher ou não respondo por mim. Agora saia da minha casa.  

 

Sara: Tudo bem, já falei o que eu queria baby. – Lucy encara Sara como se fosse voar na garganta dela, mas não faz nada por causa da filha.  

 

Kara e Lena 

 

Lena estava tomando conhecimento das coisas na empresa quando recebe uma visita inesperada.  

 

Lena: Supergirl!  

 

Kara: Luthor! – Fala em um tom firme e suave.  

 

Lena: Que bom ver você aqui. Posso fazer alguma coisa por você.  

 

Na verdade Kara estava a muito tempo observando a Luthor trabalhar até tomar coragem e ir até ela.  

 

Kara: Lena, eu . . . – Kara vacilas. nas palavras. – Quero ouvir você.  

 

Lena: Do que esta falando exatamente?  

 

Kara: Antes estava com tanta magoa que não poderia nem olhar para você. Agora que tudo isso passou preciso saber porque desistiu de nós?  - Por essa Lena não esperava. 

 

Lena não sabia responder de pronto. Não sabia dizer se foi o medo do que ela estava sentindo por Kara na época ou se a  morte do pai e as obrigações que surgiram no caminho.  

 

 

Lena: A distancia . . . 

 

Kara: Lena, eu teria largado tudo por você. – Kara dispersa em emoção suas palavras o que faz Lena erguer espantosamente as sobrancelha e ficar de boca aberta.  

 

Lena: Kara eu te amava. Amava tanto que . .  

 

 

Kara: Tanto o que?  

 

Lena: Kara se eu pudesse voltar no passado .  

 

Kara: Nem vem com essa. Você desistiu de nós e na primeira oportunidade você se casou com aquela lá.  

 

A verdade é que Diana fez Lena esquecer Kara. Diana deu tudo a Lena, mas Lena nunca iria admitir.  

 

Lena:Tem razão fui uma cretina deveria ter ficado e lutado por nós, não espero que entenda minhas escolhas. 

 

Kara: Por muito temo eu quis te odiar e esquecer o que sentia por você. 

 

Lena:Kara não faz isso. Sei que não podemos voltar no passado, mas também não devemos nos culpar pelo que esta feito. 

 

Kara:Tem razão, somos outras pessoas agora. - Kara se vira para ir embora.

 

Lena: Janta comigo? 

 

Kara: Só se eu cozinhar!

 

Lena: Você não sabia nem fritar um ovo meu amor. - Por um instante realmente tudo havia sido esquecido entre elas. 

 

Karar: Aprendi com minha noiva. - Kara abaixa cabeça pensando em Sam.

 

Lena: Você ama ela? 

 

Kara: Sim, e ainda quero recuperar a relação que eu perdi.  

 

 

Alex e Lucy 

 

P.O.V 

 

Chego em casa e encontro Lucy com uma garrafa de vinho sentada ao sofá.  Algo estava errado minha mulher só bebe em momentos de crise.  

 

Alex: Esta tudo bem? – Pergunto pressentindo que tudo vai desmoronar entre nós.  

 

Lucy: Responde você Alex.  

 

- Amor não sei o que esta acontecendo.  

 

- A quanto tempo Alex? – Ela me olha de um jeito ameaçador. - Lucy se levanta encarando meu olhar culpado.  

 

- amor, do que esta falando?  

 

Lucy taca a taça no chão. Odeio quando ela faz essas cenas.  

 

- Ficou louca? Doida.

 

- Quanto tempo você esta me traindo?– Ferrou essa hora ela já sabia de tudo. Porra não podia nem esperar as minha férias, malita Sara.

 

- Lucy, não sei o que você quer fazendo essa cena.  

 

- Sara esteve aqui. – O Jesus eu estou ferrada.  

 

- Amor você não pode acreditar naquela vadia.  

 

- Não? Não, Alex? – Ela vem em cima de mim, mas consigo segura-la. 

 

- Alex, sua filha da puta. – Lucy se debate em meus braços sem deixar eu falar nada.  

 

- Não sei o que ela te falou, mas posso jurar que é mentira.  

 

- É mentira que você esta me traindo com aquela puta.  

 

- Para com isso!  

 

Lucy: Alex eu quero que você vai embora da minha vida. ME SOLTA.  

 

ALEX: Vamos conversar no quarto. – Lucy começa a chorar em meus braços.  

 

- Não tenho, mas nada para falar com você , pega as suas coisas e vai ficar com Maggie. – Espera ai Meggie?  

 

- Do que você esta falando que Maggie tem haver com isso?  

 

- PARA ALEX CHEGA DAS SUAS MENTIRAS. VOCÊ ANDA ME TRAINDO COM AQUELA MULHER.  

 

Alex: Amor, nada disso é verdade acredita em mim.  

 

Lucy: Sara esteve aqui e me contou tudo.  

 

Alex: Lucy não percebe que ela quer acabar com nosso casamento.  

 

Lucy: Me fala porque ela iria querer isso? Qual é o interesse dela nisso? Até onde sei ela não é minha amiga para me avisar que minha mulher anda me traindo. – Lucy me da vários tapas.

 

Alex: Para com isso!  

 

Lucy: De Alex, não aquento mais isso.  

 

Alex: Não estou traindo você com Meggie. Sara esta fazendo isso para se vingar. – Faço uma pausa e a verdade estava preste a sair. -Sara e eu tivemos um Caso. – Lucy fica inerte nas minhas palavras eu nem sei o que dizer para minha mulher. – Fala alguma coisa. Achei que ela iria fazer qualquer coisa, mas ao invés disso ela vai para o nosso quarto e se tranca lá. Por um momento achei que nossa briga tinha terminado me sirvo de uma Bebida e logo o inferno começa de novo. Lucy aparece jogando as minhas coisas no meio da sala.  

 

Lucy: Eu quero que você saia dessa casa. Quero que você suma da minha vida. – Ela começa a jogando tudo.  

 

Alex: Não vou embora. Essa minha casa não vou deixar minha filha e nem você.  

 

Lucy: QUERO QUE VOCÊ VAI PRO INFERNO ALEX. – Naquele momento percebo que arruinei meu casamento. – Vai embora para casa de uma das suas amantes.  

 

A campainha toca. Não faço ideia de quem pode ser essa hora.  

 

Alex: Controla esse seu show. – Abro a porta e para minha infelicidade era assistente social. Nós ainda estávamos em processo de guarda de Melissa.  

 

Rebeca: Olá! – Uma mulher negra , alta e cabelo Black. – Senhorita Alex poderia entrar. Lucy aparece na porta e de pronto a mulher percebe ter algo errado.  

 

Lucy: Rebeca por favor entre. – Ela tenta disfarçar ,mas é tarde.  

 

Rebeca: Acredito que eu cheguei em uma péssima hora. – Ela nota as roupas jogadas no chão. – Você estavam brigando?

 

Alex: Não esta tudo bem. - falo com uma cara de pau impagável.

 

Lucy: É esta. – Minha mulher não aquenta e começa a chorar. – preciso no banheiro. - Aquela hora tudo estava perdido. 

 

Rebeca: Como esta a pequena Mel? – Minha filha , não senhor não posso perder minha garotinha, meu coração queria sair do peito, mas mantive o controle.

 

Alex: Melissa esta ótima. Faz um mês ou mais que você não aparece.  

 

Rebeca: Alex, gosto de vocês. Vejo o amor e cuidado que tem com a pequena, mas o conselho social recebeu fortes denuncia contra vocês duas.  

 

Alex: O que ? Do que esta falando? 

 

Rebeca: Tem uma investigação acontecendo. Houve uma denuncia que Melissa foi deixada pela mãe no seu trabalho e por descuido ao bem estar menina  foi colocado em perigo.  Verdade que você deixou ela entrar em uma sala exposta a radiação? 

 

Alex: Posso explicar o que aconteceu.  

 

Rebeca: A briga entre vocês é sempre acalorada desse jeito? – Rebeca sai pegando as minhas roupas pelo chão.  

 

Alex: Isso foi um mal entendido.  

 

Rebeca: Pode me levar até a menina? – Acompanho Rebeca até o quarto da minha filha que dorme de Bundinha pra cima usando apenas frauda. Só de olhar para ela meu coração se aperta.

 

Rebeca: Ela parece bem.  

 

Alex: Rebeca do que nós estamos falando para isso ficar entre nós? – Não , eu não estava fazendo a merda de tentar subornar uma assistente social.  

 

Rebeca: Senhorita Alex, por quem me tomas?  

 

Alex: Apenas . . . 

 

Rebeca: Melhor se calar. Lamento, mas depois dos meus relatos. Duvido que um Juiz ira conceder a guarda da criança a vocês duas. Eu sei o caminho, passar bem.  Fala se retirando. Tudo estava perdido, meu casamento agora o processo de adoção da minha filha.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Então gente o que vai ser da Alex e a Lucy?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...