História Sex Hot [1.d] - Capítulo 72


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles Hot, Hot, Hot Com One Direction, Hot Com Styles, Sex Hot, Sexo Com Harry, Sexo Com One Direction
Visualizações 700
Palavras 2.664
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse é o pedido da ~Fuck_Me_Hazza, espero que goste.

Capítulo 72 - FuckMeHazza (h.s)


Fanfic / Fanfiction Sex Hot [1.d] - Capítulo 72 - FuckMeHazza (h.s)



"Sophie, você reclama demais." Fabi disse me fazendo revirar os olhos.


"Eu não reclamaria se não estivesse sendo esmagada." Retruquei e segurei na grade a minha frente e tentei não ser arrastada dali.


"Fazer o que amiga, é One Direction né, todo mundo quer ficar aqui na frente como estamos, então minha dica é, segure firme e não suma do meu lado." Piscou para mim e eu bufei, trocando o peso do corpo para a outra perna e fiquei esperando, com a minha habitual cara de tédio.


"O bonitinho está ali correndo igual um doido." Comentei vendo um dos garotos, Niall se não me engano, correndo igual um retardado no final do palco.


"NIALL, EU TE AMO." Fabi gritou e o irlandes parou de correr e acenou para ela, e então todo mundo começou a gritar, inclusive minha amiga.


"São só caras." Resmunguei e Fabi fez careta.


"Você fala como se não tivesse babado no meu poster do Harry." Zombou e eu dei a lingua a ela.


"Ele é bonito, e você sabe, amo olhos verdes e covinhas, e ele tem os dois." Dei de ombros e ela riu.


"Quieta, vamos prestar atenção, vai que mais algum vem." Grudou no meu braço e ficamos encarando o palco vazio em silencio, até o do topete aparecer e todo mundo gritar.


"Oi pessoal." Ele disse acenando para nos e piscou para mim ao chegar perto da gente.


"Ai meu Deus, o Zayn piscou pra voce." Fabi ficou gritando enquanto eu sorria.


"Idai mulher, ele só é gato, não Deus." Segurei ela para parar de pular e ela me cutucou.


"Cala a boca." Revirou os olhos e voltou a pular, chamando o nome do Zayn.


"Aquele ali sim é uma tentação." Comentei chamando a atenção dela e apontei discretamente para um canto do palco onde Harry estava escondido apenas observando.


"Ai meu Deus, ele é muito sexy." Ela murmurou e acenou para ele, que acenou de volta sorrindo de lado.


"Homem gostoso." Comentei deitando minha cabeça no ombro da Fabi e Harry fez o mesmo gesto, olhando diretamente para mim e sorrindo.


Fiquei um pouco vermelha e ri, me sentindo envergonhada por ele esta olhando para mim, mas continuei com a cabeça em pé, por que não queria deixar de olha-lo.


"Ele esta fixado em você." Fabi comentou e eu sorri, acenando discretamente para ele.


Harry ajeitou a cabeça, acenou de volta e fez um gesto de me liga, o que me fez rir, enquanto ele sorria de lado e saia do palco ainda escondido.


"Ele gostou de voce, ai meu Deus. Sarry forever." Fabi começou a gritar e eu tive que tampar a boca dela.


"Sarry é um nome horrivel, e ele só estava brincando, para de escandalo, sua louca." Segurei ela e ri, enquanto ela sorria como uma criança que ganhou o melhor presente no natal.


[...]



"Ele não para de olhar pra voce, brincadeira nada, ele esta muito interessado, isso sim." Fabi disse me cutucando e eu revirei os olhos enquanto tentava prestar atenção na letra da musica que os meninos cantavam.


"Voce mesma vive falando que ele é brincalhao Fabi, ele nao quer nada comigo." Respondi e me escontei na grade, olhando para o Harry enquanto ele cantava Little things, olhando para mim eventualmente.


Suponho que a aceleração no meu coração seja pelo fato de ele ser muito bonito, estar olhando para mim, sorrir sempre que o faz e a letra ser romantica.


É estranho pensar que ele esta cantando para mim, porém eu gosto da sensação de imaginar que seus olhares são mais do que inocentes, e que ele quer mesmo fazer tudo o que seus olhos parecem dizer.


"Vem logo Soph, vamos ficar em ultimo lugar." Fabi saiu me arrastando para o camarim e ficamos atras da fila de garotas, como minha amiga, todas muito impolgadas e gritando pelos garotos.


"Eu vou tirar foto com todos, e vou agarrar aquela bunda do Louis." Fabi disse pulando do meu lado e eu sorri para ela.


"Safada, vai acediar o coitado." Fiz cara de decepçao e ela riu, batendo no meu braço.


"Cala a boca." Disse brincando e continuou pulando até chegar nossa vez para irmos ver os garotos.


"Ai meu Deus, eu amo vocês." Fabi disse correndo até eles e abraçou o Niall, que ficou meio sem jeito.


"Oi." Cumprimentei meio timida e não demorou nada para Zayn estar do meu lado.


"Oi, eu sou o Zayn." Se apresentou beijando minha bochecha e eu sorri.


"Sophie, mas pode me chamar de Soph." Me apresentei e ele segurou minha cintura e começou a puxar papo comigo.


No tempo que fiquei dentro do camarim, cumprimentei todos os garotos, inclusive o Harry que é muito cheiroso, e fiquei conversando com o Zayn, que resolveu me achar muito interessante.


Antes de irmos embora ele pegou meu numero, beijou minha bochecha e piscou para mim. Ri de seu gesto e olhei para o Harry antes de sair, ele sorriu de lado para mim e acenou um adeus, parecendo menos animado do que antes.


"Zayn ta caidinho por você." Fabi disse assim que entramos no meu carro e eu revirei os olhos para ela. 


"Fica quieta." Reclamei e fomos para minha casa.



[...]



"Volto logo amor, são só algumas coisinhas que preciso resolver." Zayn me deu um selinho e eu cruzei os braços.


"As 10 da noite?" Reclamei e ele assentiu.


"É rapido, eu juro." Sorriu de lado e terminou de se vestir, beijando minha testa antes de sair do meu quarto e ir para algum lugar.


Meu relacionamento com o Zayn é um pouco estranho para mim, principalmente levando em conta que eu não consigo evitar me sentir atraida pelo Harry.


Quando comecei a sair com o Zayn, as coisas eram legais, e eu só queria aproveitar o momento. Quando ele me pediu em namoro eu quase recusei, por que senti que estava traindo o Harry de alguma forma, mesmo a gente sendo apenas bons amigos. Eu aceitei o pedido, apenas por que fiquei sem jeito, e Zayn é um cara legal, divertido e bonito, não custava nada dar uma chance a ele não é?


Porem cada dia que passa,  gosto menos dele e mais do Harry, que esta sempre por perto, sorrindo para mim, me abraçando e dizendo coisas bonitas.


Ele é tão carinhoso, gentil, romantico, que as vezes tenho raiva de mim por ter escolhido o Zayn e não ele.


Não que o Harry tenha demonstrado total interesse em mim, mas sinto que se eu dissesse a ele que o quero, ele seria meu, sem contestar nada.


"Sophie." Ouvi a voz da minha melhor amiga me gritando da varanda e me levantei da cama, vestindo ,inha camisola e descendo para abrir a porta para ela.


"O que foi?" Perguntei assim que abri a porta e ela torceu o labio para mim, me abraçando em seguida.


"Sinto muito, ele é um idiota." Disse no meu ouvido antes de se afastar e me mostrar uma foto em um site, onde o Zayn, estava beijando a Perrie Edwards, uma cantora muito bonita que ja vi algumas vezes na tv.


"Desgraçado." Xinguei incredula e me joguei no sofa, sem acreditar que ele havia mesmo me traido.



[...]


Nunca imaginei que ficaria feliz com a traição do Zayn. Claro, nao gostei de ser traida, mas nos resolvemos, eu o perdoei e agora somos bons amigos. A parte que realmente me alegrou foi a que o Harry apareceu na minha casa para me consolar e me beijou, dizendo que ele seria melhor para mim e que eu deveria dar uma chance a ele de mostrar o quanto me faria feliz. Eu fiquei sem reação na hora, e a unica coisa que fiz foi beija-lo de volta.


Hoje estamos juntos e eu posso dar total certeza de que o amo , mais do que poderia imaginar algum dia. Harry é o homem da minha vida e eu sou totalmente grata por ter ele comigo hoje.


"Pensativa demais." Harry disse aparecendo atras de mim e apertou meus ombros, deitando o queixo na minha cabeça.


"As vezes." Comentei apertando em teclas aleatorias do notebook e depois fechei ele.


"Sem criatividade para escrever o artigo?" Assenti cansada e me joguei para tras na cadeira. 


"Ser jornalista é uma merda." Reclamei bufando e ele sorriu, puxando a cadeira e me levantando.


"Vamos para o quarto, aproveitar um pouco, amanha você continua a escrever." Cheirou meu pescoço e eu me arrepiei toda.


"Tudo bem." Concondei sem esforço e segui ele até nosso quarto, me jogando na cama em seguida. 


"Preguiçosa." Disse deitando em cima de mim e eu fingi que estava me sufocando.


"Sou mesmo." Respondi e ri quando ele começou a fazer cocegas em mim.


"Ainda admiti, nao tem vergonha ne." Brinquei me puxando na cama e me deixou de frente para ele. "Voce é linda sabia?" Acariciou meu rosto e se abaixou para morder meu labio. "Nao acredito que é minha." Sorri para ele e puxei sua nuca, o beijando lentamente.


"Eu também nao acredito que é meu." Falei abraçando ele e nos rolamos na cama, eu ficando por cima de seu corpo.


"Mas eu sou, total e completamente seu. Então, vamos ficar aqui batendo papo ou fazer um sexo selvagem?" Ri de sua pergunta pervertida e bati em seu peito.


"Você é um safado." Resmunguei e ele sorriu. "Sexo." Murmurei e o beijei, puxando seu cabelo como forma de dizer que queria algo realmente selvagem.


"Agora sim estou gostando disso." Harry disse brincando e puxou minha blusa, segurando meus seios enquanto mordia o labio. "Vem ca." Chamou puxando meu corpo e abocanhou meu mamilo, chupando devagar.


"Era pra ser selvagem." Reclamei enquanto mexia em seu cabelo e ele riu, jogando meu corpo na cama e ficando por cima de mim.


"Voce quem pediu." Rosnou com aquele sorisso sexy dele e tirou meu short com força, quase o rasgando no processo. "Como eu amo isso." Comentou ao ver que eu nao estava usando calcinha e beijou entre minhas pernas, me fazendo gemer.


"Harry." Resmunguei enquanto ele chupava meu clitoris e segurei o lençol com força, tentando controlar meu quadril.


"Delicia." Ele comentou e subiu sobre mim, puxando o elastico da bermuda roçou seu penis duro sobre meu clitoris, empurrando um pouco apenas para provocar. 


"Haz." Gemi e ele sorriu de lado, segurando meu rosto e beijando minha boca.


"Quero te ouvir implorar." Mandou e eu bati no braço dele.


"Nao vou implorar, apenas me fode logo." Fiz bico e ele riu.


"Isso pra mim é implorar." Comentou ironuco e levantou minha perna, se aproximando mais.


"Malvado." Retruquei e ele sorriu, me beijando, entrou em mim de uma vez, quase me fazendo engasgar.


"Minha Soph." Rosnou sobre meu ouvido e passou a se mover, rodando o quadril para acertar meu ponto G.


Arranhei suas costas tentando controlar um pouco o excesso de sensações e gemi quando ele segurou na cabeceira da cama e entrou com mais força, me enchendo por inteira.


"Selvagem o bastante?" Harry perguntou no meu ouvido e eu ri entre um gemido, o puxando mais perto enquanto meu orgasmo se formava. "Vem pra mim princesa." Harry murmurou com a voz rouca e eu levantei meu quadril um pouco, para criar mais contato.


Gozei de repente, tendo espasmos, enquanto Harry aumentava sua velocidade até parar de se mexer, se libertando dentro de mim. 



[...]




Nunca, em toda minha vida eu imaginei que ficaria noiva do cantor, Harry/ muito gostoso / Styles, porem essa é a minha realidade de hoje.


Parece engraçado pensar no tempo em que eu apenas revirava os olhos para a Fabi toda vez que ela começava a falar sem parar da banda One Direction. Claro que eu só me interessava quando o Harry estava envolvido, ja que sempre achei ele muito gato.


Porem em nenhum momento durante o m&g eu achei que fosse me apaixonar por ele, e ele por mim.


Mesmo com toda coisa com o Zayn, nos estamos otimos juntos e eu tenho toda certeza do mundo que ele é o homem da minha vida.


As vezes fico boba com tudo isso, a fama foi algo que consegui superar, mas ter ele só para mim, sendo meu noivo, me dando carinho, amor, atenção, respeito, sexo gostoso e romantismo, ainda é algo inedito que não parece ser mesmo real.


Quando ele me pediu em casamento eu quase desmaiei em cima dele, precisei de muita força de vontade oara continuar acordada e dizer sim, por que naquele momento todo meu mundo parou, e eu não sabia o que fazer.


Em nenhum momento eu quis recusar o pedido, mas fiquei emocionada e sem saber o que dizer. "Você é o homem da minha vida, eu te amo muito e quero viver para sempre ao seu lado" seria algo bom, mas eu so consegui dizer "sim" e quase morri de tanto chorar.


Nao existe outra pessoa para mim, sempre foi o Harry e sempre vai ser ele. Com todos os defeitos e qualidades, com suas manias irritantes e seu jeito palhaço de ser, eu amo ele por completo, sem tirar nada e nem por.


"Por que esta chorando?" Harry disse se sentando no meu lado e eu sorri para ele, colocando minha caneca com chocolate quente de lado e abracei seu corpo.


"Não estou triste. Estava lembrando do dia em que me pediu em casamento." Comentei olhando para ele e vi seu sorriso se formar.


"Primeiro eu achei que voce fosse dizer nao, mas entao voce disse sim, porem ficou chorando como uma criança, fiquei muito confuso aquele dia." Disse puxando minhas cintura e me sentou em seu colo.


"Eu so estava emocionada, fiquei feliz com o pedido." Respondi e ele assentiu, limpando as lagrimas dos cantos dos meus olhos.


"Eu tambem estava quase chorando, mas me segurei, nao queria parecer sentimental demais." Acariciou minha bochecha e eu sorri, raspando nossos narizes.


"Voce fica adoravel quando chora." Admiti e ele riu, nos deitando na cama e cobrindo nossos corpos do frio horrivel do inverno.


"Caverninha dos segredos." Riu de seu comentario e me deu um selinho. "Eu nunca mais vou amar ninguem alem da minha noiva. Isso é segredo, nao conta para ela." Silencio minha boca com seus dedo longo e eu ri, assentindo.


"O meu segredo é que eu sou louca por um cara chamado Harry, nunca amei ninguem como eu amo ele, mas isso fica so entre nos ok?" Pedi fazendo o mesmo que ele fez comigo e ele sorriu de lado.


"Você é linda sabia?" Tocou meu cabelo com cuidado e beijou minha testa. "Esse friozinho esta otimo para um compartilhamento de calor humano, nao acha?" Disse mexendo na barra da minha camisola e levantou ela, tocando minha barriga.


"Quem fala compratilhamento de calor humano? Voce é doidinho." Brinquei colocando a mão na barra da calça de moletom dele e mordi sua bochecha.


"Eu falo, mas entao, quer ou nao compartilhar calor?" Assenti rindo a sua pergunta e deixei e ele tirar minha camisola, deixando de lado. "Voce tem a pele tao macia." Comentou deslizando os dedos em volta dos meus mamilos ja duros e beliscou fraco. "Quero fazer amor com voce, bem devagar." Avisou descendo os dedos pela minha barriga e parou em cima do meu sexo. "Sem presa, sem pressão." Sorriu de lado sabendo que gosto da musica em que um cantor que eu gosto diz isso, e eu segurei a nuca dele.


"Então faz." Falei sorrindo e ele tomou minha boca, me beijando lentamente, enquanto saboreava cada canto como se fosse a primeira vez.


"Bem devagar." Disse abaixando sua calça e deitou seu penis quente sobre minha barriga.


Peguei em seu pau e fiquei movinentando minha mão, sentindo ele ficar cada vez maior até o ponto em que estava pulsando entre meus dedos.


"Dentro de voce amor, me coloca dentro de voce." Harry pediu e eu assenti, guiando sua glande ate minha entrada e movi meu quadril, para dar um acesso melhor.


Assim que Harry estava parcialmente dentro de mim, ele se moveu um pouco e me preencheu por inteiro, deslizando até o fundo sem dificuldade alguma.


"Você é tão quentinha, apertada e molhada." Comentou no meu ouvido e eu sorri, segurando seus ombros enquanto ele se movia lentamente dentro de mim, prolongando nosso prazer.



Ficamos em um ritmo lento por um bom tempo, ate o orgasmo começar a se formar no meu ventre e eu precisar da tão amada libertaçao.


Deixei Harry chegar perto do seu orgasmo primeiro antes de mover meu quadril com o dele, fazendo com que gozassemos juntos, gemendo baixinho com a respiração entre cortada.


Notas Finais


AVISO: Gente, hj so vou postar esse pq nao estou tendo tempo de escrever. Tenho 9 pedidos ainda para entregar, mas vou entregar todos. Talvez demore um pouco, mas ate o fim do ano, eu vou ter publicado todos, prometo. Espero que entendam. Ate ^*^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...