História Sex on fire - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Zlatan Ibrahimovic
Personagens Personagens Originais, Zlatan Ibrahimović
Visualizações 35
Palavras 1.382
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Dois


Fanfic / Fanfiction Sex on fire - Capítulo 2 - Dois

"Minha pele te pede, no peito saudade que não se mede

Fora do comum, não sou o primeiro, mas sei que não sou mais um

E a cada gole me estrago, te trago na dor de cada trago."



Point Of View - Maximilian Ibrahimovic.


Oi filha, como você está grande! — Falei sorrindo olhando-a pela tela do celular. Fiz uma chamada de vídeo com a Jéssica. 

Papai, quando você vem? 

Em breve. Jéssica, ela pode vim em dezembro pra cá? 

Não Maximilian, ela ainda não fica sem mim por muito tempo. Pensei que você viria. — Ela suspirou com pesar e eu assenti observando-as. Jéssica ainda gosta de mim, mas não é recíproco, eu não a amo mais, estava apenas empurrando com a barriga o relacionamento. 

Beleza, vou dá um jeito de ir. Estou ocupado desde que cheguei aqui. Minha mãe não para de me atribuir coisas pra fazer. — Menti mordendo o lábio inferior e ela riu. 

Você mente muito mal. Falei com sua mãe ontem e ela me disse que você está um verdadeiro vagabundo, só dorme e vai a festas. Tchau Maximilian Ibrahimovic, da tchau pro papai filha. — Disse finalizando a ligação antes que eu e nossa filha pudesse responder. 

Desisti da faculdade há um ano e voltei pra cá, não me via mais como advogado e estava sendo insuportável continuar o curso sem gostar. Meu pai ainda está bravo por eu ter largado a faculdade, mas me fez bem, preciso pensar um pouco mais sobre o que fazer da vida. Ele já está inventando de me colocar pra trabalhar na loja física dele, mas não estou interessado. Ele quer que eu pague a pensão da Lauren, mas como estou sem emprego, ele quem paga por mim. 

— Filho, podemos conversar? — Minha mãe entrou no quarto sem bater na porta e eu assenti. — Esse quarto está fedendo a sexo e cigarro. — Comentou torcendo o nariz e eu gargalhei e sentei na cama e ela fez o mesmo. 

— Fala aí. 

— Você brigou com seu pai? — Perguntou séria e eu neguei com a cabeça. 

— Não, ele falou algo? — Perguntei confuso e ela negou com a cabeça. 

— Não, é que já faz meses que você não vai pra Los Angeles. Pensei que estivessem brigados. 

— Tenho dois motivos pra isso, o primeiro é que briguei com a Emilly, e o segundo é que ele não quer mais pagar nada pra mim, isso inclui passagens de avião para ir visitá-lo. — Revirei os olhos e ela também. 

— Por que brigou com a vadia? — Seu tom de voz soou mais interessado do que o normal. Ela odeia a Emilly desde que ela e meu pai começaram a namorar.

— Quer mesmo saber? — Arqueei a sobrancelha e ela assentiu. 

— Diga, sou sua mãe. 

— Não vai contar nada pro meu pai, entendeu? Se fizer isso, eu sumo pelo mundo e não volto mais. — Ameacei sério e ela arregalou os olhos assustada.

— Fala logo meu filho, estou ficando preocupada. — Disse impaciente e eu ri. 

— Falei pra ela que sou apaixonado por ela. Entende a gravidade disso? Ela é mulher do meu pai. — Falei envergonhado e ela ficou me encarando perplexa. Emilly sempre foi tão gentil e doce comigo, que posso ter confundido tudo e me apaixonei por ela, desde o aniversário das minhas irmãs eu já estava confuso, e foi quando ela anunciou que estava grávida e a Jéssica também. Meu irmão e minha filha tem a mesma idade. 

— Podemos acabar o casamento do seu pai Maximilian, se você quiser minha ajuda, faremos isso em breve. — Ela dizia sorrindo como uma louca e eu quase a não reconheci. Eu jamais faria qualquer coisa que resultasse no fim do casamento do meu pai, sei o quanto ele ama aquela mulher. 

— Você ouviu o que acabou de dizer mãe? Usou droga? Ficou louca? — Perguntei incrédulo e ela negou com a cabeça.

— Me respeita, Max! Mas como você também conseguiu se apaixonar por aquela vadia? Não basta o idiota do Zlatan... agora você também filho, estou decepcionada. 

— Não faz pergunta difícil. Eu não queria que isso tivesse acontecido, porra, isso é foda. Ela é minha madrasta e ajudou meu pai a me criar, soa doentio esse amor. — Bufei irritado e ela assentiu. — Não é justo. 

— Isso é verdade. Mas você não teve culpa amor, para com isso. Tenta esquecê-la, será melhor pra você, pro seu pai e pra ela. — Ela pareceu tão sensata que eu tive que olhar em seus olhos pra ver se estava sendo verdadeira. 

— A gente se beijou. — Confessei mordendo o lábio inferior e ela arregalou os olhos. 

— Você transou com ela? Maximilian! 

— Beijar não é transar, mãe. Foi só um beijo e ela deu um tapa na minha cara depois. — Gargalhei ao lembrar. Ela ficou tão ofendida e brava, que queria me matar. 

— Você está maluco, meu filho. Para com isso e esquece aquela vadia. Vou pra academia agora, qualquer coisa peça a Mary. — Disse se levantando e beijou minha testa e saiu do quarto. Fiquei olhando minhas mensagens no WhatsApp não vi as horas se passarem. 

Pai: Oi filho, tudo bom? No final de semana é o aniversário do Milan. Você vem, né? Compra as passagens no seu cartão, que eu pago. Beleza?

Eu: Oi pai, tudo beleza e o senhor? Ah, não sei de vai dá pra eu ir. Tô com um rolo aqui.

Pai: Eu não quero saber de rolo nenhum, seu irmão não para de falar de você e do Vicent. 

Eu: Não vou garantir nada, como disse, tô com um rolo. 

Pai: Que porra de rolo é esse cara? Você não está fazendo porra nenhuma da vida aí, só dando despesas a sua mãe. A gente precisa conversar pessoalmente, é sério. 

Eu: Beleza, eu vou. Amanhã ou sexta estarei aí! Avisa a Emilly. 

Pai: Aviso. Tchau 

Só visualizei a mensagem dele e voltei a ficar olhando meu Instagram, eu sei que não deveria ir pra lá, mas meu pai já está tão decepcionado comigo, que me sinto mal em negar algo pra ele.

Josh: Moleque, partiu noitada? 

Eu: Ainda tá cedo, meu brother. Tá maluco? Fdp.

Josh: Hahaha Vai se foder. Vai ou não? Inauguração daquela boate do meu amigo Steve, vai ter muita bebida, droga e mulher. 

Eu: Vou. Passa aqui pra me buscar bro. 

Josh: Beleza. Às 23:00 horas, esteja pronto, donzela. 

Eu: Vai se foder

Eu: Filho da puta 

Josh: Também te amo bro

Visualizei a mensagem dele e não respondi nada, fiquei respondendo outras mensagens e vi uma da Emilly, meu coração subiu pra boca e eu gargalhei do meu nervosismo idiota. 

Emilly: Boa noite, você vai vim amanhã? Ficou louco? Já falei que não quero você aqui na minha casa. 

Eu: Vou. A casa é do meu pai também e automaticamente minha, madrasta. 

Emilly: Você não é mais bem-vindo aqui, Maximilian. 

Eu: Meu pai faz questão que eu vá. Estou indo por causa dele e dos meus irmãos, Emilly. Não por você. Acorda! 

Emilly: Faça o favor de não dirigir a palavra a mim quando estivermos a sós, entendeu?

Eu: Que medo é esse? Gostou tanto assim do meu beijo? 

Emilly: Não fala merda garoto.

Eu: Você sabe que eu não sou mais um garoto. Mas relaxa, não vou te beijar de novo. Prometo haha

Emilly: Se fizer de novo, conto pro seu pai. 

Eu: E acabar seu casamento com o milionário? Você não é burra pra chegar a esse ponto. 

Emilly: Tchau. 

Eu: Contra fatos não há argumentos, né? Tchau. 

Emilly: Não vou perder meu precioso tempo com você. 

Eu: Você já foi mais gentil comigo.

Emilly: Não somos mais os mesmos. 

Eu: Por causa de um beijo? 

Emilly: Para de falar disso. Tchau. 

Eu: Apaga a conversa, meu pai pode ver.

Levantei da cama e deixei o celular em cima do criado mudo, tirei minha roupa e deixei-as jogadas no chão do quarto e fui para ao banheiro. Fiquei me encarando no espelho e gargalhei alto sozinho. Ela gostou do beijo que dei nela, sei que no fundo gostou. Só não quer assumir, por saber que é errado.  


Notas Finais


Hellooooo 😘🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...