História Sex or Pain ? - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Andrew Lincoln, Angelina Jolie, Ansel Elgort, Bella Thorne, Ben Affleck, Bill Skarsgård, Channing Tatum, Elizabeth Olsen, Ian Somerhalder, Jared Leto, Johnny Depp, Lana Del Rey, Margot Robbie, Megan Fox, Nina Dobrev, Robert Downey Jr., Zac Efron, Zendaya
Personagens Angelina Jolie, Ben Affleck, Bill Skarsgård, Channing Tatum, Elizabeth Olsen, Jared Leto, Johnny Depp, Margot Robbie, Personagens Originais, Robert Downey Jr.
Visualizações 45
Palavras 1.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Rainy day :


Fanfic / Fanfiction Sex or Pain ? - Capítulo 6 - Rainy day :

POV Margot :

Aquela pergunta me deixou muita nervosa, até fiquei tonta. Tráfico era coisa séria, eu poderia estragar a reputação da minha família, MINHA reputação. Mas confesso, se eu participasse do trafico discreta, eu não iria arruinar minha imagem e de brinde ganharia uma boa quantia de dinheiro. Mas eu ainda não sabia se eu aceitava ou não a proposta, que Jay me propôs:


- Aceita ou não ? Pergunta ele com um olhar de seriedade - Eu...eu não sei ! Respondo meio zonza.

- Tá. Vou tomar meu banho ! Diz ele indo em direção do banheiro


Eu ainda continuava meio zonza, e nervosa. Enquanto Jay tomava seu longo banho, eu resolvo dormir mas todos os quartos de hóspedes estavam molhados devido às faxina de horas atrás, ou os outros quartos de hóspedes que restavam estavam trancados. Maravilha ! A única alternativa que me restava era dormir na cama do Jay, Ah quer saber ? Foda-se, eu tava praticamente morrendo mesmo. Eu tiro minha rouoa, ficando apenas de langerie, e visto uma camisa-social do Jay. Me jogo na cama dele e adormeço na hora :


POV Jay :

Após eu tomar um longo banho relaxante e quente, eu enrolo uma toalha em mim cobrindo da cintura até acima do joelho e eu vou para meu quarto, quando entro nele, eu tenho uma surpresa. Margot estava adormecida em minha cama, ela era belíssima dormindo, vendo ela dormindo também me dá sono. Então coloco cueca junto com uma bermuda, ficando sem camisa e eu ia deitando ao seu lado, mas resolvo dormir na poltrona ao lado da cama, para não acorda- lá, eu sento na poltrona branca e durmo na hora. De repente, eu acordo com o barulho do trovão, pois estava chovendo e muito, quando acordo, e muito assustado, eu vejo Margot suando e falando enquanto dormia. Ah merda, ela estava muito mal. Eu vejo sua temperatura e ela estava queimando de febre, não tinha condições de deixá-la daquele jeito :


- Jay ... - Ela se contorcia na cama - Shiu! Digo pegando em suas delicadas mãos


Ela também tremia de frio, então eu pego uma de minhas bermudas e coloco nela, aproveito e pego ela no colo e vou com ela até o carro, para irmos no hospital. Eu acelero o máximo possível para chegarmos logo no hospital. Quando chegamos, eu começo a gritar por ajuda nos corredores. Eu estava desesperado. Finalmente, dois enfermeiros e uma médica chegam e nos atendem, os enfermeiros vem trazendo a maca. Eu a coloco sobre a maca e eu sigo a doutora :


- O que está acontecendo com ela ? A doutora me pergunta enquanto checava sua temperatura - Eu não sei, ela está com febre alta e e também estava delirando. 

- Você é o que dela ? Pergunta o enfermeiro levando a maca até uma sala - Namorado !


Sim, eu tive que mentir, se eu dissesse que ela era apenas uma colega de faculdade, eles não vão me deixar ver ela. Margot é atendida e eles injetam uma dose de souro nela, eu fiquei horas sentado ao seu lado. Com o passar das horas que se passavam, ela melhorava aos poucos, até acordar :


- Jay ... - Ela abre lentamente os olhos, com um pouco de dificuldade. Eu fiquei aliviado ao ouvir sua doce voz

- Margot, que bom que está melhor ! Digo me aproximando da cama de onde ela estava tomando soro 

- O que aconteceu ? 

- Você ficou com febre alta ontem, até delirou enquanto dormia. Mas o que importa, é que você está melhor ! Respondo acariciando seu cabelo


De repente, a doutora entra no quarto ;


- Olá Srta Robbie, que bom que está acordada. - A médica se aproxima de nós dois

- O que a senhora está fazendo aqui ? Pergunto - Eu vim saber, o que a Margot fez ontem, para descobriu a causa da febre. 

- Eu fui no lago ontem e eu fiquei também um pouco anciosa, eu acho que foi exesso de ansiedade ! 

- Deve ter sido mesmo, exesso de ansiedade. Ben vou deixar o casal à SOS. Amanhã de manhã, a senhorita já receberá sua alta médica ! 


Finalmente, a doutora vai embora :


- Casal ? Pergunta Margot confusa - Depois eu te conto, agora descanse. - Respondo 


Eu fico ao seu lado, até ela adormecer novamente. No dia seguinte, Mag já havia recebido sua alta e fomos pra minha casa, quando chegamos, eu à levo as o quarto de hóspedes, para ela descansar. 


- Jay, eu não posso ficar o dia todo aqui, em tenho minha faculdade também. Se esqueceu ? Pergunta Margot deitada na cama

- Mas você precisa repousar, se não, você pode ficar ainda pior do que estava antes. Agora eu tenho que resolver uns negócios e já volto ! Respondo indo em direção da saída daquele quarto, mas Margot puxa meu braço

- Jay ! Orbigada por ter me ajudado ontem, eu lhe agradeço muito. 

- De nada, agora descanse ! Eu lhe dou um beijo na testa, e saio do quarto


POV Margot :

Quando ele me dá aquele beijo, eu me sinto nas nuvens e ao mesmo tempo, meu coração saltiva dentro do meu corpo. Será que eu estava apaixonada pelo Jay ? De repente, o meu celular começa a tocar e quando eu vejo quem era, era a Nina, obviamente iria me perguntar porque eu faltei todos esses dias :


Chamada onn :


Nina - Mag onde você tava ? Eu te liguei umas mil vezes !

Eu - É uma longa história, ontem eu fui passear pela cidade e acabei tomando um banho de chuva. O Jay me achou, e me levou até sua casa, e agora, eu tenho que ficar de repouso, por estar com febre !

Nina - Você vai ter que repor umas 7 aulas.

Eu - QUE ? Ah meu Deus !


" De repente, vem uma ideia na minha cabeça. Eu preciso de concelhos amorosos, e a Nina entende pra caramba do assunto "


Eu - Nina eu posso te fazer uma pergunta ?

Nina - Claro fala aí !

Eu - Se eu gostasse de um cara que, é de uma certa forma, ruim para mim, eu ficava com ele ?

Nina - Ruim como ? De te bater e te rebaixar ?

Eu - Não, claro que não. Um cara que é ruim pra minha imagem sabe ? Mas ele não é ruim de me rebaixar ou de me bater.

Nina - Se e te bater ou te rebaixar, ou qualquer outra coisa do tipo, você não deve ficar com ele. Mas se ele é ruim pra sua imagem, porque algumas pessoas enxergam ele como uma fraude, você tem que ficar com ele. Não são as pessoas e nem sua mente que controla o que você sente, é o coração !

Eu - Obrigada, me ajudou muito !


Chamada finalizada :



A Nina ela estava certa, eu tinha que dizer o que eu sentia pelo Jay, apesar de nós conhecermos a poucos dias. Mas mesmo assim, eu o amo é preciso contar o que sinto para ele. Depois de horas, ao anoitecer, Jay finalmente chega, eu estava o esperando sentada no sofá de sua enorme sala :


- Mag ? Tá fazendo o que aqui ? Era pra você ficar de repouso. - Ele se aproxima de mim com uma expressão séria

- Eu preciso te contar uma coisa, se não eu vou explodir por dentro ! Respondo 

- Fala.

- Jay, dês de ontem no lago, eu acho, que eu tô apaixonada por você. - Quando eu termino aquela frase, ele fica com um expressão de surpreso

- Não estou confusa por você ter me salgado e me protejido várias e várias vezes. Eu te amo Jay, não importa o que faça, ou qual será o futuro que nos aguarda, mas eu não consigo te tirar da cabeça ! Ele se aproxima mais de mim, ficando cara a cara comigo


Ele me puxa pela cintura e de repente, ele começa a me beijar. Nossas línguas estavam em perfeita sintonia, eu o amava e ele me amava, isso que era importante :


( Coloquem para escutar agora There is nothing holding me back):



Quero segui-la para onde ela for

Penso nela e ela sabe disso

Eu quero deixá-la assumir o controle

Porque toda vez que ela se aproxima, sim

Ela me atrai o suficiente para me manter imaginando

Talvez eu deva parar e começar a confessar

Confessar, sim

Oh, eu tenho tremido

Eu amo quando você enlouquece

Você tira todas as minhas inibições

Amor, não há nada me segurando

Você me leva para lugares que destroem minha reputação

Manipula minhas decisões

Amor, não há nada me segurando

Não há nada me segurando

Não há nada me segurando



Continua...


Notas Finais


Gostaram do primeiro beijo Jargot Ever ? Particularmente, eu amei Tah pessoas ? Enfim, se gostaram desse capítulo deixem nos comentários sua opinião e nota, e venha ser um dos favoritos. E sim, eu sei que demorou pra caralho pra esse capítulo lançar né ? Mas se você é meu seguidor, sabe que eu tenho um monte de histórias, enfim. Um bj e Bye bye bye !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...