1. Spirit Fanfics >
  2. Sex point >
  3. 00 - vida dupla

História Sex point - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Nova proposta de fic, espero que gostem, beijinhos 🙆

Boa leitura💙

Capítulo 1 - 00 - vida dupla


Fanfic / Fanfiction Sex point - Capítulo 1 - 00 - vida dupla

Bem, como gosto bastante de me rotular, eu sou um safado sexy. Na verdade, não sou pra qualquer um, sou bem exigente quando se trata de sexo. Tenho uma visão única sobre isso, ninguém me entende, muito menos meu melhor amigo; San. Acho que cada um tem seu ponto do sexo, certo?

- Jung, pode me trazer uma caneca de café, por favor? - ouço a voz de meu chefe, então levanto da minha cadeira, pausando o episódio da minha série e faço o que me fora pedido, indo até a sala deste. O encontrei concentrado no computador mordendo seu lábio, seus olhos correm até mim de forma leve e um sorriso cresce em seus lábios, estes no qual passa sua língua, para molha-los. Sinto uma fisgada forte em meu baixo ventre, mas não deixo de retribuir o sorriso - bom dia senhor Park

- Bom dia Wooyoung - o homem sorri gentil, aceitando a xícara de bom agrado - Como está seu dia?

- A-ah bem - sorrio nervoso e então lembro dos papéis que tinha de entrega-lo - aqui, estes são os papéis que você terá de assinar hoje - sorrio largo

- Certo - ele também sorri - ah pode por favor preparar os materiais da reunião que eu solicitei ontem?

- Claro, tenha um bom dia chefe - eu aceno, sorrindo de lado e saindo da sala. Após fechar a porta pude respirar direito, caramba eu não posso pensar nisso com ele, não com o meu chefe.

Park Seonghwa, tenho de admitir que tenho um puta tesão nesse homem. Além de bonito, gostoso e gentil, ele é super dedicado e cuidadoso de um jeito, que me deixa de quatro pra ele. Literalmente.

🍑🍑🍑

- Após a reunião de amanhã, terá um almoço com o presidente Oh Sehun às 12h30 - eu dizia seguindo Seonghwa pelos corredores da empresa segurando meu tablet, onde havia os deveres do meu chefe em sua agenda. Sempre se encontrava lotada, me perguntava se ele não tinha uma vida social.

- Você falou Oh Sehun? - ele me olha, então eu afirmo - ele não está viajando?

- Estava, chegou ontem à noite - sorrio de lado com a feição confusa do mais velho - Certo, ainda tem várias outras coisas para você fazer durante o dia amanhã. Preciso lembrar?

- Ah não, mande tudo para o meu celular - ele suspira - até amanhã Jung

- Até amanhã senhor Park - sorrio

Sinto meu celular vibrar no bolso, então o pego, desbloqueando este. Franzi o nariz ao ver a mensagem.

Desconhecido: podemos nos ver hoje? Estou com saudades

Logo lembro de quem se trata, o cara com quem transei da última vez. Ele era um louco e nem sabia fazer direito, seu nome era Yunho se não me engano.

Dei de ombros e o bloqueio, saindo da empresa em seguida. Peguei meu carro e me dirigi até o bar do meu melhor amigo, este que havia me ligado mais cedo para que eu viesse até ele.

- Woo - ele grita atrás da bancada, com um grande sorriso nos lábios

- Oi San - sorrio de volta, sentando em um dos bancos - me dá algo pra beber

- Certo - ele vira as costas, pegando um copo - por que demora tanto pra vir me ver?

- Me desculpa, o trabalho toma muito do meu tempo. Mas como está? - ele me entrega o copo que continha whisky e algumas pedras de gelo

- Sempre o mesmo - ele ri - hey, tem de vir mais vezes ou irei esquecer seu rosto, pois você só vem de década em década

- Não seja dramático - estreito os olhos, então me viro vendo uma mesa cheia de gente, acho que tem alguém importante ali - o que é aquilo San?

- Ali sentado tem um homem bonito e luxuoso da cabeça aos pés - San diz como se fosse um segredo, bem perto do meu rosto.

- Huh, bens de luxo? Desejo - sorrio maldoso

- Aquele homem mandou pra você - San lhe entrega uma taça com um alcóol de cheiro doce apontando para o homem que se encontrava ao meu lado

De rosto passou, ele até que era bonitinho. Sorri de lado olhando para San uma última vez e então chamando o tal cara com a cabeça indicando para ir ao banheiro.

Já dentro de uma das cabines apertadas, ele me beija, agarrando fortemente minha cintura, de uma forma instigante. Eu gemia por entre o beijo, mordendo seu inferior vez ou outra, nos sepraramos ofegantes

- Você beija bem - sorrio malicioso, descendo minha mão para perto de sua calça - vamos fazer aqui mesmo?

Desço mais com a mão, encontrando seu zíper e então eu o abro, notando o volume em sua cueca, me prontifico de tira-lo pra fora, fazendo careta ao ver o tamanho. Me afasto, suspirando decepcionado e então saio da cabine.

- Hey, onde vai? - o homem me segue

- Você sabe ao menos fazer algo com... Com isso? - aponto para seu trequinho, fazendo com que o homem fique um pouco bravo - desculpe, vou indo

- Espera ai - ele agarra meu pulso

- Desulpe, você deve arrumar outra passoa que toque o seu pintinho mixuruca - dou as costas - Não venha atrás de mim, isso é irritante

Começo a andar, dando de cara com o peitoral de alguém

- Me desculpe - eu olhava pra baixo, então notei o relógio de marca em seu pulso. Arregalei os olhos ao erguer o olhar e encontrar o meu chefe ali, no banheiro de um bar - senhor Park? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...