História Sex Porn Star - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Jungkookbottom!, Vkook, Vtop, Yaoi(gay)
Visualizações 523
Palavras 1.750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, avisando que no meio deste capítulo tem um contrato meio grande de BDSM, se não gostarem ou não se interessarem, tudo bem, pode pular, mas você que gosta do assunto, aconselho que leia. É been legal e Você pode até se identificar. Só isso mesmo.

Capítulo 5 - Chapitre Quatre


Fanfic / Fanfiction Sex Porn Star - Capítulo 5 - Chapitre Quatre

Pov Autora



— Eu aceito.

Jungkook pode ver claramente, mesmo que pelo canto dos olhos, o sorriso satisfeito de Taehyung ao ouvir apenas aquelas duas palavras. O loiro mal podia esperar para que Jungkook finalmente assinasse aquele maldito contrato.

— Já que aceitou... A partir de agora você mora comigo. — O loiro ditou, se levantando. — Não quero que perca seu tempo lendo todos os termos que tem ai, então você pega apenas isso.

O loiro deslizou uma pequena quantidade de papéis, o nome "Gabarito" escrito em vermelho e abaixo, as opções "Aceito, Não Aceito, Posso pensar".

— Eu vou ditando e explicado cada tópico do contrato, e então você apenas marca o que te favorece... Seja completamente sincero, Jeon, não quero que se prive de vontades por vergonha ou aceite algo apenas para me agradar. Fui claro? — Jeon assentiu, desconhecendo e ao mesmo tempo adorando o tom de ordem que adornava a voz do Kim, lhe deixava quente.

Taehyung andava pela sala, logo segurando a mão de Jungkook e o fazendo levantar. Guiando-o pela casa, adentraram um cômodo que Jungkook notou ser um escritório.

— Fique a vontade e sente-se. Podemos começar? — Sentou-se a frente do moreno, cruzando os dedos longos sob a mesa, sem deixar de encara-lo.

— Sim, hyung... — Sussurrou, fitando os papéis em sua mão.

— Ótimo. Começaremos pelo básico. Suas categorias fetichistas... Mas, antes de tudo isso. Não quero que me chame pelo meu nome ou até mesmo hyung. A partir de agora, é senhor ou mestre. Ouviu?

— S-sim... — Novamente outro sussurro, levando Taehyung a segurar com força os fios negros do menor.

— Alto e claro. Sim, o quê? — Aproximou os rostos.

— Sim mestre.

— Ótimo, então acho que podemos começar da maneira certa. — Sorriu para Jungkook, se ajeitando novamente na cadeira acolchoada. Os olhos de Taehyung eram felinos sobre o corpo encolhido do menor.

A caneta na mão de Jungkook era apertada com tanta força que este tinha medo de que essa se quebrasse ao meio em suas mãos. Os olhos não eram direcionados em momento algum para o homem a sua frente, apenas a caneta e as folhas sobre a mesa.

— Primeiramente, seu fetiche primário é obviamente submisso, mas vamos decidir os secundários. Temos os fetiches Ageplayer, Rope Bunny, Masoquista, Brat e Exibicionista, que são os mais comuns para submissos. Ageplayer é um tipo de fetiche onde você sente prazer em agir como uma criança, podendo chegar até a usar roupas de bebê ou fraldas. Rope Bunny é onde você sente prazer em ser amarrado, algemado ou afins, onde você sente prazer em ser contido por mãos e pés. Brat é o tipo de fetiche onde se sente prazer em receber ordens, ou quebra-las par ser punido, onde a pessoa faz de tudo para que seja punido e se sente excitada ao ser comandada. E por último, acho que sabe o que já sabe o que é o exibicionismo, se não, significa aquela pessoa que sente prazer em se mostrar para os outros, mais precisamente durante o ato sexual. Isso eu sei bem que você é porque... Você se tocou na frente de uma câmera, pra mim.

A essa altura, Jeon já tinha assumido o tom mais forte de vermelho, suas orelhas pegavam fogo assim como todo seu rosto e pescoço. Nesse tempo em que Taehyung lhe explicara sobre tudo aquilo, Jungkook marcara os seus, e por coincidência ou não, ele optou por todos.

Taehyung voltou a listar as coisas as quais Jeon teria que se submeter, e enquanto o loiro explicava, Jungkook se concentrava apenas em marcar e entender tudo aquilo que lhe era ditado. No fim, o gabarito estava preenchido corretamente e Jungkook queria cavar um buraco e enfiar sua cabeça assim como Taehyung queria enfiar sua outra cabeça no buraco de Jungkook.

— Então, aparentemente suas escolhas combinam muito bem com as minhas. Não sabe como isso me satisfaz. — O Kim começou, pegando o gabarito e andando pela sala enquanto o examinava. — Eu sinto o prazer de te ensinar correndo pelas minhas veias. Agora... Você pode por favor, se levantar?

Jungkook o fez, como o bom submisso que agora era, parando na frente de seu novo dominante. Os dedos longos de Taehyung fizeram um carinho suave no maxilar levemente marcado de Jungkook, segurando seu queixo e trazendo o rosto delicado para perto, roçando os narizes e por fim tomando os lábios rosados.

Jungkook suspirou, os lábios se separando para dar passagem á língua quentinha e molhada que se entrelaçava a sua. As mãos grandes do Jeon rumaram para os fios da nuca alheia enquanto as semelhantes se apossavam de sua bunda e ele era sentado sobre a mesa.

— Jungkook... Quero que revise o contrato de novo e me dê a certeza de que é isto que você quer. — Pediu, vendo o menor assentir e pegar o contrato.


CONTRATO DE RELAÇÃO D/s

Este contrato de relação d/s foi firmado no dia 1 6 de Abril de 2018 com término em 2020 entre

Nome: Kim Taehyung

Assinatura: Taehyung.Kim

(dominador)

E

Nome: Jeon Jungkook

Assinatura: Jeon.JK

(submisso)


Para que as provas do consentimento de ambos sejam mais concretas, o contrato também deverá ser assinado por duas testemunhas:

1º testemunha:­­­­­­­­­­­­­­ Jung Hoseok

Assinatura: J.Seok


2º testemunha: Min Yoongi

Assinatura: Min.Y



I – Disposição preliminares

Fica firmado o seguinte pacto entre o dominador e submisso

a) O submisso está disposta a servir seu dominador de acordo com o que irá ser estabelecido nesse contrato durante o tempo determinado.


II – Safeword (palavra de segurança) – O submisso ficará encarregado de escolher duas palavras que sejam fáceis para lembrar, uma palavra será para avisar que já está próximo de seu limite e a outra para avisar que já chegou.

Palavra escolhida para avisar que está próximo do limite: Kakaroto

Palavra escolhida para avisar que chegou ao limite: Saiyajin


III – Restrições ao poder do dominador

O dominador não tem o direito de:


a) Causar a morte do submisso;

b) Aleijar o submisso;

c) Realizar práticas que não tenham sido aceitas pelo submisso a não ser que seja como forma de punição e adestramento que da mesma forma serão consensuais;

d) Mentir e esconder algo do submisso;

e) Desrespeitá-lo;

f) Manter relações sexuais com terceiros.

O dominador deve evitar, na medida do possível:

a) Passar á submissa tarefas a serem cumpridas durante seu horário de trabalho;

b) Não interromper seus estudos.


IV – Proibições do submisso

Fica o submisso terminantemente proibido:


a) De manter segredos para com seu dominador;

b) De desacatar ordens de seu dominador;

c) De constranger o dominador com má vontade ou derivados;

d) Faltar com respeito ao dominador;

e) De manter relações sexuais com terceiros.




V – Formas de Punição



Sempre que o submisso infringir qualquer um dos itens deste contrato, poderá ser punido a critério do dono. Nestas situações o dominador será o legislador, o policial, o juiz e o carrasco, tendo o direito de arbitrar qual castigo será aplicado e quando, onde e como.

A fim de impor sua vontade, o dominador pode punir o submisso física ou psicologicamente de forma arbitrária. Isto inclui o uso do que for acordado entre ambos.



VI – Tratamento entre as partes


Tirando quando estiverem na presença da família, o submisso sempre tratará o dominador com respeito e consideração, não sendo exigido o mesmo em contrapartida.





Ambiente público



É aquele ambiente de convívio social, frequentado por mais pessoas que não o dominador e o submisso, pessoas que não têm conhecimento da relação de dominação/submissão que existe entre as partes.

Nestes locais, a não ser que o dominador especifique algo diferente, a submissa sempre o tratará como um namorado comum. Usará inclusive o nome próprio do dominador.



Ambiente privado



Subentendem-se por ambiente privado aquele local onde todas as pessoas presentes conhecem a relação de cativeiro que existe entre a pessoa do dominador e a do submisso ou qualquer local que não haja ninguém.

Nestes locais o submisso sempre tratará seu dominador por Senhor, ou por qualquer outro título determinado por Ele. O dominador poderá dar ao submisso qualquer título ou apelido que quiser.




VII – Limites Rígidos do Dominador



O dominador não realizará

- Needle play (jogo com agulhas);

- Blood play especificamente Cutting;

- Chuvas marrom, Romana e Dourama;

- Práticas com animais;

- Fire Play

- Inversão

- Práticas que deixem marcas definitivas (Branding, Escarificação, etc);

- Mumificação

- Rape play

- Suspensão com gancho

- Prática de Spanking Hard




VIII – Práticas que o Submisso irá realizar ou não:



As opções marcadas com “X” são aquelas que o submisso se compromete a cumprir se lhe for ordenado, e as marcadas com “R” correspondem aos seus limites rígidos, as com “F” correspondem aos seus limites flexíveis e as com “C” correspondem a práticas que podem ser usadas como castigo. A intensidade das práticas será caracterizada como leve.



[1] Práticas que causam dor:

(R) Spanking com cane

(X) Spanking com cinto

(F) Spanking com chinelo

(C) Spanking com palmatória

(X) Spanking com chicote curto

(C) Spanking com chibata

(C) Spanking com as mãos

(X) Pinças ou beliscões nos mamilos

(X) Spanking com chicote longo

(R) Chutes

(R) Socos/Murros

(X) Uso de mordaça

(X) Tapas na cara

(X) Mordidas

(R) Grampos genitais



[2] Outras práticas

(F) Humilhação

(X) Chuva prateada (inclui saliva, sêmen, suor)

(X) Xingamentos, palavras chulas

(R) Confinamento em jaula

(F) Uso permanente de Plug

(X) Privação temporária dos sentidos: Visão, audição, olfato, tato, paladar.

(F) Wax play

(X) Temperature play (com gelo e velas)

(X) Sensations play

(R) Uso de máscara, focinheira ou gag ball

(F) Imobilização com cordas/algemas/correntes/fitas/abraçadeiras

(R) Bondage na cruz de Santo André

(X) Shibari

(F) Asfixia

(R) Estimulação elétrica

(X) Exibicionismo

(X) Voyeurismo

(F) Pet play

(F) Age play

(F) Self bondage




[3] Atividades sexuais

(X) Masturbação – Ativo

(X) Masturbação – Passivo (apenas na presença do dominador)

(R) Fisting anal

(F) Ass play (introdução de gelo no ânus)

(X) Sexo oral – Ativo

(X) Sexo anal – Passivo

(X) Introdução de plugs, vibradores no ânus

(F) Introdução de bolas no ânus




Espaço para observações importantes:


Eu, Kim Taehyung, deixo aqui registrado que Jeon Jungkook tem total poderio para mudar suas escolhas se assim desejar ou quando sentir-se desconfortável.


Eu, Jeon Jungkook, deixo aqui registrado que Kim Taehyung tem total poder sobre mim visando minhas escolhas acima e escolhas futuras.



Ambos farão exames regularmente.



O submisso apresenta alergias?


O submisso apresenta alergia a alimentos derivados de amendoim e alergia á alimentos a base de laranja.




Com todas as informações recolhidas e todas as lacunas preenchidas, o contrato pode assim ser assinado e oficializado entre ambas as partes e se assim o dominador e submisso desejarem, em um cartório.



Para Jungkook, tudo aquilo era muito novo e tudo que ele queria era que Taehyung lhe ensinasse como se praticava cada item daquela lista. Seu desejo era que o Kim usasse as mãos grandes para tocar e marcar todo seu corpo. Então, em um ato de coragem, o Jeon levantou-se da mesa de onde estava sentado e segurou o queixo delineado de seu agora, dominador.


Tomou então, os lábios macios do outro para si, puxando o inferior alheio entre os dentes e dando inicio a um beijo voraz e desejoso.


— Taehyung-ah, ensine-me.


Notas Finais


Obrigado por lerem, espero que tenham gostado e que não tenha ficado enjoativo. Se quiserem, comentem sua opinião aí em baixo e tenham uma boa noite ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...