História Sex shop girl - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Zoey Deutch
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 318
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores. Infelizmente não consegui postar na sexta, mas agora estou de volta com mais um capítulo para vocês. Boa leitura!

Capítulo 19 - Sabia que iríamos nos reencontrar


Fanfic / Fanfiction Sex shop girl - Capítulo 19 - Sabia que iríamos nos reencontrar

Mateo Palacci's Point Of View

Toronto, ON

July, 2012

Olho-me no espelho mais uma vez, conferindo se estou bem. Não tenho a menor intenção de impressionar Alyssa, só quero mostrar a ela que eu estou muito bem sem a sua presença.

Saio de casa e entro em meu carro, dirigindo até o local combinado. Estaciono em frente ao parque e adentro o local, encontrando Alyssa sentada em um banco perto do lago.

Não posso evitar que meu coração se acelere um pouco quando a vejo com seus olhos fixados em mim, enquanto seus longos cabelos castanhos balançam com o vento. Ela sorri para mim e se levanta para me abraçar.

— Eu sabia que iríamos nos reencontrar. – ela diz.

— Por que diz isso? – ela dá de ombros. – Tudo bem então.

Sentamo-nos os dois no banco e ficamos observando o lago, sem dizer uma palavra. Eu não sei o que dizer. Na verdade, acho que não sou eu quem deve iniciar o assunto. Foi ela quem me deixou, eu era só um idiota apaixonado por ela.

— Como você está? – ela diz. – Por onde andou? O que anda fazendo?

— Estou ótimo. Sou fotógrafo agora. E continuo aqui, a única pessoa que foi embora foi você.

— Mateo. – ela suspira. – Eu sinto muito. Fui a pior pessoa para você. Eu gostava muito de você, só não sabia lidar com aquilo naquele momento. Me perdoe se eu te magoei.

— Eu fiquei anos sem me relacionar com ninguém, Alyssa. – abaixo a cabeça. – Era completamente apaixonado por você. Quando você foi embora, foi como se eu levasse uma facada nas costas. Doeu demais.

— Eu sei. Você não sabe quão arrependida eu estou por ter feito isso. Mas nós podemos compensar esse tempo perdido agora. Podemos começar do zero.

— Tenho uma namorada, o nome dela é Ava.

— Não estou falando disso, Mateo. Te vi com ela naquele dia da boate e a última coisa que quero é estragar o relacionamento de vocês. E mesmo se você não estivesse com ela, eu não teria nenhuma coragem de ficar com você mais uma vez. Não me perdoaria se eu te magoasse de novo. Mas podemos ser amigos, podemos sair juntos, posso até segurar vela para você e para a Ava. Só quero poder ser sua amiga. O que acha? Se disser que não, eu vou entender.

— Acho que podemos tentar. Mas eu quero ser bem claro com a Ava, para que ela entenda que eu e você nunca seremos mais que amigos. Se você quiser ir jantar na minha casa hoje à noite, chamo a Ava também para que vocês possam se conhecer. – ela concorda. – Mas estou curioso com algo. O que te trouxe de volta para cá?

— Você não é o único que passa por frustrações amorosas, Palacci. Vim para cá para me afastar de alguém que me fazia mal. Mas não quero falar sobre isso agora...

O tempo passa rápido e minha conversa com Alyssa flui perfeitamente bem. Tinha me esquecido do quanto ela era engraçada e inteligente. Às três e meia, decido ir embora pois ainda preciso passar no mercado para comprar os ingredientes do jantar.

Despeço-me de Alyssa e entro em meu carro, ligando para Ava antes de sair. Quando estou quase desistindo de ligar e optando por enviar uma mensagem, minha namorada atende o telefone.

— Oi amor, não posso demorar muito. O que foi? – ela pergunta.

— Pode jantar lá em casa hoje? – ela diz que sim. – Posso chamar a Alyssa também? Quero muito que você a conheça.

Ava Schimitt's Point Of View

Não entendo nada quando Mateo me chama para jantar e pergunta-me se pode levar Alyssa. Ele não disse que a iria encontrar apenas para colocar um ponto final em tudo isso? Então por que ele quer que eu a conheça? Entretanto, com o Sr. Guzman na minha cola, tenho que dizer que tudo bem para que eu possa desligar o telefone rapidamente.

Passo o resto do dia pensando nisso. Será que ele se encontrou com ela e percebeu que ainda sentia algo? Será que ele está marcando esse jantar para que ele possa terminar comigo? Mas por que na frente dela?

Faço de tudo para espantar esses pensamentos, pois sei que Mateo nunca faria algo tão ruim assim. Mesmo assim, essa paranoia de que ele vai me deixar para ficar com Alyssa continua em mim, insistentemente.

Às seis da tarde, vejo o carro de Mateo estacionar na frente do sex shop. Despeço-me de meus colegas e entro em seu carro, onde ele me recebe com um selinho. Fico em silêncio durante a maior parte do caminho, o que faz com que Mateo estranhe a minha atitude, mas ele não diz nada. Ele sabe que não estou muito satisfeita com essa situação, e é por isso que prefere se manter em silêncio.

Logo que chegamos em sua casa, tomo um banho e visto uma das roupas que deixei em seu armário, um short jeans com uma regata branca. Vou até a cozinha e Mateo pede para que eu olhe as panelas enquanto ele toma um banho rápido.

Minutos depois, ele volta e continua preparando o jantar, enquanto eu assisto o noticiário na televisão. Mateo termina de cozinhar e se senta ao meu lado, mas o interfone toca. Ele desce para buscar Alyssa.

Fico surpresa quando a vejo entrar, com seus olhos grandes e seu sorriso que parece ter saído de uma propaganda de pasta de dente. Ela é realmente muito linda e eu espero não precisar competir contra ela, pois eu certamente perderia.

— Ah, você deve ser a Ava. – ela vem andando até mim. – É um prazer lhe conhecer, você é muito bonita.

— Você que é. – eu a abraço. – Também é um prazer lhe conhecer.

Logo, sentamo-nos a mesa e começamos a conversar, deliciando a maravilhosa comida que Mateo preparou nesta noite. Tudo vai bem e Alyssa parece ser extremamente divertida.

Conversamos sobre diversos tipos de assunto, como a época da faculdade e sobre nossas séries preferidas. Confesso que a adorei, mas não posso deixar de ficar com um pé atrás depois dela ter partido o coração do meu Mateo.

Não sei o que acontece, mas de repente, a conversa começa a girar em torno de assuntos que apenas ela e Mateo sabem do que se trata. Fico parada ali, observando os dois conversarem sem parar, enquanto me sinto cada vez mais excluída do que acontece naquela mesa. Eles parecem não perceber o que está acontecendo e eu não tenho como não me sentir desconfortável.

Depois de algum tempo, decido ir deitar. Despeço-me deles e vou para o quarto de Mateo, onde pego seu notebook para assistir uma série da Netflix. Uma hora depois, Mateo entra no quarto, deitando-se ao meu lado. Pergunto a ele:

— Alyssa já foi?

— Sim. Por que você veio para cá? Não gostou dela?

— Gostei. Ela é  ótima. Mas já fazia um bom tempo que vocês estavam conversando sobre coisas das quais eu não fazia ideia do que se tratava. Então achei melhor vir para cá e assistir uma série.

— Me desculpe. – ele me abraça. – Não percebi que estava fazendo isso.

— Eu só fico me perguntando se você vai fazer comigo o mesmo que ela fez com você. Se vai me deixar.

— Ava, eu te amo e não vou te deixar. Alyssa é só uma amizade, você não precisa se preocupar com isso. Tudo bem?

Assinto, mesmo sabendo que eu preciso me preocupar. O que eu percebi naquele jantar foi que os dois tem uma sintonia imensa e que, talvez, Mateo possa se apaixonar por ela novamente se voltar a conviver com ela. Mas ele não vai voltar a sair com Alyssa. Pelo menos, essa é minha esperança.


Notas Finais


E então, o que acharam? Fico feliz que estejam gostando do ritmo da fanfic, eu estava bem preocupada com isso.
Como essa semana é minha última semana de férias, pretendo escrever um capítulo por dia. Mas não irei postar tudo de uma vez, vou deixar guardado pois esse semestre vai ser bem puxado e eu não quero ficar sem capítulo para postar.
Enfim, volto na sexta com mais um capítulo. Espero que tenham gostado, não deixem de comentar. Beijos e até mais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...