História Sexo com compromisso - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Personagens Originais
Tags Chat Noir, Hentai, Lady Bug, Magia, Mistério, Porno, Romance, Sexo
Visualizações 331
Palavras 1.004
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Escolar, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus amores,desculpem pela demora do capítulo,eu tinha trabalho de escola pra fazer,e não tive muito tempo...
Tá, encerrando desculpas...
Nesse capitulo vamos contar do reencontro da Marinette e o Adrien...

Capítulo 4 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction Sexo com compromisso - Capítulo 4 - Reencontro

" Uma vida sem você não é nada,

Uma vida sem você é sem graça,

Eu te amo mais que tudo,

Porque você é meu mundo".



Marinette Dupai-Cheg


O Nino nos chamou,e entramos no carro,eu estava anciosa para conhecer seu amigo,espero que seja um gato. A Alya e o Nino conversaram a estrada toda,não sei como tinham tantos assuntos assim,e eu,fiquei em silêncio, fingindo estar de olhos fechados pra ver se rolava um beijo entre eles,mas fala sério, eles formam um casal perfeito né?

Depois que chegamos no shopping, fomos ver vários vestidos e coisas na moda,mas claro que o Nino não estava nada feliz,por que agente colocava os vestidos nele,até um chortes curto,foi legal. Depois fomos a procura de sapatos masculinos,pois bem,o Nino se cobrou fazendo agente por aqueles sapatos de palhaço. Até que eu tive uma ideia brilhante...

— Eu tive um ideia— eu disse lentamente— Porque não sentamos um pouco em?— Eu perguntei mostrando com as mãos um banco,parecia ser bem confortável.

—  Que ideia maravilhosa Marinette,só que não. Se você quer pode sentar,mas nós vamos é dar um rolê — A Alya disse com muita autoridade.

—Mas...— O Nino ia dizendo,mas a Alya enterrompeu.

—Fica quieto e vamos— Ela disse pegando-o pelo braço e o arrastando para ir com ela. Certamente ele queria descansar, depois de termos dado umas duas voltas no shopping,esperando o tal do seu " amigo que não chega nunca " 

Eu fiquei sentada ao todo dois minutos,mexendo no meu melhor amigo,o meu precioso  iPhone até que um gato apareceu,fios loiros que deixaria qualquer garota viciada,um corpo musculoso,alto e sexi,um rosto perfeito. MEU.DEUS.DO.CÉU. Ele é um legítimo gato.

Caramba,caramba,ele se dirigiu a mim... Calma ... Respira ...Respira vermelho... Solta verde... Relaxa... Eu não sei o que ele quer comigo... Mas se ele me provocar muito vo pula em cima dele,a culpa é dele.

OK,até que ele veio até mim,eu já estava calma o suficiente pra não gaguejar mais de três vezes numa fraze,pelo menos acho.


AdrieAgreste

Essa garota é tão linda,parece uma joia rara,ela é magnifica. Ela está totalmente sexi, com essa roupa.

Eu me sentei em seu lado suavemente,vi seu olhar virar pra mim como um flash, mas ao mesmo tempo,tentava se sentir indiferente,mexendo no seu celular. Eu percebi uma olhadelas de canto, ela não parecia tão confortavel,então, pra ver o nivel da garota que eu avia admirado até agora,resolvi puxar conversa...

— O dia está lindo não?— eu disse com uma voz rouca pra ver sua reação.

— É claro...— ela me disse rápida,eu sabia que ela não queria falar aquilo,ela estava vermelha como um tomate,e ,praticamente nervosa, suas mãos estão totalmente molhadas,da pra ver.

— Bem,se é assim que diz...— eu não terminei a frase e me aproximei lentamente... Bem perto...

— O que pensa que está fazendo? — ela disse pra mim totalmente assustada,e nervosa,ela estava tentando no máximo se sentir indiferente,mas não conseguia, então pra testar o seu nivel,resolvi prosseguir...

— Você está sozinha?— eu perguntei,esperando sua reação.

— N-Não... Eu ...Eu... Porque... Porque a pergunta?— ela disse de uma forma nervosa,olhando nos meus olhos.

— Bem,eu quis saber—eu disse com uma voz calma e grave.

— Tá,se... Se você diz.—ela disse voltando sua cabeça para a máquina, que dugitava,brevemente,não conseguia ver com quem estava,então... 

—Qual é o seu nome?—eu perguntei me aproximando dela, estava quase colando, ela era linda demais,e não parecia um garota como as outras,ela tinha algo de diferente,parecia que eu a conhecia.

— Bem... M-meu nom...— Ela não terminou de responder e vi o Nino com uma garota morena,eles vinham conversando e dando risadas auto.Eles estava grudados,e falavam sorrindo um pro outro. Formavam um casal perfeito,a garota parecia tagarela,e o Nino nem se fala.

Pararm na nossa frente, eles pararam de conversar quando eles olharam pra nós,eu tava quase em sima da linda mossa que tinha acabado de conversar,o Nino olhou pra mim com um sorriso safado.

— Então, acho que devemos voltar depois pessoal,acho que enterrompemos o momento,vamos Nino!— A morena disse virando as costas vagarosamente e saindo de fininho.

—Não!!! Pra onde vocês vão? —Vocês já deram umas duas voltas no shopping– A garota disse se levantando e desesperada.

Eu comecei a se distanciar vagarosamente...


Marinette Dupain-Cheg

— E não podemos dar mais uma?— A Alya disse sorrindo pra mim.

— Eu to com fome— eu disse brava, mas o problema,é que realmente tava com fome.

— Então tá — O Nino disse olhando pro garoto que estava ao meu lado.

— Você não vai me apresentar— ele perguntou olhando pro Nino.

— Bem,meu nome é Alya e essa é a minha amiga Marinette— ela disse rapidamente,antes que o Nino apresentasse o garoto.

— É,m-mas pode me chamar de Mari— eu disse com calma,mas no fundo eu tava desesperada.

— Mari! — o garoto disse falhando um pouco a voz,aregalando um pouco os olhos que ao mesmo tempo brilharam,com um lindo sorriso de alegria.

— Bem,e esse é o meu amigo Adrien Agreste—  disse o Nino. Quando ele terminou de falar,soltei um pequeno gritinho de surpresa,sim,era ele,o amor que eu deveria esquecer e que ele era o garoto que me amava,mas será que ele ainda me ama? Eu sai rapidamente,minhas lágrimas escorreram no rosto quando virei,coloquei a mão na minha boca de chocada.MEUS DEUS, É ELE!!!.

Peguei e fui em direção a uma janela,onde eles não me vissem naquele estado em que estava.


Adrien Agrest

— Eu já volto— eu disse pra Alya e o Nino,caminhando em direção aonde Mari tinha ido.

—Mari!!! Falei correndo ao seu encontro quando a vi,coloquei minhas mãos em seu rosto delicadamente,suas lagrimas caíam se parar.

— Adrien... Eu... Eu— Sem deixa-la terminar a frase,lhe dei um abraço,e minhas lagrimas começaram a cair. Ela me abraçou forte, assim como retribui.

— Eu te encontrei — eu disse largado do seu abraço. Após terminar a frase,peguei e lhe dei um beijo na boca demorado.

Ela não parava de soluçar. Peguei e limpei as suas lagrimas,que caiam uma atrás da outra sem parar.

— Você ainda me ama Adrien?— ela perguntou parando de chorar um pouco.

— Você é meu tudo Mari, você é meu mundo— eu disse dando um sorriso de alegria.

Eu a peguei e dei lhe um abraço novamente,a erguendo pra sima,e dando beijinhos em sua boca.





Notas Finais


Então, pra recompensar a demora, fiz esse capitulo longo.
O que acharão?
Não vão me deixar curiosa. Vão?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...