História Sexo e ódio sem compromisso! - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Chani, Dakota, Hyun, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Violette, Yeleen Eleanor Amy Charlene Naifeh
Visualizações 94
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Sendo direto!


Fanfic / Fanfiction Sexo e ódio sem compromisso! - Capítulo 15 - Sendo direto!

Pam: nossa eu dormi muito bem!

Falei isso sentado no sofá e esticando meus braços, Quando eu olhei pro lado me deparei com o castiel adormecido lembrei de Tudo o que aconteceu ontem, rapidamente eu me levantei e fui em direção do meu quarto frustada

Pam: droga droga Droga, poxa Pamela você sede assim tão fácil, que raiva

Eu coloquei a camisola vermelha que está em cima da minha cama, eu ia vestir ela ontem antes de decidir sair, suas alças são finas ela tem um decote em "v", e é colada ao corpo o seu tecido é de ceda um muito confortável ela é curta é alguns cm maior que a bunda ela valoriza muito o corpo

Coloquei um chinelo estilo pantufa da cor vinho e fiz um coque desajeitado com a franja solta, meu coração está acelerado de tanta raiva eu sou muito fraca, quando eu bebo eu só faço merda, eu fui pra cozinha e tomei um bom tanto de Água

Pam: dor de cabeça, ressaca desgraçada!

Eu preciso parar de pensar alto eu pareço uma loca, eu fiz eu café e tomei ele sem nada eu não estou com fome, depois do café eu fui escovar os dentes e voltei a cozinha

Eu comecei a arrumar a bagunça que estava nela, limpei os balcões a ilha o coktop e o chão, nossa que calor! Um pouco de coisas que eu fiz senti gotículas de suor aparecem na minha testa, por fim eu fui pra louça, eu percebi movimentos no sofá, era o Castiel ele foi direto aí banheiro

Eu voltei a prestar atenção na minha louça quando senti lábios gelados em minha tempora não consegui conter um arrepio e um suspiro, eu virei o rosto sem perceber que era na direção dos seus lábios

Pam: C-castiel, Castiel

Droga eu estou sentindo seu hálito fresco nos meus lábios não consigo me concentrar

Pam: castiel me solta, não finja que nada aconteceu ontem eu estava bêbada

Castiel: Des- Desculpa

Eu não respondi e na hora o castiel me soltou ele está todo vermelho com o rosto fechado, ele fica lindo assim, se contenha Pamela você está brava com ele!

Eu terminei de limpar a cozinha e fui pra sala, Quando eu olhei pro sofá me veio o que aconteceu ontem, como forma pra tentar expulsar esses pensamentos eu chaqualhei minha cabeça peguei a manta e dobrei, arrumei as almofadas e levei a manta no quarto, quando eu voltei o castiel estava limpando a estante e a mesa de centro da sala, eu então fui pro seu quarto

É aqui que eu passava a maior parte do tempo com ele até hoje sendo "empresária" dele nós só fomos pra um programa sempre dava errado, ainda temos um show na praia pra acontecer!

Enquanto meus pensamentos vem atona eu tirei todas as cobertas da cama e aproveitei pra trocar os lençóis e as fronhas, arrumei a cama com uma manta cinza peguei um edredom cinza e preto pra colocar, as fronhas e o lençol combinavam com a cor das cobertas só 2 travesseiros eram com fronhas brancas pra contrastar, eu ergui as coisas e varri e passei pano, desci tudo de novo 

O quarto ficou um brinco, quando eu voltei a sala estava tão limpa quando a cozinha e o quarto do castiel, eu fui pro meu quarto e fiz tudo que eu fiz no quarto do castiel, por fim eu limpei o lavabo e o castiel limpou o seu banheiro

A casa estava precisando dessa limpa, agora está tudo cheirosinho, depois de tudo isso eu me joguei no canto sofá e paguei meu celular, o castiel se jogou no outro canto e também está no celular, eu coloquei uns rocks antigos na tv e deixei rolar enquanto nós mechiamos no celular, me peguei cantando muitas vezes como castiel, eu não posso negar o que eu sinto por ele não é fraco, talvez eu esteja sendo um pouco dura, ou não, ele me usou!

Surpreso ouvimos a campainha tocar

Pam: pediu alguma coisa?

Castiel: não eu acho

Pam: vai atender eu tô de camisola!

Ele foi e eu fiquei quieta pra ouvir quem era

Castiel: Lys a quanto tempo, como vai?

Lys: vou bem e você?

Castiel: vou indo! Vamos entra

Eu levantei e fui pra cozinha pra beber mais água, o Lys virou seu rosto pra mim enquanto eu estava na frente  da geladeira

Pam: Lys!

Lys: Pam!

Pam: como vai? Dormiu bem?

Lys: sim e você descansou?

Pam: É é sim!

Eu deu uma gaguejada quando lembrei novamente do que eu fiz quando estava bêbada, o Lys está me olhando com um olhar perdido em meu rosto variando pelo meu corpo suas bochechas vermelhas, não senti nem um pouco de vergonha achei até fofo! Ele está todo fofo babando no meu corpo, parece um pouco mais forte que eu, estou com uma pequena vontade de me exibir!

Castiel: como vão as coisas com os pais da rosa?

Lys: tá tudo bem,o pai dela já está melhorando

Pam: Lys quer algo pra beber?

Lys: claro, o que tiver

Eu peguei dois copos de refrigerante e entreguei um copo pro castiel e pro Lys, eu fui me sentar do lado do Lys mas esqueci meu celular na estante, eu levantei rapidinho pra ir buscar mas fui rebolando discretamente até o alçar e voltar onde eu estava sentada, eu consegui sentir o castiel e do Lysandre me devorando com os olhos

Pam: pra melhor amigos vocês estão bem calados, é por minha culpa? Querem que eu saía?

Lys: não não é nada disso

Castiel: você tá estranho Lys tem alguma coisa te encomodando?

Lys: na verdade sim!

Meu estômago se embrulhou todo sou ouvir essa resposta, eu vi o castiel engolir seco, ele se ajeitou no sofá e olhou pro Lys

Castiel: pode falar

Lys: sobre  sua atitude de adolescente, apostar alguém que ama? Se é que ama! Porque ela te ama castiel, e você? Ama ela? Eu vi ela chorar, seu olhos frustados contando sua atitude com a Rosalia, isso me partiu o coração! É inadimissivel essa sua atitude castiel esperava isso de todos menos de você! 

Essas palavras me embrulharam mais ainda o estômago, senti minha boca aguar junto aos meus olhos, uma anciã muito forte que não pude evitar veio a mim eu saí correndo pro banheiro me joguei na frente do vaso e joguei todo meu café da manhã fora

Que tôntura e calor tão derrepente, eu escovei meus dentes e voltei a sala me segurando aos móveis, dessa vez eu caí no sofá, na verdade foi em cima do colo do Lys, mas sem demorar ele me colocou no sofá

Lys: Você tá bem?

Castiel: o que houve?

Pam: me deu uma anciã e uma fraqueza derrepente, acho que minha pressão caiu

O Lys pegou meu pulso rapidamente ele mediu meu pulso e comparou com no seu

Lys: seu coração deve ter levado um choque de emoção, ele está batendo em um ritmo mais calmo que o meu, castiel pega metade de um pão pra mim por favor

Ele foi correndo na cozinha e voltou entregando o pão pra mim

Lys: você mecheu com algum produto?

Pam: sim eu limpei a casa

Lys: tá tudo bem já você melhora, mas acho melhor você ir deitar e descansar um pouco!

Pam: tudo bem, desculpa por não ficar aqui com vocês rapazes, eu vou dormir não sei se você vai estar aqui ainda quando eu acordar Lys mas obrigada 

Eu o abracei, sua mão está um pouco acima do meu bumbum, senti seu rosto quente em meu pescoço quando eu o abraçei

Eu passei reto pelo castiel olhei de lado e sem querer nossos olhares se cruzaram, senti minhas bochechas vermelhas

Pam: até mais rapazes


Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...