História Sexo sem Compromisso - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Tags Hiccstrid
Visualizações 541
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amorees da Mandiiii
Tudo beeem?! Espero que sim!
Aproveitando as aulas como eu?!😭😂
Aproveitem!!!

Capítulo 10 - Capítulo 10


- Soluço, já falei que não! 

- Mas é só um beijo! 

- E é só um pedido de namoro... 

Com o resto da gangue, Soluço tentava convencer Astrid de beija-lo. Iria pedir ela em namoro. Mas ela estava sendo impaciente demais. 

- Sabia que a pressa é inimiga da perfeição? 

Com os braços cruzados e se calando, a loira estava de frente para o namorado, com o resto da turma, eles estavam dando uma volta no parque, faziam algo juntos sempre que podiam, eram amigos desde a infância e tentavam ao máximo não perder aquela conexão. Estava anoitecendo, ficando escuro e frio, os postes começaram a se acender, a brisa gélida começou a mostrar presença, os risos e brincadeiras diminuíam com o passar do tempo e a galera estava começando a achar que já era hora de irem pra casa. Esfregando os braços, Heather falou: 

- Tá ficando frio. Não é melhor a gente ir? Por que a gente não toma um chocolate quente, ou algo assim? 

Com todos concordando, começaram a caminhar em direção a fora do parque. Vendo o playground estando cada vez mais perto, Soluço pegou Perna de Peixe pelo braço e disse: 

- Vou pedi-la agora. Leva o resto do pessoal pra fazer aquilo que a Heather queria fazer e a gente já vai. 

Com uma piscadela e um joinha, Perna de Peixe começou a conversar com todos, dando brecha para que Soluço pudesse puxar Astrid para o canto. 

- O que foi? Eu tô com frio... 

Retirando seu casaco e colocando nos ombros dela, ele deu um sorriso ao vê-la discretamente respirar fundo e fechar os olhos. 

- A gente pode conversar? - Guiando a loira para o playground, ele mantinha os braços cruzados, tentando ignorar o frio. 

- Uhum... O que foi? 

Sentando em um balanço ao lado dela, ele sorriu com sua inocência. Os balanços estavam um pouco enferrujados e a única luminosidade que havia era de um poste distante e da lua. 

- Ah, você sabe... Você sabe que a gente já passou por muita coisa junto né!? E depois de três anos, e olha, melhores três anos, sério. - Rindo junto com ela, ele se levantou de seu balanço, e começou a empurra-la no dela. - a gente se conhece a vida toda, Astrid. E eu... 

Anciosa, sentindo suas mãos suando, ela segurou as correntes do balanço, enquanto Soluço segurava suas mãos, a empurrando. Saltando do balanço, ela começou a balançar as mãos, começando a ficar nervosa. 

- Pode parar por aí... E-eu estava brincando, eu não falava sério em relação ao pedido... Não precisa fazer isso se você não quiser, eu nã-não quero te pressionar... 

Sabendo quer ela falava da boca pra fora por que estava com medo, sorriu de canto e caminhou até ela. A abraçando, começou a acariciar seus cabelos loiros. 

Vendo diversas luzes de natal se acenderem em volta de si, ela olhou radiante em volta, enquanto estava nos braços dele. A pegando nos ombros, olhou no fundo dos adorados olhos azuis. 

- Astrid, nós somos amigos desde sempre. Somos amantes a três anos. E seremos namorados em alguns minutos. Mas eu tô aqui pra te falar que um sentimento colocou lugar a outro. Você se tornou uma pessoa indispensável pra mim. Todos os dias que eu acordei nessa semana que ficamos separados, eu comecei a perceber que eu não consigo acordar e passar o dia sem ver o seu sorriso, ver esses seu olhos azuis que... Meus Deuses! E essa sua boca... - Olhando para a boca avermelhada de Astrid, a pressionou levemente com o polegar. - Que me faz querer saber realmente o que é ter prazer. No momento em que você saiu dos meus braços naquele dia, eu tive a certeza que o que eu sentia por você não era mais amizade, Astrid... Eu não quero mais ser seu amigo. Eu quero ser o cara que te abraçar quando você tiver com medo. O cara que vai ser o primeiro rosto que você vai ver quando acordar. O cara que você vai poder beijar o quanto quiser. - Com os olhos marejados, ela riu com a última frase. - Não quero só estar mais uma noite. Quero ficar a vida toda, por que você se tornou aquela pessoa... Então eu te pergunto, você quer namorar comigo? 

Sorrindo e olhando nos olhos do melhor amigo, ela começou a chorar de alegria, e iria dizer sim, mas alguém falou mais rápido:

- Essa é a parte que você diz sim. 

Virando a cabeça para trás, viu todos seus amigos. Até mesmo Dagur e Mala estavam presentes. Heather segurava um buquê de lírios bordô, Perna de Peixe uma caixinha média, que parecia ser alguns bombons, os gêmeos seguravam um urso de pelúcia, e Melequento - que estava com os braços cruzados e a cara fechada - permanecia apenas olhando, como Mala e Dagur.

- Quero! É óbvio que eu quero! 

Rindo, pulou no pescoço de Soluço, cruzou as pernas em sua cintura estreita e apenas o abraçou ouvindo aplausos da gangue. 

Passando os braços para as coxas da loira, a segurando, sentiu ela respirar fundo em seu pescoço. Encostando a cabeça na dela, fechou os olhos, aproveitando a sensação de tê-la novamente. 

- Eu senti sua falta. 

Sorrindo, o apertou mais para si, e respondeu, ainda chorando: 

- Eu também... 

.

.

A segurando pela cintura enquanto tentava abrir a maldita porta para que pudessem ir para o quarto. O desespero de sentirem a pele um do outro estava começando a se tornar ainda mais impaciente, mas a fechadura teimava em não abrir. Quando finalmente conseguiu escancarar a merda da porta, puxou Astrid para cima enquanto gargalhava com a mesma. Tropeçando pelas escadas e quase a derrubando no chão, conseguiram chegar no quarto. Arrancando a blusa que ela vestia, agarrou seu pescoço, sentindo os dedos da loira nos botões de sua camisa, ouvindo a mesma gemer com o leve chupão que ele depositou em sua mandíbula. 

Ela estava ficando louca precisava tê-lo dentro dela. Precisava que ele estimulasse ela. Precisava fazer com que toda a cidade soubesse quem a fazia gritar. Mas, assim como ele, ela tinha um plano para a 'primeira' noite deles. E aquele plano não aconteceria hoje. 

- Soluço... - Sem a solta-la, ele continuou com suas carícias e apertos em seu traseiro, junto com os beijos e mordidas na curvatura de seu pescoço. - Soluço... 

- Hm... 

- E-eu preciso i-ir... 

Parando tudo que fazia, ele olhou para ela e a soltou. 

- O que?!! 

- Eu sinto muito... - Pegando seu rosto, ela lhe beijou nos lábios rapidamente. - Assim como você teve um plano para o pedido, tenho um plano para nossa noite. E vai ser a melhor que já tivemos. 

Murchando, ele a abraçou. 

- Você vai dormir aqui? 

- Se eu dormir aqui eu com certeza vou te agarrar. - Vendo os olhos verdes se iluminarem, ela riu. - Boa noite, bobinho. Sonhe comigo. Nos vemos amanhã. 

Beijando a ponta de seu nariz, pegou sua blusa e saiu correndo. 

.

.

- Astrid, por que que eu tive que vir?! 

- Pra me fazer companhia, oras. 

Olhando onde estavam, Heather continuava com uma cara confusa e a boca entreaberta. 

- Nós estamos em uma sex shop. Numa sex shop!!!! 

- Exatamente. 

- Você não transaram né?! 

- Não. Quero que ele me foda até não querer mais. Mas eu vou precisar provocar. 

Sorrindo maliciosamente para a morena, Astrid foi seguida pela mesma - que bufava e reclamava por estar ali. - até a entrada da loja. 

.

.

.




Notas Finais


Então é isso amores.
Vou tentar postar três nesse final de semana, mas não prometo nada.
Perdoem os errinhos e até o próximo 😂❤️
Comentem o que acham 😘😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...