1. Spirit Fanfics >
  2. Sexy Call - Jb Got7 - Imagine (one shot) >
  3. Único

História Sexy Call - Jb Got7 - Imagine (one shot) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olha quem está de volta 7-7

°•BOA LEITURA•°

Capítulo 1 - Único


Essa semana tem sido difícil e totalmente estressante. Se não bastasse o idiota do meu irmão trazendo todas as noites uma garota diferente para nossa casa, meu querido namorado, Im Jaebum, está viajando já faz duas semanas. 


Tenho saudade do meu moreno, suas palavras doces, sua voz angelical, o jeito que ele me olha e sabe como brincar com meu sorriso, me provocando só com seu toque suave pela minha pele… Sinto uma tremenda falta de sentir ele por completo, de ouvir todas as noites ele roncando, e até sinto falta de suas idiotices que afloravam seu lado infantil.


(...)


Depois de um dia muito cansativo e longo, finalmente sexta havia chegado ao fim. Já em casa, percebo que meu irmão não se encontrava mais lá, graças a Deus ele tinha ido dormir na casa de um amigo. Resumindo, a casa é totalmente minha.


Vou diretamente para meu quarto, jogando minha mochila em cima de minha cama e logo indo até o banheiro. Ao adentrá-lo, arranco cada peça do meu corpo cuidadosamente. Ultimamente estivesse tão sobrecarregada, que estou muito tensa, tudo em mim está dolorido, o próprio espelho dizia isso enquanto eu o encarava; eu precisava muito descansar e passar um momento mais "feliz" digamos assim.


Ligo o chuveiro, deixando a temperatura na mais quente, entrando debaixo da mesma sem muita hesitação. A água ao entrar em contato com minha pele, fez com que eu suspirasse de alívio. Finalmente estava relaxada e com a mente mais leve.


Depois de um banho demorado, voltei para meu quarto colocando somente uma blusa enorme de Jae. Ligo meu notebook e vou nas minhas redes sociais para ver se tem alguma novidade. 


(Telefone toca)


—Alô? — pergunto enquanto coloco meu notebook de lado.


—Jagy? Sou eu, Jae. — dou um sorriso bobo ao ouvir seu nome.


—Amor! Desculpa, não vi que era você. — fito o teto do quarto, eu sempre fico um pouco perdida quando estou com ele. Carrego momentos tão bons com ele que só a gente que viveu consegueria por em palavras o sentimento.


—Tudo bem vida….Estou com saudades. — meu coração aquece em ouvir suas palavras doces.


—Também estou. Mas não é só isso, né?— Ele quer me pedir algo, tenho quase certeza. O mesmo horas atrás já tinha me ligado, e ele me liga somente uma vez por dia.


—Sim….—Ouço ele suspirar, provavelmente tomando coragem antes de tudo. — Bom, eu estava vendo umas fotos aqui…


—Que tipo de fotos Im? — a curiosidade me toma por um momento.


—Fotos tuas… para ser mais especificamente semi-nudes. — Acabo soltando um sorriso de lado, ao lembrar das fotos sensuais que mandei para meu namorado ao longo do relacionamento; pelo visto ele guardou todas.


—E então? Do que precisa?  — Pergunto num tom inocente, gosto de provocá-lo deixando sempre um gostinho de quero mais.


— Não seja má Jagy. Você sabe o que eu quero. — diz provocativo, ele entrou no jogo junto comigo.


—Não Jae, eu não vou fazer por chamada… não quero — Me ajeito na cama, ficando de bunda pra cima; uma posição mais confortável para mim.


—Mas baby...E-Ele precisa te ouvir.— ele gemia enquanto falava, devia estar apertando seu amigo.


—Jae… Eu não sei, dá última vez o  Jackson entrou no seu quarto e nao foi legal aquela situação — dito isso fico vermelha ao me lembrar da cena. Jae e eu estávamos fazendo uma chamada de vídeo, estava tudo tão excitante e meu corpo estava quente só por vê-lo naquela condição bagunçada e cheia de desejo, até que tudo foi perdido quando Jackson, amigo de Jaebum, entrou no quarto e me viu nua através do tablet.


—Podemos fazer por áudio...Por favor, baby. —súplica o rapaz, seu tom manhoso só o deixava sexy e fofo ao mesmo tempo.


—Só um pouco ta? Eu estou cansada e preferia fazer pessoalmente… vai ser só um pouco para você não sofrer tanto. — riu um pouco, mas não posso deixar de me sentir em pura luxúria ao perceber que ele me deseja tanto assim.


—Tudo bem. — podia perceber sua empolgação.


Ouço Jaebum fechar a porta de seu quarto e faço o mesmo. Posso até estar sozinha em casa agora, mas é sempre bom garantir.


— J-jagy… Você não imagina o quão doido eu estou para te foder… essa viagem de negócios está me deixando louco. — diz o moreno num tom sexy.


— Eu também estou com saudades, daddy. — minha última palavra tem um tom mais provocante. — Sinto falta da sua boca, das suas mãos, principalmente os dedos. Eu sinto falta do seu pau… do sabor único e viciante que você tem... — sussuro a última frase contra o telefone.


—Ah baby, não me provoque! Em uma semana estarei de volta, e vou te punir até você não pode andar mais. — fala de um jeito autoritário. 


— E se eu não quiser? —pergunto mordendo os lábios; aquele momento já estava me deixando a mercê do êxtase que todo o meu corpo sentia.


—Você vai querer. — escuto ele bufar —Podemos ir direto ao assunto? Não aguento mais… eu preciso de você… -sua respiração já estava ofegante e com uma certa necessidade misturada, isso só mexia ainda mais com minha imaginação.


—O que devo fazer primeiro? — pergunto de um jeito simples e até um pouco meigo, queria mostrar a ele que sua baby faria ele delirar hoje.


—Que tal começando por sua calcinha? Tire ela agora. — ele ordena, mas eu acabo rindo. — Por que está rindo, baby? 


—É que eu não estou usando calcinha, estou somente com uma blusa sua, daddy. — falo num tom sexy.


—B-baby, eu fico duro só de imaginar você com uma camiseta minha. — ouço ele gemer um pouco — Estou apertando ele, mas bem que podia ser você com sua mão, não é baby?


—Eu não iria usar só a mão se eu estivesse aí — tento dizer tudo de uma maneira inocente, mas com uma das minhas mãos livre, eu já brincava de passear as pontas de meus dedos sobre a extensão do meu corpo.


—Se toca para mim por favor. — meu ventre se agita ao ouvir suas palavras. 


Me deito na cama e coloco meu celular no viva voz. Abro minhas pernas, logo levando dois dedos até minha boca, os molhado-os e os levando até meu "botãozinho".


Começo com movimentos circulares e leves, mas ouvir Jb gemer não me ajudou muito, o jeito que ele estava me excitando fez com que eu desse mais pressão aos meus movimentos. Enquanto isso minha outra mão vai ao meu peito, puxando o bico e massageando em volta.


—A-ah baby...é tão gostoso ouvir você gemer. — ele com certeza estava se masturbando — Agora mete os dedos lá dentro. Finge que é meu pau te fodendo até o fim… quero te ouvir ainda mais...


Eu o obedeço de imediato, penetrando dois dedos em minha intimidade, soltando um gemido alto de prazer.


—Porra baby! Eu queria estar aí agora, queria que fossem meus dedos te preenchendo. — cada palavra que eu ouvia, fazia eu ir mais rápido; parecia que sua voz controlava minhas ações. —Droga! Eu posso gemer só de ouvir você. O que você fez comigo, Jagy? 


—J-Jae...e-eu quero você. — digo entre gemidos.


—Baby, eu quero que agora você pense que meu membro já não aguenta mais de tanto que você me suga para dentro. Então irá mais rápido pra se saciar — ele geme —Eu quero ouvir você gemer bem mais alto dessa vez!


—Porra! A-aawh. — nossos gemidos se embaralhavam enquanto ecoavam pelo quarto.


Estava quase chegando no meu orgasmo, então com minha outra mão que estava disponível, novamente massageio meu peito. Trazendo mais prazer ao momento.


—J-Jae eu vou g-gozar. —era difícil falar quando meu corpo estava a um paço de desmontar.


—Eu t-também baby!


O silêncio de cinco segundo da chamada é quebrado quando ambos gememos alto ao mesmo tempo. Eu havia gozado assim como Jaebum. Pela chamada dava para ouvir perfeitamente sua respiração ofegante, minha mente imaginava a cena; como ele deveria estar suado e com o peito acelerado, precisando que eu limpasse o sêmen  que sobrou em suas mãos, eu amo o sabor de seu leite...


—Está bem, Jagy? — ele pergunta.


—Estou sim. Apenas cansada. —respondo já sentindo meus olhos fecharem.


—Vou deixar você dormir, você deve estar morrendo de sono. — consigo ouvir ele bocejar. —Até amanhã vida. Não esqueça que eu te amo.


—Eu também te amo, tchau.—Desligo a chamada e do jeito que eu estava eu dormi.


Não tinha força nenhuma para me levantar e tomar mais um banho. Amanhã de manhã farei isso, agora só preciso me recompor dessa incrível noite.



Notas Finais


Espero que tenham gostado ^.^ Até o fim da semana, TALVEZ eu poste mais uma one shot.

Betagem feita pelo meu anjo que me salva todas as vezes @Mirai2463

°•Novo(a) por aqui? Vai no meu perfil, tenho algumas one's shot's•°
@meumundoloco


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...