1. Spirit Fanfics >
  2. Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) >
  3. Três

História Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) - Capítulo 3


Escrita por: Keio_Haruno

Notas do Autor


Oiii pessoas, tudo bom?

Espero que gostem! Boaa leitura. ❤️

Capítulo 3 - Três


Fanfic / Fanfiction Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) - Capítulo 3 - Três

Acordei pelo jeito já era mais de meio dia, e eu ainda estou nesse lugar, preciso da um jeito de ir embora! Vou tentar a janela, ainda fechada. Olho pra cima e vejo que ela tem ferrolhos, dois em baixo e dois em cima, subo em uma cadeira e abro eles assim forçando a janela a abrir. 

S/n: Boa garota, nunca duvidei de você.

Olho pra baixo péssima hora para ter medo de altura. Mas eu vou conseguir, tenho que sair daqui uma perna quebrada não será nada, sento na janela, depois jogo meu corpo para fora me segurando pela mãos 

S/n: Tá eu me arrepende, péssima ideias s/n! 

Está pendurando aqui, só tenho duas opções pular ou pedir ajuda, e agora? 

X: Nossa eu já vi de tudo nessa casa, mas mulheres penduradas na janela e a primeira vez, tá precisando de ajuda aí? 

S/n: Não, tá tudo bem! Passa direto, e-eu só tô limpando. 

X:Sei, pula que eu te pego garota. 

S/n: Já disse que não, vai embora. 

Meus braços estavam doendo, não sei se aguento muito tempo meus dedos estavam escorregando ótimo e agora ou nunca, me jogo é pra minha surpresa eu não cai no chão. 

X: Eu disse que te pegava. 

S/n: o que você tá fazendo aqui ainda? 

X: Nossa que gatinha, como se chama? 

S/n: Não te interessa, me põe no chão. 

X:Olha não te interessa, eu me chama Obito. E eu não tenho problemas em carregar uma garota tão linda assim. 

S/n: Me solta agora mesmo! 

Ele me põe em seus ombros 

S/n: eu sei andar! 

Obito: Sei que sim, mas eu gosto da visão que estou tendo. 

S/n: Seu desgracado para de olhar pra minha bunda! 

Obito: Desculpa, mas é impossível! E eu vou querer conhecer melhor você anjo. 

ele me leva pra dentro, vou dando socos em suas costas mas não causa nenhum efeito. 

Kakashi: Finalmente você chegou Obito. 

S/n: Merda! 

Kakashi: A ponha no chão agora mesmo. 

Obito: Eu achei ela pendurada em uma janela. 

Kakashi: Me da ela aqui! 

S/n: Não precisa eu sei andar! 

Ele me põe no chão, deixando o tal de Kakashi com os braços abertos e nos olhar com raiva, ajeito meu vestido e meus cabelos. 

Kakashi: Mais tarde eu vou ter uma conversa com você! Minato leve ela para o seu quarto e tranque aquela janela direto. 

Ele dizia enquanto segurava meu braço com força olhando nos meus olhos, eu dou uma leve revirada nos meus e ele me entrega ao loiro de terno que me puxava pela escada mais ainda ouvia uma conversa dos outros dois. 

Obito: Que olhos lindos, na verdade ela é toda linda. 

Kakashi: Ela não é pra você, fique longe dela. 

Obito: pensei que dividíamos tudo. 

Kakashi: Já disse que ela não é pra você! 

Entramos em outro corredor e já não ouço mais nada, chegamos no quarto entramos e eu sento na cama enquanto ele fechava a janela. 

Minato: Você tem problemas não é? 

S/n: Muitos, mas sinto que não é do jeito que você tá falando. 

Minato: Estava querendo escapar da casa de um mafioso? 

S/n: Não me importo se ele é mafioso ou o Deus do Egito. 

Minato: Tá, mais se eu fosse você eu não tentava mais nada. 

S/n: Quem e aquele cara, o outro que me pegou no colo? 

Minato: Aquele e o Obito, ele e o senhor Hatake são muito amigos, se consideram irmãos. 

Sakura: Menina eu fiquei sabendo que você aprontou uma boa.

Hinata: Você é louca? 

Elas dizem entrando no e se sentando na cama comigo. 

S/n: Mais julgamentos, porque não fazem isso com o chefe de vocês? 

Sakura: Por que ninguém é louco igual você.

Hinata: Ele vai querer matar você! 

Minato: Já falei pra ela.

Sakura: Melhor começar a se comportar. 

Minato: Ele odeia mulheres desobedientes 

S/n: Então ele pegou a pessoa errada. 

Hinata: Você tá fedendo a bebida, Minato sai ela precisa de um banho. 

S/n: tão discreta. 

Ele sai do quarto, elas me mostram o guarda-roupa e me ajudam a escolher um vestido, de todos que são muitos eu prefiro um azul claro de alça. 

Hinata: Bom gosto ela tem. 

Sakura: Se você acha, bom o banheiro é ali. 

Olho para a direção que ela está apontando só vejo umas portar de vidro. 

S/n:A-ali? 

Hinata: Meio estranho né, nós vamos te deixar só 

S/n: Não! Espera, vocês podem ficar? Eu não quero que ele chegue sem que eu perceba e me veja nua. 

Hinata: Tudo bem. 

Sakura: Um homem daquele louco por você, se entrega logo garota. 

Balanço a cabeça entro no tal banheiro, começo meu banho lavo meus cabelos e depois de um tempo término vou até elas me seco e ponho o vestido. 

Sakura: O que é isso na sua bunda? 

Hinata: A hot slut like hell

Sakura: uma vadia quente como o inferno, sério? Kk 

S/n: Eu tinha 13 anos, uma garota totalmente desnorteada e rebelde fazendo tatuagem não é coisa boa. 

Hinata: E essa cicatriz nas suas costas? 

S/n: Foi o meu irmão, ele me queimou com um ferro quente, fora várias surras que levei dele. 

Sakura: Minha nossa, e o que você fez? 

S/n: o coloquei na cadeia. Eu estou com fome, podemos comer? 

Hinata: Sakura vai buscar alguma coisa pra ela comer. 

Sakura: Por que eu? 

Hinata: Vou ajuda ela a secar os cabelos. 

Ela só sai, e ficamos conversando sobre o Kakashi e o tal de obito por um tempo, até que tocamos em um assunto que me deixou um tanto incomodada. 

S/n: Vocês já dormiram com ele? 

Hinata: Eu não, desde que cheguei estou com o filho do Minato, mas a Sakura e a Ino sim. 

S/n: são usada como objeto sexual? 

Hinata: Se você quiser considerar assim. Bom, a Sakura já superou o amor pelo senhor Hatake e está com o Sasuke agora, mas a Ino como percebeu ainda o ama. 

S/n: Ino é aquela loira louca né

Sakura: Isso mesmo, e nós adoraríamos se você fizesse um pouco de ciúmes a ela. 

S/n: Porque eu faria isso? 

Sakura: Só faz garota, ela é insuportável e se acha a favorita. 

Sentamos e comemos, seria todas as minha refeições do dia já que desde ontem eu não comia. A porta se sabre e é ele, o intimidador e sensual (confesso), o tal homem que me sequestrou, ele entra retirando suas luvas as garotas ficaram de pé sem nem que eu percebesse. 

Kakashi: Saiam, me deixem a sós com ela. 

Elas acenam a cabeça pegam todas as coisas, eu poderia jurar que saíram do quarto correndo. Permaneço onde estou, sentada no chão desvio meu olhar dele, que vem até mim sentando na cama e segura meu rosto. 

Kakashi: O que aconteceu mais cedo? Por que estava nos braços do Obito? 

S/n: Preciso responder? Você já sabe o que vou dizer. 

Kakashi: Você estava tentando fugir pela janela e ele te segurou, foi isso? 

S/n: Sim. 

Ele me pega pelo braço me levantando, sou jogada em seu colo e levantando meu vestido, sinto os dedos dele passar por cima da minha tatuagem. 

Kakashi: Estou louco para descobrir se isso é verdade, mas tenho certeza que sim. 

S/n: O que você vai fazer?! Me soltar! 

Kakashi: Isso e por ter tentado fugir, ter entrado nos braços de outro e por revirar os olhos pra mim diversas vezes. 

Ele me dá uma palmada na bunda, que me faz soltar um pequeno grito, várias outras em sequência mas não me causava dor isso de certo modo estava me excitando, depois de umas 15 palmadas ele para ajeita meu vestido e me tira de cima dele. 

Kakashi: Isso foi o castigo mais leve que já dei, sinta-se sortuda. 

S/n: Você se acha que isso me causou algum tipo de dor? Fala sério, o meu ex sim me causava dor se é que você me entende. 

Dou um sorriso, isso saio no tom que eu queria, pura provocação. Logo fez efeito ele se irritou mas não do jeito que eu esperava, sua brutalidade aumento mais uma vez sou jogada na cama e ele vem por cima de mim.

Kakashi: Eu vou fazer você esquecer todos esses caras, só vai conseguir pensar em mim a cada momento, vai ficar excitada ao lembrar do que fizemos nessa cama. 

Meu coração estava batendo mais forte era notável, meu ódio está sendo trocado por desejo ver ele olhando em meus olhos, sua boca perto da minha, seu corpo colado ao meu, estou lutando ao máximo para não ceder. Mas é muito difícil, a meses não saio com ninguém estava tão focada na faculdade, e agora eu só consigo pensar como é o o beijo e resto de seu corpo, mordo parcialmente meu lábio inferior. 

Kakashi: Não faça isso. 

S/n: Por que não? 

Kakashi: Você está sendo punida garota, e mesmo que eu quisesse muito lhe ter hoje você fez muitas coisas que me irritaram. 

S/n: Eu nunca fui uma boa garota, melhor se acostumar. 

Ele sorri, e eu sinto sua respiração ficando ofegante, abro minhas pernas o deixando ficar entre elas. O mesmo me olha incrédulo talvez por estar cedendo tão fácil, ele fica de joelho na minha frente tirando a sua grava usando a mesa para me amarrar 

Kakashi: Eu não consigo me controlar com você, a dias quero lhe ter pra mim. 

Depois de amarrada vai até o meu pescoço dando beijos e me causando arrepios, ele abre o zíper do meu vestido e quando eu ia da um sorriso por ele ter me amarrado sem tirá-lo mas antes ele rasga as alças e o tira do meu corpo. Eu estava sem sutiã, logo sinto os dedos dele os apertando, e me fazendo gemer. 

Kakashi: Isso, eu quero de ouvir gemer garota. 

Ele desce seus dedos pelo meu corpo, chegando na minha intimidade retirando minha calcinha e fazendo movimentos circulares. Logo ele estava a me chupar, sua língua quente se movimentando fazendo com o que eu ficasse ainda mais lubrificada, arqueando minha costas e eu estava louca de prazer. 

S/n: Aaa k-kakashiii 

Ele se afasta de mim, tirando sua roupa ficando nu em minha frente meu olhar se devia e olha diretamente para o seu membro que é um tamanho assustador, acho que ele percebeu minha surpresa e me deu um sorriso, ele põe a camisinha. Logo volta a ficar por cima de mim, posicionando seu pau na minha entrada e me penetrando nos fazendo gemer juntos, seus movimentos são devagar porém intensos, sinto ele entrando e saindo de mim enquanto minha bunda era apertada e minhas pernas se prendia em sua cintura meu corpo pedia insaciavelmente para toca-ló, mas não era possível. Nossos gemidos ficaram mais altos, eu estava quase gritando de prazer sinceramente não estou me importando nem um pouco se alguém nos escutasse, ele se apoia em seus braços ficando suspenso, sua intenção era só uma, me ver gemendo pra ele dou o que ele deseja, gemo seu nome loucamente o que parece lhe satisfazer. 

S/n: M-me solte Kakashi. 

Kakashi: Não, esse será seu castigo linda. 

Não tenho tempo para ficar brava, suas entocadas começam a ir mais rápido, por um momento sinto o corpo dele estremecer, estou na maneira certa para nós trocar de posição, assim eu faço fico por cima dele ainda amarrada, aqueles dois anos de jiu-jítsus finalmente serviram de alguma coisa. 

Kakashi: O que você está fazendo? 

S/n: Te mostrando quão má eu posso ser. 

Suas mãos agarravam minha cintura enquanto eu pulava nele, o barulho dos nosso corpos se chocando ecoava pelo quarto talvez até pela casa inteira. 

Kakashi: N-nao pare s/nn 

Minha boca salivava de tanto prazer que estava sentindo. Eu consegui sentir seus dedos sobre minha pele, como se quisessem penetrar ela, sei que estou quase gozando meu corpo me avisa isso de várias formas, e acho que ele também percebeu mais uma vez trocamos nossas posições.

Kakashi: Deixa que eu termino isso pra você. 

Minha buceta estava sensível, e isso me fazia gemer um tanto alto. Ele tampa minha boca com sua mão, puxo sua gravata que me prendia com força, mais um tempo eu gozo, mais ele continua meu corpo respondia ele perfeitamente a cada toque, cada beijo, eu era levada ao paraíso. Até que ele vem até minha orelha e me diz baixinho com sua voz rouca que vai gozar, isso me lubrifica mais ainda e quando acontece ele sai de mim. 

Kakashi: Você precisa de um banho. 

S/n: Só eu? 

Kakashi: Comece sem mim, eu vou no meu quarto pegar uma roupa. 

Aceno com a cabeça, ele estava diferente o que aconteceu? Me levanto e vou até o banheiro ligo o chuveiro deixando a água me lavar e logo me vem a idiotice que acabei de fazer, escuto a porta abrir deve ser ele. 

S/n: Isso foi um erro, um grande erro então não ache que vai acontecer de novo.

Me viro e não é o Kakashi e o tal de obito, estava parado me olhando. 

Obito: Isso me deixa muito feliz, quer dizer que tenho chance? 

S/n: Sai daqui! 

Digo enquanto pego o roupão que estava pendurando e o visto. 

Obito: Calma anjo, eu só tô procurando o Kakashi, cadê ele? 

S/n: me disse que ia no quarto dele. 

Obito: Amanhã eu falo com ele então, boa noite anjo. E não diga que eu te vi assim, pode causar problemas pra você. 

Ele sai me deixando só, me sento na cama olhando pro nada. Ótimo, mais problemas esse cara vai acabar me ferrando aqui, o que será que ó Kakashi faria se soubesse disso? Acho que não quero descobrir, me deito na cama e acabo dormindo estava muito cansada.


Notas Finais


Deixem seus comentários, opiniões, ideias não sei tudo vale pra mim. ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...