1. Spirit Fanfics >
  2. Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) >
  3. Quatro

História Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) - Capítulo 4


Escrita por: Keio_Haruno

Notas do Autor


Oiiii amores! Eu volteiiiii!❤️

Espetro que gostem! Boa leitura! ❤️

Eu queria agradecer a paciência de vocês! E cada comentários que vocês deixaram! Obrigadoooo vocês são de mais! ❤️

Capítulo 4 - Quatro


Fanfic / Fanfiction Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) - Capítulo 4 - Quatro

Acordei, fitando o teto seriamente. Aquela expressão de a alma ainda não vou para o corpo, é exatamente o que está acontecendo. Passo as mãos em meu rosto, existiam cabelos meus grudados nele, típico. Me mexo um pouco na cama e percebo que estou sem roupa, e do meu lado está o mafioso de cabelos brancos, o desgraçado gostoso. O filho da puta que fode melhor que todos os caras que eu já me relacionei na vida. Dormindo calmamente do meu lado, - até dormindo ele consegue ser sexy- minhas mãos se movimentam involuntariamente para toca-lo, mas eu êxito quando já estava quase acontecendo. Eu não deveria, isso tudo é uma loucura. 

S/n: Eu deveria te matar agora mesmo, aproveitar o momento. 

Ele realmente estava dormindo, não ouve  nenhuma reação depois que falei. 

S/n: Como se eu consegue, Deus provavelmente me puniria ainda mais por estragar essa obra de arte que ele fez, ou talvez tenha sido feita pelo diabo. 

Kakashi: A segunda opção é mais provável. 

Meus olhos ficam arregalados -ele fala ainda de olhos fechados- será que ele ouviu tudo? Espero que não. 

Kakashi: Bom dia linda. 

S/n: B-bom dia. 

Abrindo seus olhos e vindo sua cabeça pra mim, recebo um sorriso crescendo em seu rosto. Apesar dele está sorrindo o seu rosto ainda parecia sério - eu não entendo seus humores- continuamos nos olhando por mais alguns minutos. Até ouvirmos um certo tumulto do lado de fora do quarto, nos sentamos na cama agora seu semblante era extrema raiva.  

S/n: O que está acontecendo? 

Kakashi: Não sei, mas não deve ser nada. 

Ele volta a sorrir para mim, -eu realmente não estava entendo nada-. Até ele por suas mãos em meus cabelos e me puxando para um quase beijo - já falei diversas vezes que não quero isso, mas simplesmente perco o controle do meu corpo- seus dedos mexiam no meu cabelo, me aproximando ainda mais,  quando a porta de abre nos assustando. 

X: Que história é essa que não posso entrar no seu quarto? 

Kakashi permanecia do mesmo jeito, apenas seus olhos se viram para ver quem falava, assim como eu fiz o mesmo. Uma mulher parada a nossa frente com os braços cruzados esperava uma resposta dele. 

X: E desde quando você dorme com suas putas? 

Essa mulher desequilibrada, nunca vista na minha vida antes me chamou de puta? Kakashi me olha e percebe que eu não gostei - e quem gostaria não é - percebo que ele também não se agradou do que foi dito pela mulher. 

Kakashi: O que está fazendo aqui? não volte a falar assim dela, Rin. 

Minato: Me desculpe senhor Hatake, mas não pude impedir ela. 

Dizia o homem entrando com as mãos em seu membro, com uma cara de dor. Eu analisava a conversa e toda a cena, Kakashi é essa tal de Rin como ele a chamou pareciam íntimos. 

Rin: Você ainda não me respondeu! 

Kakashi: Quem chamou você aqui? 

Obito: Talvez eu tenha culpa! 

Dizia o outro entrando no quarto, já eram três pessoa que não deveria estar aqui. Eu estava nua, prendendo o lençol contra meu corpo. 

S/n: Eu não quero a trabalhar a conversa de vocês, mas acho que aqui e agora não é um bom momento pra isso. 

Kakashi me lançou um olhar furioso - não entende o por que, mas logo foi explicado, obito estava me secando- a mulher parecia surpresa por eu ter falado. 

Rin: Se levante e vá embora, você não tem nada de mais. Todos já devem ter dormido com você mesmo. 

S/n: Não fale comigo assim, você não me conhece. E se quer me xingar, deixe que eu me vista primeiro assim eu posso quebrar seus dentes. 

Ela ficou incrédula, mas não pelo que eu disse. Parecia que por conta do Kakashi ter permitido que eu falasse assim com ela. 

Kakashi: Saiam todos! Obito, eu vou querer muito conversa com você! 

Todos saem, obito leva a mulher nos ombros a força. Kakashi se levanta e veste sua roupa com pressa. Faço o mesmo, mas não na sua velocidade, observando ele percebo que está com um ar de preocupado com a chegada de Rin, o que será que essa mulher e dele? 

Kakashi: Você vai ficar aqui no quarto trancada, a chave vai ficar comigo. 

S/n: Ótimo, sequestrada e prisioneira. 

Kakashi: Tentaria fugir se eu deixasse você sair? 

S/n: Hum, boa pergunta. 

Ele me olha como se quisesse dizer ou fazer algo comigo. 

S/n: Talvez não, vou tentar me comportar. 

Kakashi: Se você fugir eu te acho linda, então não tente. Vou mandar a Hinata e a Sakura ficar com você. 

S/n: Tudo bem. 

Ele sai indo em direção a porta, enquanto eu volto a retirar todas minhas roupas e decido tomar um banho. Logo percebo seu olhar em mim, queimando como fogo, Kakashi estava a babar por mim parado na porta. 

S/n: Mais alguma coisa? 

Kakashi: Fique longe da Rin.

S/n: Ok, não tenho interesse nenhum em encontrar ela. 

Ele me dá uma última olhada de cima a baixo e depois sai. Talvez eu seja uma mentirosa melhor do que imaginei, consegue enganar até um mafioso. Estou louca para descobrir quem é essa mulher, o que eles são uma para o outro. 

Tomo meu banho e quando estava escolhendo uma roupa as garotas chegam, já perguntando o que acometeu mais cedo. Depois de contar tudo ela também quiseram saber sobre minha noite com seu chefe, estou precisando de amigas aqui então contei tudo. 

Hinata: Você subiu nele? 

S/n: Por que a surpresa? Nunca transaram assim? 

Elas se olharam, será que a resposta da minha pergunta é um não?! 

Hinata: Eee acho que não, e bom? 

S/n: Sim, bastante prazeroso. 

Hinata: Deve ser mesmo. 

S/n: Sakura você já transou com ó Kakashi, e nunca fez isso? 

Sakura: Não, estou surpresa por você ter feito! Os homens aqui são extremamente dominadores. 

Encerramos a conversa e elas me fizeram por um vestido vermelho longo de cetim vermelho com uma fenda que começa na minha coxa - para irritar a Rin- elas não me disseram o que eles eram, mas por essa atitude eu percebo que eles já foram um casal ou ela era apaixonada por ele. 

Descemos até a cozinha. Hinata prepara um café da manhã pra nos três. Sentamos na mesa e comemos em meio a conversas. 

S/n: Onde estão os três? 

Sakura: No escritório provavelmente. 

Ficamos ali até o Minato com o seu filho e o amigo parecer elas me apresentam ao os dois. Naruto namorado de Hinata e educado como o pai. Já o namorado de Sakura, Sasuke o garoto parece está lidando com problemas internos constantemente.

S/n: Vocês forma dois belos casais. 

Hinata: Obrigada! 

Sakura: Eu sei, mas obrigada. 

Sakura e Hinata são personalidades totalmente diferentes mas se dão tão bem. Imagino a quanto tempo elas estão aqui e qual o motivo. 

Naruto: Você e muito bonita s/n. 

Sasuke: É, você é.. linda. 

S/n: Obrigada. 

Minato e eles saem logo em seguida, alguém os chamou. Deixando nos três sozinhas mais uma vez, Hinata tinha que fazer alguma tarefa não sei o que. Sakura e eu ficamos conversando, até sermos interrompidas. 

Rin: Ei você, leve café para nós no escritório do Kakashi. 

Sakura: Já vou levar. 

Rin: Não estava falando com você! 

Ela me lança um olhar brutal, na tentativa de me deixar ameaçada. Eu a encaro, levanto minha cabeça me deixando com ar superior, e um sorriso se faz no canto da minha boca. 

Sakura: Ela não é ... 

S/n: Pode deixar, daqui a alguns minutos levarei.

Não deixei ela termina de falar e tomei a frente, a mulher saio rindo como se fosse um jogo ganho por ela. 

Sakura: O chefe não vai gostar de te ver entrando lá! Deixe que eu levo. 

S/n: Só vou servir o café o que tem de mais. 

Sakura: Você já fez isso antes? 

S/n: Eu trabalhava em uma boate, servir bebidas era meu trabalho não se preocupe. 

Sakura prepara a bandeja e vai comigo apenas para me mostrar onde era o escritório. Eu já imaginava a reação deles e não conseguia controlar o meu sorriso. Ela bate na porta pra mim, e a voz rouca de Kakashi da permissão para entrar, abre a porta e eu entro. O sorriso em meu rosto desaparece, ao ver a tal de Rin no colo do Kakashi ele me olha entrando em choque e vejo obito segurando seu sorriso. 

S/n: Aqui está o café. 

A minha vontade era de jogar o café na cara dos dois, mesmo sem entender nada. Mas não posso fazer isso, uma ideia melhor surge em minha cabeça. Sirvo os dois, quanto ele olhava nos meus olhos e meu ódio transparência por eles. Mas logo mudo para um olhar gentil e doce - mas a raiva me consumia por dentro- depois sirvo o obito é essa é minha hora, lembrei de quando estava na boate e o entreguei o café do jeito mais sexy que eu sei. 

Olhos nos olhos, abaixar um pouco mais deixando meu decote a mostra, sendo notável minha bunda empinada, mordidas nos lábios e um olhar excitante. Me levanto e dou um leve sorriso, jogo meu cabelo pra trás e me viro de novo para o homem desgracado. Obito adorou o show era notável, o volume em sua calça. 

S/n: Mais alguma coisa senhor Hatake? 

O chamando de senhor o fez estremecer, notei. 

Kakashi: Sim, volte daqui a pouco preciso conversar com você. 

Amassei de leve a bandeja que segurava, me virei e sai andando. Como ele tem a audácia de ainda me chamar para conversar que nojo! Fora da sala as meninas já me esperavam. 

Sakura: Iae? 

Hinata: Tá brava com a gente? 

S/n: não, onde ficam as bebidas? 

Pegamos três litros de whisky, as levo até o jardim e sentamos em baixo de uma árvore abri a minha garrafa e já virei em minha boca. 

Hinata: Acho você não deveria está aqui, e nem fazendo isso. 

Sakura: Hinata tem razão. 

S/n: Joguem a culpa em mim, mas eu preciso disso. Me digam o que eles são? 

Sakura: É uma especie de noivado. 

S/n: Noivado? Mas ela me viu com ele hoje mais cedo na mesma cama. 

Hinata: Ela não se importa com ele dormindo com “putas” assim que ela chama. 

S/n: Uma corna conformada, sei. 

Sakura: Nem é só isso, ela ama os dois tá. 

S/n: O Kakashi e o Obito? 

Sakura: Isso mesmo, não me pergunte mais nada que eu não sei responder. 

Balancei a cabeça e mais uma vez virei o litro. Minha cabeça só conseguia pensar na confusão que me mete, e talvez não consiga sair. As meninas finalmente cederam e começaram a beber comigo, elas também estavam precisando. 

Rin: Ei você! 

Reviro os olhos, e me levanto para falar com ela. 

S/n: O que é ? 

Rin: Você deve ser novata, então não me interessa se sua família era pobre, perdeu dinheiro ou só se cansou de você e lhe vendeu. Mas aqui quem manda sou eu! 

Eu não estava entendo, nenhuma dessas coisas tinham haver comigo eu fui raptada. Mas apenas confirmei com a cabeça, enquanto ela falava várias coisas. 

Rin: Você me deve respeito, ou eu vou arrancar seus braços e esses seus olhos para parar de olhá-los. Então se comporte sua vadia, não sabe o quanto eu sou fria. 

Meu sorriso era impossível de segurar devido sua última frase, ou talvez o álcool esteve fazendo efeito.

S/n: Primeiro, não tô nem aí se você e quente ou fria. Segundo, não me faça ameaças você também não me conhece, e eu posso ser mais perigosa que você! Mande eles me deixarem em paz que fica tudo certo. 

Ela sai bufando, mas sua vontade era bater em minha cara. As meninas começaram a rir, junto a mim. Olho pra cima bebendo o resto de whisky vejo Kakashi me encarando pela janela de seu escritório. 

Mostro meu dedo do meio pra ele, enquanto ria. Apenas mexendo meus lábios eu falo pra ele. 

S/n: Vai se fuder! 

Ele tendeu bem, fez uma cara feia e saio da janela. Me jogo na grama e fico ali com as meninas por horas. Que idota, porque estou com tanta raiva? Ser usada assim não é legal deve ser só isso. 

....


Notas Finais


Deixem seus comentários!❤️

Gente vão da uma olha na história de uma das minha leitoras “ a história da Sakura adolescente com o Sasuke” estou aqui para ajudar cada um de vocês, se precisar é só me chamar no privado!❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...