1. Spirit Fanfics >
  2. Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) >
  3. Seis

História Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) - Capítulo 6


Escrita por: Keio_Haruno

Notas do Autor


Oiii amores! Tudo bom?

Desculpem a demora, dias complicados! ❤️

Espero que gostem, boaa leitura! ❤️

Capítulo 6 - Seis


Fanfic / Fanfiction Sexy Dominator (Kakashi x Leitora) - Capítulo 6 - Seis

... 

fechei a porta e fiquei parada em sua frente. Ele me lançava um olhar assustador, o que mantinha firme era o ódio que estava sentindo por ele ter me usado daquele jeito. 

S/n: O que você quer? 

Kakashi: Sente-se aqui. 

Disse ele batendo na ponta de sua mesa. Eu recusei, cruzando os meus braços e batendo o pé. 

Kakashi: Não foi um pedido. então não me faça ir até você. 

Se eu exalava ódio, Kakashi exalava fúria e dominância. E eu notei que não estava podendo fazer birras agora. Devagar eu fui até lá, e me sentei onde o mesmo tinha ordenado. 

Kakashi: Onde estava? 

S/n: Por aí. Vivendo a pouca vida que me restou. 

Kakashi: você deve sentir prazer em irritar homens. Beijando meu amigo, na minha casa. 

Meus dentes se serraram, e eu não sabia o que dizer. Estava totalmente tensa pela situação, mas eu não devia nada a esse homem. 

S/n: Ele me fez companhia. 

Kakashi: E você beijou ele? 

S/n: Não disse que fui eu que comecei. 

Kakashi: Mas retribuiu. 

Olhei pro teto e dei de ombros. Passando o dedo sobre meu lábio lembrei do beijo que ganhei mais cedo do moreno. Ele beijava muito bem, na cama talvez seja melhor.

Kakashi: Eu já não disse que você é minha! 

Sou tirada dos meus pensamentos quando Kakashi bate sua mão contra a mesa fazendo um enorme barulho.

S/n: Está cobrando algo que não faz! E eu não sou de ninguém! 

Kakashi: Você é sim, é completamente minha! 

Um riso escapa da minha boca, o deixando ainda mais bravo. eu realmente não estava preparada para essa conversa. Ele me sequestra, transa comigo, descubro que é noivo e ainda quer que eu seja só dele. Um circo em si não teria tanta graça como essa história. 

Kakashi: Por que você fez aquilo? 

S/n: Não te interessa. 

Kakashi: Eu acho bom você começar a falar direito comigo! 

Minha boca se contrai, forçando meus lábios um contra o outro. -aquela maldita mania de ver graça em situações erradas- serrei meus punhos para tentar me controlar, baixei a cabeça e fui respirado aos poucos. 

Kakashi: Não me faça de palhaço s/n. 

S/n: Mas você pode me fazer? 

Kakashi: Eu posso fazer tudo o que quero! 

S/n: Você percebe o quanto idiota e escroto você e ? 

Kakashi: Você tem tanta sorte! 

S/n: Acha mesmo? 

Kakashi: Ninguém nunca bateu na minha cara, me fez de idiota, me xingou diversas vezes e saio vivo. Eu teria matado por muito menos! 

S/n: E porque não faz? Porque não me mata? 

Ele se levanta colocando o copo em cima da mesa. Passando as mãos em seu cabelo vem até mim, parando em minha frente. Seus olhos me encaravam como se fosse um animal faminto observando sua presa que não é tão indefesa quanto outras que já encontrou.

Kakashi: Eu estou viciado em você garota. Você e como maconha, apenas seu cheiro me deixa instigado. Mas quando experimentei, perde meu controle. 

Suas palavras me deixaram em êxtase. Esse homem me passa um calor absurdo, meu corpo transpirava discretamente pois o calor emanava de mim, como se a entrada para o inferno fosse em meu próprio corpo.

Kakashi: Me diga se não se sente nem um pouco assim também?! 

Minha boca estava entre aberta, mas nada saia. Eu não conseguia falar, minhas cordas vocais não funcionavam. Meus olhos estavam deslumbrados com a visão privilegiada que estava tendo, mas lembrei que não sou tão privilegiada assim. 

S/n: Deveria pergunta isso a sua noiva, não a mim. Kakashi eu não nasce para ser amante de ninguém, e não me interessa nem um pouco entrar no seu triângulo amoroso! 

Kakashi: Também não me interessa você participar de um, porque quero você só pra mim. Agora venha, chega de conversas.

Ele me pega no colo, pondo em seus ombros. Saindo de seus escritório passando por corredores, enquanto meus gritos ecoavam por todos os lados.

S/n: Me solta Kakashi! 

Era inútil mas eu persistia, talvez o acusa-se dor de cabeça o obrigando a me soltar. Ele para e abre uma porta, entrando e me jogando em cima de uma poltrona. 

S/n: Pare com isso, eu sei andar! 

Kakashi: Silêncio. Vou te mostrar o que ganha quando me irrita. 

Ele tranca a porta. Observo todo lugar e parece ser um quarto normal, um tom cinza nas paredes cortinas prestas para combinar com os lençóis da cama que era de cetim. O vejo indo até o guarda roupa e pegam algumas coisas jogando-as do meu lado. Antes ele leva suas mãos ao meu corpo, ficando próximo de mais a mim. Deitando por cima, deixando beijos sobre meu pescoço. Eu desisto de tentar lhe impedir e me entrego. Me sinto uma idiota mas não consigo negar. ele passa as mão em minha coxa, apertando. Seu dedo acariciava a extremidade do meu lábio. Logo ele me beija, desejo, paixão, tesao, tudo era sentindo pelo toque de nossa bocas. Minha língua pede passagem e logo ele me cedeu, - a ideia do beijo de obito ser mais gostoso é irrelevante e tola - somos separadores pela falta de ar. 

Kakashi: Tire seu vestido e ponha isso. 

Me recuso por alguns segundos. Mas acabo cedendo -como sempre não tenho controle sobre eu mesma- tiro meu vestido ficando de lingerie, e ponho o que ele me entregou, sem dificuldades, rápido término. 

Kakashi: Já usou um desses? 

S/n: Só pra mim. 

Kakashi: Que bom. Me de suas mãos. 

Fico de joelhos na poltrona. Ele as leva para os lados, com algemas prende elas sobre minhas coxas. Ele faz uma trança em meu cabelo e repara em minha cicatriz.

Kakashi: o que foi isso s/n? 

S/n: História trágica de mais para o momento. 

Ouço sua respiração sair mais tensa do que o normal. Ele põe um pouco de força em suas mãos sobre minhas costas me fazendo ficar de quatro empinada - exagero mais do que precisava - Kakashi volta batendo algo nas palmas de suas mãos, tento ver o que é mais é inútil. 

Kakashi: Não deveria ter feito aquilo s/n! 

Sinto o coro fino acerta minha bunda. Me fazendo gritar pela surpresa. Mas não falei nada, ele me acerta mais vezes. Dor misturado com prazer. - vou deixar ele pensando que isso tudo me causa outra coisa além de prazer, seu objetivo é dor. Sinto muito querido- . 

Kakashi: Você é só minha s/n, não deve beijar outro! 

Nesse altura minha bunda deve estar totalmente vermelha e provavelmente marcada - mas não me importo com isso, não agora - prendo meus gritos para mim. Ele parece satisfeito, escuto seu zíper abrindo e a calça jeans alcançar o chão. Minhas mãos são liberadas. Olho para ele e o vejo nu sentado fazendo um gesto para que me senta-se em seu colo. Monto em cima dele apoiando meus braços em seus ombros. 

Kakashi: Entendeu o recado? 

S/n: Talvez. 

Vejo um sorriso crescer em seu rosto. Ele posiciona minha calcinha de lado, e eu sento. 

S/n: Aah 

É inevitável conter o gemidos na primeira. -Ela é sempre a mais deliciosa, só perde para o ápice- começo a pular nele, Kakashi gemia loucamente junta a mim. Em meio às minhas quicadas e rebolas eu o via segurando certo gemidos que ele não gostaria que escapasse. Sua mão aperta minha bunda com muita força, me fazendo parar e gritar de dor. 

S/n: AIIIIIII TÁ LOUCO? 

Kakashi: Essa dor e para lembrar que não deve fazer aquilo outra vez. 

O encarava com vontade de lhe matar, mas antes de completar meus pensamentos ele se levanta, ainda estávamos um no outro. Mas agora na cama, saindo de mim e me pondo uma coleira. Sou colocada de quatro enquanto ele segura a corrente me penetrando outra vez. 

Kakashi: Rebole pra mim. 

Imediatamente eu o obedeço. Minhas mãos agarravam os lençóis com força os bagunçando completamente. 

Kakashi: Aaaah Mais que vadia gostosa. 

Faço meu serviço bem, rebolo, movimento meu corpo forçando contra o dele. Ouço seus gemidos, sua voz rouca me deixa arrepiada. 

Kakashi: Você sabe como levar um homem a loucura s/n. Mas agora é minha vez!

Ele começa a se mover, me fazendo gritar. Era tão gostoso, o vai e vêm, sentir suas mãos tentando rasgar minhas costas enquanto ele puxava a corrente da coleira. 

S/n: Ahhh senhor Hatake, me foda isso. 

Kakashi gostou do que ouviu, começou a ir mais forte e rápido. Enquanto nossos corpos se chocavam fazendo um barulho prazeroso de ouvir, em meio meus gemidos altos e os dele abafados. 

Kakashi: Grite pra mim vadia, grite meu nome.

S/n: Aaah Hmmm Kakashiiii 

Suas entocadas mais forte, me causando um pouco de dor, meu incômodo fez com que me mexe-se um pouco. 

Kakashi: O que foi? Está doendo? 

S/n: Um pou.. 

Kakashi: Fique quietinha, e aguente calada. Eu mando aqui. 

Ele sai de mim, me virando de frente. Agora em cima de mim. Me beijando, me lavando ao inferno - pois provavelmente Deus não se agradaria do que estava acontecendo nesse quarto- eu queria cessar o beijo pra gemer mais ele não permitia. Minhas mãos se afundavam nos lençóis segurando-se como se eu fosse cair, mas agora acompanhadas das grandes mãos dele por cima das minhas. Kakashi se levanta e começa a estimular meu clítoris sem parar de me fuder, eu já não estava mais aguentando. 

S/n: E-eu vou go-zar.

Kakashi: Diga mais uma vez s/n. 

S/n: aaah Eu vou gozar senhor Hatake! 

Kakashi: Isso, assim. 

Meu corpo não aguentava mais um minuto se quer. E ele me olhava. olhava minhas costas se arquearem, meus olhos se revirarem, e minha boca entre aberta gemer, minha mão se levantar e levar um dedo até minha boca para mordê-lo enquanto a outra segurava meus seios. Tudo pelo prazer que ele estava me causando. Gozo, e sinto que ele já estava perto de seu ápice também. Ele se retira de mim, puxando a corrente de minha coleira me forçando ir para a frente. Fico de joelhos e ele em pé, estimulando seu membro um pouco, coloco a língua para fora e já espero o seu líquido cair sobre ela. Ele segura meus cabelos e finalmente o sinto se derramar em mim. Engulo, ele me olha com uma cara, surpreso, talvez? Kakashi limpa minha boca com seu dedo. Ele me entrega uma camisa sua, a visto prendo meu cabelo e sento na cama, ele faz o mesmo. Me encarando sem dizer nada, fica assim por alguns segundos. 

S/n: O que foi? 

Kakashi: Amanhã vamos sair. 

S/n: Onde vamos? 

Kakashi: Surpresa. 

Me levanto, fecho os botões da camisa e vou em direção a porta. 

Kakashi: Onde vai? 

S/n: Na cozinha, estou com cede. 

Kakashi: Eu vou mandar alguém trazer.

S/n: Está tarde, devem estar dormindo. Não os incomode, eu vou pegar. 

Kakashi: São empregados, servem para isso. 

S/n: Já disse que pego. 

Kakashi: Ok, volte para cá. Vai dormir aqui comigo. 

S/n: tudo bem, mas se eu demorar muito é porque mudei de ideia. 

Kakashi: Não brinque com sua sorte s/n. 

Saio do quarto. Vou em direção a cozinha, chegando lá pego água na geladeira e fico bebendo distraída nas minhas lembranças do que aconteceu minutos atrás. 

X: Acordada tão tarde. 

Olho pra os lados e não vejo ninguém, procuro mais um pouco. E é claro que seria ele. 

S/n: Oi obito. 

Obito: vocês fazem um barulho e tanto. 

Me engasgo com a água. Ele ouviu? O que ele ouviu? Um pouco? Tudo? Que vergonha! 

S/n: V-voce ouviu? 

Obito: Claro, meu quarto e do lado. E pra quem disse que tinha sido uma loucura, e nunca mais iria acontecer, bom, aconteceu e parece que você gostou muito. 

S/n: E-eu, n-não ..

Obito: Não se preocupe anjo, não vou ficar chateado. Mas só se você me der outro beijo. 

Ele vinha chegando mais perto, enquanto me afastava aos poucos dele. 

Obito: Aiii 

Obito não viu a faca em cima do balcão, sua mão passou em cima a cortando. Estava sangrando muito. 

S/n: A meu Deus obito! 

Obito: S/n não fica aí parada, me ajuda! 

Eu estava imóvel olhando para sua mão enquanto o sangue pingava dela. 

Obito: S/N!! 

S/n: D-desculpa, e-eu não posso ver sangue, sempre desma... 

dessa vez não foi diferente. Tudo ficou preto. Eu ia cair no chão, mas ele me segurou com sua outra mão me puxando para perto dele. 

Obito: Eu adoro lhe pegar nos braços, mas tinha que desmaiar justo agora?! 

Kakashi: O que tá acontecendo?! 

Obito: Pega ela! 

Kakashi: O que você fez com ela obito!?? 

Obito: Nada calma, ela desmaiou quando viu sangue. 

Escuto eles conversando mas é como se fosse só um sonho. Depois não me lembro de nada.


Notas Finais


acheiiii! Você usou isso a mando do Kakashi: https://pin.it/4qRzBFv

Deixem seus comentários ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...