História Shadows - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim, Minho Choi, Personagens Originais, Taemin Lee
Tags Jongkey, Jongtae, Minyu, Onho, Sobrenatural, Yaoi
Visualizações 17
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É quase quinta, maaaaas, fazer o que né

Pelo menos postei no dia certo :P

Capítulo 5 - Lie for me


Fanfic / Fanfiction Shadows - Capítulo 5 - Lie for me

O quanto a sua alma implorou por misericórdia naquele momento de julgamento?

O quanto seu coração implorou para que a dor cessace?

O quanto você quis que ele voltasse?

Você conseguiria responder? Lee Taemin!

1 ano antes da despedida

Talvez fosse pedir muito que os dois Rapazes não se sentissem envergonhados depois da noite passada, na cabeça deles tudo ainda estava confuso, principalmente aquela conversa, porém ainda era uma manhã de domingo, e o jovem moreno estava largado em sua cama pensando em como se livrar do tédio

      (Narradora Off - Taemin On)

Como aquele homem loiro pode fazer isso comigo, ele Não tinha o direito, e por que eu disse aquelas coisas embaraçosas? Aaaaaa! Por que? Sou tirado de meus pensamentos com leves batidas na porta, e logo a mesma se abre revelando Minho acompanhado de Jinki que trazia em seu rosto um sorriso estranho

- Taeminnie! Vamos sair!

- Minho Hyung! Jinki Hyung!

- O encontro foi ruim?

- Não sei dizer Min

- E como não Saeng?

- Sabe o que é Jinki...eu não sei o que sinto por ele, por isso é difícil dizer se foi bom ou não

- É compreensível

- Mas eu já disse que odeio ver você quieto Minnie, vamos sair, Key Hyung também vai!

- Okay!

Então relutantemente, levantei e segui os mais velhos.

       (Taemin Off - Narradora On)

Os 4 garotos estavam sentados numa mesa feita de pedra no meio de um parque, se deliciando de um maravilhoso piquenique feito por Jinki, enquanto batiam papo sobre a sexualidade do mais jovem do grupo

- De qualquer jeito, nós sabíamos desde sempre que você era gay Taeminnie!

Disse Kibum

- Eu já gostei de garotas!

Disse o moreno tentando se defender

- Isso provavelmente era você tentando mentir pra si mesmo

Disse Minho em um tom debochado

- Só porque você diz!

Taemin mostra língua pra Minho que ri de sua atitude infantil, o pequeno garoto agarra seu peito com força após sentir uma dor sufocante, ele fechou os olhos e seu rosto formou uma expressão de dor, e ele só pode ver o braço de Jinki o rodear antes de tudo escurecer e ele perder a consciência.

    (Narradora Off - Jonghyun On)

Eu estava deitado no sofá, olhando pro teto, e implorando ao deuses que algo de legal acontecesse para aliviar meu tédio, até que meu telefone toca, vejo que o número do loiro e rapidamente atendo

- Me diz que ligou porque está com saudade de mim e quer uma transa de Reconciliação!

- Você bebe? Mas...ai...O Taemin...ele desmaiou!.

- Por que não falou isso primeiro sua anta!

- NÃO ME XINGA!

- Aonde você tá?!

- Estamos no parque municipal! Vem rápido!

- To indo!

Isso com certeza não foi o que eu pedi, mas é melhor que nada.

    (Jonghyun Off - Narradora On)

Taemin abriu os olhos com dificuldade, e se sentou devagar, demorou um tempo até que ele se acostumasse com aquele branco incrivelmente brilhante da sala em que se encontrava

- Acho que você me ama!

- Como consegue dizer isso nesse tom?

- Você não para de me visitar! Estava louco pra me ver não é?

- Nem em seus sonhos querido! Mas me diga por quanto tempo eu apaguei?

- Por três horas! Fui até o parque, mas lá não tinha como te examinar, então te trousse pra casa!

- Entendi...

Taemin tentou se levantar e falhou miseravelmente, indo de encontro ao chão

- Você fica fofo olhando de cima!

- Cala boca Jonghyun! Me ajuda a levantar!

O loiro estendeu o braço ajudando o mais novo a ficar de pé, e então deixou seu corpo apoiado no dele para permanecer dessa maneira

- Vamos pra sala, seus amigos estão esperando!

- Okay...

E com a ajuda do mais velho, os dois foram até a sala onde encontram três rapazes com cara de enterro

- Credo! Alguém Morreu?

- Taemin!!!

Disseram os três ao mesmo tempo

- Ele está bem, e tocando no assunto, só o que você tem é estresse criança!

- Estresse?

- Sabe o que é isso?

Disse o loiro ironicamente

- Eu sei o que é!

- Não pareceu!

Taemin cerrou os olhos para Jonghyun que deu um peteleco em sua testa

- Ai!

- Era pra doer mesmo!

- O casalzinho já acabou?

- Acabamos

Disse Jonghyun praticamete rosnando para Minho, que retribuiu com um olhar de reprovação, e então todos se retiraram e foram para seus lares descansar da barulheira do dia agitado.

     (Narradora Off - Jonghyun On)

E mais uma vez já se passavam da meia-noite, e aquele mesmo número me mandou outra mensagem

Mesmo local! Agora!

Desconhecido

Seria impossível não ficar furioso com isso, eu tinha voltado para cidade para me livrar e não me atolar mais. Segui para onde deveria, e ao chegar aquela mesma silhueta nas sombras 

- Eu disse a você uma vez! Estou avisando a segunda! Na terceira...

- Vai fazer o que? Me mandar uma mensagem de texto? Me poupe!

- Saia de perto de Lee Taemin!

Até que aquela voz que saia de uma silhueta na escuridão começou a me soar familiar, era muito óbvio

- Por que quer que eu saia de perto dele? Está querendo proteger seu amiguinho de que? Minho...

- Finalmente me reconheceu? Você é muito lerdo!

- Que ridículo! Você é uma piada Minho!

- Você não disse isso quando eu fiz você ter seu melhor orgasmo!

- Um passado que prefiro esquecer!

- Você tinha a Kibum! A mim!

- Pare de tentar parecer a vítima da história! Você armou pra mim!

- Hum! Eu queria você só pra mim! E você se recusou! Então se você não podia ser meu! Não seria de mais ninguém!

- Ah quer saber? Fui! Não sou obrigado a ouvir suas ilusões!

- Se não for embora! Vou matar Taemin!

Aquela frase me atravessou como uma faca, se ele estava falando sério me assustou de verdade

- Você é louco!

- Acha que eu estou brincando?

- Não pode me ameaçar Minho!

- Ah meu querido! Claro que posso!

- Você sabe bem quem eu sou!

- Kim Jonghyun! O quinto filho das sombras, um ser sombrio original, veio da linhagem de príncipes do submundo, o próximo sucessor do trono! Ou ex sucessor! Já que você desistiu de tudo e fugiu como um ratinho assustado!

- O que quer Minho?

- Quero que sofra!

- Eu vou embora! Ta bem? Só não encoste em Taemin! Okay?

- Vá Jonghyun! Fuja mais uma vez! E viva sua vergonha!

Eu poderia ser chamado de louco, mas eu tinha que proteger Taemin, ele era muito importante pra mim, e eu não iria perde-lo também.

     (Jonghyun off - Narradora On)

Taemin estava deitado, até que viu seu celular vibrar em cima da escrivaninha, o pegou em mãos e viu que tinha uma mensagem do loiro, ele rapidamente abriu e leu

Pequeno, sei que está muito tarde, e que nós não nos conhecemos bem, mas estou indo embora da cidade por um tempo, desculpe por ser tão repentino, mas é urgente! Não se preocupe, eu vou voltar, e quando eu o fizer, vou abusar da sua inocência de novo!

O peito de Taemin se comprimiu, sua respiração pesou e seus olhos se marejaram, e então ele resolveu ligar para o mais velho, que rapidamente atendeu

-Taemin?

-Você poderia fazer um favor pra mim?

-Claro! O que é?

-Você poderia mentir pra mim?

-O que?

-Pode mentir pra mim? Diga que Amanhã eu o verei na cafeteria assim como todos os dias, diga que poderei sentir meu coração acelerar ao ver você passar pela porta com um sino, diga, por favor...

-Eu...Até amanhã Taemin, esteja livre para me atender Okay?

-Vai pedir o de sempre?

-Você Sabe que sim...Adeus Taemin

-Adeus Jonghyun

E nesse exato momento, onde a chamada se encerra, os últimos beps do telefone, as lágrimas quentes caiam no rosto de ambos, eles sentiam aquela imensa dor, e o peso daquelas palavras ditas, a promessa feita que foi quebrada...





Estão sentindo? O peso? O preço? A dor?

Dói muito não é?


Notas Finais


Faltando 10 minutos

Eu eim heheh

Obrigada por ler ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...