1. Spirit Fanfics >
  2. Shadows >
  3. Quadraginta octo. Shadows

História Shadows - Capítulo 49


Escrita por: Erierf

Capítulo 49 - Quadraginta octo. Shadows


quadraginta octo.







Tempos atuais.


Ri alto ao ver as bochechas ruborizadas de alguns dos agentes e até mesmo dos meninos ao ouvir o gemido alto de Taehyung.

Todos nós sabíamos o que os três estavam fazendo, mas pelo menos eu, fingi que nada estava acontecendo e continuei a comer.

Vi que todos já não estavam mais comendo, e resolvi retirar a mesa. Precisávamos arrumar algumas roupas para ficar uns dias na vovó.

Suspirei enquanto me levantava, pensando em toda essa situação, eu pensava que o Kyung conversar com sombras e saber exatamente onde pessoas estavam morrendo, já era estranho o suficiente, mas pelo visto não.

A vida estava aí para nos surpreender né.

Comecei a recolher os pratos que estavam em cima da mesa, recebendo a ajuda de Yixing.

-Podem subir para organizar as bolsas, vou só terminar de limpar aqui e eu subo também.- Sugeri para os meus irmãos. Min e Jin me olharam.

-Tem certeza? Não vai querer ajuda?- Jin perguntou, eu apenas balancei a cabeça em negação.

-Não demore tanto Jun, você sabe que demora um tempinho para chegar até a casa da vovó!- Min disse bagunçando meus cabelos e indo em direção a escada, sendo seguido pelos outros, que antes de subir as escadas me davam um beijo na bochecha.

Comecei a levar as coisas para a cozinha, e percebi que Yixing vinha atrás de mim.

Me pus a lavar a louça e quase deixei tudo se quebrar ao sentir as mãos de Yixing em volta de minha cintura.

-Está assustado Myeon?- Xing perguntou irônico, enquanto deixava beijos em meu pescoço, me fazendo arrepiar.

-Xing, eu preciso terminar de lavar a louça!- Soltei uma risada baixa e em seguida um arfar ao sentir Xing beijar e sugar a pele do meu pescoço com um pouco mais de força.- Ah, Xing, não faça isso.- Resmunguei e o mais alto riu, estremeci ao ouvir o som da sua risada em meu pescoço.

-Sabe Myeon, você é a coisa mais linda que eu já vi, sabia?- Xing perguntou enquanto me virava para si, senti minhas bochechas esquentarem com o elogio repentino.-  Extremamente fofo.- Xing declarou enquanto deixava um selo singelo em meus lábios.

-O que aconteceu? Você está carinhoso demais.- Tentei me manter sério enquanto o mesmo me abraçava forte.

-Myeon, você apenas conheceu o meu lado selvagem, está na hora de eu te mostrar as minhas outras faces.- Xing disse e eu ri alto.

-Lado selvagem? Sério Yixing?- Perguntei ainda rindo e vendo a cara de sonso do mais alto.

-Não foi bom?- Xing perguntou e eu recusei.- Mas você não reclamou enquanto eu te fodia e te enforcava no chão do banheiro da sua sala!- Xing disse com um sorriso malicioso estampado em sua cara, eu apenas consegui murmurar um "ei" e dar um tapa em seu braço.

-Me deixe terminar de lavar a louça Yixing, precisamos arrumar algumas roupas para levarmos para a casa da vovó.- Me virei ficando de costas para o mais alto que voltou a passar suas mãos por minha cintura.

-Será que sua avó irá esclarecer toda essa história Myeon?- Xing perguntou colocando a sua cabeça no meu ombro.

Suspirei e dei de ombros. Eu realmente não sabia o que vovó iria nos dizer. Eu não fazia ideia de como a verdadeira história poderia ser, mas eu confiava o suficiente na vovó para saber que se ela não nos contou até hoje, é porque ela estava esperando o momento certo.

__________________________________

Estava eu, sentado na cama de Yixing, vendo o mesmo colocar algumas roupas em uma bolsa.

Aquele homem era lindo até mesmo arrumando uma simples bolsa, que droga.

Joguei meu corpo pra trás, ouvindo o barulho que meu corpo fazia quando ia de encontro com o colchão.

Comecei a pensar em tudo o que estava acontecendo.

Como chegamos a esse ponto? Como eu cheguei a esse ponto?

Será que é cedo demais para dizer que eu estou apaixonado?

Paixão, amor, tudo isso sempre foi uma decisão certa na minha vida. Eu não tinha tempo pra isso, eu tinha que correr atrás de conseguir dar uma vida boa para meus irmãos.

Sempre fui mais centrado no processo da empresa, mesmo que eu ficasse com algumas pessoas, eu nunca me imaginava em um futuro com elas.

Mas agora, olhando Yixing, enquanto ele saía e entrava de seu closet, e muita das vezes fazia uma cara linda de confuso, eu percebi que nós não podemos lutar contra algo que já está imposto para nós.

Me levantei e sentei novamente na cama, Yixing agora estava sentado no chão enquanto dobrava suas roupas e as colocava calmamente dentro da mochila.

Fiquei em pé e fui em direção a Yixing.

Me ajoelhei ao seu lado, fazendo o mesmo me olhar confuso.

Fui indo calmamente até estar sentado em seu colo. Abracei Yixing e coloquei minha cabeça na curvatura de seu pescoço.

Yixing soltou um riso baixo e me abraçou de vontade, esfregando sua bochecha em meus cabelos, ronronei baixo ao sentir os seus carinhos em minhas costas.


-Está tudo bem anjo?- Xing levantou minha cabeça, me fazendo olhar no fundo de seus olhos.

-Está sim Xing, eu apenas estava pensando que por mais que eu tente fugir de muita coisa, eu não conseguirei fugir de você.- Xing abriu um enorme sorriso que deixava suas covinhas amostra, beijei cada uma delas, e por fim deixei um beijo em sua boca. 

-Anjo.- Yixing me chamou e eu apenas murmurei em resposta.-Quer namorar comigo?- Xing perguntou e eu o olhei novamente, procurando qualquer vestígio de brincadeira, ele realmente estava falando sério?

-Que?- Perguntei continuando a olhar para o mesmo, que me lançou um sorriso.

-Estou te pedindo em namoro anjo, quero que você realmente seja meu, quero poder dizer a todos que eu pertenço somente a você. Eu quero ser somente seu e quero que você seja somente meu.- Lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto, e eu apenas consegui murmurar um "sim" e beijar o mais alto. Que me abraçou mais forte.

-Aish, eu pensei que você estivesse brincando!- Resmunguei deixando um tapa leve no peito de Yixing, enquanto o mesmo ria.

-Eu nunca brincaria.- Deixando um beijo em minha testa, Yixing disse.

-Continue a arrumar sua bolsa, não podemos nos atrasar para ir pra casa da vovó.- Me ajeitei em seu colo e me aconcheguei, encostei minha cabeça no peito do meu namorado.

-Irei arrumar com você assim?- Xing perguntou risonho, enquanto deixava carinhos em meus cabelos.

-Sim, você que me pediu em namoro, arque com as consequências.- Esfreguei minha bochecha em seu peito.

-Irei arcar com as consequências com o maior prazer, Anjo.- Me apertando em seus braços, Xing disse enquanto voltava a arrumar sua mochila.

Eu realmente não poderia mais fugir de nada. Muito menos de Yixing.

Se eu tentasse fugir, ou me esconder, ele com certeza me acharia, e eu agradeço por isso.


Notas Finais


Falando agora sobre The God's. Eu acho que já disse que irei postar toda quinta feira, PORÉM, apenas começarei a postar The God's, quando Shadows tiver acabado, e eu tiver com PELO MENOS metade dos capítulos feitos.

Não sei quantos capítulos The God's irá ter, já que eu faço literalmente o que me vem a cabeça, mas quando eu tiver uma pequena perspectiva do tamanho dela, eu avisarei.

Mas ressaltando, irei postar The God's toda quinta feira, mas apenas quando eu tiver com uma grande quantidade de capítulo feito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...