1. Spirit Fanfics >
  2. Shape of you >
  3. Five - A grande luta

História Shape of you - Capítulo 5


Escrita por: SugarCubee

Notas do Autor


Faz uns meses neh kk... como sempre eu sumo mais eu volto.

Capítulo 5 - Five - A grande luta


Fanfic / Fanfiction Shape of you - Capítulo 5 - Five - A grande luta

✦ ✧ ✦ ✧ ✦ ✧✦ ✧ ✦ ✧ ✦

- Você é tão gostosa Mari. – desceu seus beijos pela minha barriga.

- A-Adrien – Puxei seu rosto com as mãos. – E-Eu não posso, e-eu...

- Shiii – Ele beijou meus lábios. – Tá tudo bem princesa. Você prefere esperar?

- É que a-a gente n-não tem nada, e meus pais, os pais do Luka... – senti meus olhos cheios de lágrimas e então escondi meu rosto em seu pescoço – merda desculpa.

- Você tá certa, mas não acha que você tá sempre fazendo o que a sua mãe diz? – Ele me fez olhar em seus olhos, enquanto arrumava minha blusa. – Tudo que você fez perto de mim, você sempre acabava falando da sua mãe. Você não acha que as vezes você pode tomar  suas decisões sozinha?

- E-Eu... – Eu queria falar toda a verdade, tudo que eu sentia, tudo o que eu penso dos meus pais, do dinheiro deles e etc, mas eu não posso... – Ela sabe o que é melhor pra mim.

- Você sempre faz isso quando quer falar alguma coisa, mas não fala por medo.

- Q-Que coisa? 

- Isso de abaixar a cabeça, os ombros e olhar pro lado. – fiz isso logo depois que ele disse.

- Não é medo. É que... – ergui o olhar, mas logo fechei meus olhos. – Adrien a verdade é que...

- MEU DEUS VOCÊ JÁ BROCHOU? – Pulei no colo dele com o susto que levamos. 

- NÃO GRITA ISSO, QUER QUE A PUTA DA SUA BIZA AVÓ OUÇA NO TÚMULO DELA?

- A PUTA DA MINHA BIZA TA VIVA SEU PUTO

- A VÁ A MERDA FILHA DA PUTA

- VOCÊ QUE É UM FILHO DA PUTA

- NÃO FALA DA MINHA MÃE NÃO VIU

- ENTÃO NÃO FALA DA MINHA.

Adrien gargalhava no sofá, enquanto eu escondia meu rosto com minhas mãos – pela vergonha alheia. Nós nos levantamos e ajeitamos as roupas amarrotadas. 

- Melhor tirar o Luka de lá antes que ele bata nela. – coloquei a blusa de botões da escola por cima da regata.

- Acho que seria ao contrário. – nós estávamos saindo quando ele me parou – Err, Mari, sabe sexta a noite eu tenho uma luta importante, e eu ficaria lisonjeado se você fosse.

- É com aquele garoto do outro dia? – fiz uma cara falsa de pensativa – seu arque-inimigo por descendência, acho que o nome dele era Lim?

- Kim na verdade, aquele que deu em cima de você. – revirou os olhos e eu ri – E eu também queria que me ajudasse a treinar, já que ontem você não me mostrou seus dotes.

Começamos a andar lado a lado até pararmos na frente do quarto de hóspedes.

Toc toc

- Vocês tão bem aí dentro? – Adrien bateu na porta e disse um pouco alto. Kagami abriu a porta bufando e saiu do quarto indo até a sala. Adrien deu uma risada e não perdeu tempo de zoar o Luka – Brochou tão rápido assim Luka?

- Cala a boca Adrien. Acho que eu e a Mari já vamos. – ele agarrou meu pulso, mas me soltei logo em seguida – Anda, vamos.

- Luka eu não vou com você, eu vou com o Adrien.

- Você é minha futura mulher Marinette! – disse um pouco grosso.

- Olha quer saber eu CANSEI! – bati o pé irritada – Primeiro você rouba meu primeiro beijo a força, depois o Adrien me dá um beijo de raspão, depois a kagami, depois o Adrien de novo e você transa com alguém do lado do cômodo que eu estou. Eu nunca fiz tantas coisas "erradas" como eu fiz nessa semana – claro que era mentira se contarmos minhas saídas de noite. 

- Marinette... – tampei meu rosto com as mãos quando ele tentou se aproximar.

- Não Luka, por favor. – virei de costas e fui pra sala. – Adrien pode me levar pra casa por favor?

- Claro, eu só vou por a roupa de treino.

- Vai treinar com ele agora também Marinette? – disse Luka

- Fala como se estivéssemos em um relacionamento.

- Sabe que nossos pais já falaram de um contrato de casamento né? – chegou perto de mim agarrando meus braços.

- Para Luka, por favor só para. – me afastei indo até o andar de cima onde ficavam os quartos, vi um com uma placa do nome dele e entrei, depois de bater e não ouvir resposta – Adrien? 

Não ouvi ninguém. Me sentei na sua cama e olhei seu quarto. Era enorme, tinha até parede de escalada. Ele tinha um monitor enorme, mesas de jogos, uma TV que um cinema teria inveja e muitas outras coisas. Olhei pela janela e vi Luka entrando em um carro, sinceramente, já vai tarde. Andei pelo quarto novamente, sua cama era muito macia, eu não pude aguentar e deitei.

Ooh You can dance, You can jive, Having the time of your li AI MEU DEUS! – Adrien entra cantando.

- D-Desculpa! – me sentei assustada. Ele estava com uma bermuda, uma regata e sua bolsa que deveria ter suas luvas.

- Tá tudo bem, essa cama parece mágica. – ele me analisou um pouco.

- Que foi? 

- Sua calcinha, se vermelho combinava, preto combina ainda mais. – Olhei pra baixo e vi que a saia estava levantada. Fiquei vermelha que nem um tomate abaixando ela rapidamente.

- V-Você tem que parar de olhar minha calcinha! 

- É inevitável, devia começar a usar shorts, ou não usar nada... – Se abaixou ficando com o rosto muito próximo de mim.

- A-Adrien. – Ele subiu as mãos pelas minhas coxas e abaixou os dois lados da calcinha.

- Quero um presente seu, prometo não olhar lá em baixo – apoiou a cabeça no meu pescoço – ainda.

- V-Você é m-muito tarado. – fiquei ainda mais vermelha quando ele riu. Dei um tapa fraquinho no seu ombro. – não ri, é verdade.

Ele abaixou os braços pra pegar calcinha e trouxe perto do meu rosto.

- Vamos embora antes que eu não te deixe sair daqui.


✦ ✧ ✦ ✧ ✦ ✧✦ ✧ ✦ ✧ ✦


Nós próximos três dias nós treinamos muito. Como da última vez a academia do Miraculous não deu muito certo, a gente treinava na academia particular da casa dele. Entre nós dois não rolou tanta coisa depois daquilo, claro ele me roubava uns selinhos e sempre fazia questão de me provocar, apertando "sem querer" em algumas partes do meu corpo. Mas eu não deixei ir adiante.

Sexta, no caso hoje, seria uma luta muito importante pra ele, já que seria meio que a revanche dele com o Kim. O pai dele pega muito duro com ele, em um dos nossos treinos juntos – onde eu não deixei ele ganhar mesmo, e acabou que eu usei a raiva dele contra mim e ele conseguiu ganhar – o pai dele entrou e julgou tudo o que ele estava fazendo, não deixou nem ele comer depois do treino. Eu fico apreensiva com isso, a mesma coisa acontece comigo, com tudo o que minha mãe inventa que eu tenho que fazer.

Eu fui apenas ontem de noite no Miraculous, já que amanhã a luta histórica entre Adrien e Kim, ou melhor... Cupido Negro e Chat Noir. Ontem Chat Noir tentou se aproximar do Bug, no caso eu, porém eu tenho medo dele me reconhecer, parece que eu o conheço a tanto tempo, mesmo sendo só a uma semana.

Bem, hoje fui na escola normalmente, fingi meu papel de patricinha calada, mas ainda sim ficando com Adrien o máximo que podia. Luka se afastou um pouco, mas ainda solta uns olhares frustrados pra mim. Também não vi mais kagami, ela deve estar ocupada e se você está perguntando sobre minha sexualidade, eu realmente não sei, foi apenas um beijo com ela.

Bem voltando ao presente, depois da escola eu tinha aula de inglês e academia, mas eu não fui pois estava meio nervosa, fiquei grata a meus pais que saíram e não viram que eu  faltei.

Depois a noite falei que ia passar a noite na casa de Chloé com Alya, que por sua vez ia passar a noite na casa de Nino, e Chloé iria nos encobrir. Disse que ia passar a noite com o Adrien, e como eu nunca faço nada de errado elas acabaram que se animaram de mentir por mim, Alya e Chloé me deram camisinhas e uma lingerie nova – que mesmo eu dizendo que não iria perder o cabaço, elas insistiram em me dar.

Sai com o motorista até a casa de Chloé, assim que o motorista saiu, corri até o  carro de Adrien que estava parado na esquina. Assim que  entrei lhe dei um beijo.

- Olha por essa eu não esperava. – disse assim que me separei dele para respirar.

- Só pra te dar sorte hoje. E também... – peguei sua mão e levei até minha intimidade chegando mais perto do seu corpo. A calcinha que as meninas me deram tinha uma abertura na frente, depois que elas colocaram que eu deveria pelo menos deixar ele me chupar, confesso que fantasiei muito disso acontecendo. – Se ganhar, o que eu sei que vai acontecer, talvez eu te recompense.

- Agora mesmo que eu tenho uma motivação. – Ele passou os dedos na minha entrada e depois os levou até a boca – Tão doce.

- P-Para com isso. – virei a cabeça constrangida. – Vamos.

Ele ligou o carro em direção ao Miraculous. Vi que seus músculos apertados naquela camisa básica e soube que ele estava tenso.

- Olha o que eu trouxe. – peguei um arco com orelhinhas de gato e coloquei na cabeça. 

- Uou...

- ADRIEN A ESTRADA! – ele virou o carro rápido e paramos em uma vaga. Assim que ele parou, nós começamos a rir feito loucos. – Você é louco?

- Louco por você. – ele colocou uma mecha que estava caída em meu rosto pra trás. – Eu tô completamente apaixonado por você Marinette.

- Eu... – olhei um pouco assustada pra ele. Eu sentia alguma coisa, um sentimento forte, que me deixava com borboletas no estômago, com as pernas bambas e tudo mais. Eu só queria ficar perto dele o tempo todo, como se ele fosse um imã gigante e estivesse me puxando. Não consegui dizer nada, se não beija-lo. Pedi espaço com a língua urgentemente, levei minhas mãos a sua nuca e a apertava como se minha vida dependesse disso. Ele levou suas mãos a minha cintura e me afastou encostando sua testa na minha. – Idem.

Riu antes de me dar mais um selinho e começar a dirigir novamente.

Assim que chegamos, ele tirou a camisa e colocou o capuz e a máscara.  Saímos do carro com ele agarrado a minha cintura possessivamente e olhando feio para todos. Eu também estava com uma máscara preta para não me reconhecerem. Fomos para o vestiário e o treinador dele já estava lá, ele disse como seria a partida e antes de entrar no ring, ele me deu mais um beijo.

Ouvi o juiz começar a falar.

- SÃO TRÊS RODADAS, O QUE PERDER VAI EMBORA DO NOSSO CLUBE PARA SEMPRE. – eu sabia que ele iria ganhar. – ROUD UM

Passou uma mulher com roupas minúsculas no meio do ring com uma placa escrito 1.

Eles brigavam pra valer, seus rostos pingavam suor e sangue. Tinha machucados espalhados por todos os lugares, depois de dois rounds, estava um a um, mais uma e Adrien ganhava, mas teve uma pequena pausa para eles se prepararem.

- Seu rosto tá destruído. – brinquei assim que ele saiu para o vestiário. Tirei a máscara e o abracei. – você vai conseguir Adrien, eu confio em você.

- Só de ter você, eu já sinto que eu ganhei o mundo Marinette. – Ele me beijou, mas gemeu de dor assim que encostamos nossos lábios.

- Desculpa, vai lá e ganha isso. – dei um beijo em seu peitoral e deixei ele descansar por uns minutinhos. Assim que sai, vi Kim vindo em minha direção.

- Olha só, se não é a namoradinha de Adrien Agreste. – me encurralou na parede. – assim que aquele idiota perder, você vai ser minha.

- Eu não seria sua, nem se estivesse morta.

- Isso é o que nós vamos ver – passou a mão em meu queixo. – gatinha.

Ele saiu e logo vi Adrien indo para o ring.

Confesso que estava com medo, mas eu sei que ele vai ganhar...



 

𝕆𝕦 𝕟𝕒𝕠?


✦ ✧ ✦ ✧ ✦ ✧✦ ✧ ✦ ✧ ✦




Notas Finais


Juntei dois capítulos dnv, quem amou??
Eu demorei pra escrever pra k7 começei umas 8 da noite

Espero que tenham gostado ❣
Comentem ❣
Desculpa os erros e até o próximo capítulo ❣
Beijinhos❣


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...