História SHARE - As Aventuras do Coliving - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias 2PM, Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jungkook (Jungkook), Junho, Min Yoongi (Suga), Personagens Originais, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Coliving, Coworking, Doramaislife, Eric Mum, Exo, Hetero, Huang Zitao, Jungkook, Lee Jong Suk, Lee Junho, Lee Min Ho, Matsumoto Jun, Mike D'angelo, Min Yoongi, Nadech Kugimiya, Park Bo Gum, So Ji Sub, Xiumin
Visualizações 67
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Pessoas Lindas!

Essa é a minha primeira história publicada, então tenham paciência comigo e cuidem bem de mim. rsrsrs

Esse é um presente para as meninas maravilhosas do grupo Doramas Is Life. Espero que vocês se divirtam tanto lendo, quanto eu escrevendo.

Já agradecendo a capa top feita pela fada tabitaalmeida e a betagem pela linda diane_nguyen. Obrigada meninas.

BOA LEITURA!!

Capítulo 1 - Prólogo - O Edifício Share


하나 – Hana - PRÓLOGO - O Edifício Share

Kim Minseok, ou Xiumin como era mais conhecido, era um empresário do ramo hoteleiro, assumiu os negócios dos pais quando se aposentaram e estava administrando muito bem o legado que lhe foi incumbido. Após estudos e pesquisas, decidiu iniciar um projeto diferente em Seoul. Muito se falava de Cidades do Futuro e como integrar pessoas de diversas profissões em um estilo de moradia moderno. Em um dos projetos para adaptação de um novo hotel, ele modificou o design para um edifício sustentável através de convívio compartilhado.

Poderia ser chamado de uma República de Luxo, mas Xiumin não gostava desse termo, até porque o objetivo não era abrigar estudantes, mas sim jovens empreendedores e jovens adultos, com ideias e energia para compartilhar. O Co-Living ou Co-Working como estava sendo difundido pelo mundo era um nome mais apropriado. E ele gostava desse conceito, e foi isso que construiu. Há dois anos o projeto foi concluído.

O Edifício SHARE da Kim Empreendimentos tinha 10 andares, mas somente seis residenciais. O 9º andar era todo dele, para eventuais fugas da administração dos hotéis e que acabou se transformando em sua residência permanente depois. O 10º andar era um terraço com espaço para festa que poderia abrigar até 100 pessoas. Acoplado a um belo jardim e estufa com plantas diversas que contribuíam para a renovação do ar e preservação do meio-ambiente, como a fachada do prédio que era toda verde. Havia uma garagem subterrânea rotativa de dois andares com 60 vagas para os moradores e mais algumas para o dono do edifício. Junto ao subsolo um ficava a lavanderia, com máquinas de lavar e secar profissionais e uma sala de manutenção e zeladoria. No térreo havia uma portaria 24 horas, monitorada por recepcionistas e vigias e os elevadores para todos os andares. A entrada só era permitida por visitantes pré-autorizados ou com o acompanhamento dos moradores.

Ainda no térreo ficava a área de Co-working, adaptada para computadores e todo o necessário para utilização em um trabalho de Home Office, com salas de reunião, mesas de trabalho, telefones, sofás e poltronas aconchegantes, além de duas salas de TV, onde poderiam ser vistas as notícias do mundo. Na parede paralela às mesas de trabalho, havia prateleiras preenchendo todo o espaço com diversos livros. A academia e os vestiários ficavam no 1º andar do prédio, bem como a área de lazer com uma piscina coberta e aquecida que poderia ser utilizada por todos os moradores. No 2º andar ficava a área de interação social com uma sala de jogos com sinuca e vídeo games e uma lanchonete e bar. Esse andar em geral era o mais disputado, pois era onde ficava a cozinha, completamente equipada para um chef profissional e que poderia ser utilizada pelos moradores.

Do 3º ao 8º andar ficavam os apartamentos de moradia, com 10 unidades por andar. Estes consistiam em quartos com banheiros individuais, uma cama de casal com baú para peças e itens pouco usados ou usados em épocas específicas – como roupas de inverno –, guarda roupas embutido, escrivaninha e cadeira para trabalho, uma minicozinha com pia, armários e um frigobar. A intenção era que os moradores utilizassem as áreas comuns e ficassem o menor tempo possível em seus quartos. Mas isso também não era uma regra. A adaptação permitia que, se necessário, os moradores pudessem ficar em seus apartamentos o tempo que necessitassem.

O mundo é grande e precisa de colaboração e harmonia, e que forma melhor de se testar isso do que colocando 60 estranhos de diferentes nacionalidades, profissões e personalidades para morarem juntos e compartilharem espaços? Essa experiência já estava em vigor em alguns países da Europa, e Xiumin estava confiante de quebrar as barreiras da cultura mais fechada de seu povo com a diversidade de opiniões. Não tinha como meta chocar a sociedade, pois respeitava muito as tradições de seu país, mas queria que as pessoas abrissem a mente para o mundo. E ele tinha confiança que daria certo e seu empreendimento seria um exemplo a ser seguido.

Os custos para morar em um lugar tão bem estruturado não eram poucos, mas valiam à pena, pois ficavam mais baixos que alugar um apartamento ou loft sozinho no centro da cidade mais movimentada do país e mobiliar este espaço e mais um local para trabalho com estrutura apropriada. O edifício era bem localizado e em uma área segura e próxima de diversos meios de transporte, o que fez com que a busca por vagas crescesse rapidamente assim que foi divulgada. Os moradores eram pré-selecionados a partir de uma entrevista realizada pela equipe de administração do prédio, contando com o síndico ou administrador do mesmo.

Kim Jongdae era amigo de longa data de Xiumin. Conheceram-se no fundamental do colégio particular que Xiumin estudava desde criança e onde Chen, como gostava de ser chamado, possuía uma bolsa de estudos integral, pois sua mãe trabalhava como professora neste. Quando ela se aposentou, voltou para o campo para cuidar dos avós de Chen e Xiumin ofereceu apoio para o amigo continuar na capital. Chen participou com algumas ideias no projeto e após a conclusão deste, o empreendimento se tornou sua casa e seu sustento.

Chen era organizado e carismático o que tornava seu trabalho muito mais produtivo e proveitoso.  Aos seus 28 anos, ele não estava rico como o amigo, mas amava a vida que levava e se sentia realizado. Chen conhecia todos os moradores e considerava alguns como amigos. E isso era muito gratificante;  às vezes sentia que eles eram uma grande família.

Metade dos apartamentos foi vendida ainda durante a construção e a outra metade destinada à locação e rotação de moradores, onde os contratos de moradia em geral duravam 12 meses, podendo ser estendido para mais 12, mas a maioria ficava somente o ano para algum projeto em particular, ou menos, e depois ia embora, mudando de casa, de cidade ou de país. O que não diminuía o laço forte criado pela experiência proporcionada pelo local.

Essa era a beleza do Co-Living. Pessoas de várias nacionalidades, com boas e más experiências para compartilhar, que poderiam formar amizades e contatos de negócios que poderiam durar uma vida se bem executadas.

Essa era a beleza que Xiumin via em seu projeto que já estava partindo para seu 2º ano e era muito bem sucedido. Não visava o lucro, apesar de o negócio se auto-sustentar e, em geral, apresentar um bom resultado no final de cada mês, mas buscava proporcionar qualidade de vida a jovens brilhantes que poderiam modificar e melhorar o futuro com suas mentes abertas e força de vontade.

 

The key to the future is to be open minded.


Notas Finais


Olá novamente Pessoas! Obrigada por terem lido.

Esse foi um prólogo curtinho só para vocês conhecerem o local das nossas aventuras. Os capítulos não serão grandes, e serão postados mais de uma vez na semana.

Não vai demorar para nossa história começar, então acompanhem com carinho.

Uma música gostosa para acompanhar esse início de jornada.
https://youtu.be/Qsl4A9hZEto

Beijos no coração!! Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...