História Shatter Me - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Camille O'Connell, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Elizabeth "Liz" Forbes, Esther Mikaelson, Finn Mikaelson, Freya Mikaelson, Hayley Marshall, Henrik Mikaelson, Hope Mikaelson, Isobel Flemming, John Gilbert II, Katherine Pierce, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Marcellus "Marcel" Gerard, Matt Donovan, Mikael Mikaelson, Personagens Originais, Rebekah Mikaelson, Stefan Salvatore
Tags Armações, Drama, Elijah/oc, Familia Mikaelson, Romance, Universo Alternativo
Visualizações 59
Palavras 1.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente!

Quero me desculpar pela demora, houve um pequeno imprevisto e eu tive que reescrever esse capítulo.
Eu resolvi dividir esse capítulo em 2, a parte 2 deve sair lá pro meio da próxima semana.

E sobre a votação, somando os votos do Social Spirit,Nyah e Wattpad deu empate entre vestido 1 e 3.

Então minha amiga deu o voto de minerva e o escolhido foi o três.

Boa leitura!

Capítulo 11 - Capítulo XI - O Baile parte1


Fanfic / Fanfiction Shatter Me - Capítulo 11 - Capítulo XI - O Baile parte1

No passado:

 

Pov’ Victória  Mikaelson

 

Eu andei  por  aquele  aglomerado de pessoas bem vestidas e pomposas.  Todas com suas máscaras de festa.  Homens conversando e  dando altas  risadas.  Mulheres  ao cochichos  e   fofocas pelos cantos.     Jovens casais aproveitando aquele momento  para danças  e  momentos românticos.  Era  um cenário  bonito, na verdade encantador, mas  nada  poderia  estar me preparando para os  acontecimento daquela  bela  e  proibida  noite.

 

Ao começar  pelo  jovem e valente  Lorde  Arthur Dayne.    Ele era um homem bonito e interessante sem dúvidas,  mas não era  o que queria naquela noite, mas mesmo assim quando ele se aproximou de  mim com seus olhos  gulosos, me vendo apenas como uma posse a ser conquistada,  eu apenas fiquei parada sorrindo para o homem que parou na minha frente.

 

Tudo nele  cheirava a segundas intenções e  ele  era uma pessoa ligeiramente  desinteressante, na  verdade  entediante.    Por isso  sugeri uma dança, apenas para  ver se  Arthur parava de  falar.   

 

-  Claro milady.   -  Foi tudo que ele disse.

 

 

Arthur me guiou   até o  salão  de dança.   Ele  estava dançando uma  música suave  e lenta.   A música era linda  e  ele estava muito perto.  Então ele voltou a falar novamente me deixando entediada novamente.  Então,   cheguei a conclusão que  ele  não estava mais servindo ao seu propósito. 

 

 

-  Lorde  Arthur  o senhor é  um cavalheiro, mas  eu  creio que devo encontrar meu irmão  agora mesmo.  -    Falo educadamente, tentando fazer ele me soltar.

 

 

- Não pode  ficar  nem mais  um pouco?   - Ele indaga  sem me soltar.

 

 

- Eu não posso.  -  Nego secamente.    – Agora se me der licença.    -  Falo  séria parando de  dançar.

 

Eu senti o aperto  de   Arthur   aumentar e cheguei a conclusão  que ele era apenas um  homem  desprezível,  que  não  sabia ouvir  uma recusa.     Apesar  do  título  e  de  sua reputação ele  era apenas um  homem  qualquer.   E  eu tenho pena dele ao pensar que pode encostar  em um fio de cabelo meu.  Ele   não  faz a mínima ideia de quem eu sou e  do que sou,  isso faria as coisas  tão divertidas quando eu  sugasse sangue até  sua  cabeça  sair  do lugar.

 

-  Irmã  o cavalheiro lhe incomoda? -   Elijah surgiu de repente.

 

-  Na verdade sim, irmão.   -   Respondo e   vejo    que Arthur se encolhe. 

 

Elijah  se aproxima  e  o  compele para  sair  rapidamente.    Quando Arthur sai de perto,   Elijah  assume  o lugar que  era dele, agora me  guiando por aquela dança.    Dessa vez  eu me senti  melhor.  Conforme  eu e  Elijah  deslizamos por  aquele  salão tão absortos  em nossos movimentos que o  mundo a nossa volta  parecia apenas um borrão.

Nossas  mentes estavam concentradas em nós dois, naquele momento e em todas as  sensações que estávamos sentindo. As  outras pessoas  não podiam entender  o que eu enxergava  completamente agora.  Eu enxergava  claramente  que nós  dois  fomos feitos  para estarmos  juntos, aquele momento era  tão certo.  Tão completo.

 

Quando a  música tocou para uma mais animada, nós dois nos separamos.  Mas, eu não podia deixar  que  aquela noite termina-se assim. Eu queria mais!  Eu queria  sentir mais!   Eu queria  Elijah comigo  me amando.

 

- Elijah  vem comigo, por  favor.   -  Peço em um  fio de voz.  

 

 

-   Está  bem,  Victória.   -  Ele  concorda.

 

Eu  pego sua mão  e praticamente   o puxo  para  fora  do  salão.  Quando estávamos longe de qualquer olhar curioso, uso minha velocidade para ir mais   rápido  para os meus aposentos.  Quando  finalmente  cheguei  lá, Elijah    veio logo atrás.  

 

Com apenas um olhar  em seu rosto , eu pude  ver  que ele sabia o  que eu queria e o  mesmo queria isso tanto quanto eu.   Aproximo-me  lentamente de Elijah  e   coloco minha  mão  em cima  de  seu  peito.

 

- Você  sabe   do que precisamos  essa noite, Elijah.   -  Eu  digo   utilizando  a  voz mais envolvente e sensual.

 

-  Se Niklaus... -  Antes que ele pudesse  falar  qualquer coisa, eu  coloco meu dedo em seu  lábio para silencia-lo.

 

-  Ele  não vai descobrir.  Nossos irmãos  estão  ocupados festejando.  -    Falo e  aproximo  meu rosto do dele.  -   Você sabe  que  quer e  precisa disso, tanto quanto eu.   -     Eu  digo contra seus   lábios.

 

 

Não demorou  muito para  Elijah  quebrar a distância entre  nós.     Ele me   beija ferozmente no começo, mas depois  o beijo  ficou um pouco mais calmo, mas ainda  apaixonado.     Quando separamos nossos  lábios em  busca de   ar,  pude  ver o olhar  feroz  no rosto de  Elijah.        Eu uni  nossos lábios novamente e  quando eu menos esperava Elijah  me  empurrou  contra  a parede  e continuou   a me   beijar. 

 

Eu  entrelacei  minhas pernas  em sua cintura, enquanto ele  me beijava apaixonadamente.    Ele  finalmente  me    tirou da parede  e  me colocou  na cama.    Elijah   arruinou  o vestido,  o rasgando em pedaços  dando  a  ele minha visão nua. 

 

 

Eu sorrio  para  o  mesmo lhe ajudando com  suas roupas e  quando ambos estávamos desnudos, Elijah se  deitou sobre mim.   Ele  começou  a  beijar meu pescoço, enquanto  eu gemia  de prazer.

 

 

Após muitas provocações ele finalmente me tomou.  A  cada estocada era como  se sentir  no paraíso.  Um tipo de paraíso doce, feito apenas  para  vocês dois e mais ninguém.   Quando atingimos  nosso ápice, caímos  exaustos  um ao lado do outro.

 

 

-  Eu amo você.   -  Eu digo  antes de  adormecer  no peito de  Elijah.

 

- Eu também amo você -   Ele  falou e  eu sorri.

 

No  presente:

 

Pov’ Victória  Mikaelson

 

Eu  estava  vestindo  o vestido preto com duas alças.   Uma reta  a  outra  caída delicadamente.  Ele  tinha  um decote  generoso e tinha  uma  fenda na perna.  (A: Vestido 3)   Vesti  um par de saltos prestos com detalhes dourados.  Coloquei  um  cordão de  ouro com pedras de diamantes,  pulseira de  brilhantes. Um anel de ouro  com o diamante em formato de coração.  Coloquei uma maquiagem perfeita para a ocasião.  Perfumei-me  como  melhor dos meus perfumes e  ajeitei o peteado   perfeito .

 

 

Quando cheguei à frente do espelho  sorri satisfeita  com a minha imagem.  Eu estava incrível.   Antes que eu pudesse continuar me admirando, ouço batidas na porta e quando abro  dou  de cara  com   Stefan. Ele estava lindo e sexy  de terno.

 

 

- Você  está  maravilhosa.    -  Ele  diz me  olhando de cima abaixo.  Me analisando com carinho.

 

 

-  Você   também não está nada mal.   -  Digo sorrindo.

 

 

-Vamos  senhorita   Victória?   - Ele   oferece  seu  braço e  eu sorrio.

 

 

- Claro senhor  Salvatore.   -   Respondo e entrelaço nossos   braços.  – Stefan  eles  estão  lá embaixo?  - Indaguei.

 

 

-  Sim,  Frederick está  aqui e eles seguiram seu rastro.    E segundo Damon,  ele   viu eles entrando e falou com eles.   -    Stefan  responde.    Ele  olha para mi e me  dá  um olhar de conhecimento.    – Tem certeza que quer fazer isto agora?  Desse  jeito?  

 

Eu respiro fundo e  encaro  Stefan decididamente.  

 

-  Eu tenho  certeza absoluta! -      Digo  e     nos preparamos para  descer as escadas.

 

 

- E  com vocês  a  grande mulher  que  está  promovendo este  baile beneficente. -  Elena  finalmente anunciou.

 

 

Desci  as  escadas ao lado de  Stefan.    O  momento todo parecia estar em câmera lenta.  Os degraus pareciam que nunca iriam chegar até o fim.    Foi quando  eu  olhei  brevemente para os convidados e foi ai  que  eu vi todos  eles.

 

Todos  eles  juntos me olhando espantados e surpresos.  Tudo o que eu fiz foi sorrir com essa visão e depois voltei a me concentrar no  momento.   Pego o  microfone  da   mão de  Elena e   me viro  a todos os convidados.

 

 

- Estamos aqui hoje nessa noite reunidos  por uma causa nobre.   – Comecei o meu discurso.  -   Estamos aqui  em uma missão para arrecadar  fundos  para  a cidade  que passa  por um momento difícil atualmente.       Temos que ajudar  Mystic  Falls  a prosperar e  é por isso que chamei todos  vocês aqui.     Espero que possam contribuir para nossa causa e  também espero que tenham uma noite divertida.  Pois eu tenho certeza  que terei.   -   Falo  encarando minha  não  tão queria  família.     – E declaro a parti de agora que o  Baile  Imperatriz da  Esperança começou.  -    Assim que termino  entra  a música.  

 

 

 

Dou  o microfone para  Elena e desço  do palco  improvisado, indo de encontro  com  Stefan.    – Foi   fantástica.   – Ele   diz me elogiando.

 

 

- E quando eu não sou.    – Comento,  fazendo Stefan rir.

 

 

Então muitos dos convidados  vieram me cercar, mas   não as pessoas que eu queria.   Avistei  Frederick   parado  perto  de uma das mesas do  bufê  e  não muito atrás todos os  Mikaelson.      Caminhei em direção a  Frederick,   com  Stefan logo atrás.

 

 

- Vamos  ir para um  lugar mais calmo.    -  Falo assim que chego perto do meu bruxo   favorito.

 

 

-  E  eles?   -   Stefan pergunta observando meus irmão de longe. 

 

 

-  Eu não irei ir até eles.    Eles viram até mim.   – Respondo dando uma piscadela para o mesmo.   – Agora vamos   subir.   -    Digo  e  os dois me seguem.

 

 

(...)

 

 

-  Me conte  Frederick,  o  que descobriu  de útil, além de eu ter uma sobrinha.  -    Falo  pegando uma taça  de  champanhe. 

 

 

-   Eu descobri  que sua   sobrinha é   uma  hibrida, assim como você.   -  Ele respondeu.  

 

-  Ninguém pode se comparar a mim, sou a criatura mais poderosa existente!   - Retruco   e   Frederick assente.  

- Sim, mas  sua sobrinha também pode ser.   -   Frederick  fala  e  bebe seu champanhe. 

 

- Eles  já  deveriam estar aqui.   -   Stefan comenta.

 

-  Pensei que estivesse morta.   -  Ouvi  uma  voz conhecida falar e  dei um sorriso amargo.

 

 

Stefan e  Fred  ficaram   em estado de aleta.   Eu  apenas ergui o  meu olhar e continuei sentada  no sofá.     Dei  a  eles  um  olhar  frio.

 

-   Olá Nik.   -  Digo dando  um  sorriso.   -   Sentiu minha falta?  Pois eu tenho novidades!     Dessa vez  eu vou  ficar e  nenhum  de  vocês  irá  fazer  nada contra isso.

 

 


Notas Finais


Capítulo ainda não revisado:)

Vestido ganhador usado: https://br.pinterest.com/pin/758575130959520960/

O que acharam do capítulo?
Me digam nos comentários :)

Espero que tenham gostado! <3
Muitos beijos de luz e abraços <3 ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...