1. Spirit Fanfics >
  2. Shawn Mendes: All The Stars >
  3. Six

História Shawn Mendes: All The Stars - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Heyyy!!! Tudo bem com vocês??? Obrigada pelos comentários aaaa!!!! Vocês não tem IDEIA de como eles me ajudam! Obrigada❤️❤️❤️

[COMENTEM!❤️]

❤️🧡💛💚💙💜

Capítulo 6 - Six


Fanfic / Fanfiction Shawn Mendes: All The Stars - Capítulo 6 - Six

Tradução: Just Dance -Lady Gaga feat. Colby O'donis-

 

Eu bebi um pouco demais, demais (oh, oh, oh-oh)
Todas as pessoas começam a ficar borradas, ficar borradas
Numa dança louca, não acho minha bebida nem meu homem
Onde estão minhas chaves? Eu perdi meu celular, celular (oh, oh, oh-oh)

 

O que está acontecendo na pista?
Eu adoro essa música, mas não consigo mais enxergar direito
Fique na boa, qual o nome dessa boate?
Eu não me lembro mas está tudo bem, tu-tudo bem

 

Apenas dance
Vai ficar tudo bem
Da-da-doo-doot-n, apenas dance
Gire este disco, querido
Da-da-doo-doot-n, apenas dance
Vai ficar tudo bem
Da-da-da-dance, dance, dance
Apenas, a-a-apenas dance

Queria poder calar minha boca de playboy (oh, oh, oh-oh)
Como eu virei minha blusa do avesso? Do avesso, sim
Controle seu veneno, meu bem, dizem que rosas têm espinhos
E todos vamos ficar acabados esta noite (oh, oh, oh-oh)


 

 

•OLÍVIA LAWRENCE•

 

-Ficou maluca?- Perguntei encarando ela.

 

-Pensa que épico! A gente invade a casa dele durante a festa e descobrimos tudo!- Ari disse e eu quase ri.

 

-Ariana, ele está ficando com a Geórgia, isso já diz muito sobre uma pessoa, não tem mais nada para descobrir.- Falei enganado com a cabeça.

 

-Qual é, você não está nem um pouquinho curiosa?- Ela perguntou cutucando meu braço.

 

-Se meu irmão me encontrar lá…- Falei mordendo meu lábio.

 

-Confia em mim, vai dar tudo certo.- Ela disse confiante. -Agora… VAI TIMEEE!-

 

(...)

 

Meu irmão e os amigos dele chegaram depois de um tempo ali nas arquibancadas e assistimos o jogo. Vencemos e todos testemunharam o super beijo que o Jack deu na Geórgia.

 

-Querem carona para casa?- Mark perguntou quando já estávamos no estacionamento.

 

-Na verdade, minha mãe veio, ela leva a gente.- Ari disse sorrindo convincente.

 

-Tudo bem então, até mais.- Mark disse e ele junto com os amigos foram para o carro.

 

Olhei quando o Praga Mendes saiu da parte de onde as líderes de torcida estavam e foi para o carro.

 

-Parabéns, como vamos embora agora?- Perguntei encarando a Aali.

 

-Vamos em uma festa, esqueceu bobinha? A gente chama um táxi.-  Ela disse revirando os olhos. -Só precisamos de uma roupa legal.-

 

-E onde você quer conseguir isso?-

 

-Minha casa, meus pais foram jantar fora hoje, então vamos conseguir nos arrumar.- Ela falou dando de ombros.

 

-Eu não estou gostando dessa ideia…- Murmurei seguindo ela.

 

(...)

 

Se eu achava o jogo muito barulhento, era porque eu nunca tinha visto uma festa como aquela.

 

Não foi difícil achar a casa do Mendes, já que todos os universitários estavam comentando sobre isso.

 

-Obrigada.- Ari disse saindo do táxi assim como eu. -Certo, vamos andar de cabeça baixa e vamos procurar algo suspeito.-

 

-E então vamos embora, preciso voltar para casa o quanto antes.- Falei e ela assentiu.

 

Assim que pisamos dentro da festa, ouvimos pessoas gritando. 

 

-Foi uma péssima ideia a gente ter vindo.- Falei olhando envolta.

 

-Relaxa.- Ela disse andando pela casa.

 

-E aí lindas!- Um cara passou e falou nos encarando de cima a baixo.

 

Fiquei mais perto da Ari com medo dessa gente louca.

 

A cada passo que a gente dava, mais pessoas se pegando e se beijando aparecia.

 

A maioria das pessoas por aqui dorme em dormitórios da faculdade, mas como nós já somos da cidade, o Mark pode continuar morando com a gente. E o Shawn por exemplo que tem a própria casa.

 

-Meu Deus.- Exclamei quando vi um cara quase engolindo uma garota. 

 

-Acha que no quarto dele a gente consegue achar algo?- Ela perguntou e eu assenti.

 

-Sim, vamos antes que o Mark nos veja.- Falei e ela assentiu já procurando os quartos.

 

Andamos de cabeça abaixada procurando pelas portas dos quartos. 

 

Encontramos uma porta que estava trancada, obviamente a porta do quarto dele. Ari pegou meu grampo de cabelo e deu um jeito de abrir a porta.

 

-Você deveria ser uma espiã.- Falei e ela riu. 

 

Entramos e logo em seguida ela trancou a porta novamente com o grampo. 

 

O quarto tinha um cheiro muito forte de perfume, estava consideravelmente bagunçado, mas não tanto quanto o do meu irmão Mark.

 

Começamos a abrir gavetas e a procurar algumas coisas.

 

-Sabe que estamos fazendo papéis de idiotas, né?- Ela perguntou e eu assenti.

 

-Sei, mas achei bem divertido.- Falei abrindo um sorriso.

 

Continuamos procurando até que a Ari achou porta retratos.

 

-Será que são os pais dele?- Ela perguntou passando a mão.

 

-São sim, esse é o Shawn.- Apontei para o garoto na imagem. -E essa menina… Não parece famíliar para você?-

 

-Não sabia que ele tinha uma irmã.- Ela disse e eu concordei. Logo ela pegou um outro porta retrato. -Olívia olha isso!-

 

-PUTA MERDA.- Falei deixando o porta retrato cair no chão. -Ele é irmão da Geórgia?!-

 

-Não to acreditando.- Ari disse com a mão na boca.

 

-De todas as pessoa, ele é irmão daquela idiota?!- Falei olhando a foto no chão.

 

-Vou só abrir.- Ouvimos uma voz no outro lado da porta.

 

-Armário!- Ari falou para mim e corri até lá. Assim que eu abri a porta, vi que ela estava desmontada, então eu entrei e a Ari teve que colocar em cima a porta para me cobrir. Ela rapidamente foi para embaixo da cama.

 

-Consegui.- A voz do Shawn se fez presente e o quarto foi aberto.

 

-Você está tão gostoso.- Uma voz feminina melosa disse alto.

 

Com a frecha do armário, consegui ver a hora em que ele deitou ela na cama e eles começaram a se beijar.

 

Olhei para a Ari que fez uma careta embaixo da cama.

 

Eles começaram a tirar as roupas como dois loucos e eu fui obrigada colocar minhas mãos nos meus olhos.

 

Eu nunca mais vou sair de casa.

 

-Ah Shawn, você é tão forte.- A moça disse suspirando.

 

Meu Deus será que eu consigo tapar meus ouvidos também?

 

Os dois loucos ali na cama voltaram a se beijar e a quase rolar de um lado para o outro, o que fez a porta do armário balançar.

 

-Não, por favor.- Pedi em um sussurro.

 

Olhei para a Ari que estava com os olhos arregalados.

 

-Por favor, não cai.- Pedi para a porta.

 

Foi só os viciados em sexo se moverem novamente para a porta cair com tudo no chão, fazendo até a parte do espelho quebrar.

 

A garota me encarou, assim como o Shawn que estava sem reação. A Ari colocou a mão na testa e respirou fundo.

 

-Ahm, preciso ir.- Falei saindo do armário e indo para a saída.

 

-Olívia?!- Shawn disse ríspido.

 

Ariana saiu de debaixo da cama também.

 

-Meu Deus o que tá acontecendo?!- Shawn perguntou nos encarando.

 

-Aí não aguento, vou transar com o Justin.- A garota disse colocando a roupa e saindo.

 

-Não, não espera.- Shawn disse, mas ela foi embora.

 

Seu olhar mortal passou para mim. Não me lembrava de ver ele bravo assim.

 

-Posso saber que merda vocês estão fazendo na minha casa? Ou melhor ainda, escondidas no meu quarto!-

 

-Desculpa, você tem total razão de estar bravo.- Falei me rendendo.

 

-Obrigado! Isso foi extremamente idiota da parte de vocês.- 

 

-Não precisa ser tão ríspido também.- Falei cruzando os braços.

 

-Eu ríspido?-

 

-Você está gritando.- Falei brava.

 

-Não Olívia, você não tem nenhum direito de estar brava agora!-

 

-Mas a culpa é sua! Se você não fosse você a gente não viria até aqui descobrir as coisas sobre vc.- Falei brava.

 

-Vocês vieram me vigiar?!- Ele perguntou quase vermelho de raiva.

 

-Não vou ficar escutando um cara brigar comigo, vamos Ari.- Falei virando as costas.

 

-Amiga ele está certo.- Ela murmurou.

 

-Eu sei, mas o que eu posso fazer?- Perguntei baixinho.

 

-Nada disso!- Ele falou e nós duas paramos na mesma hora. Ele passou a mão no cabelo e respirou fundo. -Eu vou chamar o Mark.-

 

-Não! Por favor não faz isso.- Pedi implorando. -Ele já deve estar bêbado e vai contar ao meu pai.-

 

-Que coisa Olívia! Não sei o que fazer.- Ele disse passando a mão no cabelo novamente. -Eu vou levar vocês para casa, a gente conversa no carro.-

 

-O que?! Mas é sua festa.-

 

-Exatamente, era para ser minha festa, mas uma certa pessoa invadiu minha casa.- Ele disse arrumando a camisa e pegando a chave do carro.

 

-Não se dê ao trabalho de levar a gente, vamos de táxi.- Falei negando com a cabeça.

 

-Olívia está cheio de bêbados nessa casa, além de ser muito tarde, não vou deixar vocês irem sozinhas.- Ele disse abrindo a janela. -Andem, vamos pela janela.-

 

Eu e a Ari seguimos ele, pulamos pela janela e entramos no carro dele na garagem. Ele apontou para mim sentar no banco da frente e a Ari sentou no de trás.

 

Ele ligou o carro e começou a dirigir. 

 

Em silêncio deixamos a Ari em casa e então ficou aquele clima pesado enquanto ele ia até a minha casa.

 

-Eu sinto muito por ter invadido sua casa.- Falei tentando quebrar o gelo.

 

-Não, não sente.- 

 

-Está bem, não sinto. Eu queria descobrir algumas coisas e consegui, minha missão foi concluída.- Falei dando de ombros.

 

Ele olhou para mim de lado e então soltou uma risada.

 

-Olívia, é a segunda vez que você estraga minha noite de divertimento, já percebeu isso?-

 

-Noite de divertimento não é o melhor nome para aquilo.-

 

-Aquilo que você diz, iria estar me divertindo muito agora.- Ele disse olhando para mim. -E o que tanto você queria descobrir?-

 

-Você tem uma fama por aí.- Falei mexendo na costura do vestido que eu estava usando. -Queria ver o que você tinha a esconder.-

 

-E achou o que procurava?-

 

-Descobri que você é irmão da Geórgia.- Falei encarando ele.

 

-Sou.- Ele disse tentando entender a relevância daquilo. -Ela estuda com você e com a Ari, não é?-

 

-É.- Falei apenas.

 

Ele estacionou na frente da minha casa.

 

-Me desculpa e desculpa pelas desculpas não serem verdadeiras.- Falei encarando minhas mãos.

 

Ele riu novamente. -Gatinha, preciso dizer que eu nunca esperaria isso de você. Me surpreendeu.- Ele disse com o sorriso propaganda dele. 

 

-Vai contar ao Mark?-

 

-Não.- Ele disse desviando o olhar. -Mas vou querer saber o que fez você invadir minha casa. Não pode ter sido apenas curiosidade.-

 

-Tchau Mendes.- Falei abrindo a porta do carro e saindo.

 

-Ei! Pode voltar aqui garota!- Ele disse andando com o carro enquanto eu caminhava. -Você não me respondeu!-

 

-Nem vou, você devia criar uma historinha na sua cabeça.- Falei dando de ombros. -Tchau.-

 

Ele riu novamente e saiu com o carro.


 


Notas Finais


\Shawnzinho é irmão da Geórgia hein\
/KKKKKK eu amo a Ariana e a Olívia/

[COMENTEM!!!❤️]

{Sorry pelos erros ortográficos!❤️}

❤️🧡💛💚💙💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...