1. Spirit Fanfics >
  2. Shawn Mendes: Imagines >
  3. 2. Bad Night

História Shawn Mendes: Imagines - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi mores, espero que gostem 😊



Boa leitura 🦋✨

Capítulo 2 - 2. Bad Night


Fanfic / Fanfiction Shawn Mendes: Imagines - Capítulo 2 - 2. Bad Night

Acordei com o barulho do toque do meu celular, por um segundo achei que era um sonho e ignorei, mas ao segundo toque fiquei irritada e queria chingar a pessoa que está me ligando a essa hora da madrugada. Tateei o criado mudo e peguei o celular, a foto de Shawn brilhou na tela e eu suspirei atendendo.

— Shawn? — Falei.

— Abre a porta, por favor — ele pediu e desligou.

Sua voz estava esquisita. Demorei um pouco para assimilar o que estava acontecendo, passei a mão pelo rosto na tentativa de me manter acordada e foi aí que ouvi a campainha.

Isso não é um sonho, (S/n)!

Saí da cama indo em direção a sala e abri a porta. Shawn estava parado, usava calça moletom e uma camisa de manga comprida branca, que deixa seus músculos a mostra. Seu cabelo inteiramente bagunçado, seus olhos vermelhos e inchados entregam que estava chorando.

— O que houve? — perguntei encarando-o.

Shawn me abraça forte e sinto meu pijama ser molhado por lágrimas que saíam de seus belos olhos. O meu amor está chorando.

— Meu amor, está tudo bem — falei passando a mãos pelas suas costas. — Eu tô bem aqui — sussurrei sentindo ele soluçar.

Puxei ele para o sofá e o coloquei deitado com a cabeça em meu colo. Passei a mão pelos seus cachos bagunçados e pelo seu rosto molhado, fiquei o observando chorar enquanto fazia cafuné em seus cabelos. Mesmo sem entender o que estava acontecendo, eu só queria fazer ele parar de chorar, é desesperador vê alguém que você ama triste dessa forma, seja qual for o motivo.

Tempos depois que ele se acalmou, o moreno tirou um leve cochilo no meu colo. Os braços em volta da minha cintura e respiração batendo na parte frontal da minha camisola. Passei a mão pelo seu rosto e sussurrei bem perto do seu ouvido:

— Shawnie, vamos pra cama — falei e ele se remexeu abrindo os olhos lentamente. — Vem, meu amor — Falei tirando ele de cima de mim e segurando sua mão.

Puxei ele para o quarto ainda meu sonolento. Deitei na cama e assim ele também fez, o cobri e dei um beijo em sua testa.

— Eu amo você — falei passando o polegar em sua bochecha. — Bom a noite, querido — falei.

Me virei para o lado oposto mas lado senti seus braços envolverem minha cintura. Sua respiração bem próxima ao meu ouvido; pude ouvir as batidas de seu coração e arrepiei-me toda quando seus lábios roçaram na minha orelha.

— Eu também amo você, Honey — sussurrou.

🇨🇦🇧🇷

Me movi na cama com um pouco de dificuldade. Shawn tinha seus braços envolta do meu corpo me apertando contra si de uma forma até, possessiva, posso dizer.

Sorri quando vi ele dormindo tranquilamente; lábios entre abertos, bochechas rosadas e o cabelo todo bagunçado. Acariciei seu rosto e passei a o polegar pelo seu lábio macio.

Comecei a espalha beijos pelo seu rosto tentando acordá-lo de forma carinhosa. Fui descendo os beijos pelo seu pescoço e ele se mexeu um pouco.

— Vida — sussurrei e mordi o lóbulo da sua orelha. — Acorda, amor. Já está tarde — falei e ele resmungou.

— Fica aqui só mais um pouquinho — pediu e fez biquinho.

— Já se passam das oito, Shawnie — falei e ele abriu os olhos me encarando.

— Você é chata — ele disse passando os braços pela minha cintura puxando-me para mais perto.

— Peter, precisamos conversar — falei agora séria.

— Odeio quando me chama assim — sorriu analado.

— Estou falando sério, Shawn — disse e ele me soltou encarando-me. — O que foi que aconteceu ontem a noite? — perguntei preocupada.

Shawn suspirou passando as mãos no cabelo nervoso.

— Eu não quero falar sobre isso — disse cortando nosso contato visual.

Peguei sua mão e entrelacei nossos dedos.

— Olha pra mim — pedi.

Seus olhos castanhos estavam vermelhos, o maxilar travado para não chorar.

— Por favor, não chora, eu fiquei desesperada em vê você chorando — disse o abraçando.

— Me desculpa — falou fungando.

Odeio vê ele assim.

— Não, tá tudo bem — Falei. — Se não quiser contar tudo bem, mas saiba que eu vou estar aqui sempre — falei e depositei um beijo em sua bochecha.

— Obrigada — Falou e passou as mangas da camisa para limpar suas lágrimas.

— Vai dormir mais um pouquinho, vou fazer nosso café — Falei e ele assentiu.

Deixei Shawn na cama e fui em direção a cozinha. Descidi fazer panquecas, sei que meu amor adora e eu só quero vê ele um pouco mais animado. Coloquei as cápsulas na cafeteira enquanto batia a massa.

Em alguns minutos já estava com a mesa pronta, Shawn apareceu e ficou escorado na ilha da cozinha encarando o nada. Seu olhar vago e vazio me deixou preocupada, ainda mais.

— Vem comer, meu anjo — Falei e ele pareceu despertar.

O moreno se sentou na mesa e bebericou o café, remexeu a panqueca mais não comeu nada e isso começou a me perturbar.

— Shawn — Fiz ele olhar para mim. — O que está acontecendo? — Perguntei.

— Já disse que... — o cortei.

— Não. Primeiro você me aparece no meio da madrugada aos prantos e não diz absolutamente nada e mal tocou na comida. Eu estou extremamente preocupada. Será que dá pra você falar o que está acontecendo? — O encarei séria.

— Por que você tem que ser tão insensível? — perguntou.

— Não estou estou sendo insensível, eu só quero saber o que está acontecendo com você. — Suspirei. — Odeio vê você assim e não poder fazer nada, conversar comigo, me deixa te ajudar — Segurei suas mãos.

Shawn me puxou para sentar em seu colo, abracei ele afagando seus cabelos macios que roçavam em meu queixo. Sua mão acariciava a minha enquanto ele encarava o chão.

— Não fiz um bom show — Falou. — Primeiro deu um problema no equipamento e tivemos que atrasar o show. As pessoas começaram a reclamar e quando me apresentei, senti que não dei tudo de mim. Estou me sentindo tão mal — Começou a chorar.

Apertei ainda mais contra o meu peito e beijei o topo da sua cabeça.

— Sei que o que aconteceu não foi culpa sua, e você tem que colocar isso na cabeça. Imprevisto acontecem, Shawn — Segurei seu rosto entre as mãos. — Seu trabalho é muito importante, sei disso, mas não deve ficar dessa forma. Eu não quero te ver assim e tenho certeza que suas fãs também não — Disse e ele sorriu de leve.

— Você é incrível — entrelaçou nossas mãos.

— Eu sou apenas uma pessoa que odeia te vê mal. Sempre que quiser conversar ou sentir que precisa de mim, eu vou está aqui. Sempre, Shawn — Falei e o abracei.

— Eu amo você, mais que tudo — falou.

— Eu amo você, Raul — Falei e senti ele fazer careta. — Amo mais do que você pode imaginar — Sussurrei.


Notas Finais


Ahh capítulo bem fofo 😊

Aceito sugestões. Mandem na DM✌️

Sigam meu Instagram: _Sophya_98

E meu Wattpad: Love_uMendes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...