História She Bad - C.M - Capítulo 9


Escrita por:

Visualizações 29
Palavras 2.443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Quero avisar que eu troquei duas coisas na fic, antes ela se passava em Los Angeles, mas agora ela se passa em Chino Hills e a segunda coisa é que eu estava fazendo uns cálculos entre a idade da Amélia e do Aaron, não fazia sentido os dois estarem com dezesseis então agora o Aaron tem dezesseis (quase dezassete) e a Amelia quinze (quase dezesseis)

Boa leitura!

Capítulo 9 - Melhor noite


                       LEIA AS NOTAS.                   


Segunda, 22 de setembro

P.O.Vs de Amelia Carpenter

Mensagens on

Dallas: hey

Dallas: ta fzd oq?

Eu: em casa fzd vários nd

Eu: pq?

Eu: ein? 

Eu: se eu quisesse falar sozinha eu usava droga o idiota

Mensagens off

Eu não acredito que to passando um domingo à noite em casa, deitada e assistindo netflx
*barulho de pedras batendo na janela 2x*
Vou até a janela e a abro

- Ai!- exclemo quando uma pedrinha bate na minha texta- você sabe que aqui tem porta né?
- Desculpa, se arruma vou te levar em um lugar- falou enquanto subia a arvore
- que lugar?- pergunto o ajudando a entrar
- só se arruma, mas nada chique. Tenho certeza que você vai gostar - revirei os olhos

Fui ate meu guarda roupa pegando um short jeans de lavagem clara, cropped de alcinha cinza com uns desenhos de espaço, uma camisa xadrez preta para amarrar na cintura e um tênis superstar da adidas branco com as listras pretas, segui para o banheiro e me troquei em seguida fazendo uma maquiagem simples e batom nude, apenas pentei o cabelo o deixando lizo com leves ondas nas pontas, sai do banheiro e Cameron estava sentado na cama mexendo em seu celular

-assim ta bom? - pergunto tirando meu celular da tomada e levando o ao bolso direito traseiro
-sim, leva a sua bolsa da escola e uma muda de roupa
-pra?
-agora é 00:13, a gente vai demorar mais de uma hora e meia até chegar no lugar, mais umas duas horas lá, depois mais uma hora e meia pra voltar, quando for ver a hora já vai ser umas seis e meia, sete horas da manhã e como a gente tem aula as oito horas eu te levo na escola- explicou
-tá, mas se você me sequestrar eu te mato-  coloco uma calcinha, uma calça jeans rasgada e uma camiseta preta dentro da mochila- vamos?! - falo deixando um bilhete pra Aaron " tive q sair, te vejo na escola  -sua irmã mais linda"
-vamos - abriu a porta do quarto e descemos as escadas, tranquei a porta e entramos no carro, joguei minha mochila no banco de trás e coloquei o sinto
-só me fala como é que é - falo manhosa
-lá tem mato e é escuro
- é, você com certeza vai me sequestrar- liguei o radio onde estava tocando Lights da Ellie Goulding
- But the queen has been overthrown
And I'm not sleeping now
The dark is too hard to beat
And I'm not keeping up
The strength I need to push me - comecei a cantarolar junto a musica
-You show the lights that stop me turn to stone
You shine them when I'm alone
And so I tell myself that I'll be strong
And dreaming when they're gone
'Cause they're calling, calling, calling me home
Calling, calling, calling home
You show the lights that stop me turn to stone
You shine them when I'm alone- cantamos junto e alto
-Noises, I play within my head
Touch my own skin
And hope they'll still be there
And I think back to when
My brother and my sister slept
In another place
The only time I feel safe- a música acabou e começamos a gargalhar um da cara do outro
- e aí, se resolveu com as suas amigas?- neguei com a cabeça
- sei lá, não tem o que resolver então... deixa como tá- dei de ombros
- entendo...- sorriu fraco

Ficamos um tempo em silencio apenas ouvindo musica, eu olhando a paisagem pela janela, que era muito bonita por sinal e ele prestando atenção na estrada, mas as vezes o pegava olhando de canto de olho pra mim

- se você quer comer alguma coisa a hora é agora, ou se não só vai comer quando for de manhã- me perguntou quando estávamos passando por uma rua com vários fastfood
- vamo come!- falo me virando pra ele
- Mc Donald's?- assenti - drive-tru ou quer entar?
- pode ser drive-tru- ele entra com o carro
- o que gostariam?- a moça do balcão pergunta
- um Bigmac com fritas e milk shake de cholate - falo pegando meu cartão que guardo na capinha do celular
- deixa que eu pago- Cameron afasta minha mão e eu faço cara de "é serio isso" e ele assente
- coloca mais um BigMac, também com frita e coca- ele pagou e retirou o lanche

Ele dirigia de vagar enquanto comiamos, ate o memento que ele parou no meio do nada e pode ver nada mais nada menos que a placa de Hollywood um pouco a frente e as luzes da cidade a baixo da gente

-Chegamos?- perguntei olhando a hora no celular eram 2:00
-Vem- falou saindo do carro com um sorriso no rosto e pegando um lenço grande no banco de tras
- esse lugar é... Simplesmente lindo - sorri saindo do carro -, você é louco de me trazer pra Hollywood de Madrugada?- falei o seguindo ate uma grade
- você aceito porque quis
- se eu não aceitasse você ia ficar me irritando até vim
- agente vai ter que pular- revirei os olhos - vai logo- ele fez pezinho e eu comecei a pular a gradi, em seguida ele também pulou- viu, não foi tão difícil

Começamos a caminhar ate chegarmos a parte de trás do letreiro.
Estava admirando a paisagem quando ouvi um clique de foto

-hey- falei me virando pra trás
-e essa vai pro instagram- sorriu, revirei os olhos e me sentei no chão, ele estendeu o lençou no chão e nos sentamos nele, ele passou o braço pelo meu ombro me abraçou de lado
-essa com toda certeza é a melhor noite de todas até agora - sorri
-eu falei que você ia gostar- me olhou nos olhos-, vamos brincar de um jogo!?- sorriu malicioso
-que jogo?
-vamos fazer perguntas um para o outro, se errar tira uma peça de roupa e se acertar o outro tira
-ta - me sentei de frente pra ele
- quantos anos a Sierra é mais velha do que eu?
- quatro?!
- não, cinco- tirei o tênis
- qual o nome dos meus irmãos?
- Aaron- respondeu
- e os outros dois
- você tem mais irmão?
- sim, vou facilitar um é outro menino e uma menina
- não vale, eu não sabia que tinha outros irmão- dei de ombros e ele tirou o tênis
- e nome deles é Dustyn e Candice, ela é dez anos mais velha do que eu e ele cinco
- qual meu nome completo?
- Cameron Alexander Dallas - respondi e ele tirou o moletom - Qual meu nome do meio?
- Sidney- respondeu
- errou, meu nome do meio é Amelia, Sidney é o primeiro- ele tirou a camisa
- meu melhor amigo de infância?- tirei o shorts, eu não faço a minima ideia - ele se chama Cris
- dia do meu aniversario?
- três de dezembro de 1996- tirei o cropped ficando apenas e calcinha e sutiã- ele abriu um sorriso malicioso e mordeu o lábio

Ele estava próximo a mim, nossos lábios estavam a centímetros de distancia, esva ajoelhada e ele sentado de perna de índio, nós alhovamos um nos olhos do outro

- Foda-se- falou e me puxou pela cintura e eu coloquei a mão e sua nuca

Era um beijo calmo e doce, sabe aquela sensação na barriga? Eu estava sentindo, o beijo foi se tornando mais rápido e selvagem, ele foi me deitando de costas fazendo ele ficar por cima de mim.
Abri o sua bermuda que logo ele arrancou e jogo ao nosso lado. Começou a beijar o meu pescoço descendo ate meu seio e retirando o meu sutiã, chupava e mordiscava o direito enquanto massagiava o esquerdo me fazendo arfar.
Voltou a me beijar, logo descendo os beijos para o meu quadril e arrancando a minha calcinha, penetrando dois dedos me fazendo gemer, ele movimentava os dois quando estava quase ao meu ápice ele retirou os dedos

- Cameron!!!- revirei os olhos o fazendo dar um sorrizinho vitoria

Ele penetrou a lingua em mim me fazendo gemer, logo chegando sentindo um liquido escorrer e ele lambendo engolindo o mesmo, voltou a me beija, me sentei encima e comecei a rebolar em seu membro coberto que logo estava duro, retirei a sua box e e ele pegou uma camizinha na carteira que estava no bolso da bermuda a colocando em seu pênis e penetrando mesmo em mim, enquanto penetrava arranhava suas coatas, em nenhum momento parou de me beijar, quando chegamos ao nosso ápice juntos ele se deitou ao meu lado
Me ajoelhei perto de seu membro e lambi toda estencidade logo o enfiando por completo na boca, ele ajuntou meu cabelo em um rabo de cavalo e dando leve puxões enquanto eu fazia movimentos de vai e vem, quando ele gozou engoli todo o liquido voltando para cima beijando o seu abidomen até chegar em sua boca.
Coloquei sua camizeta que ia ate a metade de minhas cochas e me deitei ao seu lado ficando de conchinha
Olhei para o letreiro e estava começando a nascer o sol

- a gente tem que ir embora- falo se levantando

colocou sua cueca e em seguida sua bermuda, enquanto eu vestia minha calcinha e shorts, recolhemos o resto das coisas e descemos para o carro, ele colocou a mão sobre minha cocha e coloquei a minha por cima, encostei minha cabeça na janela e acabei pegando no sono
Acordei com o despertador tocando, o desliguei, olhei ao redor Cameron estava ao meu lado abrindo os olhos

- Bom dia!- falou sorrindo levemente de lado - você tem quarenta minutos pra se arrumar- falou
- que horas a gente chegou aqui?- perguntei me sentando na cama
- umas 6:40 - respondeu me fazendo sorrir - que foi? - pergunto
- Dallas eu dormi, eu finalmente dormi bem! - sorri e abracei ele

Peguei minha roupa na mochila, tomei banho, vesti minha roupa, pentei o cabelo, calcei o sapato, passei rímel e base que sempre deixo na bolsa
Quando sai do banheiro não havia ninguém bo quarto então desci para a cozinha, encontrando Cameron e sua mae tomando café

- Bom dia senhora Dallas- puxei a cadeira e me sentei
- me chame apenas de Gina minha querida- assenti - fico feliz que meu filho tenha arranjado uma namorada- correi
- MÃE!!!- Cameron repreendeu a mãe
- A gente não é namorado senho... Gina-
- ah não? - arqueou a sombrancelhas- desculpe... mas é a primeira garota que Cam traz pra dormir aqui
- é... a gente ta atrasado - falou se levantando e me puxando junto ate o carro - foi mal pela minha mãe
- de boas

O caminho foi em silencio.
Quando chegamos e descemos do carro ele deu a volta e veio ate mim passando o braço pela minha cintura, varias pessoas ficaram olhando e quando passávamos pelo corredor ouvia pessoas dizendo "eles tão namorando?", " mais uma pra lista" e "ele levou ela pra Hollywood noite passada" entre outras coisas
Quando nos sentamos na mesa de nossos amigo, tinham apenas dois lugares um ao lado do outro, eles estavam em silencio e isso é preocupante porque isso nunca acontece, todos estavam nos encarando

- Aii!!!- Cameron começou a esfregar o braço em que tinha levado um soco do Aaron que estava ao seu lado me fazendo rir- essa doeu
- é pra doe mesmo- sorriu sinico-, qual é o seu problema? Levou minha irmã de madrugada pra Hollywood
- Aaron relaxa, eu to bem e alem do mais eu finalmente consegui dormi sem acordar no meio da noite - se abriu um sorriso no rosto de Aaron
- depois de tranzerem muito né?- Tay se entromete na conversa me fazendo olhar com cara de "vai se fude Taylor" logo fazendo a cara feliz de meu irmão se tornar a mesma de antes
- pode passar meus viste dólares Johnson- Gilinky estendeu a mão para o amigo que revirou os olhos e entregou o dinheiro em sua mão
- o que vocês apostaram? - perguntei
- que o Aaron ia explodir - Stassie

O sinal tocol e nos levantando, como a primeira aula era com Demi e Lox elas me fizeram contar tudo pra elas

P.O.Vs de Cameron Dallas

A noite foi perfeita, ainda bem que ela aceitou sair e agora eu ganhem cem dólares com isso
Mas não sai com ela só por causa da aposta do Taylor, ela realmente é incrível, ela é legal, carinhosa, linda e outras mil coisas
Ela acabou dormindo quando não estávamos nem na metade do caminho, quando cheguei em casa a tirei o seu sinto e coloquei sua mochila em meus ombros a pegando no colo e a levando pro quarto a deitando na cama em seguida me deitando ao seu lado

***

A primeira aula era educação fisica junto com Taylor, Aaron, Nash, Shawn, Carter, Nash e Matt

- aqui o seus cem dólares - Taylor falou saindo do vestiário e chegando na rodinha onde estava eu e os meninos
- por favor me diz que você não saiu com a minha irmã por causa de uma aposta - Aaron falou fechando os olhos, cerrando os punhos e travando o maxila
- Aaron eu posso...- quando percebi estava no chão enquanto Matt e Nash seguravam Aaron
- Antes eu estava bravo por você ter fugido de madrugada com a Amélia, mas agora eu quero te matar por saber que você saiu com ela por causa de uma aposta, só fica longe dela- virou de costas e saiu andando junto com o resto dos garotos me deixando com o Taylor que me encara com cara de "foi mal cara" e eu o olhava de "eu te odeio"

P.O.Vs de Amélia Carpenter

No intervalo, Cameron não estava, falaram que ele foi pra casa por não estar se sentindo bem, a mão direita de Aaron esta com um machucado e a maioria dos meninos estão estranhos

***

Mensagens on

Dallas: me perdoa?

Dallas: eu te juro que não foi só pelo dinheiro

Dallas: no começo era, mas agora eu talvez esteja gostando de você

Eu: do que você ta falando?

Dallas: da aposta

Dallas: não te contaram?

Eu: ???

Dallas: eu apostei com o Taylor que ia ficar com você em menos de um mês no primeiro dia de aula

Dallas: pfv me pedoa

Bloquear Dallas?

Sim ou Não

Mensagens off

- Amelia o Cameron saiu com você por causa de uma aposta...- Aaron falou entrando no quarto me vendo chorar, ele correu ate mim e me abraçou - vai ficar tudo bem, eu não sabe que era por causa da aposta.
- eu quero é matar ele- bufo
- ta tudo bem - me abraçou e dormimos


Notas Finais


O que estão achando da fic?

Favoritem e comentem ♥♥♥

(Próximo capitulo vai ser a foto que o Cameron postou no Instagram)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...