História She is a bad liar - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Lesbicas, Psicopata, Romance
Visualizações 36
Palavras 582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Orange, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Verdades ditas


Pov's autora 



Ruby acordou cedo para ir a escola. Ao descer as escadas notou que havia um bilhete em cima da mesa da cozinha. 


"Filha, seu pai e eu tivemos que viajar novamente, voltaremos na segunda, cuide-se bem. Amo você."


"Parece ótimo''- pensou 

Tomou um breve café da manhã e aprontou sua mochila com apenas o necessário, ia sair da escola e ir direto ao encontro de Hanna. 

A campainha toca...



Pov's Ruby



- Quem será a essa hora? 


Abri a porta e era ela... 


- Lauren? - Eu estava assustada

- Precisamos conversar- entrou sem nem mesmo pedir

- Precisamos? 

- Sim. Seus pais estão? 

- Não 

- Ótimo

- Olha... Nós temos aula... 

- Cala a boca. Para de ser sempre a certinha, sendo tão errada assim 

- Eu não entendi a sua frase... 

- Você mata pessoas, porra. E tá preocupada com o caralho da aula de biologia? - ela parecia furiosa 

- Bom, o que você quer conversar? 

- Eu sei que está apaixonada por mim

- O que? 

- Eu sei disso. Dá pra perceber

- Ok. 

- Ok? Esperava mais da sua resposta. 

- O que mais eu posso dizer? Estou apaixonada por você. Mas também sei que sente o mesmo - me aproximei dela e segurei sua mão que pareceu começar a suar 

- eu?? - Se afastou

- Sim. Acha que eu não percebo as coisas também? 

- Está enganada. Eu não me apaixonaria por uma assassina! 

- E nem eu por uma suicida. Aconteceu - falei sem pensar. 

- Como... - parecia em choque 

- Você tem marcas nos pulsos, nas pernas... 

- É... - baixou a guarda. Me aproximei novamente

- Eu sinto muito. - olhava bem nos seus olhos 

- Para de me olhar assim - tentava desviar

- Assim como? 

- Como se quisesse me matar 

- Eu já disse que nunca machucaria você

- E se eu pedir? Se eu implorar pra você? - De onde ela tirou isso?... 

- Como...- estava muito confusa 

- Eu li as anotações da minha mãe sobre você. E sei que quer tirar a dor das pessoas. 

- Isso é crime, sabia? 

- Matar também é.

- Se você só me vê como um monstro assassino, por que insiste em ir atrás de mim? 

...

Sem resposta


- Me Responde 

- Eu não sei - falou MT baixinho

- Fala! - aumentei o tom de voz 

- EU NÃO SEI, PORRA! - gritou 

- Mas eu sei- sem dar tempo para ela responder, andei rápido até ela e a tomei em meus braços. Beijei-a suavemente e ao mesmo tempo rápido. Um beijo muito esperado. meu coração batia muito rápido e eu apertava cada vez mais seu corpo contra o meu , e ela correspondia cada movimento. Sua boca era macia e doce. Suas mãos traziam o meu corpo junto ao dela enquanto eu segurava sua nuca. 


Separamos do beijo 


- Ainda vai negar? - Perguntei 

- Não... - Se deu por vencida 

- Mas não podemos ficar juntas. 

- Eu sei. Me diz então como ficar longe?

- Eu vou ser emancipada, provavelmente dentro de um mês ou menos, voltarei a morar em New York

- Você acabou de chegar... 

- e já vi que não posso ficar, Lauren... Meu lugar não é aqui

- O que você vai fazer? 

- continuar meu trabalho. E pra sua segurança, deve ficar longe de mim até lá - Ela me olhou com um olhar triste e saiu pela porta sem falar uma palavra. Meu coração ficou apertado, mas parecia o certo a se fazer. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...