História She is my girl!(Rosé) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin), Rosé
Tags Amor, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Jikook, Lésbica, Lgbt, Romance, Rose
Visualizações 30
Palavras 716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - My little bicth


S/N P.V.O

Argth.. Que ódio! Aquelas vadias acham que podem me humilhar com a minha sexualidade? É sério? Isso é tão machista e preconceituoso, não tenho vergonha da minha sexualidade, pelo contrário! Eu me orgulho muito dela!

Saio do meu dormitório para espairecer, vou até o estacionamento e subo no capo do meu carro acendendo um cigarro, derrepente começa a chover, reviro os olhos pro clima de Londres, começo a sentir frio, abro a porta de trás do carro e pego um dos meus blusões, depois volto pro capo do carro.

Vejo uma silhueta feminina entrar na garagem, não dou muita importância, não até ela começar a me encarar de uma maneira irritante, puxo a fumaça e a solto pra cima.

- O que você quer?

- E-eu..?

- Não, não o Papa! 

- Dá pra parar de ser tão arrogante?

- Até dá, mas... Eu não quero.

- Você é tão pretensiosa!

- Você me fez uma pergunta e eu respondi.

Dei de ombros.

- Foi uma pergunta sarcástica!

- É, mas continua sendo uma pergunta, e como ela foi direcionada a mim eu tenho o direito de ter a reação que eu quiser.

Falo calmamente.

- Arrggg... Você é tão irritante.

Sorrio por conseguir irrita-la tão facilmente.

- Você é uma gracinha brava.

Todo esse diálogo e só agora decido olhar pra ela, puta merda ela é uma delícia.

- Você vai me dizer seu nome, ou vou ter que encarnar a macumbeira louca e perguntar pros meus amigos do além?

Ela da uma risadinha.

- Roseanne Park, mas pode me chamar de Rose.

- S/N Litlewood

Ofereço o cigarro.

- Não, obrigado.

- Senta aqui, eu não mordo.

Ela está com uma calça moletom, uma blusa de mangas longas e tênis. 

Ela senta do meu lado, ficamos em silêncio por alguns minutos, até que percebo que ela está com frio, pois tenta se esquentar abraçando o próprio. 

Afasto um pouco pra trás atraindo sua atenção. 

- Vem.

A convido a ficar sentada entre minhas pernas.

- Eu não mordo.

- Você já falou.

- Vem logo.

Ela senta-se entre minhas pernas um pouco exitante, a abraço por trás aquecendo-a, depois de um tempo ela se recosta em mim e apreciamos a chuva pela entrada da garagem.

Desvio um pouco os olhos e a observo, sua boca avermelhada, alguns fios de cabelo que se desprenderam do coque mal feito caem sobre seu rosto angelical.

Ela percebe que a encaro e vira um pouco o rosto pra fitar-me também, intercalo meu olhar entre seus olhos e a sua boca, aproximo meu rosto devagar dando chance de ela recusar se quiser, nossas respirações se misturam, sua boca esta entre aberta, o que a faz ser mais apetitosa, quando nossos lábios quase roçam uns nos outros paro, ela umedece o lábio inferior e entendo como um sinal verde a beijando na mesma hora, nossas línguas se enrroscam, travando uma batalha por espaço, a Rose coloca seus braços em volta da minha nuca me puxando pra mais perto, passeio minhas mãos por seu corpo, coloco minhas mãos em suas cochas e impulsiono seu corpo até ela sentar em meu colo, aperto sua bunda e ela solta um gemidinho baixo e rouco, separamos o beijo por falta de ar.

- Você é tão linda!

Falo encantada.

Ela cora um pouco, rio e dou um beijinho no seu pescoço. 

- Você é tão fofa.

Acaricio sua cintura, desço uma mão até sua bunda e aperto.

- ... Gostosa...

Passo minha língua no seu lábio inferior, e dou um um breve beijo de língua. 

- E deliciosa.

Ela cora e sorrio com isso, beijo sua bochecha e ela sorri.

Ela fica com uma cara inquisitiva. 

- Pergunta.

- Por que você bateu naquelas duas?

A tiro de cima de mim e desço do capo.

- Hey! Eu não queria te irritar.

Ela desce do capo e fica de frente pra mim.

- Não me irritou, só não acho que seja da sua conta.

A pego no colo e a coloco de volta no capo ficando entre suas pernas.

Ela entrelaça seus braços no meu pescoço, a beijo devagar e coloco uma de minhas mãos de baixo da sua blusa, ela se arrepia por meus dedos estarem gelados e sua pele estar quente.

- Quer sair comigo hoje my little bicth?




Notas Finais


Até a próxima♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...