1. Spirit Fanfics >
  2. She is my sister-Incesto(V BTS) >
  3. CHAPTER 18

História She is my sister-Incesto(V BTS) - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa por sumir de novo gente T_____T ai senhor, eu sou um desastre. Essa porra de EAD não ajuda muito, sabe? :’) mas eu consegui esse momentinho pra escrever mais um capítulo de “She is my sister”, e eu espero que estejam gostando. Cara, eu fui ver como é que tava as coisas, e fiquei de boca aberta vendo 189 favoritos. MANO????? EU TO FELIZ???? Obrigadíssimo por todo esse amor e apoio que vocês estão me dando, rumo aos 200!! :^

Beijos, boa leitura ^^

Capítulo 18 - CHAPTER 18


Fanfic / Fanfiction She is my sister-Incesto(V BTS) - Capítulo 18 - CHAPTER 18


Namjoon POV


Eu estava com a chave da cafeteria. Tranquei a mesma, e saí com o pessoal para fora, andando pela região. Decidimos ir ao karaokê do tio Lee, um lugar que tenho boas memórias mas... meio que se tornaram memórias ruins. A alguns anos atrás, eu me casei com Hwasa, uma garota muito gentil, sexy, o meu “tipo ideal.” 

Eu vinha muito no karaokê do tio Lee depois do trabalho com a Hwasa, e era muito legal me divertir com ela, cantar músicas de K-pop, músicas brasileiras, que são músicas que gostamos, e etc. Mas um dia eu cheguei em casa, e a vi com outro homem. Procurei pelo Taehyung, eu e ele éramos colegas de escola, e amigos, porém cada um seguiu sua própria vida, e é aquela coisa de sempre...

Me divorciei dela, e estou bem melhor assim. Não me relaciono com ninguém desde então, mas confesso que vontade eu sinto ás vezes. Andamos por alguns restaurantes, e finalmente chegamos no karaokê. S/n parecia nervosa, e Eunha estava ao lado dela o tempo todo, enquanto eu e Mark conversávamos também.

Entramos no lugar, e alugamos uma sala. Pedimos alguns petiscos, e soju para acompanhar. Retirei minha blusa de frio, e coloquei em cima do sofá, e peguei um microfone.

_O que vamos cantar?- perguntou Mark.

_Fools..?- sugeri

_Uma boa idéia Nam. Que tal irmos eu e você?- disse S/n

_Ahh, claro! Por quê não?- S/n pega o microfone, e colocamos na música.

Me impressionei com seu inglês, isso poderia nos beneficiar na cafeteria, por causa dos turistas, certo? E sua voz também é tão... suave, linda, ela me acalma. A pontuação final foi 100, demais! Olhei para S/n, sorrindo alto, e olhamos para trás, esperando uma reação de Mark e Eunha, e eles pareciam chocados.

_S/n... MENINA O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AQUII!!??? VOCÊ DEVIA ESTAR EM LAS VEGAS TOMANDO CHAMPAGNE POR CAUSA DESSE TALENTÃO DE OUROOO!!!!- Eunha andou até S/n, abraçando-a, e rimos

_A-Ah Eunha... É só um talento meu, coisa simples...

_Olha, eu fiquei impressionado com a harmonia das suas vozes... Namjoon de voz grossa, S/n com a voz fina, adorei!- exclamou Mark, e ri um pouco tímido.

_Aigoo! Agora é minha vez, com o Mark. Anda logo seu lerdo!- Eunha pegou o microfone de minha mão, começou a fingir ser uma estrela.

_Eu? Lerda? Você que é acelerada demais!- Mark pega um microfone e eles escolhem uma música.

Me sento no sofá, e S/n estava sentada ao meu lado, comendo alguns pastéis, e virou um copo de soju, e logo fechou os olhos com força.


S/n POV


Após beber um gole de soju, fechei os olhos com força sentindo minha garganta queimar, e ouvi uma risada grave, e abri os olhos olhando para o lado.

_Qual é a graça?

_Imaginei que você perguntaria... (KKKKKKKKKKKKKK PAREI)

_Ah.. da bebida... é que eu ainda não tô acostumada com álcool. Eu só comecei a beber mesmo depois dos 18.

_Entendi... Tudo bem. Eu só ri porque suas bochechas ficaram todas e premidas, foi fofo.- ele sorri para mim, mas dou um sorriso meio sem jeito.

_É-É... obrigada, eu acho.

Eunha e Mark terminaram de cantar a música, e então sentamos no sofá, comemos e conversamos um pouco, e cantamos mais músicas. A noite foi divertida, eu gostei muito. Mas peguei meu celular olhando as horas, vendo que já eram 22:34. Taehyung não gostaria de me ver chegando tarde... 

_Ge-Gente... eu preciso ir, tenho algumas coisas pra fazer amanhã bem cedo, então.. tchau!- digo me levantando e pegando minha bolsa.

_Mas já? Fica mais um pouquinho deusaaaa..- Eunha, já bêbada, fez um biquinho me segurando, e sorri

_Eu preciso ir, me desculpa.- lanço um olhar para os meninos de tipo “cuidem dela por favor”- Tchau tchau...

Saio da sala,me despedindo de todos eles, e pedi um Uber. Entrei no Uber, e sorri para causar uma boa impressão. Ele era gentil e legal, fomos conversando, até que em certo ponto do caminho, mais ou menos no começo da minha rua, o carro parou, por algum problema no motor.

_Ahh moça... me perdoe, eu te reembolso todo o dinheiro!

_Não não não não não não não! Tá tudo bem! A minha casa tá aqui perto, eu posso ir lá apé.

_Tudo bem então. Eu dou um jeito aqui, não se preocupa, tá?

_Tá bom moço, até mais.- sorrio e começo a andar, até minha casa.

















Notas Finais


Gente pelo amor de Deus, eu não to tendo muito tempo pra escrever, realmente, me desculpem. E também tô péssima de saúde mental :/ tchau tchau❤️❤️❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...