1. Spirit Fanfics >
  2. She-ra e a Lenda de Pandora >
  3. Como começou

História She-ra e a Lenda de Pandora - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, aqui vai uma história que continuarei dependendo de como responderem a ela, caso alguém se interesse, a manterei atualizada. Em breve postarei capítulos das outras fics também e desde já peço perdão pela demora.
Agradeço aos leitores que dão uma chance aos meus trabalhos.
Peço que deixem sempre seus comentários para que eu possa saber o que acham sobre meu trabalho e peço que caso tenham gostado, que marque como fav e que possa me seguir.
Caso queiram me seguir e enviar sugestões (faço enquetes de tempos em tempos sobre a continuação das fics) deixo nas notas finais meu @.
Tenham uma boa leitura!

Capítulo 1 - Como começou


Há muito, muito tempo atrás, quando os deuses gregos dominavam o Olimpo, quando as grandes batalhas mitológicas ocorriam e decidiam o futuro dos deuses, feras, mortais e semi-deuses, havia uma organização chamada de "Horda da Lua", lá, jovens semi-deuses e híbridos eram treinados como soldados espartanos para que pudessem lutar em nome de seus pais ou para que defendessem o que acreditavam.
Uma jovem em especial, Adora, filha de Zeus, se destacava dos outros alunos por seu incrível potencial para lutas, a garota loira de olhos azuis e corpo musculoso era ágil, rápida, forte e conseguia manifestar a magia dos deuses de forma pura e concentrada sempre que erguia a "espada dourada" herdada de seu pai.
Adora, por ter tantas habilidades e atenção em cima de si, se tornou bem popular dentre os outros jovens. Apesar disso, a garota fazia extrema questão de estar ao lado apenas de três cadetes em especial, Glimmer, filha de Angella, sangue-puro filha de Atena e Hermes; Bow, humano com descendência real por ser neto de Teucro, lendário arqueiro grego; e por fim, Catra, semi-deusa perdida, seus pais nunca foram encontrados e a existência de divindade em seu sangue era constantemente questionada, apesar de sua aparência incomum composta por traços semelhantes aos de um felino.

Em um belo dia, Adora deixava o campo de treinamento onde acabara de derrotar Heleu, filho de Perseu e segundo colocado na tabela de desempenho dos cadetes.
A loira tirou seu capacete deixando que as mechas loiras de seu rabo de cavalo impecávelmente arrumado voassem na direção em que o vento soprava. A jovem caminhou para fora das zonas de arenas e se dirigiu para a floresta Pã, conhecida por seus inúmeros mistérios e perigos, mas nada que pudesse assustar a prodígio da "Horda da Lua".
Enquanto caminhava, sempre com sua espada em mãos, Adora ouviu uma movimentação vinda dos galhos tortuosos e mal iluminados das árvores de madeira escura e folhas alaranjadas pela chegada do Outono.
-Quem está aí?- A loira perguntou em voz alta enquanto se colocava em postura de luta pronta para que pudesse revidar qualquer ataque surpresa que poderia receber.
Um silêncio se instaurou, Adora ouvia o som dos pássaros batendo asas e cantando sua melodia, ouvia o coaxar dos sapos, o barulho das águas de um lago próximo se movimentando conforme os peixes pulavam e mergulhavam. 
Após alguns instantes de espera, Adora teve sua resposta, um sussuro em seu ouvido.
-Hey Adora- disse Catra, a híbrida felina sorridente que pulara atrás da loira tensa com a espada em mãos.
Adora no susto tentou dar um golpe de espada no corpo que surgiu em suas costas.
Catra desviou sem muita dificuldade e gargalhou achando muito divertida a atitude exagerada da cadete assustada.
-Catra! Eu poderia ter arrancado sua cabeça, sabia?- disse a loira claramente irritada por ser pega de surpresa.
-Como Perseu e Medusa?- Catra perguntou inclinando lateralmente sua cabeça com sua expressão curiosa.
-CATRA! Não fale essas coisas, quer que os deuses lhe castiguem?- Adora disse apavorada.
-O que foi? tem medo de Atena? a deusa que se gaba por tamanha sabedoria mas cuja cabeça enorme apenas lhe serviu para condenar uma mulher inocente à morte e anos de sofrimento? Aquela que foi enganada por Poseidon e ainda se acha superior a todos do Olimpo?- Catra disse com raiva e veneno em suas palavras.
-VOCÊ TEM NOÇÃO DAS COISAS QUE ACABOU DE DIZER?- Adora disse colocando as mãos nos ombros de Catra e a sacudindo violentamente.
Catra afastou aqueles braços grossos e fortes de si e encarou os olhos azuis com um sorriso no rosto.
-O que você tem de forte tem de covarde! Eu não temo a ira dos deuses, até porque sei que eles assim como você não passam de covardes que se escondem no Olimpo deixando para nós as batalhas que eles travam!- A felina de olhos heterocromáticos disse com desdém.
-Essa sua ousadia um dia vai se virar contra você- disse Adora com um suspiro sabendo o quando sua amiga era teimosa e como nunca conseguiria vencer a discussão- Quer voltar para os dormitórios?- A loira perguntou.
-Pode ser, preciso mostrar uma coisa que achei de qualquer maneira- disse Catra com seu olhar perverso sabendo que tinha conquistado a curiosidade da loira que a encarava com seu olhar empolgado.
As duas jovens retornaram para os dormitórios e adentraram seu quarto em silêncio para que Shadow Weaver, semi-deusa responsável pelos cuidados dos jovens e também filha de Hades, não as visse e questionasse sobre por onde andaram.
Assim que entrou no quarto, Catra pulou para cima de sua cama, localizada no ponto mais alto do cômodo e que só era acessado por ela mesma devido à sua capacidade de realizar grandes saltos com agilidade e precisão.
Adora corou um pouco ao observar sua amiga fazendo aqueles movimentos impressionantes e únicos.
Catra então desceu pulando de sua cama e caindo em pé ao lado de Adora segurando uma pequena caixa preta com detalhes em prata.
-O que é isso?- Adora perguntou
-Isso...é a Caixa de Pandora- Catra respondeu com um sorriso tão assustador quanto encantador.

 


Notas Finais


@Fada_sensataaa. (Twitter)

Espero que gostem e fiquem na paz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...