1. Spirit Fanfics >
  2. She-ra no futuro PARTE 1 >
  3. Decisões demais para uma noite de baile

História She-ra no futuro PARTE 1 - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Decisões demais para uma noite de baile


Fanfic / Fanfiction She-ra no futuro PARTE 1 - Capítulo 7 - Decisões demais para uma noite de baile

"Esse quarto é bem melhor que qualquer um que nos já tivemos." - disse Felina. "Olha só essa cama." - e se jogou sobre o colchão bagunçando as cobertas e os travesseiros. 

"Felina! Você vai quebrar a cama." - disse Adora também se jogando em seguida. 

Elas fazem uma guerra de travesseiros e cócegas. Quando cansaram as duas deitaram na grande cama olhando para o teto do quarto.

"Felina. Por que dentre todas os tesouros do palacio real você, escolheu essa nave como prêmio do torneio?"- questionou Adora. 

"Aquela lata velha da horda estava caindo aos pedaços. E além do mais, essa nave é do tamanho de um castelo. Sem falar que todos os serviços são automatizados ou magicos aqui dentro. " - disse Felina se sentando na beirada da cama. - "Quando nos chegarmos em Etéria. Eu pensei...que essa poderia ser a nossa nova casa. A zona do medo esta toda destruida agora e eu não quero viver de favores em Lua Clara. Essa nave tambem tem piloto automatico, e se algum dia, sei lá, você quiser visitar os seus pais, nos podemos ir."

Adora não esperava aquela explicação. Ela estava surpresa demais.  

"O que me diz Adora?" - perguntou Felina sem se virar para ela. A sua voz estava seria e calma, mas Adora percebeu que ela agarrava o cobertor com força.

Adora se aproximou e abraçou Felina pelas costas. 

"Eu adorei a ideia." - e elas se beijavam. -" obrigado Felina." - e sorriu - "Imagine só. Podemos dar grandes bailes no salão principal! E fazer uma sala de guerra, e uma sala de armas. Isso vai ser incrível!"


__________________________________________

"Vocês vão mesmo se mudar?" - perguntou pela terceira vez uma Cintilante desapontada. 

"Sim. Mas não vamos estar muito longe. A Entrapta está construindo um portal que vai ligar os dois castelos por uma rede mágica. Vamos ser praticamente vizinhas. E eu prometo que vamos visitar vocês sempre que der." -disse Adora. 

"É bom mesmo. Meus pais também querem que você apareça lá na biblioteca deles para tomar chá." - disse o Arqueiro.

Adora olhou ao redor do seu antigo quarto em Lua Clara. As lembranças se projetaram pelo cômodo com todos os momentos que ela havia passado ali. 

"Vou sentir falta daqui." - ela disse pegando os seus pertences embrulhados. 

"Este quarto sempre será seu Adora. É o meu segundo decreto real." - disse Cintilante. 

"E qual é o primeiro?" - perguntou Adora sorrindo. 

"Que você venha nos visitar todos os dias." - disse Cintilante. E dando risadas os três se abraçaram. "Melhores amigos para sempre." 



__________ALGUNS MESES DEPOIS_____________

"Nós vamos nos atrasar!" - reclamou Adora. "Combinamos de estar pontualmente na entrada do castelo da Serena na fila de apresentações antes da Espinerela e da Netosa e depois da Perfuma e da Scorpia como eu planejei no projeto baile marinho."

Felina parou de ajeitar o cabelo e colocou a cabeça para fora da porta do banheiro.

 "Adora, nos não vamos seguir um plano de como curtir um baile. Você também fez planos para o baile da Gélida e olha como foi. Quase destruiu tudo. Alias eu preciso estar impecávelmente maravilhosa para hoje."

Adora estrito os olhos para ela. - "Foi VOCÊ que destruiu aquele o meu primeiro baile das princesas, com aquelas bombas de calor e aquela perseguição...." - e ela andou em direção à varanda do quarto. - "O que vai acontecer hoje?" - ela questionou. 

"Você vai ver. Eu tenho algo planejado." - disse Felina estendendo a mão para ela. - "Vamos?".

As duas passaram pelo portal na sala de reuniões que levava direto aos portões do Reino do mar. 

Lá elas encontraram todas as princesas esperando para serem anunciadas no salão.

"Felina você está ótima! Adora adorei a coroa." - elogiou animadamente uma Scorpia que abraçou as duas ao mesmo tempo. 

"Mas ainda falta um detalhe principal" - comentou a Perfuma. E com um suave movimento das mãos surgiu uma linda flor branca presa nos cabelos da Adora. E uma segunda flor idêntica surgiu presa na roupa da Felina. 

"Argh. Que cafona." - disse a Felina, mas ela não fez sugestão de se livrar da flor. 

"Eu também ganhei uma!" - disse Scorpia mostrando uma flor rubi presa no vestido. - " A minha combina com a da Perfuma. Agora somos irmãs de primavera." E sorriu para Felina.

"Adora! Finalmente vocês estão aqui." - disse a Entrapta passando por cima de todos os outros convidados da fila usando o seu cabelo roxo. - "Eu preciso falar uma coisa de extrema urgência contigo. É sobre..." 

"Atenção todo mundo!" - gritou o Falcão do mar pendurado em um alto poste de velas. "Eu vim lembra-los que nesta noite a princesa Serena atinge a maioridade real e portanto ela agora deverá ser chamada de ....." - com um movimento desengonçado ele tenta puxar uma corda presa em um grande rolo na porta de entrada do Castelo e acaba se enrolando na corda. Quando o tecido desenrola aparece um grande retrato da princesa Serena com os dizeres "Rainha Serena dos mares. Saúdam a Sea-ra." 

Cintilante se teletrasporta e tira o Falcão do mar que estava pendurado de cabeça para baixo. Eles reaparecem de volta ao grupo das princesas. 

"Obrigado faísca." - ele agradece tirando a poeira das roupas. 

"É Cintilante." - resmunga ela. 

"É verdade. Eu ouvi falar sobre isso, mas me esqueci. Serena é uma das mais velhas entre nós. Quando completar o seu aniversário ela será rainha." - disse Perfuma. 

"Exato! E eu estarei ao lado dela. Como seu amante apaixonado aventureiro real." - disse o Falcão do mar fazendo uma pose heroica. 

"E o que muda quando você se torna uma rainha? Ela já governava tudo por aqui mesmo quando era princesa." - perguntou a Felina. 

"Bom... Eu e a Gélida assumimos o trono por outras circunstâncias. Tem a parte das leis e responsabilidades reais...." - começou a explicar Cintilante. Mas foi interrompida pela abertura das portas do Castelo. O baile iria começar.

____________________________________________

"Saudações honorada anfitriã. Agradeço por ter nos convidado para o seu glorioso baile real como rainha Serena." - disse Adora quando ela e Felina estavam se reverenciando. 

"Esses discursos sempre me fazem sentir como se eu tivesse mil anos." - disse Serena entediada. - "A honra por ter aceitado o convite é minha e bla bla bla." - ela sorriu para Adora. - "Nós já lutamos juntas tantas vezes que estamos além dessa formalidades. Por favor, divirtam-se  no baile." - e fez um gesto com a mão dispensando elas. 

Elas estavam se afastando do trono quando Felina deu meia volta.

"Aliás, rainha eu não podia deixar de parabeniza-la por aquele seu retrato no portão principal, tá um arraso. Me empresta o pintor que vocês usaram. Eu quero fazer uma tela gigante com o rosto da Adora. Para colocar no nosso palacio." - ela disse para Serena. 

"QUE RETRATO?" - perguntou Serena.

A rainha do mar arregalou os olhos, se levantou bruscamente trono e saiu correndo pelo salão com seus dois guardas reais armados tentando alcanca-la inutilmente. 

"FELINA!" - repreendeu Adora. 

"Que é, uma hora ela ia ver por si mesma. Se você está com ciúmes eu faço um retrato seu igualzinho aquele." - brincou Felina enquanto escolhia algo na mesa de buffet do mar. - "Atum!". 

"Adora! Te achei! Preciso terminar de te contar sobre o que descobri nas minhas pesquisas sobre a magia de Etéria." - disse Entrapta antes de se distrair com o grito da Serena deu do outro lado do salão procurando pelo Falcão do mar. Era possivel sentir a raiva dela nas ondas que quebravam contra o castelo. 

"Entreterimento. Ela é melhor em animar bailes de princesas do que você Adora." - comentou Felina observando a Serena e o Falcão do mar se perseguirem entre os convidados. 

Adora ignorou Felina. 

"O que você descobriu Entrapta?" - perguntou ela.

"Meu equipamento na ilha das feras ainda está funcionando depois de todo esse tempo e ele ficava enviando uma leituras mágicas estranhas mas continuas de uma fonte de energia no centro da ilha. Mas... depois que vocês duas liberaram toda a água acumulada pelos primeiros, alguma.... coisa parece ter acordado. As leituras se tornaram extremamente fortes e os dados nunca mentem. Alguma coisa está acontecendo naquele lugar. E toda Etéria pode estar em perigo se não fizermos alguma coisa." - disse ela em um só fôlego." Hum. Mini atum!" - e comeu o último pedaço do prato de uma Felina que estava chocada demais para se mover. 

Naquele instante Adora sentiu o tempo parar. Uma voz sinistra sussurrou um demorado "eu veeejo você Sheee-rra" que parece ecoar por todo o salão. Adora sentiu uma sensação fria se enrolando ao redor do seu corpo e apertando os seus pulmões para deixá-la sem ar. Ela teve medo.

E no segundo seguinte todo o barulho ao seu redor a atingiu como uma onda. Ela apoiou uma das mãos na mesa e segurou a mão da Felina com a outra. 

Numa conversa silenciosa de olhares elas sem entenderam.

"Entrapta, reúna mais dados sobre isso. Acho que pode ser realmente uma ameaça, mas so vamos informar as princesas quando souber contra o que estamos lidando." - disse Adora. 

"Pode deixar!" - exclamou Entrapta usando o cabelo para desaparecendo no andar de cima. 

"Antes de você falar qualquer coisa idiota. Vamos lá para fora." - disse a Felina guiando Adora pela mão até a praia próxima do Castelo. 

"Desembucha logo. O que foi que você viu? Num minuto você estava feliz e um segundo depois parecia que tinha visto um fantasma." - exigiu Felina. 

Adora contou o que tinha presenciado a pouco. 

"A gente nunca vai poder relaxar de verdade né. Pelo menos na horda os oficiais podiam tirar umas férias de vez em quando." - reclamou Felina. - "Esta bem. Vamos salvar o mundo. De novo. Mas eu tenho uma condição. Toma." - e ela arremecou um pequeno aro de metal para Adora. 

"O que é isso?" - Adora percebeu que era um anel, mas havia algo estranho. 

"É um.....Como ela chamou....sensor de batimentos." - ela tirou a mão do bolso e mostrou um anel idêntico em um dos seus dedos. - " coloca ele." 

No momento que ele encaixou no seu dedo apareceu uma suave linha vermelha que ficava piscando ao redor do metal. 

"O que está aparecendo aí é o meu coração. Vai ser bem útil nas batalhas caso a gente não esteja perto o tempo todo." - disse a Felina fascinada olhando para o próprio anel. "Essa é a minha condição, Adora, para participar dessa estupida ameaça da ilha das feras." - ela voltou a colocar a mão com o anel no bolso. - " e então. Você aceita?" 

"Esse era o seu plano?" - perguntou Adora.

"Tive que improvisar." - respondeu Felina. 

"É um ótimo plano." - e elas beijaram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...