1. Spirit Fanfics >
  2. She will be loved >
  3. Nem tudo está perdido

História She will be loved - Capítulo 42


Escrita por:


Capítulo 42 - Nem tudo está perdido


Fanfic / Fanfiction She will be loved - Capítulo 42 - Nem tudo está perdido

~ Bruno ~

Terça se passou, Quarta se passou e Quinta também, já estamos na Sexta e a Flower nem uma mensagem me enviou.

Hoje, 8 de outubro, meu dia. Faço 34 anos. É, estou ficando velho.

Acordo às 10:00 AM, pego meu celular, várias mensagens de amigos e família me desejando um feliz aniversário, mas nenhuma da Flower. Esse gelo que ela está me dando está me deixando louco.

Eu sei que ela está magoada, e com razão, eu não devia ter desconfiado dela. Mas até quando vamos ficar sem nos falar? Eu errei, fui um idiota, ela é uma garota incrível e eu não tenho motivo nenhum pra desconfiar dela, eu sei. Talvez eu mereça mesmo esse gelo. Eu preciso aprender a controlar meus ciúmes, se não vou acabar a perdendo, e isso eu não quero de jeito nenhum.

Me levanto, faço minha higiene matinal e vou para a cozinha. Tiara, minha irmã, estava sentada na mesa.

-Bom diaaa mano - Ela se levanta quando me vê e me abraça -Feliz aniversário!

-Obrigado, mana. Mas como entrou aqui?

-Geronimo abriu pra mim - Ela diz, num tom de deboche -Eu tenho a chave, esqueceu?

-Ah, é mesmo. - Nós nos sentamos na mesa -Já estava na California ou veio só pra parabenizar seu maninho aqui?

-Estava em Los Angeles e pensei: por quê não fazer uma visita? - Ela sorri -Então eu comprei isso - Ela diz, apontando pra uma caixa em cima da mesa. -Abre.

Eu abro a caixa, nela tinha nove cupcakes com confeitos, e no cupcake do meio tinha uma vela de aniversário.

-Awww - Dou um beijo no rosto dela -Eu amei.

-Que bom que gostou - Ela acende a vela e canta Parabéns pra mim, depois eu sopro a vela.

-Te amo, obrigado por vir - Dou um abraço meio desajeitado nela.

-Não tem de quê. Agora vamos detonar esses cupcakes - Ela diz, já pegando um. Eu rio e pego um também.

-Como estão todos lá no Hawaii? - Pergunto.

-Estão todos bem. Estão muito ocupados, então não puderam vir te dar um parabéns, mas mandaram um beijo. - Ela faz uma pausa -A última vez que ficamos todos reunidos foi naquele almoço que fizemos, até que você chamou sua namorada, lembra?

-Lembro.

-Como é o nome dela mesmo? É...

-Flower.

-Isso! Flower. Por falar nela, como estão vocês?

-Estamos... legal - Respondo, desviando o olhar.

-Legal? - Ela pergunta, eu assinto -Aconteceu alguma coisa?

-Não...

-Tem certeza? - Eu precisava mesmo desabafar com alguém, e Tiara era a pessoa certa pra isso, eu sou mais próximo dela do que dos meus outros irmãos.

-A gente meio que brigou.

Explico tudo pra ela.

-Poxa, Bruno... Que tenso.

-É...

-Mas você também, hein! Custava acreditar na garota?

-Mas no vídeo estava idêntica a ela, queria que eu pensasse o quê?

-Pensasse nada, só acreditasse nela. Em quem você acredita mais, nela ou nesse tal de Enzo aí?

-Também chamo ele de Enzo, só pra irritar - Rio, mas ela continua séria.

-É sério, Bruno. Você não pode desconfiar da mulher que você diz amar.

-Eu sei... Eu fui um idiota. E agora estamos sem nos falar desde Terça por causa da minha idiotice. E nem uma mensagem ela me mandou nesses dias, nem uma.

-Ela está magoada, e com razão.

-Eu sei, mas... Eu amo ela. De um jeito que eu nunca amei ninguém, sabe? Ficar sem falar com ela tá me enlouquecendo. - Passo as mãos pelo rosto.

-Tenta ser um namorado melhor. Mostre que confia nela. É tudo que você tem que fazer.

-Eu faço o que for preciso.

Eu e Tiara conversamos sobre tudo por mais um tempo, enquanto comíamos os cupcakes, depois ela foi embora.

.

Hoje tenho que ir na Precious às 2:00 PM. Exatamente, vou ter que trabalhar no dia do meu aniversário. Disseram que só vou ter que tirar algumas fotos, depois posso voltar pra casa.

Já eram 1:45 PM e Flower nem uma mensagem de Parabéns me enviou. Se é que ela se lembra que meu aniversário é hoje né, enfim.

Às 2:05 PM cheguei na Precious. No caminho pro elevador, várias pessoas me desejando um feliz aniversário. Tenho bastante amigos aqui.

Quando cheguei no estúdio e acendi a luz, tive uma surpresa. Várias pessoas da Precious estavam ali, e fizeram uma festa pra mim. Na parede tinha balões brancos e prateados, combinou muito com a decoração do estúdio, tinha uma faixa na parede escrito "Feliz aniversário, Bruno", tinha uma mesa com um bolo de chocolate e uma vela em forma de número 34, vários docinhos e salgadinhos e refrigerantes. Lá estavam a Camila, a Janet (fotógrafa) o Scott também estava lá, o Auguste (fotógrafo), a Lindsey (modelo da Precious), o Brian (fotógrafo), a Lauren (fotógrafa) e o David (modelo). São os meus melhores amigos da Precious. Todos cantaram Parabéns enquanto eu me aproximava da mesa, sorrindo.

Depois do Parabéns, todos vieram me abraçar, depois começamos a festa. Colocaram uma música animada, mas não muito alta.

-Gente, obrigado por isso, sério. Vocês são incríveis e... é isso - Digo sorrindo, sempre fico sem graça quando alguma coisa grande é feita diretamente pra mim.

A festa foi rolando, todos conversando, até me esqueci da Flower por um tempo.

Estava conversando com algumas pessoas enquanto bebia refrigerante, até que sinto meu celular tocar no bolso. Peguei o celular e adivinhem? Flower. Meu coração disparou quando vi quem era.

-Aconteceu alguma coisa? - Brian pergunta.

-Não... Eu preciso atender, já volto, gente - Digo a eles e vou rapidamente pro corredor do lado de fora do estúdio pra atender o telefone.

* Ligação on *

-Oie - Digo, com a voz meio presa.

-Oi, Bruno - Ela responde. Que saudade de ouvir a voz dela -Tudo bem?

-Ham... Tudo, tudo sim. E você?

-Bem também. Tô atrapalhando alguma coisa?

-Não! De jeito nenhum.

-Ah, que bom. Eu liguei pra... Te desejar um feliz aniversário.

-Você se lembrou. - Digo, até meio bobo de tanta felicidade.

-Sim, me lembrei. Está tendo um bom aniversário?

-Sim, Tiara me visitou de manhã e meus amigos da Precious fizeram uma festa pra mim.

-Que legal. - Fizemos silêncio por um tempo.

-Flower...

-Hm?

-E... a gente? Como estamos? - Pergunto, com medo dela desligar na minha cara.

-Não sei, Bruno. - Ela disse, um pouco baixo.

-Eu estava com saudade de ouvir sua voz. Por que não me ligou?

-Você sabe por quê.

-Eu te amo muito, me desculpa pela minha idiotice na Terça. Eu nem sei o que eu faria se eu te perdesse. Eu não tenho muita coisa pra dizer em minha defesa, mas... É isso. Eu errei, fui um idiota com você, mas eu quero muito que você me desculpe. Eu não fiz por mal e nem por falta de confiança.

-Bruno... - Ela suspira -Depois conversamos. Tenho que terminar de estudar aqui.

-Ok... Posso te ligar depois?

-Pode. - Dei um sorriso tão vivo que acho que ela pôde sentir que eu estava sorrindo. -Até.

-Até. Eu te amo.

-Também te amo.

* Ligação off *

Volto pra festa todo sorridente, quase dando pulos de felicidade.

-Eita, o que houve? Tá felizinho, hein - Scott diz, descontraído.

-Tenho que estar, hoje é meu aniversário.

A festa segue normalmente. Eu não consigo tirar Flower da cabeça nem por um segundo. Ela me ligou, ELA ME LIGOU!!! Talvez nem tudo esteja perdido.


Notas Finais


Comentem ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...