1. Spirit Fanfics >
  2. She will be loved >
  3. Malibu 2

História She will be loved - Capítulo 44


Escrita por:


Capítulo 44 - Malibu 2


Fanfic / Fanfiction She will be loved - Capítulo 44 - Malibu 2

~ Bruno ~

-Claro, entra - Digo, ainda surpreso.

Flower entra e eu fecho a porta. Ela olha em tudo em volta.

-Que casa linda - Ela diz, tirando a mochila das costas e colocando sobre o sofá.

-Obrigado - Digo. Acho que eu estava com uma baita cara de retardado -Oii Baltazar - Digo, me aproximando, e acaricio a cabeça de Baltazar.

-O que houve que você está todo molhado? - Flower pergunta rindo, apontando pra minha roupa.

-Ah, eu estava no quintal, dando banho no Geronimo - Rio.

-Parece até naquela vez que fomos na praia no Hawaii de madrugada, lembra? Ficamos jogando água um no outro - Ela diz sorrindo. Sorrio ao me lembrar.

-Como me esquecer disso - Digo sorrindo, ela ri fraco e se senta no sofá, soltando Baltazar. -Como... chegou até aqui?

-Eu vim de táxi e pedi pro taxista me deixar na frente da Precious. Por sorte, encontrei a Camila e ela me trouxe até aqui.

-Entendi... Você quer tomar alguma coisa?

-Não, senta aqui - Me sento ao lado dela no sofá -Precisamos conversar com mais calma, por isso eu vim. - Ela faz uma pausa -Bruno, pro nosso relacionamento durar, temos que depositar confiança um no outro. E confiança foi a última coisa que você demonstrou ter em mim naquele dia.

-Flower, tenta ver pelo meu lado... Aquela garota era muito parecida com você naquele vídeo, e eu estava de cabeça quente, estava nervoso, como eu iria reagir?

-Se eu disse que aquela não era eu, você devia ter acreditado. Eu fiquei muito magoada com a sua atitude.

-Me desculpa! Eu não tenho muita coisa pra dizer em minha defesa, eu sou todo errado, faço muita merda, sou cheio de defeitos, mas... Cara, eu te amo. Se eu te magoei, me desculpa, mas vou tentar fazer o máximo pra isso não acontecer de novo, porque uma garota como você não merece ser magoada. Você é a garota mais incrível que já passou na minha vida, e as palavras são pouco pra definir o que eu sinto por você. Eu não suportaria te perder, então eu vou procurar mudar meu jeito ciumento, ser um bom namorado pra você e nunca fazer você ficar triste. - Ela presta atenção em cada palavra que eu digo, olhando nos meus olhos. -Eu prometo depositar toda minha confiança em você a partir de hoje.

-Tá falando sério? Não diga isso em vão.

-Tô falando muito sério. - Seguro suas duas mãos e as beijo -Me desculpa.

-Tudo bem. Eu te desculpo, Bruno - Ela diz, eu sorrio.

Aproximo meu rosto do rosto dela lentamente, ela entreolha minha boca e meus olhos, até nossos lábios se encontrarem, nos envolvendo em um beijo lento e longo. Depois de um tempo, interrompemos o beijo. Ela estava um tanto ofegante, eu também.

-Esse beijo selou nossa paz - Digo, ela sorri e assente.

-Depois disso, vou aceitar uma água pra recuperar o fôlego - Ela diz, eu rio.

-Vou buscar - Digo me levantando. Ela se levanta pra me acompanhar até a cozinha -Pode ficar aqui, eu trago pra você.

-Vou com você, quero conhecer sua cozinha, aliás, quero conhecer toda sua casa.

-Ok então - Ela sorri, então fomos para a cozinha.

-Que cozinha linda - Ela olha em volta.

-Sim, também acho - Pego um copo com água e a entrego -Como foi a viagem?

-Foi até legal, o taxista é super gente boa. Mas estou exausta... - Ela se espreguiça e vira o copo de água de uma vez só.

-Vem, vou te mostrar o resto da casa - Digo, a pegando pela mão e a guiando pra fora da cozinha.

Mostro toda a casa pra ela, e por último, o meu quarto.

-Aqui é meu quarto. - Digo quando entramos.

-A decoração é linda - Ela diz, olhando em volta -Uau, que cama imensa - Ela se joga na minha cama -E confortável. - Me jogo do lado dela na cama.

-Que bom que gostou, porque é aqui que você vai dormir hoje, comigo.

-Só dormir? - Ela diz, com um olhar malicioso. Rolo e deito por cima dela, com uma perna de cada lado.

-Ou você quer fazer outra coisa nessa cama além de dormir? - Digo baixo no ouvido dela, mordiscando sua orelha. Ela suspira.

-Sai de cima de mim, você tá todo molhado - Ela diz, rindo.

-Você quem vai ficar molhada daqui a pouco - Ela gargalha, eu rio.

-Que trocadilho horrível - Ela diz rindo e se levanta -Vamos, quero conhecer seu cachorro - Ela diz, me puxando pelas mãos pra mim levantar da cama. Me levanto e saímos do quarto.

-Cadê o Baltazar? - Ela pergunta quando chegamos na sala -Eu deixei ele aqui!

-Calma, deve estar andando por aí, conhecendo a casa.

-Ele vai se perder aqui dentro, essa casa é imensa! - Ela diz, num tom desesperado.

-Vamos olhar no quintal, talvez ele esteja lá com o Geronimo. - No exato momento que eu digo isso, ela me olha com os olhos arregalados -Calma, o Geronimo é do bem - Digo rindo. -Vamos - Sigo em direção ao quintal e ela vai junto.

Quando chegamos lá, Baltazar e Geronimo estavam tranquilos, juntos. Flower respirou fundo.

-Que susto - Ela diz, depois ri fraco.

-Geronimo, vem cá! - Chamo ele estalando os dedos, ele vem e começa a roçar o focinho na perna da Flower, ela sorri.

-Ele gostou de mim - Ela diz, e se agaicha na altura dele -Oi, garoto. Tudo bem? - Ela o acaricia -Ele é lindo. E muito educado.

-Ah, eu sei - Digo, convencido, ela ri e se levanta. -Vou tomar um banho rápido, eu tô horrível. Mas pode ficar à vontade, pode pegar o que quiser na geladeira, se quiser tomar banho, tem outros banheiros, essa sua roupa parece estar muito quente. - Ela estava de jaqueta e calça jeans, nesse sol que está fazendo.

-Até que não. Mas obrigada, pode ir tomar banho, vou ficar aqui brincando com os pets. - Ela joga um beijo no ar e eu faço o mesmo.

Tomo um banho rápido, de 10 minutos, visto uma camiseta verde e uma bermuda preta, depois saio do quarto.

Flower já estava mais a vontade, tirou a jaqueta e os tênis e soltou os cabelos. Ela estava no deck, admirando a vista da praia. Cheguei em silêncio e a abracei por trás.

-Demorei? - Digo, beijando seu rosto.

-Não. - Fico ao lado dela -Aqui tem uma vista linda - Ela diz, ainda olhando o horizonte.

-Sim...

Eu e ela tivemos uma tarde incrível, demos umas voltas na praia com Geronimo e Baltazar, brincamos com eles no quintal, jogamos uns jogos de tabuleiro, jogamos até Just Dance, cara. Quando vimos, já eram 6:45 PM.


Notas Finais


Comentem ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...