1. Spirit Fanfics >
  2. Shigeko Ryomen >
  3. Capítulo 6

História Shigeko Ryomen - Capítulo 6


Escrita por: Kaori-Baka

Capítulo 6 - Capítulo 6


Era um abraço em família cheio de amor e alegria, mesmo que Ayano teve desafios para ficar com Taro ela não se importou mais com isso. Depois disso tudo eles jantaram e foram dormir menos Yamane que foi para a Shigeko.

Você chegou meu docinho- Shigeko abraça Yamane.

Que isso, todo mundo me abraçando hoje é- Yamane retribui o abraço.

Eu ouvi sua conversa com a Nobara, finalmente achei ele- Shigeko sorri.

É eu também consegui atenção do Itadori- Yamane sorri e deita no colo da succubus.

Que bom docinho- Shigeko sorri.

Mais saiba que amor pode machucar, tome cuidado docinho- Shigeko senta no chão.

Eu sei, tome cuidado você também ao encontrar o Megumi pessoalmente- Yamane deita sua cabeça no colo da Shigeko.

Eu vou ter cuidado docinho- Shigeko acaricia os cabelos da menor em seu colo.

Você já sabe o que vai fazer se o Itadori não gostar mais de você?- Shigeko pergunta ainda acariciando os cabelos de Yamane.

Eu já sei muito bem o que fazer se isso acontecer- Yamane sorri confiante.

Vou fazer a mesma coisa que a minha mãe fez para conquistar meu pai- Yamane sorri e olha o rosto da maior.

O que ela fez?- Shigeko ficou intrigada.

Um dia eu te falo- Yamane boceja.

Amanhã e sexta finalmente- Yamane se espreguiça.

Você vai faltar amanhã- Shigeko diz ao olhar para os olhos da menor.

Tá louca?! Se eu faltar amanhã minha mãe me mata!- Yamane se agita e sai do colo da maior.

Calma docinho, eu dou meu jeito- Shigeko acaricia o rosto de Yamane.

Vai dormir agora- Shigeko se levanta.

Shigeko o que você vai aprontar?- Yamane pergunta curiosa.

Você vai ver, mais eu vou precisar usar seu corpo para fazer o que vou fazer- Shigeko fica nervosa.

Shigeko...pfv tome conta do meu corpo- Yamane deita no colo da mais velha e dormi.

Pode deixar docinho- Shigeko acaricia os cabelos da mais nova.

<<<<<<<<<<<<<De Manhã>>>>>>>>>>>>

Yamane acorda e faz sua rotina mais depois se lembra do que Shigeko falou ontem.

É...mamãe- Yamane fica nervosa.

Sim, querida?- Ayano se vira.

Eu posso faltar hoje?- Yamane fica mais nervosa e suas mãos começam a suar.

Por que querida? O que houve?- Ayano se aproxima da filha é segura seu rosto.

É difícil de explicar- Yamane desvia o olhar.

O meu anjo, se você não me dizer o motivo jamais vou saber o por que quer faltar- Ayano coloca um fio de cabelo atrás da orelha de sua filha.

Difícil demais para explicar...- Yamane continua desviando o olhar.

Ayano suspira.

Tudo bem querida, pode faltar é sexta-feira mesmo- Ayano beija a testa de sua filha e volta a fazer o café.

Então já que vai faltar acorde seu pai para mim por favor, ele vai se atrasar. Ayano diz colocando as xícaras na mesa.

Ok- Yamane sube e entra no quarto de seus pais.

Papai acorde- Yamane cutuca seu pai.

Hmm, só mais 2 minutos por favor Ayano...- Ele se vira.

Yamane ri baixo e senta do lado do seu pai.

Pai! Você vai se atrasar!- Yamane grita baixo mais o suficiente para fazer seu pai acordar.

Oi?! Que foi?!...ah é você filha- Ele boceja.

Por que está aqui? Não era para estar na escola agora?- Taro cruza os braços.

Eu sei, mais eu...- Yamane e interrompida por sua mãe.

Ela pediu para faltar então deixei- Ayano diz se aproximando do marido.

Qual é o motivo?- Taro diz recebendo um beijo na bochecha por sua esposa.

Ela disse que o motivo é difícil demais para falar- Ayano fala abrindo as cortinas de seu quarto.

Hmm sei...deve ser aquele tal de Itadori- Taro diz protetor.

Calma pai, ele e bonzinho- Yamane fala coçando a nuca.

Espero que seja- Taro diz beijando a testa de sua filha.

A campainha toca.

Quem será?- Taro pergunta se levantando da cama.

YAMANE!- Itadori grita.

E o Itadori- Yamane sorri e sai correndo do quarto e desce.

Ela abre a porta e deixa o rosado entrar, Ayano desce.

Então você deve ser Itadori, Ayano prazer- A mais velha estende a mão e Itadori aperta.

Prazer e meu Dona Ayano- Itadori fica nervoso.

Por favor me chame de Ayano, sou mãe da Yamane- Ayano sorri e volta para a cozinha.

Querido você vai se atrasar!!- Ayano grita por Taro.

Estou indo!!- Taro grita lá de cima.

Itadori por favor não fica nervoso, meu pai- Yamane é interrompida.

Eu o que filha?- Taro diz descendo.

E-esse e o Itadori papai- Yamane fica nervosa e chega a tremer.

Hmm- Taro olha de cima a baixo de cara fechada.

Cuide bem da minha filha!!- Taro diz indo até a cozinha.

Foi melhor do que esperei- Yamane suspira.

Itadori congelou.

Itadori?- Yamane o chama.

O-oi?- Ele fica muito nervoso.

Calma ele foi bonzinho, agora vem vamos subir pro meu quarto- Yamane diz subindo e Itadori atrás dela.

Por que não está com o uniforme?- Itadori fala sentando na cadeira da menor.

Eu pedi para minha mãe se eu podia faltar e ela deixou- Yamane pula direto para sua cama.

Faltar?! Por que?!- Itadori levanta rápido.

É difícil de explicar...- Yamane senta.

Pode falar pra mim, eu vou entender- Itadori chega perto de Yamane.

Você ia me chamar de louca- Yamane fala desviando o olhar.

Se você soubesse o que aconteceu comigo, você ia me achar louco- Itadori fala colocando a mão na nuca.

O que aconteceu com você?- Yamane pergunta.

É difícil de explicar também- Itadori sorri fraco.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...