1. Spirit Fanfics >
  2. CHAINS - narusaku (shortfic). >
  3. Complications...

História CHAINS - narusaku (shortfic). - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oioi, bom essa é a minha primeira short fic, principalmente de narusaku, espero que gostem!

Capítulo 1 - Complications...


Ficar em casa numa Sexta-feira à noite para Sakura era o cúmulo do tédio semanal. Largada no sofá do apartamento que dividia com Karin, sua amiga do colegial e agora parceira de despesas de casa, a garota passava os canais de TV a cabo insistentemente, procurando algo que realmente merecesse a sua total atenção.

— Oi. — Karin se anunciou, logo após cruzar a porta do local e estar totalmente dentro da sala de estar. — Procurando o que ver, uh? Recomendo o Canal 06. Claro, se você quiser ver algo mais… divertido.

Sakura, mesmo desconfiada e curiosa, prontamente colocou no devido canal, não se surpreendendo em dar de cara com um jornal. A manchete seguinte fez com que a garota de cabelos róseos estivesse com uma sobrancelha levemente arqueada em sua face.

"Responsável por onda de assaltos e assassinatos realmente é uma mulher?"

Haruno leu cada palavra composta pela frase mais de dez vezes em sua mente. Tudo estava ali, na frente de seus olhos, enquanto um policial qualquer estava dando uma entrevista ao jornal local.

— Sakura… — a outra começou, sem saber que sua fala seria cortada por uma Haruno com raiva.

— Não começa, tá legal? Eu sei que fui imprudente e que provavelmente a minha cabeça esteja em um leilão agora. Eu sei Karin, não precisa me dizer o óbvio.

Haruno estava descontrolada. Mesmo com uma mísera suposição da polícia, ela sabia que aquilo poderia ser o estopim para sua cabeça estar em prêmio. Um ótimo prêmio, diga-se de passagem.

Inconscientemente começou a relembrar os momentos da Terça-feira passada. Repassando todos os momentos e conversas em sua mente, até que encontrou um vestígio de deslize acidental.

— Droga! — a garota exclamou, pensando no quão burra foi por ter saído do esconderijo trinta minutos após o roubo, mesmo totalmente disfarçada, sendo impossível reconhecer Sakura, mas sim, Inner.

Karin ergueu a sobrancelha mostrando estar atônita à tais acontecimentos da semana. Com um manejo de cabeça, indicando uma cadeira para a ruiva, a outra começou a falar.

— Na terça passada, após um roubo qualquer, acabei saindo trinta minutos antes do normal, então um estagiário da polícia acabou me vendo. — Karin observou severamente o rosto de Sakura, enquanto esta, por sua vez, apertava suas têmporas.

— Desde quando você se abala por coisas bobas como essa, Sakura? — indagou a ruiva. — Ou melhor… Desde quando Inner se abala por coisas bobas, uh?

— Desde quando a minha cabeça está em jogo, garota.

A Uzumaki estava pronta para recitar mais um de seus discursos e questionamentos quando o celular da Haruno começou a tocar, irritando as duas ali presentes. Após pegar o aparelho Sakura amaldiçoou-se por breves segundos. Por fim, tomando coragem para receber a chamada e colocando um de seus melhores tons, não era mais Sakura Haruno, uma garçonete de café e moradora do subúrbio, ao telefone, e sim Inner Shannaro, uma golpista e criminosa.

— Alô? — mesmo sendo uma atriz de primeira, a garota percebeu a voz vacilar por breves segundos.

— Desça agora. — a voz do outro lado se tornou imponente, demonstrando seriedade. — Quero você aqui em trinta minutos. Não ouse desobedecer, Shannaro.

E a linha se fez muda por vários segundos, até Sakura tomar coragem para desligar o aparelho, colocando-o na mesa. Atônita, a garota olhou para suas próprias mãos, até recobrar a consciência e ir direto para o quarto mesmo com a enxurrada de perguntas da Uzumaki.

No quarto, Sakura escolheu uma das melhores roupas que comprou, graças ao seu querido trabalho "digno" em uma cafeteria em Los Angeles. Após um banho tomado e algumas horas extras na frente do espelho arrumando o cabelo para colocar a peruca, Sakura pôde, enfim, deixar o vestido de seda na cor nude, e também decotado, deslizar por seu corpo, caindo como uma luva para as belas curvas da mulher.

Sentada na frente do espelho, retocando a maquiagem e claro, o batom vermelho, a garota não se via mais como Sakura, mas via em sua frente a famosa Inner. A mulher na qual estava disposta a tudo para ganhar o seu próprio jogo, e, sorrindo, a mulher pegou sua bolsa no canto da cômoda e andou até a sala.

— Como estou? — Karin, que até então estava prestando atenção no noticiário, notou a bela mulher parada atrás de si.

— Gostosa como sempre. — respondeu a ruiva, enquanto Inner abria a porta e pegava as chaves. — Se cuida.

— Tranque as portas quando for dormir, não faça igual da última vez. — sorriu, e então saiu de casa.

Enquanto passava pelo corredor do prédio sem câmeras, a mulher continuava pensando nos últimos acontecimentos, mas, foi quando finalmente saiu na rua a realidade bateu em sua porta. Do outro lado da rua estava um carro preto e, dentro dele, uma pessoa com cara de poucos amigos e que provavelmente lhe daria uma tremenda dor de cabeça mais tarde.

— Olá, Itachi.

— Está atrasada. — foi a única frase que Inner ouviu naquele momento.

— Você sabe como é… Mulheres, vaidosas como eu, demoram mais do que apenas trinta minutos para se arrumarem. Ainda mais se…

— Forem encontrar o chefe? — a mulher ficou estática, olhando fixamente para o homem de cabelos grandes e bem amarrados. — O gato comeu a sua língua, Inner?

— Maldito.

Itachi sorriu, sabendo que aquele não seria o primeiro e nem o último xingamento que iria ouvir de Inner, principalmente naquela noite.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...