História Should I Be Shoked - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Park Chan-yeol (Chanyeol)
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol, Exo
Visualizações 15
Palavras 1.265
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não tenho condições de opinar sobre esse capítulo.
Boa leitura <3

Capítulo 12 - Special Dinner.


- Quanto avançamos? - A voz saiu do telefone.

- Tenho uma suspeita de nome, pretendo tirá-la brevemente. - Baekhyun respondeu com firmeza.

- Você sabe que só faltam três dias até o prazo acabar, correto?

- Eu sei... - Baekhyun suspirou entediado, revirando os olhos. - Eu pretendo descobrir o nome dele hoje.

- Baekhyun, eu tenho te notado realmente estranho em relação a ele. Eu espero que não seja o que eu estou pensando. - Ele disse irritadamente.

- Não é, meu caro, não é. - Baekhyun disse, mesmo inseguro de suas palavras.

O pequeno escutou o telefone ser desligado e passou o resto do dia sem nenhuma novidade, apenas trabalhando em alguns casos que poderia resolver do escritório, nada demais. Depois de Kwanghyun nada estava sendo animado o suficiente ou perigoso o suficiente.

- Você não era assim Baekhyun. - Ele passou a mão pelo rosto, respirando fundo. - Não mesmo.

Baekhyun saiu do trabalho, uma hora antes do normal, apressando-se, afinal teria que tirar suas dúvidas naquela noite. Tinha que descobrir o nome real de Kwanghyun, e como haviam marcado de se encontrar as nove horas na casa dele, teria que tirar aquela informação com rapidez. Saber onde Kwanghyun morava não ajudou em nada em suas investigações, não havia nada lá, contas, documentos, absolutamente nada. Baekhyun já havia procurado em absolutamente tudo, mas não havia encontrado nada. O que deixava tudo mais frustrante. 

O loiro chegou rapidamente à casa do moreno, parando o carro em frente seu apartamento, nunca havia reparado o quão grande aquele local era. Havia estado lá apenas duas vezes sem estar com ele, então sempre esteve ocupado para reparar. Aquele apartamento era um pouco menor do que o de Baekhyun, porém continuava enorme. Principalmente para um garçom, han?

- Ótimo, Park, você já me disse isso! Baekhyun, mas eu quero o nome completo! Quero sobrenome, nome do meio e tudo mais que você puder proporcionar. Cadê o seu profissionalismo hein? - Jason gritavam batendo na mesa do maior a sua frente.

- Fique calmo. Respire, eu juro que hoje eu descubro o nome dele. Mas você tem que entender que é difícil, quantas vezes você mesmo falou isso pra mim? Ele não tem documentos, os números que ele disca lá em casa são protegidos e a casa dele é normal, quer o que? Que eu simplesmente pesquise na lista telefônica o nome Baekhyun e vá falando todos os sobrenomes que existem aqui na província? Ele é uma muralha de ferro, não parece ceder à absolutamente nada. - Chanyeol respondeu também irritado, não é como se a culpa de tudo fosse dele.

-Sem problemas, não vou mais te encher. Mas lembre-se, você tem um prazo e ele acaba em três dias. - Jason saiu da sala sorrindo cínico.

Chanyeol apressou alguns trabalhos que estavam sobre a sua mesa, afinal ele havia marcado com Baekhyun as nove e ele havia prometido que cozinharia algo diferente do que ele já pudesse ter comido. Decidiu por fazer algo típico da França, do país onde havia crescido. Voltou apressado para casa, após passar em um supermercado de importados próximo a seu apartamento. Chanyeol pegava-se sorrindo pensando no menor, ele não poderia negar, era absolutamente encantador a qualquer um que olhasse. Repreendeu-se mentalmente, voltando a repetir seu mantra familiar.

Park's não se apaixonam. Park's comem suas presas. Park's fodem e somem.

O moreno olhou em direção a foto do pai que havia sobre uma estante antiga. Aquele mantra quem havia lhe ensinado era seu pai. Ele nunca havia se apaixonado pela mãe de Chanyeol. Ele fodeu e sumiu. Porém quando o menor estava com dois anos, ele voltou por estar sem dinheiro e velho para o seu cargo, precisava de um sucessor. Mas a mãe de Chanyeol não queria permitir que o menino entrasse para o meio sujo de seu pai e se tornasse um monstro sem coração. Essa era a maneira como sua mãe referia-se a seu pai, então ele matou-a. Ela entrou em seu caminho, se opôs a ele, ele a matou. Simples assim. Ele havia contado tudo para Chanyeol da forma mais fria e sem sentimentos possível. Talvez por isso o garoto tinha um contato quase nulo com seus sentimentos. Ninguém havia se preocupado em amá-lo ou despertar qualquer outro sentimento de sua parte. Ele balançou a cabeça.

- Não seja patético, Chanyeol. - Ele suspirou. - Park's não se apaixonam. Não se apaixonam. - Ele continuava firme, falando para si mesmo. - Você só gosta da companhia dele, só isso. - Chanyeol continuou fazendo o jantar. Às nove o jantar ainda não estava pronto e o moreno não havia ao menor tomado banho quando a campainha tocou. Correu para o banheiro para arrumar pelo menos o cabelo, tinha que ficar apresentável.

Não para Baekhyun, e sim para ele mesmo.

Caminhou até a porta, e acabou suspirando ao vê-lo. Baekhyun estava encostado no batente da porta, usava um casaco leve preto por cima de uma camisa branca, com uma calça jeans escura. O menor encontrava-se com as mãos nos bolsos do casaco. Chanyeol concluia o quão sexy o menor conseguia ser com tão pouco.

- Olá, querido! - Chanyeol sorriu, e disse apos alguns segundos perdido em pensamentos.

-O-oi? - Baekhyun encarou o mais alto de forma esquisita, fazendo esse se analisar, tornando aquela cena patética. Chanyeol utilizava apenas a calça com um avental, não estava usando camisa, e segurava uma espátula. Riu tentando disfarçar a vergonha que sentiu, puxando o menor pela cintura, dando um beijo de leve nos lábios do mesmo. Ele tinha a boca doce, o que deixava os lábios tão tentadores quanto o próprio Baekhyun.

- O jantar está quase pronto. Quer esperar aqui na sala ou vem comigo até a cozinha, hyung? - O maior permaneceu com Baekhyun entre seus braços.

- Vou com você. - O mais velho respondeu com um sorriso aberto em seus lábios, deixando a mostra seus caninos bem afiados, o que tornava ainda mais gracioso seu sorriso.

- Como foi o seu dia, amor? - Kwanghyun perguntou, olhando para o menor mostrando interesse, assim que sentaram-se a mesa.

- Foi bom, nada de novo, apenas os mesmos assuntos. - Baekhyun respondeu desinteressado, sentando-se a frente do maior. - E o seu?

- Nada de interessante. Algumas clientes gostosas, algumas passadas de mão na minha bunda, bom, nada fora do comum. - Ele respondeu simplesmente, fazendo com que Baekhyun o fuzila-se com o olhar.

-O que, Kwanghyun? - Baekhyun respondeu cruzando os braços, fazendo o maior rir.

- Finalmente! Te deixei com ciúmes! Vou até fazer uma prece a essa realização! - Kwanghyun levantava os braços.

- Quem está com ciumes aqui? - O mais velho perguntou erguendo a sobrancelha.

- Você, oras. - Kwanghyun servia a comida para ambos, enquanto continuava a rir.

- Não estou com ciumes, apenas não tinha entendido o que você havia dito. - Baekhyun respondeu irritado. - Algum problema com isso?

- Ah sim, claro, hyung, eu quem estou com ciumes. Aham. - O mais novo respondeu irônico, ainda rindo.

- Eu não estou com ciumes. - O loiro respondeu ainda mais irritado.

- Está. -  Kwanghyun disse sentando-se à mesa.

- Não estou.

- Está.

- Não estou!

- Está. E coma logo a comida antes que esfrie! - O moreno cruzou os braços com um sorriso nos lábios, observando o menor.

Baekhyun bufou, era irritante a maneira como Kwanghyun sempre ganhava nas discussões. Acabaram esquecendo o assunto durante o jantar e voltaram a conversar sobre as futilidades do dia a dia.

 


Notas Finais


Quem diria que Baekkie seria esse neném.
até a próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...