História Show me how to live. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Audioslave
Personagens Chris Cornell, Personagens Originais
Visualizações 21
Palavras 1.362
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


não resisti e lá vai mais um!
espero que gostem.

Capítulo 2 - Again.


Fanfic / Fanfiction Show me how to live. - Capítulo 2 - Again.

-Chris,quero apresentar uma pessoa a banda. -Paul falou.

-Tudo bem. Entrem. -Chris nos deu passagem.

-Boa noite,crianças. -Paul gritou chamando a atenção de Matt,Kim e Ben. -Quero apresentar a vocês a babá.

-Babá? -Matt franziu as sobrancelhas.

Chris o olhou confuso.

-Estou brincando. -Paul riu. -Essa é a Hazel,a psicóloga que ajudará vocês com seus problemas mentais, roupas e maquiagem.

Todos olharam para mim e eu apenas dei um tchauzinho sentindo um baita frio na barriga,até porque Chris estava olhando para mim.

-Desde quando precisamos de babá? -Chris perguntou ríspido.

-Desde quando vocês agem como crianças. -Rob respondeu.

-Ah,finalmente alguém vai nos ajudar com roupa e maquiagem.  Os homens daqui não entendem disso. -Ben suspirou.

-Sem discussões,ela começa a trabalhar na próxima segunda. -Eu balancei a cabeça positivamente concordando com ele.

Olhei rapidamente para Chris e ele me olhou de volta. Desviei o olhar,mas senti que ele continuava a me olhar.

Rob me puxou para perto dele e pigarreou.

-Ah,claro. Eu já ia me esquecendo... Saibam que ela é noiva do Rob.

-Por que precisamos saber disso? -Kim perguntou.

-Por precaução. -Ele falou olhando para Chris, que sorriu debochado. -É isso. -Paul saiu da sala e eu o acompanhei.

-Paul,nós já vamos. Obrigada pela oportunidade. -Rob estendeu a mão para cumprimentar ele.

-De nada. Espero que seja uma boa profissional. -Ele falou olhando para mim.

-Eu darei o meu melhor. -Sorri e saí com Rob.

Fomos até o estacionamento onde pegamos o carro.

-Ai,estou feliz que consegui um trabalho. -Falei enquanto colocava o cinto de segurança.

-Eu preferia que você não trabalhasse.

-Já falamos sobre isso. Não aceito viver na sua aba.

-O problema é que você é bonita!

-O que? -O encarei incrédula. -Eu não tenho culpa disso.

-Não tem,mas o Chris já ficou te olhando. -Revirei os olhos.

-Eu sou noiva de quem?

-Minha! Mas os homens não devem ficar te olhando.

-Impossível. -Ri sarcástica. -Eu sou mulher,eles olhariam de qualquer maneira.

-Eu sei. Mas eu não gosto do Chris! -Ele aumentou o tom de voz. -Ele é um mulherengo.

-E o que eu tenho a ver com isso?

-Que ele tava te olhando.

-Caralho, o que eu tenho a ver com isso? Eu não pedi para ele me olhar. -A essa altura eu já estava irritada.

-Deve ter sido sua roupa!

-Não acredito que tô ouvindo isso. -Coloquei a mão na cabeça e suspirei.

Ficamos um tempo em silêncio,até que Rob continuou.

-E o que você achou dele?

-Dele quem? -Revirei os olhos.

-Do Chris.

-Caralho, esquece ele. Que saco!

-Tá estressada por quê?

-Porque você me estressa !!!!

Chegamos em casa e fui tomar um banho.
Fiquei mais tempo que o normal pois queria relaxar. Rob tinha o dom de me estressar sempre.

Quando sai do banheiro vi que ele estava jogado na cama dormindo. Passei pela cama,fui para o guarda roupa e peguei minha camisola. Peguei um travesseiro e um cobertor e fui dormir no sofá da sala.

_____________________

Acordei no dia seguinte cheia de dor no corpo e então me lembrei que tinha que passar no escritório de Paul.

Tomei banho,me arrumei,comi e saí.

Peguei um ônibus e segui para o endereço.

Chegando lá, parei na recepção.

-Bom dia. Poderia me dizer onde fica sala de Paul,empresário do Soundgarden?

-Fica na sala 15. -A recepcionista com cara de metida respondeu.

-Obrigada.

Comecei a andar pelo corredor e achei a sala. Bati na porta.

-Pode entrar. -O gordo gritou.

-Oi,Paul. Sou eu,a Hazel.

-Ahh,você veio. Sente,fique a vontade. -Ele apontou para a cadeira. -Então você quer mesmo o emprego?

-Sim. Eu quero. -Falei decidida.

Começamos a conversar e Paul me explicou tudo. Me falou da rotina da banda,dos estresses,das personalidades de cada um deles e etc.

Saí de lá animada. Seria uma grande aventura trabalhar com eles.

Senti meu estômago roncar e decidi comprar algo para comer. Parei em uma loja de conveniência.

Comprei uma barra de chocolate e vi algo que chamou minha atenção. Uma revista com o Chris na capa. Não me contive e a comprei.

____________________________

Assim que cheguei em casa vi que Rob não estava lá,então peguei a revista e sentei no sofá animada para ler a revista.

Bem na capa tinha uma foto do Chris sem camisa. Claro que aquilo me arrancou um suspiro.

Comecei a folhear a revista e vi que eles iriam lançar um novo álbum esse ano,o que era verdade,já que Paul tinha comentado isso comigo.

Eu estava lendo a revista calmamente,até que Rob chegou e acabou com o meu sossego.

-Aonde você estava? -Ele entrou na sala gritando e me deu um susto.

-No escritório do Paul. -Respondi colocando a revista em baixo da almofada do sofá.

-E não me avisou por quê?

-Porque eu estava com raiva de você. -Falei ríspida.

-Raiva por quê? Você que estava errada! -Ele falou isso e sentou no sofá perto da almofada onde a revista do Chris estava escondida.

-Eu não acredito nisso! -Naquele momento eu estava completamente desesperada. Se ele pegasse a almofada iria ver a revista.

-Fica quieta! -Ele fechou a cara e... Pegou a almofada deixando a revista a mostra. -Mas o que? O que é isso? -Ele pegou a revista e balançou.

Eu engoli seco e respirei desesperada.

-Eu só... Só queria ler um pouco sobre eles. Preciso saber um pouco da personalidade de cada um.

-Deles ou do Chris?

-DELES. -Gritei. Tá, eu estava mentindo. Tinha alguma coisa em Chris que estava me atraindo e aquilo estava me atormentando, até porque eu só tinha visto ele uma vez!!!!

-Cara,por que você mente? -Rob se levantou.

-Eu não minto. -Engoli seco. Rob veio em minha direção totalmente raivoso.

Ele segurou meu braço muito forte e o apertou.

-Se eu ver você de graça com o Chris, a coisa vai ficar feia. Tá me ouvindo? -Ele olhou em meus olhos apertando ainda mais meu braço.

Olhei para ele com ódio.

-Tá. -Falei entre os dentes. -Agora me solta! -Ele me soltou e saiu de casa.

Uns minutos se passaram e minha raiva dele aumentou. Então decidi ir para algum bar beber.

Peguei minha bolsa e saí de casa, de novo.

_____________________

Cheguei no barzinho mais famoso de Seattle. Eu queria encher a cara e esquecer da briga com Rob.

Fui entrando e passando cuidadosamente pelas pessoas,até porque em pleno sábado o bar ficava bem movimentado.

Quando eu estava chegando perto do bar vi um homem alto,de cabelos encaracolados e automaticamente sorri.

Chris Pov.

Eu estava em frente ao bar e quando olhei para o lado,vi uma menina de olhos azuis me olhando. Assim que ela percebeu que eu também a olhava,ela desviou o olhar.

Eu sabia que a conhecia de algum lugar. Peguei minha bebida e fui andando devagar para onde ela estava. Aos poucos a reconheci.

-O que uma babá faz em um bar sozinha? -Falei me aproximando dela.

-O mesmo que um rockstar. -Ela sorriu.

-O Paul não disse que você era noiva?

-Sim. -Ela deu de ombros e eu estranhei.

-Por que eu tenho a impressão de que você não ama tanto seu noivo? -Assim que eu falei isso,ela se engasgou com a cerveja.

-O que? -Ela arqueou as sobrancelhas. -É claro que eu o amo.

-Se amasse mesmo não teria me olhado do jeito que me olhou ontem.  Nem teria ficado trocando olhares comigo durante o show. -Ela me olhou assustada e então tentou se explicar.

-Olha só... Só porque eu estava te olhando não quer dizer que eu não ame meu marido. -Ela fechou a cara.

-Tudo bem. -Levantei os braços me rendendo.

Estava claro pra mim que ela não amava tanto o marido dela. 
O Rob era um verdadeiro cavalo e eu não sabia como ela conseguia ficar com ele. 
Por mim ele nem trabalharia com o Soundgarden, mas, o Paul achava o trabalho dele excelente, o que não era mentira.

Hazel era realmente uma mulher muito linda,eu não podia negar. Ela tinha algo que me chamava atenção. Ela tinha um jeito de menina,um rosto meigo,mas uma personalidade forte e um ar rebelde.

-Então... Está animada para trabalhar com a banda?

-Muito! Acho que vai ser uma boa aventura. -Ela deu um gole em sua cerveja.

-Então para você,trabalho novo é uma aventura?

-E para você não é? -Ela arqueou a sobrancelha e eu sorri.

-Sim. Sempre é.

-Exatamente.

-Pelo visto você viveu grandes aventuras né? -Ela suspirou e ficou séria.

-Não... Pelo menos não ainda.

-Ah. Não se preocupe. Isso mudará na segunda-feira. Tenho que ir agora.

-Tudo bem. Até segunda. -Ela estendeu a mão e eu a apertei forte.

Chris Pov Off.

Assim que Chris saiu do bar eu pude respirar. Era muito difícil conversar com ele e ficar normal. Eu estava começando a achar que trabalhar com ele realmente seria uma grande aventura.

Peguei uma última cerveja e voltei para casa antes de Rob voltar.



Notas Finais


aaaai Chris cornell,você deixa as mulheres loucaaas.
e gente,esse Rob é um E S C R O T O,mds


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...