História Show me how to live. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Audioslave
Personagens Chris Cornell, Personagens Originais
Visualizações 12
Palavras 1.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oooi,gente.
sei q no fim de semana o spirit é paradão,mas eu tô animada com a história e quis postar kkkkk.
espero que gostem.

Capítulo 3 - First Day.


Fanfic / Fanfiction Show me how to live. - Capítulo 3 - First Day.

Acordei com a luz do sol em meu rosto. Demorei um pouco a lembrar que dia era,mas quando lembrei abri um sorrisão. Era segunda e isso significava que era meu primeiro dia no trabalho.

Olhei para o lado e Rob não estava lá. Ele apareceu na porta do quarto.

-Bom dia,pode ir fazer o café.

-Bom dia. -Suspirei. -Já vou. -Levantei e fui em direção a cozinha.

Comecei a fazer o café de bom humor. Eu estava muito animada para trabalhar com os meninos.

Comecei a colocar o café na mesa e Rob começou com as perguntas.

-Tá animada pro primeiro dia?

-Sim. -Falei sorrindo e ele não disse nada.

Tomamos o café em silêncio. Quando terminei fui tomar banho.

Quando saí comecei a escolher minha roupa. Peguei um vestido no armário e Rob entrou no quarto.

-Você não vai usar isso,vai? -Ele cruzou os braços.

-Vou sim! -Cruzei os braços também.

-Não vou deixar minha noiva sair com isso. Vai parecer uma piranha!

-Olha aqui,eu já estou cansada de você mandando em mim. Me deixa em paz! -Ele estava pronto para falar algo,mas eu simplesmente peguei o vestido e fui terminar de me arrumar no banheiro.

Assim que terminei de me arrumar,me olhei no espelho e sorri ao me ver.

Senti aquele clássico frio na barriga.

________________________________________________

Chegamos ao estúdio e Rob foi cumprimentar Paul.

-Bom dia,Paul. -Ele disse se aproximando do gordo.

-Bom dia,Rob e Hazel. -Ele sorriu assim que me viu. -Hoje vou te apresentar para a equipe.Vou logo dizendo que são muitas pessoas mesmo.

-Tudo bem. -Sorri. -O que eu vou fazer hoje?

-Quero que você fique com os meninos durante as gravações que terão hoje.

-Okay.

Paul nos levou até a sala onde os meninos gravariam algumas músicas.

Na sala tinham os instrumentos e também tinha um vidro preto na parede.

-O que é isso? -Perguntei a Rob apontando para o vidro.

-Atrás dessa vidro tem uma salinha. É ali que eu e outras pessoas ficamos. Nós temos tudo que nós ajuda a ouvir a banda,ver a afinação das guitarras,da voz... Tudo isso.

-Ah sim. Mas por que é preto?

-Porque assim a banda fica mais a vontade para tocar,já que não os vemos.

-Hummm,entendi. -Confesso que quando eu soube que ele não podia ver através do vidro eu fiquei bem animada. Eu poderia trocar olhares com o Chris sem que ele percebesse.

Alguns minutos se passaram e os caras do Soundgarden chegaram.

-Fala aí. -Matt chegou batendo na mãos de todos,inclusive na minha.

Ben,Kim e Chris cumprimentaram todos que estavam lá. Eles vieram até mim,mas falaram comigo sem muitas cerimônias,talvez porque Rob estivesse lá.

Depois dos cumprimentos,Rob e outros caras entraram na salinha e eu fiquei sozinha com os meninos.

-Então você vai mesmo ser nossa babá? -Ben perguntou enquanto pegava seu baixo.

-Vou sim.

-Já aviso logo,o Chris faz muita merda. -Kim falou.

-É mesmo? -Olhei para Chris e ele estava sério.

-Sério. Você ainda não viu nada. -Chris veio para perto de mim e bagunçou meu cabelo,me fazendo rir.

-Acho que eu vou gostar de trabalhar com vocês.

-Saiba que você mudará muito. -Matt entrou na conversa.

-Por quê?

-Porque nós vamos te levar para um mau caminho. -Matt falou quase sussurrando o que arrancou boas risadas de mim.

-Vamos começar. -Chris falou e me lançou um olhar 43 que me fez ativar as borboletas no estômago.

O ensaio começou e eu fiquei observando cada um deles.

Matt e Ben tinham cara de serem bem tranquilos,mas travessos.

Kim parecia ser o mais responsável de todos.

Já Chris... Ahh,aquele daria trabalho. Ele parecia ser uma pessoa bem tranquila de lidar,mas tinha cara de arteiro. Mas esse nem era o problema; era o seu jeito sedutor.

Enquanto ele cantava,ele fazia movimentos com o corpo e jogava os cabelos. Todas as vezes que ele fazia isso,me lançava um olhar que Jesus,me deixava maluca. Em um certo momento de ensaio,ele tirou a blusa e começou a passar as mãos pelo pedestal do microfone. Eu perdi minha sanidade naquele momento. Comecei a morder a tampa da caneta que estava em minha mão. Imagina o que aquelas mãos não faziam no corpo de uma mulher.

Quando me dei conta dos meus pensamentos,balancei a cabeça lentamente. Eu me sentia mal por pensar naquilo já que eu tinha noivo. Mas eu tinha que admitir,ele era ruim de cama e eu estava há tempo demais sem ter algo bom,se é que me entendem.

Durante todo o ensaio eu não tirei os olhos de Chris e ele percebeu. Ele sempre dava um sorrisos sapecas para mim e aquilo acabava comigo.

-Por hoje é só. -Chris falou e todos saíram da sala. -O que achou,babá?

-Primeiramente,eu tenho nome. E segundo,não foi tão mal assim. -Dei de ombros fingindo não ligar.

-Eu sei que você gostou. -Ele falou e saiu da sala.

Assim que ele saiu,Rob e umas outras pessoas saíram da outra parte do estúdio.

-E aí,eles te respeitaram?

-Claro que sim. -Revirei os olhos. -Você acha que eles vão fazer o que comigo?

-Sei lá. -Ele deu de ombros. -Tenho que ir pra outra parte do estúdio. Eu e o Carl temos que concertar algumas coisas nas músicas.

-Tá bom,eu nem sei quem é Carl,mas tudo bem. -Dei um selinho nele e ele saiu.

Nesse momento,a parte atentada dentro de mim,mandou eu procurar algum dos meninos.

Comecei a andar pelo estúdio e acabei encontrando a loira que estava no bar no dia do show.

-Hazel? 

-Sou eu mesma.

-O que você faz aqui? -Ela perguntou sorrindo.

-Eu trabalho aqui agora. E você?

-Eu também trabalho aqui. -Ela colocou a mão na cintura. -Como eu nunca te vi?

-Ah,eu comecei hoje. Sou a nova psicóloga,maquiadora,estilista... A babá.

-Boa sorte! -Ela sorriu e saiu andando.

Continuei meu trajeto. Era um estúdio bem grande e eu já estava perdida. Passei por uma sala e ouvi vários barulhos de risadas.

-Eles estão aqui. -Falei para mim mesma.

Bati na porta e Ben falou para eu entrar.

-Atrapalho?

-Claro que não. Chega mais. -Matt foi super legal.

Chris estava sentado em sofá azul,todo aberto e com um sorriso sarcástico no rosto.

-Já estava com saudade da gente? -Ele perguntou.

-Claro que não.

-Aí,como tu consegue aguentar o Rob? -Kim perguntou.

-Ah... Aguentando. -Dei de ombros.

-Ele é um chato! -Ben falou e todos concordaram.

-Ele é chato e ela não ama ele. -Chris falou como se fosse algo super normal de se falar.

-Ué,Chris. Como você sabe? -Matt perguntou. -É verdade,Hazel?

-Claro que não. -Bufei. -O Chris só está de graça.

Chris riu e eu apenas revirei os olhos.

Rob ficou trabalhando o dia todo e eu fiquei com os meninos. Se o trabalho fosse sempre divertido assim,eu iria adorar


Notas Finais


chris safadão tá deixando a Hazel louca,coitada kkkkkk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...